sábado, 25 de junho de 2016

ESTUDO DA NASA CONCLUIU QUE A CIVILIZAÇÃO ATUAL RUMA PARA COLAPSO IRREVERSÍVEL E INEVITÁVEL...




Estudo da NASA concluiu que civilização atual ruma para colapso irreversível e inevitável…

Posted by  on 24/06/2016


Estudo patrocinado pela NASA: Civilização industrial ruma para ‘’colapso irreversível e inevitável”?
Um novo estudo parcialmente patrocinado pelo Goddard Space Flight Center, da NASA, destacou a perspectiva de que a atual civilização industrial global pode entrar em colapso nas próximas décadas devido à exploração insustentável de recursos naturais do planeta e a distribuição de riqueza cada vez mais desigual.
O processo de ascensão-e-colapso civilizatório é realmente um ciclo recorrente encontrado ao longo da história da civilização humana.” 


Tradução, edição e imagens:  Thoth3126@protonmail.ch
Os cientistas naturais e sociais desenvolveram novo modelo de como umatempestade perfeita” de crises em setores vitais poderiam destruir o sistema global e a civilização atual.

Por Nafeez Ahmed = Fonte: http://www.theguardian.com


Notando que os avisos de ‘colapso’ são muitas vezes vistos como marginais ou polêmicos, o estudo tenta dar sentido a dados históricos convincentes que mostram que o processo de ascensão-e-colapso civilizatório é realmente um ciclo recorrente encontrado ao longo da história da civilização humana.” Os casos graves de interrupção de uma civilização devido ao colapso “precipitado – muitas vezes com a crise durando séculos – tem sido bastante comum.”
O projeto de pesquisa independente é baseado em um novo modelo de disciplina cruzada Human And Nature DYnamical’ (HANDY)”, liderado pelo matemático aplicado Safa Motesharrei dos EUA National Science Foundation apoiado pelo National Socio-Environmental Synthesis Center, em associação com uma equipe de cientistas naturais e sociais. 
ELITE-NWO-MASSA-IGNORANTE-E-POBRE
O modelo HANDY foi criado usando uma bolsa menor da NASA, mas o estudo com base  no programa da NASA foi conduzido de forma independente. O estudo com base no modelo HANDY foi aceito para publicação na revista de Economia Ecológica Elsevier journal, Ecological Economics.
Ele acha que, segundo o registro histórico, civilizações complexas e mesmo avançadas, são suscetíveis a entrar em colapso, levantando sérias questões sobre a sustentabilidade da atual civilização moderna:
“A queda do Império Romano, e os igualmente avançados (se não mais) impérios Han(China), Mauryan(Índia) e o império Gupta(Índia), assim como tantos impérios mesopotâmicos, são testemunhos do fato de que civilizações criativas, avançadas, sofisticadas, dinâmicas e complexas podem ser tanto frágil como impermanentes. “
Ao investigar a dinâmica da relação humana com a natureza desses casos passados ​​de colapso de grandes civilizações, o projeto identifica os fatores inter-relacionados mais relevantes que explicam o declínio civilizacional, e que podem ajudar a determinar o risco de colapso de nossa civilização hoje, a saber: População, Clima, Água, Agricultura e geração de Energia .
Esses fatores podem levar ao colapso de uma civilização quando eles convergem para gerar duas características sociais cruciais: “o colapso da exploração dos recursos naturais devido à tensão colocada sobre a capacidade de carga ecológica (produção)”; e “a estratificação econômica da sociedade em Elites [os ricos], a classe média e as  massas (ou “pobres”). Estes fenômenos sociais têm desempenhado “um papel central no caráter ou no processo do colapso de uma civilização”, em todos os casos sobre “os últimos cinco mil anos”, sem exceção.
homem-avestruz-massa-ignorante
O Homem “civilizado” procurando soluções para as mazelas criadas pela sua OBRA no planeta.
Atualmente, altos níveis de estratificação econômica estão ligados diretamente ao consumo excessivo de recursos, pelas “elites” e a classe média, baseado em grande parte nos países industrializados responsáveis ​​por ambos os fatores:
“… O superávit acumulado não está distribuído uniformemente por toda a sociedade, mas ele é controlado por uma elite. A massa da população, no que tange a produção da riqueza, só é atribuída (e distribuída) uma pequena parte dela pelas elites, geralmente em um nível mínimo para a subsistência humana”.
O estudo desafia aqueles que argumentam que a tecnologia vai resolver esses desafios, aumentando a eficiência do “sistema”:
“A mudança tecnológica pode aumentar a eficiência da utilização de recursos, mas também tende a elevar o consumo per capita dos mesmos recursos e a escala de extração de recursos naturais em matérias primas, de modo que, o aumento do consumo, muitas vezes acaba com a vantagem do aumento da eficiência no uso dos recursos.”
O aumento da produtividade na agricultura e na indústria ao longo dos últimos dois séculos mais do que aumentou a exploração de recursos (em vez da diminuição),  apesar dos ganhos de eficiência (pelo uso de tecnologia) dramáticas durante o mesmo período.
poluição-colapso-ambiental-civilização
Um testemunho eloquente de nossa “CIVILIZAÇÃO”.
Modelando uma série de diferentes cenários, Motesharrei e seus colegas concluíram que em condições “que reflete de perto a realidade do mundo de hoje … nós achamos que o colapso de nossa civilização é difícil de ser evitado.” No primeiro destes cenários, a atual civilização:
“…. Parece estar em um caminho sustentável por muito tempo, mas mesmo usando uma taxa de esgotamento ideal a começar com um número muito pequeno de Elites, elas, eventualmente, consumem recursos demais, resultando em um período de fome entre os pobres que, eventualmente, provoca o colapso da sociedade. É importante notar que este tipo de colapso é devido a uma escassez induzida por desigualdade que provoca uma perda de trabalhadores, em vez de um colapso da natureza “.
Outro cenário enfoca o papel da exploração contínua e massiva de recursos naturais, concluindo que “com uma taxa de esgotamento maior, o declínio dos mais pobres ocorre mais rápido, enquanto as Elites ainda estão prosperando, mas eventualmente a massa vai entrar em colapso completo, seguido pelas elites.”
Em ambos os cenários, os monopólios de riqueza da Elite significa que eles estão protegidos contra a maioria dos “efeitos prejudiciais do colapso ambiental até muito mais tarde do que os comuns mortais”, o que lhes permite continuar na forma “business as usual” (sem nenhuma mudança), apesar da catástrofe iminente. “O mesmo mecanismo, eles argumentam, poderia explicar como “colapsos históricos foram contemplados a ocorrerem por elites que pareceram estar ignorando a trajetória catastrófica (mais evidente no caso do Império Romano).” Aplicando esta lição para a nossa situação contemporânea, o estudo adverte que:
“Enquanto alguns membros da sociedade podem dar o alarme de que o sistema chamado de “civilização” está se movendo em direção a um colapso espetacular, estrondoso e iminente e, portanto, defender mudanças estruturais para a sociedade, a fim de evitar seu colapso, as elites e os seus apoiantes, que são contrários a fazer essas (ou qualquer) alterações, poderia apontar para a trajetória sustentável utilizada a longo prazo ‘até agora’ (“business as usual”) em apoio de não se fazer nada.”
colapso-civilização-inevitável-elites
No entanto, os cientistas apontam que os piores cenários não são de forma alguma inevitáveis, e sugerem que políticas e mudanças estruturais apropriadas poderiam evitar o colapso, para abrir o caminho rumo a uma civilização mais estável (n.t. Mas os piores cenários já tiveram seus gatilhos acionados e iniciaram processos que são irreversíveis, como as mudanças climáticas que vão ter um IMPACTO PROFUNDO em nossa atual civilização)
As duas soluções são fundamentais para reduzir a desigualdade econômica, de modo a garantir uma distribuição mais justa dos recursos, e para reduzir drasticamente o consumo dos mesmos recursos, baseando-se em materiais renováveis ​​de consumo menos intensivos e reduzir o crescimento (n.t. aqui esta uma impossibilidade de mudança para o ser humano atual, o sexo responsável) da população:
“O colapso poderia ser evitado se o tamanho da população alcançar o equilíbrio com o consumo dos recursos naturais necessários, se a taxa per capita de esgotamento da natureza fosse reduzida a um nível sustentável, e se os recursos fossem distribuídos de forma razoavelmente mais justa.”
O modelo Human And Nature DYnamical’ (HANDY)” financiado pela NASA oferece um chamado para o “despertar” de alta credibilidade para os governos, empresas e os negócios – e os consumidores – para que se reconheça que o modelo ‘business as usual’ não pode ser mais sustentado, e que as mudanças estruturais e políticas no atual sistema são necessárias imediatamente.
Embora o estudo seja baseado em grande parte teoricamente – uma ‘’experiência de pensamento “- existe uma série de outros estudos mais empiricamente focados – feitos pela KPMG e pelo U.K. Science Government Office (Escritório de Ciência do Governo do Reino Unido), por exemplo – que têm alertado que a convergência de crises envolvendo as áreas de produção de alimentos, água potável e energia poderia criar uma “tempestade perfeita” dentro de cerca de 15 anos. Mas estes previsões “business as usual” ainda poderiam ser muito conservadoras.
2018-abril
Em breve, estreia em TODO O PLANETA …. Saiba mais acessando o LINK
Dr Nafeez Ahmed é diretor executivo do Instituto de Pesquisa de Política e Desenvolvimento e autor do Guia do Usuário para a crise da civilização: E como salvá-la entre outros livros. Siga-o no Twitter nafeezahmed. Este artigo foi alterado em 26 de março de 2014 para refletir a natureza do estudo e relacionamento da NASA mais claramente.

“DESPERTA, TU QUE DORMESe levanta-te dentre os MORTOS (INCONSCIENTES), e CRISTO te esclarecerá. Portanto, vede prudentemente como andais, não como NÉSCIOS, mas como SÁBIOS  Efésios 5:14,15

Mais informações em:
  1. http://thoth3126.com.br/uma-visao-pessoal/
  2. http://thoth3126.com.br/illuminati-revelacoes-de-um-membro-no-topo-da-elite-explosivo/
  3. http://thoth3126.com.br/o-colapso-do-nosso-mundo-comecou-veja-14-sinais-disso/
  4. http://thoth3126.com.br/o-colapso-moral-da-medicina-ocidental/
  5. http://thoth3126.com.br/reptilianos-mais-informacoes/
  6. http://thoth3126.com.br/loucura-vira-epidemia-no-planeta-44-milhoes-de-pessoas-estao-dementes/
  7. http://thoth3126.com.br/o-futuro-colapso-dos-e-u-a-previsto-por-jornal-da-russia/
  8. http://thoth3126.com.br/como-agir-no-caso-de-uma-catastrofe/
  9. http://thoth3126.com.br/algo-muito-grande-e-definitivo-esta-para-acontecer/
  10. http://thoth3126.com.br/os-seres-humanos-contra-o-meio-ambiente/
  11. http://thoth3126.com.br/arca-de-noe-para-a-elite-enfrentar-o-armagedom-o-fim-do-sistema/
Permitida a reprodução, desde que mantido no formato original e mencione as fontes.

ASTRONAUTA EDGAR MITCHELL,DA MISSÃO APOLLO AFIRMA : OVNIS EVITARAM A GUERRA NUCLEAR

Astronauta da missão Apollo afirma: Ovnis evitaram a guerra nuclear

Edgar Mitchell citou Roswell

Edgar Mitchell, participante da missão Apollo 14 e o sexto homem a caminhar na Lua, afirmou em uma entrevista recente que acredita que aliens pacifistas visitaram a Terra. O objetivo era impedir que ataques nucleares acontecessem durante a Guerra Fria. Isso, de acordo com ele, explicaria os avistamentos de Ovnis perto de bases militares na época.
“Falei com muitos oficiais da força aérea que trabalharam nessas estações durante a Guerra Fria. Eles me contaram que os Ovnis eram vistos com frequência e que eram capazes de desligar seus mísseis. Outros oficiais da costa do Pacífico contaram que os mísseis eram derrubados com frequência por naves alienígenas”, afirmou Mitchell.
Não é de hoje que sabemos que o astronauta acredita em visitas extraterrestres. Anteriormente ele já havia declarado crenças similares sobre a presença de ETs em Roswell. Ele cresceu no Novo México, próximo a Roswell, onde as primeiras bombas nucleares foram testadas. “Os ETs estavam por lá porque queriam saber da nossa capacidade militar”, afirmou.
Em 17/08/2015




Fonte:http://revistagalileu.globo.com/Ciencia/Espaco/noticia/2015/08/astronauta-da-missao-apollo-afirma-ovnis-evitaram-guerra-nuclear.html

HOMENS SAPIENS É MAIS DESENVOLVIDO QUE NEANDERTAL ? TALVEZ NÃO

Homo sapiens é mais evoluído que Neandertal? Talvez não

Ferramenta de osso descoberta em junho 2014 durante escavações na França

15/01/201514h04 

Uma ferramenta de osso que data da era do homem de Neanderthal foi descoberta por pesquisadores da Universidade de Montreal, no Canadá, em um sítio arqueológico na França e colocou em cheque a nossa compreensão atual da evolução do comportamento humano.
"Esta é a primeira vez que uma ferramenta de osso com multifunções deste período foi descoberta. É a prova de que os Neandertais eram capazes de compreender as propriedades mecânicas do osso e sabiam como usá-lo para fazer ferramentas. Essas habilidades são geralmente atribuídas a nossa espécie, a Homo sapiens", disse Luc Doyon do Departamento de Antropologia da universidade, que participou das escavações.

Neandertais viveram na Europa e na Ásia ocidental no período do Paleolítico Médio, entre 250 mil a 28 mil anos atrás.
Durante grande parte do século 20, os peritos pré-históricos estavam relutantes em reconhecer a capacidade da espécie de incorporar e dominar as técnicas necessárias para trabalhar com materiais como o osso. No entanto, ao longo das últimas duas décadas, muitas pistas indicam o uso de materiais duros de animais pelos Neandertais.
"Nossa descoberta é um indicador adicional do trabalho com ossos feito pelos Neandertais e ajuda a colocar em questão a visão linear da evolução do comportamento humano", disse Doyon.
A ferramenta em questão foi descoberta em junho 2014 durante escavações no Grotte du Bison em Arcy-sur-Cure, na França.
Extremamente bem preservada, a ferramenta vem do fêmur esquerdo de uma rena adulta e sua idade é estimada entre 55 mil e 60 mil anos. Marcas observadas sobre ela permitiram traçar a sua história. A obtenção de ossos para a fabricação de ferramentas não foi a principal motivação para os Neandertais. Acima de tudo, eles caçavam para obter a rica energia fornecida pela carne.
Marcas sugerem a utilização do fragmento de osso esculpido para afiar as arestas de corte das ferramentas de pedra. Finalmente, lascas e um polimento significativo mostram a utilização do osso como um raspador.
"A presença desta ferramenta de osso em um contexto em que as de pedra são abundantes sugere uma escolha oportunista do fragmento e sua modificação intencional em uma ferramenta pelos Neandertais", disse Doyon. "Durante muito tempo se pensou que, antes dos Homo sapiens, outras espécies não possuíam a capacidade cognitiva para produzir este tipo de artefato. Esta descoberta reduz a diferença presumida entre as duas espécies e nos impede de dizer que um era tecnicamente superior à outra".

Fonte:http://noticias.uol.com.br/ciencia/ultimas-noticias/redacao/2015/01/15/ferramenta-sugere-que-homo-sapiens-nao-eram-mais-evoluidos-que-neandertais.htm

10 MISTÉRIOS SOBRE OS PRIMEIROS SERES HUMANOS


10 MISTÉRIOS SOBRE OS PRIMEIROS SERES HUMANOS


Da onde viemos? Por que evoluímos desta forma? Por que somos a única espécie humana que sobrou? Que outros caminhos poderíamos ter tido na evolução? Quando se trata da história da humanidade, as perguntas são muito mais abundantes do que as respostas. É por isso que só podemos reunir 10 mistérios sobre os primeiros humanos (que mal servem para juntar pedaços do passado).

1) Porque evoluímos com cérebros maiores?

Não há dúvida de que os nossos grandes cérebros são uma vantagem extraordinária no mundo animal. Ainda assim, o cérebro humano é um órgão incrivelmente caro ao corpo, ocupando apenas cerca de 2% da massa, mas usando mais de um quinto da energia. Até cerca de 2 milhões de anos atrás, nenhum de nossos ancestrais tinha um cérebro maior do que um macaco quando comparado ao tamanho do corpo. O que nos fez aumentar esse tamanho? Uma possibilidade é que o aumento ajudou a população a fazer melhores ferramentas. Outro é que os cérebros maiores nos ajudaram a interagir melhor uns com os outros. Talvez as mudanças radicais no ambiente também exigiram que nossos antepassados lidassem com um mundo em transformação.

2) Porque andamos sobre duas pernas?

Nossos ancestrais evoluíram para uma postura ereta antes mesmo de ferramentas de pedra aparecerem. A pergunta, então: por que andar sobre duas pernas? A ideia é de que andar como bípede ajuda a gastar menos energia do que se movimentar em quatro membros. Libertar os braços também poderia ter possibilitado que nossos antepassados transportassem mais alimentos. Ficar em pé pode até ter ajudado os primeiros humanos a controlarem melhor a temperatura, reduzindo a quantidade de pele diretamente exposta ao sol.
3) Cadê todo aquele pêlo?

Os seres humanos parecem bastante pelados em comparação aos seus primos macacos. Como isso aconteceu? Uma sugestão é que os nossos antepassados perderam os pêlos para se esfriar quando se aventuram através das savanas da África. Outra é que perdê-los ajudou os homens a se livrar de parasitas e doenças que podiam se espalhar. Uma ideia pouco ortodoxa até sugere que a nudez humana se desenvolveu após nossos antepassados se adaptarem brevemente a uma vida na água, embora a maioria dos mamíferos aquáticos do tamanho aproximadamente humano possua pelagem densa.
4) Porque as outras espécies de humanos se extinguiram?

Cerca de 24 mil anos atrás, nossa espécie, Homo sapiens, não estava sozinha no mundo: nossos parentes mais próximos, o homem de Neandertal (Homo neanderthalensis) ainda estava vivo. O chamado “hobbit” encontrado na Indonésia também poderia ter sido um membro do gênero Homo, que aparentemente sobreviveu até tão recentemente quanto 12 mil anos atrás. Por que eles morreram e nós sobrevivemos? Infecções ou mudanças radicais no ambiente poderiam tê-los matado? Ou será que nossa espécie acabou com eles? Alguma evidência existe para ambos os cenários, mas nenhuma conclusão é definitiva.
5) A evolução humana está se acelerando?

Evidências recentes sugerem que a humanidade não só continua evoluindo, mas que a evolução humana está acelerando em até 100 vezes os níveis históricos após a disseminação da agricultura. Um número de cientistas contesta a força desta prova, afirmando que é difícil saber se certos genes realmente têm evoluído. Ainda assim, se a evolução humana está acelerando, a questão é: por quê? Dieta e doenças podem ser algumas das pressões que fazem os humanos mudarem.
6) O que é o “hobbit”?

“Hobbit” é o apelido dado aos pequenos esqueletos encontrados na ilha indonésia de Flores, em 2003. Seriam eles uma espécie extinta humanos, suficiente para ser chamada de Homo floresiensis? Ou seriam apenas alguns exemplos de esqueletos deformados de Homo sapiens? Ou ainda seriam eles uma espécie diferente de nós, mas talvez não uma espécie extinta humana e sim uma completamente separada, como a dos chimpanzés? Resolver esse mistério poderia ajudar os pesquisadores a entenderem os caminhos radicais da evolução humana.
7) Por que a humanidade moderna se expandiu da África há cerca de 50.000 anos?

Cerca de 50 mil anos atrás, o homem moderno surgiu na África, espalhando-se rapidamente na maior parte das terras para colonizar todos os continentes exceto a Antártida. Alguns cientistas acreditam que esta migração foi relacionada com uma mutação que transformou o nosso cérebro, levando ao uso complexo da linguagem e permitindo ferramentas de arte mais sofisticadas e sociedades modernas. A visão mais popular sugere que o comportamento moderno existia muito antes deste êxodo, e que a humanidade atingiu um limite de população na África, o que obrigou a expansão.
8 ) Será que nós transamos com os Neandertais?

Se as duas espécies conviveram, podem ter se cruzado. Será que nós fizemos sexo com eles? Será que a nossa espécie possui alguma sobra de genes de nossos primos extintos? Alguns cientistas até sugerem que talvez o homem de Neandertal não tenha morrido, mas sim foi absorvido pela humanidade moderna.
9) Quem foi o primeiro hominídeo?

A cada dia os cientistas descobrem mais e mais antigos hominídeos (entendidos como bípedes, incluindo seres humanos, nossos ancestrais diretos e parentes mais próximos). Eles estão se esforçando muito para encontrar o primeiro, o que vai ajudar a responder a questão mais fundamental na evolução humana: quais adaptações fizeram de nós seres humanos, e em que ordem elas aconteceram?
10) De onde vieram os humanos modernos?

A questão mais debatida na evolução humana é de onde os humanos modernos evoluíram. A hipótese da África sustenta que os humanos modernos evoluíram na África há relativamente pouco tempo e depois se espalharam pelo mundo, substituindo as populações de humanos arcaicos. A hipótese multirregional afirma que os humanos modernos evoluíram em uma ampla área de humanos arcaicos, com populações de diferentes regiões cruzando com seus vizinhos e compartilhando características, o que resultou na evolução dos humanos modernos. A primeira hipótese é mais bem aceita, mas os defensores da segunda hipótese permanecem fortes nos seus argumentos. [LiveScience]


Fonte: http://hypescience.com/10-misterios-sobre-os-primeiros-humanos/



SEJA UM MESTRE DA SUA RESPIRAÇÃO - OSHO

SEJA UM MESTRE DA SUA RESPIRAÇÃO - OSHO

Respiração - Se você puder se tornar um mestre da sua respiração você se torna mestre de suas emoções...


Se você puder se tornar um mestre da sua respiração você se torna mestre de suas emoções... O inconsciente prossegue mudando seu ritmo de respirar, portanto, se você se torna cônscio desse ritmo e suas constantes mudanças, você pode ficar cônscio das suas raízes inconscientes, do que o inconsciente está fazendo.

a) Respire profundamente o dia todo, não forçado, mas devagar e bem fundo, toda vez que você lembrar e sinta-se relaxado, não tenso.

b) Vigie sua respiração, observe-a. Quando a respiração sai, vá com ela, quando ela entrar, mova-se com ela. Se você puder observar sua respiração, ela se tornará profunda, silenciosa, rítmica. Seguindo a respiração você se torna muito diferente, porque essa conscientização constante da respiração irá lhe desprender de sua mente. A energia que normalmente se move para o pensar, se moverá para a observação. Essa é a alquimia da meditação — mudar a energia que se move do pensar para a observação... Como não ser um pensador mas uma testemunha. Mas seja brincalhão ao observar sua respiração, não faça disso um trabalho.

c) Use sua respiração como uma conscientização da vida e da morte simultaneamente. Quando a respiração sai ela está associada com a morte; quando ela entra, com a vida. Com cada expiração você morre; com cada inspiração você renasce. Vida e morte não são duas coisas, separadas, divididas: elas são uma. E a cada momento, ambas estão presentes. Portanto lembre-se disso: quando sua respiração está saindo, sinta como se você estivesse morrendo. Não se assuste. Se você se assustar, a respiração será perturbada. Aceite isso: a expiração é morte. E a morte é bela, é relaxante.

Osho

OS CIENTISTAS DA NOVA ERA - DR.DEEPAK CHOPRA - A CURA QUÂNTICA

OS CIENTISTAS DA NOVA ERA- Dr Deepak Chopra-As 7 Leis Espirituais do Sucesso-A Cura Quântica-O Super Cérebro-Décima terceira parte


MUTANTES
Somos as únicas criaturas na face da terra capazes de mudar nossa biologia pelo que pensamos e sentimos!
Nossas células estão constantemente bisbilhotando nossos pensamentos e sendo modificados por eles.
Um surto de depressão pode arrasar seu sistema imunológico; apaixonar-se, ao contrário, pode fortificá-lo tremendamente.
A alegria e a realização nos mantém saudáveis e prolongam a vida.
A recordação de uma situação estressante, que não passa de um fio de pensamento, libera o mesmo fluxo de hormônios destrutivos que o estresse.Quem está deprimido por causa da perda de um emprego projeta tristeza por toda parte no corpo – a produção de neurotransmissores por parte do cérebro reduz-se, o nível de hormônios baixa, o ciclo de sono é interrompido, os receptores neuropeptiídicos na superfície externa das células da pele tornam-se distorcidos, as plaquetas sanguíneas ficam mais viscosas e mais propensas a formar grumos e até suas lágrimas contêm traços químicos diferentes das lagrimas de alegria.
Todo este perfil bioquímico será drásticamente alterado quando a pessoa encontra uma nova posição.
Isto reforça a grande necessidade de usar nossa consciência para criar os corpos que realmente desejamos.
A ansiedade por causa de um exame acaba passando, assim como a depressão por causa de um emprego perdido.
O processo de envelhecimento, contudo, tem que ser combatido a cada dia.
Shakespeare não estava sendo metafórico quando Próspero disse: “Nós somos feitos da mesma matéria dos sonhos.”
Você quer saber como esta seu corpo hoje? Lembre-se do que pensou ontem
Quer saber como estará seu corpo amanhã? Olhe seus pensamentos hoje!
Ou você abre seu coração, ou algum cardiologista o fará por você!
Deepak Chopra
UMA BREVE BIOGRAFIA
Reconhecido como um dos maiores líderes do mundo no campo da medicina mente-corpo, Deepak Chopra continua transformando a nossa compreensão do significado de saúde. Através de sua criação do Chopra Center para o Bem-Estar na Califórnia em 1996, Chopra criou um veículo formal para a expansão de sua abordagem de cura usando a integração da melhor da medicina ocidental com as tradições de cura natural. O trabalho do Dr. Deepak Chopra está mudando a maneira como o mundo vê o bem-estar físico, mental, emocional, espiritual e social.
Em 1999, a revista Time selecionou­-o entre os cem ícones e heróis do século XX, descrevendo­o como o “poeta/profeta da medicina alternativa.”; em 1994, a revista Forbes especializada em economia, o descreveu como “o mais recente em uma série de gurus que prosperaram combinando ciência pop, psicologia pop, e pop hinduísmo”. E cada vez que vai em qualquer cidade do mundo para discursar,  dá uma sala cheia. Ele é descrito normalmente como “o principal campeão da fé pós­-moderna.” Um dos fatores que o tornam atraente é precisamente que, em seu discurso desmistifica a retórica religiosa, com toques de ciência,esforços para reconciliar crenças místicas com a medicina moderna. Deepak Chopra nasceu na Índia em 1947 e graduou-­se endocrinologista em 1968. Em 1980, emigrou para os Estados Unidos, onde fez uma carreira de sucesso que o levou a ocupar uma posição de liderança no Memorial Hospital de Nova Inglaterra em Massachusetts. Ele também ensinou na Escola de Medicina da Universidade de Tufts e Boston. Orador hábil e escritor prolífico, ele publicou mais de 25 livros traduzidos em quase todas as línguas e em Inglês sómente vendeu mais de 10 milhões de cópias. Fundou e dirige o Centro Chopra para o Bem­ estar e do Instituto Médico Mente ­Corpo,  em La Jolla, Califórnia (EUA). De acordo com sua biografia oficial, ele alcançou a posição mais alta no New England Memorial Hospital . Sua vida mudou completamente, diz Chopra, em 1981, quando se encontrou com o “médico ayurveda proeminente” Brihaspati Dev Triguna. Esta reunião era para ele uma “experiência crucial.” Em seguida, ele se juntou ao movimento de Meditação Transcendental religiosa, liderados pelo Maharishi Mahesh Yogi , que introduziu a meditação no Ocidente na década de 60, principalmente, pela expansão favorecendo a notícia de que os Beatles aderiram á sua filosofia. Então, Chopra começou a mexer com os segredos de “Ayurveda”, que muitas vezes apresenta­-se como uma disciplina Hindu  de”vários milhares de anos.” Chopra, em suma, garante que este procedimento tem 6000 anos de idade.

DEEPAK CHOPRA E A MEDICINA AYURVÉDICA
As Funções vitais, de acordo com este procedimento, são determinados por três princípios ou “doshas”: Vata, Pitta e Kapha. “Chopra escreve que Vata controla o movimento do corpo, é o pensamento ou os intestinos, a vibração das cordas vocais ou gestos, ou mesmo dançar e que duplica o DNA. Pitta ,controla o metabolismo e digestão, e Kapha, a estrutura “. Estes  “doshas”  são os princípios herméticos básicos, como diz Chopra, “surgem como expressões de tendências metabólicas em ambos os nossos corpos físicos e nosso tipo psicológico.” Ele compara esses doshas com o funcionamento dos sinais astrológicos, determinando as características de cada indivíduo; Os doshas podem ser conhecidos no ato de tomar o pulso da pessoa ou fazer um questionário. No entanto, o dosha pode mudar de uma hora para outra. Os doshas devem ser “pacificados”, para o qual vários tratamentos são indicados. Em todos os seus livros Chopra insiste em ter “pensamentos positivos”: idéias geram uma molécula no corpo; assim, pensamentos positivos gerarm “moléculas positivas.” O “Ayurveda”  não permite apenas uma “saúde perfeita”.O seu livro”Ageless Body, Timeless Mind” (“Ageless Body, Timeless Mind”, 1993) tornou­-se seu livro mais popular. Chopra fez uma síntese curiosa de “Ayurveda” e física quântica, observando que os pacientes que acusam remissões espontâneas de câncer “saltam para um novo nível de consciência que proíbe a existência de câncer (…) é um ‘ salto quântico ‘a um nível de desempenho  mais elevado. Ou seja, Chopra não usa o “quantum” da física em um sentido metafórico: suas terapias­ geralmente com base em produtos herbários­ tem “vibrações” específicas que neutralizam a “vibração quantum” do corpo.
Faz sentido quando o discurso de Chopra enfatiza a relação entre estresse e saúde e recomenda métodos de relaxamento. Estes tratamentos são especialmente úteis para a medicina endócrina, doenças reumáticas e problemas alérgicos, e é verdade que o bom humor na terapia do paciente ajuda qualquer doença.  Em 1991, Chopra, juntamente com Hari Dev Sharma e Triguna,publicou um artigo sobre medicina ayurvédica no prestigioso Journal of American Medical Association (JAMA). A nota disse, por exemplo, que “tomar o pulso é suficiente para diagnosticar muitas doenças graves.” Ele acrescentou. “Os antibióticos e outros medicamentos modernos não funcionam” .Tal declaração desencadeou uma enxurrada de cartas de protesto da comunidade médica;Em 1992 ele foi nomeado para o Instituto Nacional de Saúde e Hoc Painel sobre Medicina Alternativa e desde 1993, é diretor­-executivo do “Instituto  Sharp para medicina humana Potencial e Mente­Corpo”, em San Diego, Califórnia, e seu centro Chopra Bem­Estar. Chopra viaja pelo mundo dando seminários e desenhou sua própria linha de ervas e óleos aromáticos. Entre as celebridades que o seguem estão muitos midiáticos famosos .Òbviamente, que ele vende muitos livros, faz palestras pelo mundo , workshops,DVDs,  e isso o deixou em uma posição confortável, virando inclusive uma celebridade mundial.

AS 7 LEIS ESPIRITUAIS DO SUCESSO-Por Deepak Chopra
Qualquer coisa que desejamos pode ser criada, pois as mesmas leis que a natureza utiliza para criar uma galáxia, um planeta, um corpo humano, podem realizar nossos desejos mais profundos. As “Sete Leis Espirituais do Sucesso” sugerem que nos concentremos em uma lei a cada dia da semana, conforme apresentamos abaixo:
1-DOMINGO- ­Lei da Potencialidade Pura ·
Reserve um momento do dia para ficar só e fazer uma meditação silenciosa. · Reserve um período do dia para comungar com a natureza. · Pratique diariamente o preceito: “Hoje não julgarei nada”.
2-SEGUNDA ­FEIRA- ­ Lei da Doação ·
Ofereça sempre algo às pessoas com quem tiver contato (cumprimento, pensamento positivo, oração, benção). · Agradeça as dádivas oferecidas pela vida, como a beleza da natureza e tenha abertura para continuar recebendo­as. Deseje em silêncio, toda vez que entrar em contato com alguém, que tenha uma vida próspera e feliz.
3-TERÇA­ FEIRA ­- Lei do Karma ·
Observe sempre as escolhas que vai fazer e se pergunte: Quais serão as conseqüências dela para mim e para os outros? · Peça orientação ao seu “coração”, ele é muito intuitivo.
4-QUARTA ­FEIRA ­ Lei do Mínimo Esforço ·
Aceite pessoas e fatos como se manifestarem. · Não se volte contra o Universo lutando contra o presente. · Seja responsável pelas situações e não culpe ninguém. · Desista de impor sua opinião aos outros. · Tenha abertura a todos os pontos de vista e não se prenda a nenhum.
5-QUINTA­ FEIRA ­ Lei da Intenção e do Desejo ·
Faça uma lista de todos os seus desejos. Olhe para ela antes de meditar e, também, antes de dormir e ao acordar. · Libere a lista de seus desejos no plano cósmico, que tem desígnios maiores para você do que possa conceber. · Confie. · Esteja consciente do momento presente.
6-SEXTA ­FEIRA ­ Lei do Desapego ·
Comprometa-­se com o desapego.  Dê a si próprio e aos outros a liberdade de ser o que é. Participe de tudo, mas com envolvimento distanciado. · Saiba que, estando disponível para aceitar a incerteza, a solução virá do próprio problema. · Tenha abertura para uma infinidade de escolhas, experimentando toda a magia, mistério e aventura da vida.
7-SÁBADO ­ Lei do Propósito de Vida ·
Nutra, com amor, a divindade que habita em você. · Tenha consciência da atemporalidade, do ser eterno. · Faça uma lista de seus talentos únicos e do que adora fazer, e saiba que, quando os põe a serviço da humanidade, cria abundância na sua vida e na de outras pessoas. Pergunte­se diariamente: “Como posso servir?”.
Leia todos os dias a Lei correspondente ao dia da semana;(nota pessoal;funciona como uma reprogramação mental;aos poucos, a pessoa incorpora as idéias e em 21 dias de prática, já consegue manter a mente focada.Quanto mais praticar, mais vai assimilar e incorporar.Podemos ver os efeitos através dos livros do também cientista  Dr Bruce Lipton e a Biologia da Crença, aqui )
ASSISTA O VÍDEO SOBRE AS LEIS ESPIRITUAIS DO SUCESSO-DUBLADO EM PORTUGUES COM DEEPAK CHOPRA
COMO POTENCIALIZAR O CÉREBRO-Por Deepak Chopra
Entramos numa era de ouro para a pesquisa do cérebro e todas essas novas descobertas chegam até nós. No entanto, há grandes descobertas que tornam possíveis á todos melhorarem o seu cérebro, baseando-se nestas premissas:
– O seu cérebro está  renovando-se constantemente;
– O seu cérebro pode curar as feridas do passado
-Experiência muda o seu dia a dia;
– Os inputs que você der ao seu cérebro faz com que ele forme novas vias neurais;
– Quanto mais positivos forem os inputs, melhor funciona o seu cérebro;
No livro , Super Cérebro, (Deepak Chopra e o seu co- autor , o professor Rudolf Tanzi , da Harvard Medical School,) ajuda a expandir a neurociência por trás desses resultados gerais. A antiga visão do cérebro como algo estanque para a vida, perdendo neurônios e declínio das suas funções está hoje abolido. O novo cérebro é um processo, não é uma coisa , e esse processo direciona-se para os objetivos que você estabelecer. Um monge budista meditando sobre compaixão desenvolve os circuitos do cérebro que traz a compaixão para a realidade. Dependendo do input que recebe, você pode criar um cérebro compassivo, um cérebro artístico, um cérebro sábio, ou qualquer outro tipo.No entanto, o agente que faz com que essas possibilidades se tornem realidade, é a mente. O cérebro não cria o seu próprio destino. A parte mais recente do cérebro, o neocórtex , é onde o campo de possibilidades realmente está. Aqui é onde as decisões são tomadas. Se você considrar que a sua experiência quotidiana como input para o seu cérebro, e as suas ações e pensamentos como o output, estamos perante um ciclo. Experiências tóxicas moldam o cérebro de forma bastante diferente de experiências positivas e sãs. Isto parece ser senso comum, mas a neurociência uniu forças com a genética para revelar que até ao nível de DNA, este ciclo que envolve a mente e o corpo é profundamente alterado pelos estímulos (inputs) processados pelo cérebro.
DEEPAK CHOPRA EXPLICA O FENÔMENO DA CONSCIÊNCIA E O ERRO DA MEDICINA DE ATRIBUÍ-LA AO CÉREBRO
Nessa explicação curta mas sensacional, Deepak Chopra diz que, ao contrário do que acredita amedicina, a biologia e a ciência em geral, a consciência “não é secretada pelo cérebro” como outros órgãos fazem com seus subprodutos, como a vesícula e a bile, mas é ela de fato a criadora. “Presumívelmente, meu cérebro, que me dá a experiência que você está aí e eu estou aqui, é na verdade eu artefato de percepção, composto 90% de água, 6 ou 7% de minerais e está encapsulado no crânio, e portanto não tem experiência direta do mundo“.Apesar de assertivo quanto ao equívoco da relação consciência-cérebro, Deepak não se arrisca a ir mais longe. Citando uma engraçada mas verdadeira frase do astrofísico inglês Sir Arthur Eddington (1882-1944), ele diz que a percepção é “algo desconhecido que está fazendo algo que não sabemos“.
ASSISTA AO VÍDEO LEGENDADO EM PORTUGUES
A CURA QUÂNTICA-O PODER DA MENTE E DA CONSCIÊNCIA NA BUSCA DA SAÚDE INTEGRAL-por Deepak Chopra
Muitos restabelecimentos são de origem igualmente misteriosa, como os casos de remissão espontânea e o uso eficiente de placebos, ou “drogas enganadoras”, que também indicam o salto quântico. E por quê? Porque em todos esses casos, a consciência profunda parece ter promovido um drástico salto quântico no mecanismo da cura. A consciência é uma energia pouco valorizada pela maioria das pessoas. Geralmente não enfocamos nossa consciência mais profunda nem usamos sua verdadeira energia, mesmo nos mais difíceis momentos de crise.Talvez seja esta a razão pela qual as “curas milagrosas” são recebidas com um misto de espanto, descrença e reverência. Mas todos possuem esse nível mais profundo de consciência. Talvez, até alguns desses milagres sejam extensões de capacidades normais. Por que não consideramos um milagre o corpo soldar um osso partido? Como processo de cura, é complexo demais para ser imitado pela medicina; envolve um número incrível de processos perfeitamente sincronizados, dos quais a medicina conhece apenas os principais, e de modo imperfeito. O motivo pelo qual a mesma pessoa considera milagre a cura do câncer e não pense o mesmo a respeito da fusão de um osso do braço está ligado à união entre mente e corpo. O osso quebrado parece soldar-se físicamente, sem a intervenção da mente; mas a cura espontânea do câncer, segundo se acredita em geral, depende de uma qualidade especial da mente, de um profundo desejo de viverde uma perspectiva heróicamente positiva, ou qualquer outra habilidade rara.Isso significa que existem dois tipos de cura, uma que é normal, outra, anormal ou, pelo menos, excepcional.
O que acontece agora em todos os ramos da medicina é que o corpo saudável vem demonstrando maior poder de recuperação e versatilidade do que se suspeitava. Enquanto a faculdade de medicina ensina que o micróbio A causa a doença B e é tratada pela droga C, a natureza parece achar que essa é apenas uma opção entre muitas.As complexidades da relação entre mente e corpo não podem ser resolvidas com simplicidade. Se alguém perguntar por que uma mente positiva não pode estar fácilmente relacionada à boa saúde, o que parece um dos fatos mais evidentes da vida, a resposta dependerá, em primeiro lugar, do que ela entende por “mente”.Uma coisa é inquestionável, apesar da confusão no assunto mente-corpo: as células humanas evoluíram até um estágio notável de inteligência. O número de atividades constantemente coordenadas em nossos corpos é infinita, no sentido literal do termo. Como os ecossistemas da Terra, nossa fisiologia parece operar em compartimentos estanques que, na verdade, estão visívelmente ligados;nós comemos, respiramos, falamos, pensamos, digerimos os alimentos, expulsamos as infecções, purificamos nosso sangue das toxinas, renovamos nossas células, descartamos matéria inútil,  e muito mais do que isso. Cada uma dessas atividades se entrelaça no tecido do Todo. (nota pessoal;Nossa ecologia é mais semelhante à do planeta do que muita gente pensa: minúsculas criaturas perambulam por nossa superfície, tão ignorantes de nosso vasto tamanho quanto nós de seu tamanho ínfimo.)
Dentro da vasta organização do corpo, as funções de uma simples célula — como um dos 15 bilhões de neurônios do cérebro — propiciam assunto para ums extensa discussão.O mecanismo de cura reside nessa complexidade geral, mas permanece oculto. Qualquer um desses processos que envolvem a cura de um corte superficial na pele , por exemplo, o de coagulação do sangue , é incrívelmente complexo. Tanto que, se esse simples mecanismo falha, como acontece com os hemofílicos, a medicina científica mais avançada não consegue repetir a função prejudicada.Devemos admitir que o corpo tem uma mente própria. Quando compreendemos esse aspecto misterioso de nossa natureza básica, desaparece a natureza milagrosa que atribuímos à cura .Hipócrates escreveu pela primeira vez, há dois mil anos.;-“Todo médico compreende que é a natureza quem cura as doenças”. Então, qual a diferença entre a forma comum de cura e a “miraculosa”? Talvez a diferença seja mínima e exista apenas em nossas menteA inteligência interior do corpo é tão poderosa que, quando se desvia, o médico tem pela frente um antagonista temível. Por exemplo, cada célula do corpo é programada por seu DNA para se dividir até determinado ponto, quando a célula-mãe se reparte em duas. Como todo o resto regulado por nossa inteligência interior, esse processo não é puramente mecânico. A célula se divide em resposta à própria necessidade interna, aliada aos sinais gerados pelas células vizinhas e por órgãos distantes que “falam” com ela por meio de mensagens químicas.O modelo da medicina Ayurveda, que considera o corpo humano como algo único e formado por intensas vibrações invisíveis (vibrações quânticas), que se fundem em impulsos de energia e partículas de matéria. Esse complexo constitui a base de tudo o que somos: emoções, proteínas, células e órgãos. Para o Ayurveda, todos os órgãos e sistemas do corpo possuem um equivalente quântico. Imaginem uma holografia: “Você tem um pulso quântico, além do físico, e um coração quântico que o impulsiona”. Ao tratar o próprio corpo mecânico quântico, o Ayurveda pode causar mudanças mais profundas que as alcançadas pela medicina convencional.Assim, o princípio básico do Ayurveda, é o de que a mente possui “uma profunda influência sobre o corpo, e a libertação do estado doentio, depende de entrarmos em contato com a nossa percepção para atingirmos a harmonia e expandi-la ao corpo todo”. De uma forma mais simplificada, significa que “a Física Quântica explica os centros de energia, denominados Chacras. E é essa mesma ciência que nos ajuda a compreender como manter o equilíbrio da energia vital desses Chacras. O entendimento desses conceitos não requer um grau universitário, afirma o físico. “Todos podem vivenciar seus Chacras e ter a experiência do movimento dessas energias vitais. Assim, qualquer um pode aprender o processo “fazer-ser-fazer-ser” que leva ao “salto quântico.”No paradigma da Medicina Quântica, o ser humano não é visto como um refém dos males que sofre. Ele é tido como um ser capaz de assumir a responsabilidade pela própria saúde e bem-estar. A doença, nesse contexto, seria apenas uma oportunidade de autoconhecimento. Na prática, a nova medicina contribuiria para o fortalecimento das muitas terapias curativas já conhecidas, como a Acupuntura, Homeopatia, Terapias Florais, o Reiki, e a Medicina Oriental (chinesa e ayurvédica), sem falar das inúmeras pesquisas que buscam comprovar o poder da mente, especialmente das fundamentadas na medicina psicossomática e na medicina mente-corpo.

DESCONTRAINDO A CONSCIÊNCIA-Por DEEPAK CHOPRA
Uma Solução Espiritual -Respostas para os Maiores Desafios da Vida.
Ninguém vai discordar que a vida traz desafios, mas dê um passo para trás, por um momento, e pergunte a questão mais profunda sobre o porquê disso. Porque a vida é tão difícil? Não importa com quais vantagens você nasce: com dinheiro, inteligência, uma personalidade atraente, uma boa perspectiva de vida, ou uma vida social com boas conexões; nada disso fornece uma chave mágica para uma existência fácil. De alguma forma a vida consegue trazer problemas difíceis, causas de sofrimentos incalculáveis e de muitas lutas. A forma como você enfrenta seus desafios, faz toda a diferença entre a promessa de sucesso e o espectro do fracasso.Existe uma razão para isso, ou a vida é simplesmente uma série aleatória de eventos que nos mantém fora do equilíbrio e quase incapazes de lidar com isso?A espiritualidade começa com uma resposta decisiva para essa pergunta. Ela diz que a vida não é aleatória. Existe um padrão e um propósito dentro de cada existência. A razão pela qual surgem os desafios é simples: para torná-lo mais consciente do seu propósito interior.Se a resposta espiritual é verdadeira, deve haver uma solução espiritual para cada problema que existe. A resposta não se encontra ao nível do problema, embora a maioria das pessoas concentrem todas as suas energias neste nível…A solução espiritual está além. Quando você pode ter a sua consciência fora do local onde a luta está sempre presente, duas coisas acontecem ao mesmo tempo: sua consciência se expande e, com isso, novas respostas começam a aparecer.Quando a consciência se expande, eventos que parecem aleatórios, na verdade não são. Um propósito mais amplo está tentando se desenrolar através de você. Quando você se torna consciente desse propósito, que é único para cada pessoa, você se torna como um arquiteto, a quem foi entregue um projeto. Em vez de colocar tijolos e tubos de encaixe de forma aleatória, o arquiteto pode agora avançar com a confiança de que ele sabe como o edifício deve parecer e como construí-lo.O primeiro passo neste processo é o reconhecimento de qual nível de consciência, você está trabalhando neste momento. Toda vez que um desafio surge em seu caminho, mesmo que, sobre relacionamentos, trabalho, transições pessoais, ou uma crise que exige uma ação imediata, existem três níveis de consciência. Tome consciência deles, e você vai dar um passo enorme no sentido de encontrar uma resposta melhor.
Nível 1: Conscientização contraída
Este é o nível do problema, e por isso imediatamente toma a sua atenção. Algo deu errado. As expectativas se azedaram. Você enfrenta obstáculos que não querem se mover. À medida que aumenta a resistência, a sua situação ainda não melhorou. Se você examinar o nível do problema, os seguintes elementos estão geralmente presentes:
1 – Seus desejos são frustrados. Algo que você deseja encontra uma oposição. Você sente como se cada passo à frente, fosse uma batalha.
2 – Você continua fazendo mais, daquilo que inicialmente não funcionou.
3 – Há uma ansiedade brotando e o medo de fracassar.
4 – Sua mente não está clara. Há uma perturbação e um conflito interno.
5 – À medida que aumenta a frustração, sua energia se esgota. Você se sente mais e mais exausto.
6 – Você pode dizer se você está preso ao nível de consciência contraído, por um simples teste: quanto mais você se esforça para se livrar de um problema, mais você fica preso a ele.
Nível 2: expansão da consciência
Este é o nível em que as soluções começam a aparecer. Sua visão se estende para além da região do conflito, dando-lhe mais clareza. Para a maioria das pessoas este nível não está imediatamente disponível, porque a primeira reação a uma crise é contrair-se. Elas se tornam defensivas, desconfiadas, cautelosas e com medo. Mas se você se permitir expandir-se, vai perceber que os seguintes elementos entrarão em sua consciência:
1 – A necessidade de lutar começa a diminuir.
2 – Você começa a deixar acontecer. (Expectativa positiva interior)
3 – Mais pessoas se conectam com você. Você os permite mais acesso.
4 – Você se aproxima de decisões com mais confiança.
5 – Você encara o medo de forma realista e ele começa a diminuir.
Com uma visão mais clara, você não mais se sente confuso e conflituoso. Você pode dizer que atingiu este nível de consciência quando já não se sente preso: o processo já começou. Com uma maior expansão, forças invisíveis vêm em seu auxílio. Você avança de acordo com o que você deseja da sua vida.
Nível 3: Pura Consciência
Este é o nível em que não existem problemas. Cada desafio é uma oportunidade criativa. Você se sente completamente alinhado com as forças da natureza. O que torna isso possível é que a consciência pode se expandir sem limites. Embora possa parecer que é preciso uma longa experiência no caminho espiritual para atingir a pura consciência, a verdade é exatamente a oposta.A cada momento, pura consciência, está em contato com você, enviando impulsos criativos. Tudo o que importa é a forma como você está aberto para as respostas sendo apresentadas. Quando estiver totalmente aberto, os seguintes elementos estarão presentes:
1 – Não há luta.
2 – Desejos chegam à sua plenitude de forma espontânea.
3 – A próxima coisa que você deseja é a melhor coisa que poderia acontecer. Você beneficia a si mesmo e aqueles ao seu entorno.
4 – O mundo exterior reflete o que está acontecendo em seu mundo interior.
5 – Você se sente completamente seguro. Você se sente em casa, no universo.
6 – Você vê a si mesmo e ao mundo com compaixão e compreensão.
Para estar completamente em pura consciência, é a iluminação, um estado de unidade com tudo o que existe. Em última análise, toda a vida está se movendo nessa direção.Sem atingir o objetivo final, você pode dizer que está em contato com a pura consciência, se você se sente verdadeiramente, a si mesmo, em um estado de paz e liberdade constante.Cada um destes níveis traz seu próprio tipo de experiência. Isto pode ser facilmente visível quando há um acentuado contraste ou uma mudança súbita. Amor à primeira vista, leva uma pessoa, sem aviso algum, de uma consciência contraída, para a consciência expandida.Em vez de se relacionar de uma forma normal social, de repente você vê um imenso apelo, e mesmo a perfeição, em uma outra pessoa.No trabalho criativo, há a experiência do “Aha!”. Em vez de lutar com uma imaginação bloqueada, de repente, a resposta se apresenta, fresca e nova. Ninguém duvida que existam tais manifestações divinas. Eles podem mudar a vida, como na experiência máxima, assim chamada, quando a realidade é inundada de luz e uma revelação desponta.O que as pessoas não vêem, é que a consciência expandida deveria ser nosso estado normal de consciência, não apenas um momento de extraordinária diferença. Tornar isso normal é o ponto principal da vida espiritual.Ao ouvir as pessoas contarem suas histórias de problemas, obstáculos, fracassos e frustrações, uma existência presa em uma consciência contraída, uma pessoa enxerga que a obtenção de uma nova visão, é fundamental.É muito fácil se perder em detalhes. As dificuldades de enfrentar cada desafio são muitas vezes esmagadoras. Não importa o quão intensamente você sente a sua situação, que tem suas próprias dificuldades únicas, se você olhar para a direita ou esquerda, você verá outras pessoas que estão muito envolvidas em suas situações.
Elimine os detalhes, e o que resta é uma causa geral do sofrimento: “a falta de consciência”.
Por “falta” eu não estou insinuando fracasso pessoal. A menos que a você lhe seja mostrado como expandir a sua consciência, você não tem escolha, a não ser experimentar o estado de contração.Assim como o corpo se encolhe diante à dor física, a mente tem um reflexo que a faz recuar quando confrontada com a dor mental. Aqui, novamente, um momento de contraste súbito faz com que seja fácil experimentar o que se sente com uma contração. Imagine-se em qualquer das seguintes situações:
1 – Você é uma jovem mãe que levou o seu filho ao playground infantil. Você conversa por um momento com outra mãe, e quando você se vira não consegue ver seu filho.
2 – No trabalho, você está sentado em seu computador quando alguém casualmente menciona que haverá demissões, e que, o chefe quer falar com você.
3 – Você abre sua caixa de correio e encontra uma carta do Imposto de Renda.
4 – Enquanto dirigia se aproxima de um cruzamento quando, de repente, um carro atrás de você, desvia e passa do seu carro, e atravessa a luz vermelha.
5 – Você entra em um restaurante e vê sua esposa sentada com um companheiro atraente. Eles estão se inclinando em direção um do outro, falando em voz baixa.
Não é preciso muita imaginação para sentir a súbita mudança de consciência que estas situações provocam. Ansiedade, pânico, raiva e apreensão inundam a sua mente, estes são o resultado de alterações cerebrais enquanto a mente inferior prevalece sobre a mente superior, desencadeando a liberação de adrenalina, como parte de uma série de reações físicas, conhecidas como resposta ao estresse. Qualquer sentimento é tanto mental quanto físico.O cérebro fornece uma representação precisa do que a mente está experimentando, com base em infinitas combinações de sinais eletroquímicos que cruzam cem bilhões de neurônios. Um pesquisador do cérebro pode identificar com precisão cada vez maior, exatamente nessas regiões que produzem tais mudanças.O que não pode ser visto em uma ressonância magnética é o evento mental que incita todas essas mudanças, porque a mente funciona ao nível invisível de alerta ou de consciência. Podemos tomar esses dois termos como sinônimos, mas vamos explorá-los mais um pouco.Espiritualidade trata do seu estado de alerta, estado de consciência. Não é a mesma coisa que a medicina ou a psicoterapia. Medicina lida com o aspecto físico, onde ocorrem mudanças corporais. Psicoterapia lida com a uma dificuldade específica, tais como ansiedade, depressão ou doença mental efetiva.Espiritualidade confronta a consciência alerta, diretamente; ela objetiva produzir uma consciência mais elevada. Em nossa sociedade isso é visto como muito menos real, do que as outras formas de abordar problemas.Em momentos de angústia, as pessoas lidam com os problemas do dia a dia, da melhor forma que podem, mas com muita confusão, agitação e medo, raiva e mal humor. Nem sequer lhes ocorre emparelhar as duas palavras: “espiritual” e “solução” na mesma frase. Isso aponta para uma visão limitada sobre o que a espiritualidade realmente é, e o que ela pode fazer para ajudar a vencer os desafios de todos os dias!
ASSISTA O VÍDEO SOBRE O NOVO LIVRO DO DR DEEPAK CHOPRA;O PODER DA CONSCIÊNCIA-e uma sequência de vídeos com outros temas interessantes
CRIANDO  PROSPERIDADE-por Deepak Chopra
Existe poder no conhecimento, no desejo e no espírito. E esse poder que habita em você é a chave para a criação da prosperidade.Quais são os estados de consciência, de informação e energia que dão origem à riqueza pessoal?. Esforçar-se para adotar uma postura ou cultivar um estado de espírito é desnecessário e pode causar estresse e tensão. Basta saber quais são os passos e ter consciência de sua existência. Quanto mais nos tornamos conscientes deles, mais o conhecimento se estrutura em nossa mente.Vamosá um breve resumo dos passos;
 “Mundos infinitos surgem e desaparecem na vasta expansão de minha própria consciência, como se fossem partículas de poeira dançando num raio de luz”. – Antigo Provérbio Védico.
1-Quando estamos ligados à natureza da realidade e sabemos que essa mesma realidade é nossa própria natureza, percebemos que podemos criar qualquer coisa, porque toda criação material tem uma única origem.
2-A natureza recorre ao mesmo manancial para criar um aglomerado de nebulosas, uma galáxia de estrelas, uma floresta tropical, um corpo humano ou um pensamento.
3-Tudo o que é matéria, tudo o que podemos ver, tocar, ouvir, saborear, ou cheirar é feito da mesma coisa e vem da mesma fonte. O conhecimento desse fato nos confere a capacidade de realizar qualquer desejo, adquirir qualquer objeto material que possamos querer e vivenciar sem limites a realização e a alegria.
4-A diferença entre duas coisas – como a diferença de um átomo de chumbo e um átomo de ouro – não está no mundo material. As partículas subatômicas como prótons, elétrons, quarks e bosons que constituem um átomo de ouro ou de chumbo são exatamente as mesmas. Além disso, embora as chamemos de partículas, elas não são materiais, e sim impulsos de energia e informação. O que torna o ouro diferente do chumbo é a organização e a quantidade desses impulsos.
5-Toda criação material é estruturada a partir de informação e de energia.
6-As pessoas com consciência de riqueza só almejam o que há de melhor.
Desprendimento e Caridade
O desprendimento leva automáticamente à caridade e à partilha, pois ele deriva da consciência de que a fonte que dá origem a tudo é infinita, ilimitada e inesgotável.
Espere o Melhor
A expectativa determina os resultados. Portanto, espere sempre o melhor e você receberá sempre o melhor.
A Manifestação dos Desejos
Existe um mecanismo preciso através do qual todos os desejos podem ser manifestados, e ele funciona em quatro etapas:
Primeira: Você entra no espaço que existe entre dois pensamentos. Esse vão é a janela, o corredor, o vórtex transformacional através do qual a mente individual se comunica com a mente cósmica.
Segunda: Nesse espaço, afirme sua intenção de atingir uma meta preestabelecida com a maior clareza possível.
Terceira: Desligue-se completamente de seu objetivo, porque apegar-se a um objeto desejado ou procurá-lo faz com que você saia do vão.
Quarta: Deixe o universo cuidar dos detalhes para a realização do desejo.
Lembre-se de que a meta está entregue ao vão. É dele a potencialidade de organizar e orquestrar todas as etapas necessárias para produzir qualquer resultado.Você deve se lembrar de alguma ocasião em que quis muito lembrar-se um nome, mas não o conseguiu, apesar de todos os esforços. Entretanto, assim que você esqueceu desse desejo, que se desapegou do objetivo desejado, o nome surgiu em sua mente como um passe de mágica. Pois esse é o mecanismo da realização de qualquer desejo.
Um dos modos mais simples e fáceis de entrar nesse vão é praticar a meditação, e qualquer forma de meditação ou prece pode ajudá-lo a manifestar seus desejos a partir desse nível.Lembre-se, ao receber o resultado, que a gratidão e a generosidade são atributos naturais da mente voltada para a prosperidade.
Amor e Luxo
Ame-se. Ame sua família. Ame seus clientes e fregueses. Ame a todos. Ame o mundo. Não existe um poder maior do que o amor.
Ame também o luxo, adote-o como estilo de vida, sabendo que ele é o estado natural do ser humano. Gostar do luxo e desejá-lo é um dos requisitos para o livre fluxo da riqueza.
Motivar os Outros
Ajudar os outros a ganhar dinheiro e a realizar seus desejos é um modo infalível de garantir que você ganhará muito dinheiro e verá seus próprios sonhos tornarem-se realidade.
Circular a Riqueza
O dinheiro é como o sangue, precisa circular.O dinheiro parado é como o sangue bloqueado, cujos coágulos são muito prejudiciais. O dinheiro é uma energia que recebemos em troca dos serviços que prestamos ao universo e à humanidade, e para que continue chegando a nós temos de mantê-lo em constante circulação.Como disse um poeta sufi, Rumi: “Muito além das idéias do certo e do errado existe um campo. Nos encontraremos lá”.O sábio védico afirma: ”Não sofro pelo passado nem temo pelo futuro porque minha vida está supremamente concentrada no presente, e as respostas a qualquer situação estão aqui mesmo”.
A Unidade Por Trás da Diversidade
A consciência de unidade é um estado de iluminação em que perfuramos a máscara de ilusão que cria fragmentação e a separação. Por trás da aparência de separação existe um campo unificado de plenitude, onde a cena e o observador são uma só coisa.
Vivenciamos a unidade de consciência quando estamos apaixonados, quando entramos em contato com a natureza, admirando as estrelas ou caminhando na praia, ou ouvindo música, dançando, lendo poesia, orando e experimentando o silêncio da meditação.
Na unidade de consciência, nos esgueiramos pela barreira do tempo para entrarmos no parque de diversões da eternidade. Quantas vezes já dissemos algo como: “A paisagem era incrível, quase perdi o fôlego diante da beleza das montanhas. Foi como se o tempo tivesse parado”. Nesse momento você e as montanhas tornaram-se um só. Em um nível muito profundo de percepção sabemos que eu, você, as montanhas e tudo o mais somos o mesmo Ser em diferentes roupagens.
Riqueza Sem Preocupação
A consciência de riqueza implica a ausência de preocupação com o dinheiro. As pessoas realmente ricas jamais temem perder sua riqueza porque sabem que no lugar de onde ela veio existe uma fonte inesgotável de dinheiro.Certa vez, quando conversávamos sobre um projeto sobre a paz mundial com o mestre Maharishi Mahesh Yogi, alguém lhe perguntou: “E de onde virá todo esse dinheiro?” Ao que ele respondeu sem hesitação: “De onde quer que ele esteja neste momento”.A expressão da gratidão é uma força poderosa que gera muito mais do que já recebemos.
Crie toda a riqueza que seu coração desejar. Realize todos os desejos materiais e imateriais que você possa ter. Crie a riqueza e gaste-a com prodigalidade, depois reparta-a com os outros. Dê riqueza a seus filhos, familiares, parentes, amigos, à sociedade e ao mundo.Somos filhos privilegiados do universo e ele escolheu repartir sua fortuna conosco.Basta dirigirmos nossa atenção para prosperidade e ela será nossa.
Deus está em todos os lugares e para sentir sua presença você só precisa abraçá-lo conscientemente com sua atenção.

A FÍSICA QUÂNTICA E A PROSPERIDADE
Os físicos dizem que quando nos aprofundamos no estudo dos átomos, indo além das partículas atômicas que os constituem e entrando na nuvem de partículas subatômicas que, por sua vez, constituem essas partículas atômicas, descobrimos que elas são tão pequenas que não podem ser vistas nem medidas. Não existem e nunca existirão instrumentos capazes de medir essas partículas subatômicas, que recebem nomes engraçados, como quarks, bosons, leptons e outros. De fato, elas são tão incrivelmente minúsculas que só podemos pensar nelas.
Mas, você pode perguntar, se não conseguimos vê-las nem medí-las, como sabemos que existem? A resposta é: sabemos que elas existem pelos rastros luminosos resultantes de sua passagem, que podem ser vistos e até fotografados com instrumentos sofisticados, os aceleradores de partículas. E, é claro, se alguma coisa deixa rastro, essa coisa existe. Mas há algo interessantes ainda sobre essas partículas: elas só passam a existir quando queremos observá-las.Dessa forma, se estivermos diante de um campo quântico, cada vez que olhamos para ele essas partículas lampejam para a existência. Cada vez que desviamos a atenção delas elas desaparecem no vazio. São como pequeninas luzes que acendem e apagam num quarto às escuras.Na escuridão do espaço infinito e ilimitado, as partículas passam a existir em conseqüência do simples ato de prestar atenção no campo. Enquanto não lhe damos atenção, elas são apenas uma probabilidade no campo de todas as possibilidades.É a atenção que “capta” essa onda, essa amplitude de probabilidade, e a traz para a existência material. Dessa forma, uma partícula subatômica é literalmente criada por você ou por mim através do ato da observação.Note a magia que há nisso; É a qualidade de nossa atenção que a traz para a existência material.Na verdade, toda criação material nada é além do eu interior sendo vivenciado por meio das diferentes qualidades de atenção que ele dá a si próprio.
Todas as possibilidades
Isso significa todas as possibilidades – qualquer coisa que você imaginar e muito mais. Portanto, você tem a capacidade de possuir qualquer coisa que surja no domínio de sua imaginação, e mesmo as que atualmente estão fora dos limites de sua imaginação.O universo é a interação harmoniosa de todos os elementos e forças que criam o equilíbrio e a harmonia. A palavra universo significa, numa tradução literal, “canção única” (uni: um, único: verso: canção). Nessa canção, nessa harmonia, há paz, alegria e bem-aventurança.A bem-aventurança não deve ser confundida com felicidade. A felicidade sempre acontece por um motivo. Você fica feliz quando alguém o elogia, quando faz um excelente trabalho, quando ganha muito dinheiro ou tem um relacionamento agradável.Mas quando você é feliz sem um motivo específico, feliz pelo simples fato de existir, você está em estado de bem-aventurança.Nós vivemos dessa bem-aventurança; ela é a natureza da própria existência.Ela é inerente ao campo, é mais primordial que nosso corpo, está mais próxima de nós do que nossa mente. E nos segue para onde vamos.Esse estado de pura bem-aventurança é a expressão do puro amor. Quando o amor é puro, você se torna a encarnação do amor. Esse amor não é oferecido a ninguém, nem negado a ninguém. Ele simplesmente se irradia de você, como a luz se irradia de uma fogueira.Cada pensamento que você tem, cada idéia que surge em sua cabeça, envia uma mensagem química ao núcleo da consciência celular. Portanto, fixar a atenção numa palavra, que é a expressão simbólica de uma idéia, é um verdadeiro passe de mágica.Elatransforma o invisível em visível.
O CAMINHO PARA O AMOR-Por Deepak chopra
Todos nós precisamos acreditar que somos amados e capazes de ser amados. Começamos a viver confiando nesses dois conceitos, banhados pelo amor de uma mãe e envoltos em nossa própria inocência. O amor nunca foi questionado, mas com o tempo nossa certeza vai sendo obscurecida. Quando você olha para si mesmo, hoje, ainda pode fazer as duas afirmações que todo bebê faria se pudesse falar?
‘Sou completamente amado.’
‘Sou completamente digno de ser amado.’
Poucas pessoas o podem, pois ao se contemplar honestamente, você vê falhas que o tornam menos digno de ser amado na plenitude e menos amado de modo perfeito. De certa forma, isso pode parecer correto para você, já que o amor perfeito supostamente não é deste mundo. No entanto, em sentido mais profundo, o que chama de falhas são realmente apenas as cicatrizes das mágoas e feridas acumuladas durante toda uma vida. Ao se olhar no espelho, você imagina estar se vendo de maneira realista, mas espelho não revela a verdade que persiste ,apesar de todas as mágoas:Você foi criado para ser completamente amado e completamente digno de amor por toda sua vida.
De certo modo, é incrível não perceber isso, porque por baixo de tudo que você pensa e sente, a inocência ainda está intacta. O tempo não pode macular sua essência, sua parcela de espírito. Contudo, se você perder de vista essa essência, vai confundir a si mesmo com suas experiências – pois não há dúvida de que a experiência pode fazer muito para obliterar o amor. Num mundo muitas vezes hostil e brutal, manter a inocência parece impossível. Portanto, você acaba experimentando apenas uma determinada dose de amor e sente apenas um certo direito de ser amado.Isso pode mudar.
Embora você perceba a si mesmo em termos limitados, como uma mente e um corpo confinados no tempo e no espaço, há um tesouro de ensinamentos espirituais que diz o contrário. Em espírito, você é ilimitado pelo tempo e espaço, intocado pela experiência: em espírito, você é puro amor.O motivo por que você não se sente completamente amado e digno de amor é não se identificar com sua natureza espiritual. Seu senso de amor perdeu a única coisa que não pode ser deixada de lado: sua dimensão mais elevada. Como restaurar essa parte perdida de si mesmo?
Mente, corpo e espírito se uniram – essa união cria o amor que você tem para dar.
Você e seu amado (a) se uniram – isso cria o amor que você precisa compartilhar .
Em sua natureza mais profunda, cada pessoa foi feita para ser o herói ou heroína de uma história de amor. A história começa na inocência, com o nascimento de um bebê nos braços amorosos da mãe. Prossegue através de estágios de crescimento, à medida que a criança salta para nosso mundo. A experiência vai crescendo cada vez mais, e o círculo de amor se amplia, incluindo primeiro a família e amigos, depois parceiros íntimos, mas também assimilando o amor por coisas abstratas, como o aprendizado e a verdade. A jornada de amadurecimento nos leva ao amor da doação e ao florescimento de valores mais elevados, tais como a compaixão, o perdão e o altruísmo. Finalmente, existe a experiência direta do próprio espírito, que é o puro amor. A jornada chega ao clímax no mesmo estágio inicial de conhecimento do bebê, muito embora não pudesse articular esse conhecimento: eu sou amor.Você sabe que experimentou plenamente o amor quando se transforma em amor – essa é a meta espiritual da vida.São poucas as pessoas que encontram a meta espiritual da vida. A dolorosa carência criada pela falta de amor só pode ser preenchida aprendendo-se novamente a amar e a ser amado. Todos nós precisamos descobrir por conta própria que o amor é uma força tão real quanto a gravidade, e que ser mantido no amor todo dia, toda hora e todo minuto não é uma fantasia – esse deveria ser nosso estado natural.Este livro é sobre como reviver histórias de amor que nunca deveriam ter-se apagado. A união da personalidade e do espírito não só é possível como inevitável. O significado espiritual do amor é mais bem medido pelo o que ele pode fazer – que é muito.
– O amor pode curar.
– O amor pode renovar.
– O amor pode nos tornar seguros.
– O amor pode nos inspirar com seu poder.
– O amor pode nos aproximar de Deus.
Tudo que o amor quer fazer é possível. Saber disso, contudo, só se tornou o hiato entre o amor e o não-amor mais doloroso. Um número incontável de pessoas experimentou o amor – como prazer, sexo, segurança. Como ter alguém que satisfaça suas necessidades diárias – sem ver que um caminho especial se abriu para elas?. Socialmente, o ciclo ‘normal’ do amor se reduz simplesmente a encontrar um parceiro ou parceira adequado (a) ,casar e criar uma família. Mas esse padrão social não é um caminho, porque a experiência do casamento e de criar uma família não é automáticamente espiritual. É triste verificar que muitas pessoas entram em relacionamentos para toda vida ,em que o amor se vai com o tempo ou fornece um companheirismo duradouro, sem crescer na dimensão espiritual. Um caminho espiritual só possui um motivo de existência: mostrar o modo como a alma pode crescer. À medida que a alma cresce, é revelada mais a verdade espiritual e é através de um amor baseado em “almas semelhantes de mesma vibração” e não companheirismo social pelo casamento institucionalizado.Quando você encontra seu caminho, também encontra sua história de amor. As pessoas, hoje, são consumidas por dúvidas sobre seus relacionamentos: encontrei o parceiro certo? Estou sendo fiel a mim mesmo? Entreguei a melhor parte de mim? Por isso, existe um tipo de usuário intranqüilo procurando parceiros, como se o parceiro ‘certo’ pudesse ser encontrado avaliando-se seus prós até que o número de prós corresponda a algum padrão mítico. O caminho para o amor, contudo, nunca está relacionado com fatores externos. Quando você verdadeiramente encontra o amor, encontra a si mesmo.Portanto, o caminho para o amor não é uma escolha, pois todos nós precisamos descobrir quem somos. Este é nosso destino espiritual. O caminho pode ser adiado; você perder a fé nele ou até mesmo perder a esperança na existência do amor. Nada disso é permanente; só o caminho. A dúvida reflete o ego, que está preso no tempo e no espaço; o amor reflete Deus, a eterna essência divina. A suprema promessa do caminho para o amor está em você caminhar na luz de uma verdade que se estende para além de qualquer verdade conhecida atualmente por sua mente.
A REALIZAÇÃO ESPONTÂNEA DO DESEJO-A ESSÊNCIA DE COMO UTILIZAR O PODER DA CONSCIÊNCIA-por Deepak Chopra
A esfera física é o primeiro nível da existência, o universo material, governado pelas leis bem conhecidas de causa e efeito. O segundo, a esfera quântica, é o nível energético da existência; é o nível não material, não perceptível pelos nossos cinco sentidos. O terceiro nível, mais difícil de conceituar, é chamado também de esfera virtual, esfera espiritual, campo potencial, ser universal ou inteligência não local. Esse último nível da realidade opera além das conhecidas dimensões de espaço e tempo, e é aí que está a fonte das sincronicidades.A realidade vivida cotidianamente é apenas ilusória, havendo uma outra mais profunda, onde, de fato, o que verdadeiramente determina o destino de uma vida acontece.
O que experimentamos como a realidade do dia a dia nada mais é do que um teatro de sombras projetadas sobre uma tela. Atrás da cortina há uma alma viva, dinâmica e imortal que está além do alcance do espaço e do tempo. Ao agir a partir desse nível, podemos influenciar conscientemente nosso destino. Isso acontece através da sincronização de relacionamentos aparentemente casuais que moldam um destino – daí, o sincrodestino. Nele, participamos conscientemente da criação da nossa vida ao compreender o mundo que está além dos sentidos, o mundo da alma .
Partindo desse pressuposto, resta-nos assumir a vida a partir desse outro nível possível da existência:
Quando aprendemos a viver a partir do nível da alma, muitas coisas acontecem. Tomamos consciência dos padrões refinados e ritmos sincrônicos que governam a vida. Compreendemos os grandes períodos de memória e experiência que nos moldaram e nos tornaram as pessoas que somos hoje. O medo e a ansiedade desaparecem quando observamos maravilhados a evolução do mundo. Notamos a rede de coincidências que nos cerca e percebemos que até mesmo os menores eventos encerram um significado. Descobrimos que, ao aplicar a atenção e a intenção a essas coincidências, podemos criar resultados específicos na nossa vida. Nós nos relacionamos com todos e com tudo no universo, e reconhecemos o espírito que nos une. Moldamos conscientemente nosso destino e fazemos com que ele assuma as expressões ilimitadamente criativas que deveriam ser, e, ao fazer isso, vivemos nossos sonhos mais profundos e nos aproximamos cada vez mais da iluminação. 
FIQUE MAIS JOVEM E VIVA MAIS TEMPO-ENTREVISTA COM DEEPAK CHOPRA
Deepak Chopra foi entrevistado pela conhecida revista norte-americana Magical Blend;  Ele fala sobe seus novos livros e sobe como viver em equilíbrio.Michael Peter Langevin e Mike Richman publicado na revista Magical Blend (http:/www.magicalblend.com)
1-Gostamos muito de seu livro, Torne-se Mais Jovem, Viva Mais Tempo. Em sua visão, quais são os hábitos mais importantes que deveríamos cultivar para desenvolver longevidade, saúde e alegria?
Acho que o livro resume realmente tudo isso, mas eu diria que o fator mais importante é saber como controlar o estresse, ter uma experiência de vida que seja fácil, sem esforço, espontânea, não ter ansiedade, e ser alegre. Esse é o hábito mais importante que você pode cultivar como modo de vida.
2-O estresse é, obviamente, um culpado oculto e importante por trás de muita enfermidade, morte e doença. Como você recomendaria que reduzíssemos nosso nível de estresse, particularmente diante de alguns dos eventos dos últimos meses (os jornalistas referem-se ao atentado de 11 de setembro e suas conseqüências)?
Óbviamente, não existe qualquer fórmula; todas as pessoas têm suas técnicas favoritas. Podemos falar sobre música, meditação, ioga, técnicas respiratórias, relaxamento. A coisa mais importante para se entender é que as pessoas ficam estressadas quando suas necessidades são ameaçadas e que todos nós, como seres humanos, temos necessidades fundamentais tais como a sobrevivência, a segurança, o amor, a necessidade de possuir coisas, a auto-estima e a espiritualidade. Quando as necessidades são ameaçadas – e são ameaçadas, certamente, pela tragédia que aconteceu -, a primeira coisa é que as pessoas sentem-se arranca das do fluxo da vida. Sentem-se isoladas e separadas, e isso acarreta muito medo. Se o ocorrido for muito repentino, o medo levará ao choque, ao torpor e à negação, porque você não quer acreditar que aconteceu.Segue-se uma fase de vulnerabilidade e desamparo.Essa é uma oportunidade de fazer contatos, oferecer e procurar ajuda, e de se aproximar realmente de outras pessoas, pois esse estágio de vulnerabilidade e desamparo – se não for enfrentado apropriadamente através da procura e contato com pessoas – levará a ataques de pânico ou ansiedade aguda. Logo, procura-se um escape através da raiva e da hostilidade, pois a raiva serve para dois propósitos: ela lhe dá algo externo para focalizar, em vez de encarar o que está acontecendo no intenor; e também lhe dá uma sensação de controle, ou seja, a pessoa tem alguma coisa para fazer. Logo, a raiva e a hostilidade tornam-se justificativas para mais raiva e hostilidade e, através dessa justificativa, têm-se violência, intolerância e, finalmente, terrorismo, que depois leva a um estado de ansiedade crônica em que cada pequeno estímulo no ambiente provoca ansiedade. E, no final, muito desperdício de energia, depressão e culpa, o que depois perpetua o ciclo de raiva, hostilidade, ansiedade, depressão e culpa.
Essa é a anatomia do medo, sempre que nossas necessidades são ameaçadas. Então, para responder sua pergunta de uma maneira bastante simples, pergunte a si mesmo: “Do que estou precisando agora na área de sobrevivência, segurança, amor, posses, auto-estima e espiritualidade?” Depois, procure cumprires sas necessidades. Essa é a melhor maneira de impedir que seu corpo e mente entrem em entropia.
3-Como isso funciona no mundo cotidiano?
Existem três componentes em qualquer experiência: há o estímulo externo, uma interpretação interna e uma resposta biológica do corpo. 
Então, considerando essas três coisas, podemos dizer que talvez possamos mudar o ambiente e, algumas vezes, isso é possível, outras, não.
Se ficar preso em um engarrafamento lhe causa muito estresse, então você pode mudar o ambiente, pode sair para trabalhar mais cedo, ou ir trabalhar mais tarde, mudar de emprego ou de casa. Então, primeiro você pergunta: “O que posso fazer para mudar o que vejo como uma ameaça para mim e para o ambiente? Como posso mudar o estímulo externo?” A segunda coisa que se pode fazer é dizer: “Muito bem! Não posso mudar o estímulo externo; o que posso fazer para reinventá-lo, para mudar o contexto do estímulo, para entender a oportunidade em seu bojo?” Em outras palavras, como posso fazer uma limonada só tendo limões?Então, isso é reinventar, reinterpretar, mudar o contexto, e existem muitas maneiras cognitivas e perceptivas de fazer isso. A terceira coisa que se pode fazer é mudar sua resposta biológica.Você não muda o estímulo, não muda o contexto, mas pode mudar sua resposta biológica aprendendo a relaxar seu corpo ou aquietar sua mente. É aí que coisas como treinamento autógeno, reflexologia, relaxamento muscular progressivo, massagem, meditação e técnicas psicofisiológicas assumem um papel importante. Não há qualquer resposta pronta para todo mundo, mas quando você observa uma pessoa, você vê como a vida dela está transcorrendo, e você a ensina a como assumir responsabilidade por suas emoções, como vivenciá-las, identificá-las, exprimi-Ias, liberá-las, compartilhá-las, e como celebrar a experiência de vida sem criar intoxicação emocional e turbulência tóxica em seu sistema de mente-corpo.
4-Você diria, realmente, que o amor é a resposta definitiva para a maior parte desses problemas que temos entre nós ou com nós mesmos?
Sim, o amor é o oposto de medo e isolamento, mas você sabe que, se está se sentindo ameaçado em suas necessidades, provavelmente, nem mesmo terá tempo para pensar em amor.
5-Em seu livro, Como Conhecer Deus (How To Know God), você diz que as pessoas têm como escolher a forma pela qual se relacionam com Deus.
Sim, penso que a experiência divina depende do nível da consciência. Nas tradições orientais, esses níveis de consciência freqüentemente são referidos metaforicamente como os sete chakras. Em meu livro, expliquei os mesmos sete níveis de consciência em termos de respostas biológicas, começando com a resposta de luta/fuga, a reativa, a resposta de consciência em repouso, a intuitiva, a criativa, a visionária e, finalmente, a sacra. Então, começamos com níveis de consciência limitados e, na sétima resposta, chegamos a um nível de consciência infinito e desprendido, não-conceituai, inefável, porém experiencial. Assim, o livro é realmente uma versão contemporânea de um dos modos mais antigos de considerar a experiência da divindade.
6-Em sua própria vida, você é um exemplo para as pessoas devido à extensão, criatividade e produtividade de suas atividades cotidianas.
Bem, eu poderia lhe dizer que é a minha atitude interior que está acontecendo. O oceano se eleva em ondas e, depois, estas descem. Então, o fenômeno ao qual as pessoas se referem quando falam de Deepa Chopra é uma ondulação no oceano da consciência, que vai baixar em algum momento. E, enquanto isso durar, podemos nos divertir.
7-Como outras pessoas podem seguir seu exemplo, aumentando sua alegria de viver e melhorando a qualidade de sua existência?
Penso que a chave é não ser demasiadamente obstinado com relação às opiniões, não ser dogmático O defensivo. É importante passar um tempo sózinho, praticar não-fixação ficar quieto, testemunhar mistério da vida que nos circunda em cada momento da nossa existência, enquanto ele acontece espontaneamente.
8-Quais seriam os maiores empecilhos que ficam no caminho das pessoas que despertam para essas mudanças?
Acho que quanto mais pensamos em nós mesmos maior será o impedimento Quanto mais nos concentra mos em objetivos pessoais gratificação do ego e ambição menos chance haverá de acessarmos os reinos mais profundos da existência. Algumas vezes, em momentos de silêncio, você consegue perceber que não existe uma pessoa; existe somente o universo fingindo ser uma pessoa.
9-Na procura das pessoas por Deus ao longo dos séculos, elas geralmente se voltavam para a religião. Contudo, o papel da religião na vida das pessoas parece estar mudando radicalmente.
Bem, o papel da religião tem sido etnocentrismo, fanatismo, racismo. ódio, guerra, limpeza étnica, assassinato e estupro. Vamos ser honestos: nenhuma religião pode afirmar ter realmente oferecido salvação para a humanidade. As religiões têm girado ao redor de controle, poder, conquista e dinheiro. Além disso, os fundadores da religião não foram fundadores intencionais. Não acredito que Cristo se considerava um cristão, que Buda se considerava um budista ou que Maomé se considerava um muçulmano. Essas são instituições que se desenvolveram depois, e mesmo tendo oferecido conforto e o senso de comunidade, globalmente elas dividiram mais do que unificaram. Então, à medida que entramos em um mundo, uma economia, uma cultura é uma internet globalizados, penso que também entraremos em uma espiritualidade globalizada.
10-Você acha que a religião se desenvolveu dessa forma porque tenta captar a verdade e engessá-la?
Ela faz isso. Outra coisa é que a Verdade é tão poderosa, e possui um efeito tão incrível nas vidas das pessoas, que os indivíduos que pensam que são donos dela – ou os que estão próximos daqueles que a forneceram – ficam tentados a usar esse poder para gratificação do ego. A tentação é ficar intoxicado pelo poder que ela lhe confere.
11-Você diria que o poder intoxicante é a mesma coisa que experimentar o contato com o Universo, ou com Deus?
Não é a mesma coisa, porque o vislumbre do poder real dá origem à tentação de usá-lo. O poder é bom se você não usá-lo para controlar outras pessoas. Penso que as pessoas realmente espirituais não têm qualquer direito ou poder sobre outras e, mesmo assim, são extremamente poderosas.
12-Muitos de seus livros têm aconselhado pessoas no sentido de viverem vidas mais saudáveis e satisfatórias. Que papel você acha que o corpo exerce no desenvolvimento espiritual das pessoas?
É muito importante. Se seu corpo não estiver saudável, você não irá ter a atenção focalizada para cultivar o estado de consciência que lhe confere uma experiência espiritual. De forma semelhante, se você for pobre e não conseguir se alimentar, não irá pensar em coisa alguma além de suplicar a Deus como um pedinte. Vivekananda, o grande filósofo indiano, costumava dizer que é um insulto falar sobre espiritualidade a alguém que está faminto – primeiro, você tem de alimentá-lo. Os pobres materialmente geralmente são pobres culturalmente, em educação, em consciência ou em espírito. Mas não enxergamos a pobreza como um desequilíbrio no ecossistema, em boa parte na mesma forma que a ostentosa e extravagante exibição de riqueza. Existe algo na exibição de extravagância e riqueza que pode ser vulgar e degradante. Acho que precisamos reconhecer que ambos os extremos são realmente perigosos para nossa evolução.
14-Quando escuto alguma de suas fitas ou converso com pessoas que o ouviram falar, você parece ter uma capacidade incrível de fornecer informações, fatos e cifras. Você sente que fez alguma coisa para acentuar a capacidade de funcionamento de seu cérebro ou mente?
Desde a infância, tenho um apetite voraz por ler e aprender, e faço isso o tempo todo. Também estou sempre escrevendo. Posso estar escrevendo quatro ou cinco livros ao mesmo tempo e, simultaneamente, estar lendo quatro, cinco ou dez livros. Acho que sou um compulsivo-obsessivo!
15-Parece que você se dá muito bem com isso. Qual você acha ser o melhor conselho que podemos dar aos leitores de nossa revista?
Existem quatro maneiras de entrar em contato com a divindade, que são descritas nas tradições orientais.
Chamam-se os quatro Yogas, com Yoga significando “união”. O primeiro é o Karma Yoga, que significa o Yoga de ação. O ensinamento básico é que não importa o que você faça, sempre que agir, sinta que é um instrumento do divino, que cada ação sua, cada respiração sua, é um movimento divino do eterno. Como resultado disso, você nunca tem de se preocupar com as conseqüências, pois sempre estará fazendo a coisa certa. Se você tiver a atitude interior de que é um instrumento para que a inteligência universal se expresse, então isso acontecerá. O segundo é o Raja Yoga, que é a prática de meditação, oração, solidão, introspecção e contemplação. O terceiro é o Bhakti Yoga, que é o amor. Faça do amor as relações mais importantes e promissoras, e a atividade mais importante de sua vida. O quarto é o Jnana Yoga, o cultivo do intelecto. Estude, leia, procure por sinais.- os sinais são o melhor caminho para compreender as leis da natureza, e o que são essas leis se não os pensamentos de Deus?
16-Quando você fala do divino, você o imagina como uma entidade individual?
Você pode fazer isso se ajudá-lo, mas para mim o divino é a inteligência infinita que se orquestra em tudo, desde uma folha de capim até galáxias e supernovas, buracos negros e todos os universos que continuam se expandindo no infinito, bem como meus pensamentos e sensações mais íntimos.
17-Você acha que a forma como nossas vidas se desdobram, com todos seus desafios, reveses e desapontamentos, é realmente o universo tentando experimentar ou expandir suas experiências? Que a maneira pela qual nossas vidas se desdobram, com todos os seus reveses, desapontamentos e dificuldades, é o universo experimentando através de cada Indivíduo?
Acho que, provávelmente, essa é uma boa maneira de ver a questão. O universo não tem significado, inerentemente. Os significados que nós lhe conferimos provêm do contexto, das relações e experiências de nossa própria vida, de forma que o contexto, o significado e a relação ficam entrelaçados. E se você tem a atitude de que as dificuldades e adversidades que experimentamos podem ser oportunidades para crescimento pessoal, então isso caminhará nessa direção. Se você der outra interpretação, então isso levará ao sofrimento. A interpretação depende de nós.
18-Falando sobre equilíbrio e sustentabilidade, como você definiria a frase “viver em equilíbrio” a partir da perspectiva do indivíduo, bem como da sociedade mundial?
Equilíbrio, em termos médicos, é uma coisa chamada homeostase, que significa que sempre existe uma alça de retroalimentação auto-referida que mantém um estado de não-alteração dinâmica no meio da mudança. Assim, seu nível de açúcar no sangue permanece entre 80 e 120, seu nível de colesterol permanece entre determinados níveis – em outras palavras, há uma variação de não-alteração no estado de mudança dinâmica. Tanto a mudança quanto a não-alteração são mantidas dinamicamente juntas em homeostase – esse é o estado de equilíbrio, e só pode ser atingido através de uma integração de corpo, mente, espírito e ambiente em uma série contínua. Você começa a ver que o ambiente é uma extensão de seu corpo, que seu corpo é uma extensão de sua mente, que sua mente é uma extensão da consciência e que, no nível mais profundo, você é a consciência que projeta mente, corpo e ambiente. O ambiente em que você se encontra é o que você criou, e assumir responsabilidade, portanto, significa entender a mecânica dessa não-alteração dinâmica no meio da mudança, e é a isso que todas as tradições de conhecimento se referem.
19-Podemos reprogramar essas dinâmicas e mecanismos?
Não gosto de usar a palavra “programa”, pois ela envolve manipulação, e eu não gostaria de manipular o que é natural. Acho que podemos sair da programação que nos faz ficar desequilibrados, que é realmente a hipnose de nosso condicionamento social, cultural e, freqüentemente, religioso.
20-Juntamente com o livro “Torne-se Mais Jovem, Viva Por Mais Tempo,” você fez um CD, com o talentoso Dave Stewart, que muitos conhecem da banda Eurythmics. Como isso aconteceu?
Dave freqüenta minhas palestras e se interessa por esse assunto. Freqüentemente, após as palestras, passávamos alguns minutos improvisando diante do público. Sempre houve uma boa resposta, então, um dia dissemos: “Vamos fazer!”
21-Como você definiria sua prática diária pessoal?
Eu medito cerca de 1 h e30 min a 2 horas todos os dias, e me exercito cerca de 1h30 min a 2 horas. Meu dia começa às 4 horas da manhã,(!!) e vou para a cama geralmente por volta de l h ou l e 30min da noite. Exceto quanto a essas duas coisas em que sou bastante regular, tudo mais é muito espontâneo, dependendo do que preciso durante o dia; assim, não fico preso a qualquer resultado.
22-Seu exercício é predominantemente Yoga?
Não. Na verdade, é uma combinação de uma hora de exercícios cardio-vasculares e vinte minutos de Yoga. Depois, também faço treinamento com pesos.
23-Finalmente, com referência a dois de seus projetos recentes, se nosso propósito é “conhecer Deus”, bem como “nos tornarmos mais jovens e vivermos mais”, você acha que se as pessoas conhecessem verdadeiramente Deus, elas iriam querer viver mais?
Penso que a única razão para viver mais seria usar seu corpo e mente para explorar a consciência. O desejo de viver mais, ou de não prolongar a vida, seria bastante pessoal. Ele se basearia no karma de uma pessoa. Portanto, seria algo bastante individual. A razão principal para viver uma vida longa e saudável é que seu corpo é o veículo para sua consciência, e se você vai entrar nessa rodovia cósmica, bem que você poderia ter uma boa viagem.
ALGUNS PENSAMENTOS DO DR DEEPAK CHOPRA
1-Curiosidade, entusiasmo e paixão pela vida, são aspectos normais da saúde perfeita.
2-Seja qual for o relacionamento que você atraiu para dentro de sua vida, numa determinada época, ele foi aquilo de que você precisava naquele momento
3-Através dos passos alternados de perda e ganho,
silêncio e atividade, nascimento e morte,
eu trilho o caminho da imortalidade.
4-“O que for teu desejo, assim será tua vontade.
O que for tua vontade, assim serão teus atos.
O que forem teus atos, assim será teu destino.”
5-A magnificência de um relacionamento sagrado se despedaça nos recifes dos conflitos egocêntricos triviais.
6-A entrega é a fé no poder de realizar qualquer coisa, até mesmo quando não se pode prever o resultado de uma ação.
7-O que a maioria de nós leva para o relacionamento não é a plenitude, mas a carência. A carência implica uma ausência dentro de si… A carência é uma força poderosa, capaz de criar ilusões poderosas. Ninguém pode realmente entrar dentro de você e substituir a peça que está faltando.
8-Quando você se apaixona, se apaixona por um espelho de suas necessidades mais atuais.
9- Reconheça que existe um poder superior no universo, maior do que a pequena existência humana
Plenitude
Você se torna mais humilde- Aproveite as oportunidades de colocar mais amor no mundo
Plenitude
Você se torna mais adorável-Reserve alguns minutos do dia para refletir ou contemplar algo belo
Plenitude
Você se torna mais forte- Seja mais receptiva
Plenitude
Você se torna mais graciosa-Perdoe alguém que você não perdoaria
Plenitude
Você se torna mais generosa-Reconheça seus erros
Plenitude
Você se torna mais responsável – Tente enxergar o lado bom dos outros
Plenitude
Você se torna mais positiva -Reflita sobre o seu modo de pensar e de agir
Plenitude
Você se torna mais centrada -Abençoe o mundo
Plenitude
Você se torna uma bênção -Dê o melhor de si em cada relação
Plenitude
Você se torna mais amorosa e próxima de Deus
10-Uma coisa que podemos fazer é escolher ver o mundo de um modo saudável. Podemos escolher ver o mundo como um lugar seguro com raros momentos de perigo, ao invés de vê-lo como um lugar perigoso com raros momentos de segurança.
11-Não dá para nutrir sentimentos como hostilidade, ciúme, medo, culpa, depressão. Essas são emoções tóxicas. Importante: onde há prazer, há a semente da dor, e vice-versa. O segredo é o movimento: não ficar preso na dor, nem no prazer (que então vira vício). Não se deve reprimir ou evitar a dor, mas tomar responsabilidade sobre ela.
12-A vida espiritual é uma questão de desenvolver os significados.
CONCLUSÃO E NOTA DO BLOG
O corpo mecânico quântico é a base fundamental de tudo o que somos: pensamentos, emoções, proteínas, células, órgãos”. A frase é do livro Saúde Perfeita, do ayurveda indiano,medico holístico e estudioso do universo das sincronicidades e das intenções dirigidas, Dr Deepak Chopra, que busca fazer uma síntese entre o ayurveda e a física moderna. Não estranhe se você não tiver entendido o que ele quer dizer. Afinal, se fosse fácil, Richard Feynman, um dos físicos mais brilhantes que passaram pelo mundo, não teria escrito: “Posso dizer sem medo de errar que ninguém entende a mecânica quântica”.Nem todo mundo simpatiza com a tentativa de Chopra de explicar um sistema milenar com ciência moderna. Na verdade, a maioria dos cientistas fica arrepiada só de ouvir falar nisso. “Não há razão para estabelecer qualquer relação entre conceitos da física de partículas e a medicina ayurvédica ou qualquer outro tipo de medicina”, diz o bioquímico e professor de medicina alternativa Thomas J. Wheeler, da Universidade de Louisville, Estados Unidos. “Os efeitos da mecânica quântica raramente têm importância em escalas maiores que a subatômica”, afirma.Bem,então por que misturar física quântica com ayurveda? Talvez seja pela busca da junção entre o raciocíonio analítico da nossa ciência tradicional e cética e a concepção de mundo holística do Oriente. Para a nossa sociedade, a ciência é a autoridade máxima, que separa o que é verdade do que não é – sua sanção é essencial para qualquer teoria(?);Se é assim, então, o que é que a ciência diz do ayurveda? Pouco,pois estamos ainda estudando conhecimentos milenares e herméticos ,perdidos no tempo. Claro que é possível testar em laboratório tratamentos específicos do ayurveda, e compará-los com equivalentes ocidentais. Mas as diferenças entre as visões de mundo são tão grandes que bem poucos estudos sérios existem sobre o assunto, mas os que existem, comprovam sua eficácia.O que poucos médicos negam é que o paradigma indiano tem algumas idéias interessantes: a tese de que cada paciente deve ser tratado de um jeito, por exemplo, soa muito moderna. E a de que devemos olhar as pessoas, e não só as doenças, também tem ganho uma crescente aceitação no Ocidente. Por outro lado, é difícil negar que uma medicina que conta com microscópios eletrônicos, aparelhos de ressonância magnética e décadas de acúmulo de dados estatísticos ,não tem, muitas vezes, condições melhores de fazer diagnósticos e de buscar curas.Além disso, o sistema inclui terapias de purificação e eliminação que a medicina tradiconal rejeita ;O profissional envolvido também, tem de ser muito bem escolhido, segundo Dr Chopra, pois há aqueles que incorporam elementos religiosos, mágicos e supersticiosos da Antiguidade, o que é incompatível com a medicina científica.A verdade,segundo Dr Chopra, é que qualquer tentativa de entender o ayurveda com olhos ocidentais vai ser no mínimo incompleta. E que qualquer conclusão que estamos fazendo aqui é no mínimo, simplista. O ayurveda  é o fruto de um modo de pensar cuja origem se perde no tempo, e propõe um estilo de vida baseado nessa experiência acumulada. Ir a um terapêuta ayurvédico esperando “eficácia imediata”, ou mesmo “cura rápida” – conceitos bem ocidentais – é perda de tempo. Mas tratar-se desse modo é um mergulho quase arqueológico numa visão bem diferente do Universo – o que não deixa de ser fascinante.
Podemos dizer que o Dr Chopra veio revolucionar toda uma mentalidade antiquada e condicionada do ser humano que está em mutação; e pelos resultados obtidos em anos de prática,muitas pessoas já foram beneficiadas pelos seus livros e técnicas de mentalização e afirmações, bem como o estudo  e aplicação de suas técnicas de cura.Para todos que querem mudar seus paradigmas, alterar hábitos, fazer questionamentos de crenças arcaicas, testar seus limites cerebrais de forma lógica e holística, os livros e o trabalho do Dr Chopra são uma referência interessante,sempre lembrando, que o discernimento de cada um conta muito na avaliação de todos estes postulados e que ninguém tem a “varinha mágica” que vai mudar uma vida inteira de uma hora para outra;cabe á nós, principalmente nesta época, fazermos a nossa parte utilizando nossa “VONTADE”,  que é soberana , e o nosso “LIVRE ARBÍTRIO” para fazermos as melhores escolhas, sempre.
EQUIPE DA LUZ É INVENCÍVEL
******************************************************************************************************************************************************
BIBLIOGRAFIA – LINKS-VÍDEOS
WEBSITEdeepakchopra.com
Alguns links para consulta dos livros de Deepak Chopra
A Cura Quântica.pdf – /Conexão Saúde –
 Dr.Chopra é conhecido como prolífico autor de mais de 50 livros, mais de 100 títulos de áudio e vídeo que foram traduzidos para 35 idiomas com mais de 20 milhões de cópias vendidas em todo o mundo. Seu livro, A Paz é o Caminho (Harmony Books) ganhou o prêmio Quill, enquanto que o “Livro dos Segredos: Libertar as dimensões ocultas da sua vida”, foi agraciado com o Prêmio Nautilus.
Alguns de seus best-sellers incluem;
A Realização Espontânea do Desejo: Aproveitando o Poder Infinito da Coincidência; Como Conhecer Deus: A jornada da alma para o Mistério dos Mistérios; Saúde Perfeita: Corpo sem Idade, Mente sem Tempo, As Sete Leis Espirituais do Sucesso; Rejuvenesça e Viva mais Tempo: 10 passos para inverter o envelhecimento; O Caminho para o Amor; Buda: História de uma Iluminação; O Terceiro Jesus: O Cristo que não podemos ignorar, e A Alma da Liderança.
Chopra publicou vários livros com foco em questões de saúde que incluem:
Começos Mágicos, Vidas Encantadas: Um Guia Holístico a Gravidez e o Parto; O Chopra Center Livro de Ervas: Quarenta Prescrições Naturais para a Saúde Perfeita; Peso Perfeito: O Programa Mente / Corpo completo para alcançar e Manter seu Peso Ideal; Sono Restaurador: O Programa Mente/Corpo Completo para Vencer Insônia; e Cura Quântica: Explorando as Fronteiras da Medicina Mente / Corpo Medicina para Criar Saúde. Livros Populares de áudio e CD-ROMS que incluem: Mente Mágica, Corpo Mágico; O Eu Superior; Jornada para o Ilimitado e Sabedoria Interior.
NOTA:ALGUNS LIVROS DO DR DEEPAK CHOPRA ESTÃO NA NOSSA Biblioteca Virtual
Divulgação:A Luz é Invencível
A “Luz é Invencível” tem por norma não publicar links que não estejam ligados ao texto postado.Pedimos a compreensão de todos, e para qualquer dúvida, temos nossa caixa de sugestões onde todos podem livremente fazer suas colocações que serão arquivadas para consultas posteriores.
Nós agradecemos a compreensão de voces.
Equipe da “Luz é Invencível”

ALGUNS LIVROS DO DR. DEEPAK CHOPRA