sexta-feira, 4 de novembro de 2016

II URUJUMUGYTA : VIAGEM PARA TROCA DE SABERES NA ALDEIA AWAETE,COMUNIDADE ASURI DO XINGU

Resultado de imagem para Awaete

II URUJUMUGYTA: Viagem para Troca de Saberes na Aldeia Awaete

Meu nome é Timei, indígena Asurini do Xingu. Há cerca de 1 ano, após sofrer os impactos da construção de Belo Monte em minha região, decidi sair de minha aldeia numa jornada de aprendizado pelo mundo do Karai (homem branco). Agora, quero retornar, compartilhar o que aprendi, participar do meu ritual que não acontece há 3 anos. Conto com seu apoio para custear essa viajem pela troca e conhecimento!
JE TIMEI AWAETE
Olá, meu nome é Timei Assurini, um dos 250 índios que vivem da etnia Asurini do Xingu, ou Awaete como nos autodenominamos. Somos uma das 11 etnias impactadas pela construção da hidrelétrica de belo monte. Há quase 1 ano, montei com minha família o grupo Marytykwawa, que quer dizer trabalhador em português, e decidi sair da minha aldeia, numa jornada de aprendizado e conhecimento pelo mundo do Karai (homem branco), com o objetivo de entender o que esta sendo levado para meu território, me fortalecer, para então retornar e ajudar minha família e meu povo, que hoje sofre com os impactos sócioambientais em nossa aldeia aldeia e região.
II URUJUMUGYTA - REUNIÃO PARA TROCA DE SABERES
Desde então, inicialmente no Pará, tenho feito viagens periódicas a minha buscado formas, apesar da distância, de manter um fluxo positivo de informações e conhecimentos entre o mundo Awaete e Karai. Nessa segunda etapa no mundo do Karai, agora no Rio de Janeiro, tive a oportunidade de fazer cursos de facilitação, bioconstrução, permacultura e conviver com Karai que pensam diferente dos que chegam na aldeia, que respeitam a natureza e que me passaram uma parte boa da cultura Karai que me fizeram refletir ainda mais sobre a situação de minha região. Agora sinto que é o momento de mais um retorno à minha aldeia, realizar o "II URUJUMUGYTA: Viagem para Troca de Saberes na Aldeia", reuniir meus irmãos e compartilhar esses conhecimentos. Além da reunião, uma das ideias é promover uma ação de construção de banheiro ecológico em minha casa que ainda é tradicional, para apresentar uma tecnologias alternativas que aprendi a meu povo que acaba de receber da Norte Energia, casas de alvenaria sem banheiro e qualquer tipo de tratamento das águas, após o desmatamento da área por tratores e giricos.
TYWAGAWA, TAUWA, TURE, KAUWARA
Além disso, após 3 anos, minha comunidade Assurini do Xingu está se organizando para retomar a comemoração de suas festas tradicionais: Tywagawa (onde eu sou um dos principais Kawyarau, guerreiro); Tauwa (festa das mulheres) e o Ture (festa do homem),  onde minha mãe e meu pai serão os donos da festa e kauwara (festas de encerramento onde choramos os mortos).
COLABORE!!!
Estou ansioso por esse momento! por isso conto com o apoio  de vocês para conseguir o valor de R$ 6.000 mil reais para custear minha viagem e da minha família para reencontrar meu povo, me reconectar, contar o que aprendi, iniciar uma ação de saneamento ecológico fazendo meu banheiro seco, compartilhar o ritual com minha família e retornar à minha missão pelo conhecimento ainda mais energizado. 
Minha mãe Matuja Assurini, acaba de ligar avisando que está subindo para aldeia para fazer tauwarukaya, a panela grande para a festa que terá seu auge no final de Novembro!
AGENDA AWAETE
Família Awaete
https://www.facebook.com/marytykwawara
Durante a campanha estaremos desenvolvendo diversas ações de troca de conhecimento, dando continuidade ao nosso principal objetivo: O Fortalecimento dos Povos da Floresta! Fiquem ligados na agenda Awaete!

OUTRAS FORMAS DE DOAÇÃOCaso prefira doar em conta:

CAIXA ECONOMICA FEDERAL
AG:0183
OP:013
C/P: 121201-8

Material Audio visual
Estamos buscando apoio também para a doação de uma câmera (pode ser básica, de segunda mão), bateria, cartão de memória para registrarmos nossa viagem e compartilharmos um mini doc dessa linda experiência! 

PassagemGrande parte do recurso solicitado destina-se a custos de logística. Gasolina para voadeira e passagens áreas principalmente. Caso tenham facilidade em algum desses itens ficaremos muito felizes com sua contribuição.

Cursos de Capacitação
Se você possui ou conhece um espaço de conhecimento e capacitações em Processos Colaborativos, Agrofloresta, Permacultura, Dragon Dreaming ou qualquer outro conhecimento que que considere importante nesta caminhada interessado em compartilhar conhecimento comigo e me apoiar em minha logística para participar. Fale comigo! Sou conhecedor de minha cultura, falo minha língua fluentemente, sei fazer arco e flecha, bourduna, construo minhas casas, conheço minha medicina tradicional, caço, pesco e agora tenho aprendido sobre Permacultura, aprendi a fazer Bacia de Evapo Transpiração, banheiro seco e quero ainda mais trocar conhecimento e prática!

Outros
Qualquer outro tipo de doação como roupas, livros, mantimentos entre outros também são bem vindos!!!
PARCERIAS & RECOMPENSAS
Família Marytykwawara
Somos artesãos, ceramistas, marceneiros. Dentre nossos principais artesanatos destacam-se as panelas de cerâmica, arco e flecha, banco de madeira, redes, cestos entre outros.
Recompensa
Os apoiadores, aqui identificados, estarão correndo aos 10 peças diversas exclusiva da arte Awaete, que serão sorteados ao final da campanha. O valor do frete é por conta do ganhador. Aquele que fizerem doaçoes acima de R$ 500,00 poderão não precirão de sorteio e poderão negociar o tipo de artesanato diretamente conosco.

Museu do índio/RJ - CODIC
A Coordenação de Divulgação Científica se dedica à produção e divulgação de informações especializadas sobre a história e aspectos da cultura e do modo de vida das sociedades indígenas no Brasil.  Dentre suas atividades destacam-se o tradicional curso de férias Dimensões das Culturas Indígenas, o editais de projetos culturais e as publicações científicas de grande valor para a preservação e registro de nosso patrimônio cultural.
Recompensa
Os apoiadores, aqui identificados, estarão correndo aos 30 livros com temática indígena de publicação exclusiva que serão sorteados ao final da campanha. O valor do frete é por conta do ganhador.
Projeto Anima Escola - Temática Indígena
O projeto "PRODUÇÃO AUTÔNOMA DE FILMES DE ANIMAÇÃO COM TEMÁTICA INDÍGENA" é uma realização da idealizadora, produtora e professora Daniele Rodrigues em parceria com o  programa  Anima  Escola  (Instituto Ideia / Anima Mundi), o CIEP Poeta  Cruz  e  Sousa, a Secretaria Municipal de Educação do Rio de Janeiro e o estúdio MP1 . Fundamentado na  lei 11.645 / 08, que determina o ensino  da  cultura  e  da  História  dos  povos  afro-brasileiros  e  indígenas  nas escolas de Ensino Fundamental e Médio de todo território nacional, o projeto  também  propõe  o  ensino  de  técnicas  de  animação  para alunos da escola pública  do município do Rio de Janeiro, com processos que vão  desde  a  criação  e  escrita  de  roteiros,  ilustração,  dublagem,  narrativa, operação de plataformas de animação, uso de câmera e edição de filmes. 
Esse ano, o tema do vídeo produizido será os Assurini do Xingu. Na próxma quinta feira, 27/10, o Projeto Muriquiassu Permacultura, espaços de atividades permaculturais e  ecoeducativas, oferecerá seu espaço para produzirmos uma vivência inspiratória para nosso jovens animadores.
Recompensa
Os apoiadores, aqui identificados, terão seus nomes nos créditos da animação como uma forma de reconhecer a ação, o compartilhamento e viabilização de nossos sonhos!
Resultado de imagem para Awaete
Saiba mais acessando:

Projeto "PRODUÇÃO AUTÔNOMA DE FILMES DE ANIMAÇÃO COM TEMÁTICA INDÍGENA"
Apurina
https://www.youtube.com/watch?v=QRgTkpYyXMc

Kalapalo
https://www.youtube.com/watch?v=jnotOMVW7r0


Resultado de imagem para Awaete


JE TIMEI AWAETE