10 GRANDES SINAIS DE ALERTA NOS RELACIONAMENTOS

Sinais de alerta dos relacionamentos

10 grandes sinais de alerta de todos os relacionamentos

A maioria de nós terá pelo menos um, se não alguns, relacionamentos significativos durante a nossa vida.
Nossos primeiros encontros íntimos podem ser mais difíceis ou desafiadores, pois somos novos na experiência de formar um vínculo íntimo com outra pessoa, e talvez não saibamos realmente o que estamos fazendo e o que esperar.
Mas o tempo e a experiência devem nos ajudar a navegar por relacionamentos futuros de uma maneira muito melhor.
É essencial conhecer a si mesmo de todas as maneiras possíveis antes de entrar em um relacionamento sério.
Muitas vezes, os indivíduos vão em busca de um relacionamento sem esse conhecimento essencial. Mas como você pode esperar conhecer outra pessoa se não se conhecer primeiro?
Como você pode atender às necessidades e desejos de outra pessoa se estiver desconectado de suas próprias necessidades?
Por mais óbvios que esses problemas possam parecer, e por mais que você sinta que os entende intelectualmente, não é de surpreender que o que inicialmente parece sem importância possa ter um significado maior, à medida que as percepções ocorrem ao longo do relacionamento.
Em retrospecto, os indivíduos muitas vezes ficam confusos sobre seu próprio comportamento e expectativas em um relacionamento.
Um exercício muito bom que peço que meus clientes façam é anotar todos os parceiros com quem tiveram uma relação significativa e, em seguida, para cada um, responder a perguntas como:
O que atraiu você para essa pessoa inicialmente? A atração durou? Sua fantasia sobre essa pessoa – o que você imaginou ou presumiu ser verdade – foi validada na realidade? Quanto tempo durou o relacionamento? Revelações durante o curso do relacionamento mudaram sua opinião? O que acabou com o relacionamento? Alguns padrões e semelhanças entre os relacionamentos emergem?
Aprenda a fazer essas perguntas difíceis na primeira ou segunda vez que encontrar alguém, antes que as opiniões sejam solidamente formadas.
A maioria de nós parece se sair muito melhor quando não temos expectativas reais de alguém, porque dificilmente sabemos quem eles são e ainda não estamos tentando impressioná-los.
E observe os sinais de alerta – indicadores de que algo precisa ser questionado ou validado de alguma outra forma. Muitas vezes, essas são pistas de que algo pode ser um problema no futuro.
Sinais de alerta dos relacionamentos
Aqui estão 10 sinais de alerta em relacionamentos que são fundamentais para procurar:
1. Falta de comunicação. Essas pessoas acham difícil falar sobre problemas ou expressar como se sentem.
Muitas vezes, quando parece mais importante ser aberto e honesto, elas se distanciam emocionalmente, deixando o parceiro de fora ou tendo que lidar com uma situação por conta própria.
Muitas vezes, o que quer que seja “comunicado” é expresso pelo mau humor e, às vezes, pelo temido “tratamento silencioso”.
2. Irresponsável, imaturo e imprevisível. Algumas pessoas têm dificuldades em dominar as habilidades básicas da vida – cuidar de si mesmas, administrar suas finanças e seu espaço pessoal, manter um emprego e planejar sua vida e seu futuro.
Pequenas crises em torno do modo como elas vivem sua vida diária podem consumir muito tempo e energia. Se assim for, pode haver pouco tempo e energia para você e seus problemas.
Essas pessoas ainda podem estar trabalhando no crescimento. Em outras palavras, pode ser difícil confiar nelas para quase tudo.
3. Falta de confiança. Quando uma pessoa tem dificuldade em ser honesta consigo mesma, pode ser difícil para ela ser honesta com você.
Alguns desses comportamentos podem não ser calculados nem mal-intencionados, mas simplesmente um modo aprendido ou um hábito de enfrentamento.
No entanto, a mentira é uma questão simples. Uma pessoa que não se considera responsável por suas ações não tem integridade e não tem respeito pelo parceiro.
Você pode sentir, e com razão, que há muitas “peças faltantes”, tantas que você não conhece ou que estão propositalmente escondidas de você.
LEIA:  5 coisas que pessoas bem-sucedidas fazem antes das 8 horas da manhã
4. Família e amigos próximos não gostam do seu parceiro. Se há algo “errado” sobre essa pessoa que parece óbvio para aqueles que te conhecem tão bem, talvez você precise ouvir o que eles estão lhe dizendo.
Muitas vezes, no meio de um novo relacionamento, ouvir críticas sobre o seu novo “amado” pode não ser bem-vindo, mas outros podem ver as coisas mais claramente do ponto de vista de quem está de fora.
No mínimo, ouça essas pessoas.
5. Comportamento controlador. Da mesma forma, um parceiro pode tentar “dividir e conquistar”, criando uma barreira entre você e outras pessoas importantes em sua vida.
Ele pode ter ciúmes de seus relacionamentos com essas pessoas ou simplesmente sentir a necessidade de controlar onde você vai e com quem você se relaciona, limitando seu mundo a permitir apenas o que é importante para ele.
Às vezes, ele pode fazer com que você escolha ele ao invés de outros entes queridos como uma expressão de “amor”.
6. Sentir-se inseguro no relacionamento. Muitas vezes você pode sentir que não sabe onde você está em um relacionamento.
Em vez de seguir em frente, construindo experiências compartilhadas que deveriam fortalecer sua conexão, você se sente desconfortável, inseguro ou ansioso sobre o rumo a seguir.
Você pode buscar garantias de seu parceiro, mas de alguma forma estas são apenas momentâneas e fugazes.
Como resultado, você pode estar trabalhando em dobro para manter o relacionamento no caminho certo enquanto seu parceiro contribui pouco.
Sinais de alerta dos relacionamentos
7. Um passado sombrio ou secreto. Comportamentos que são suspeitos, atividades ilegais e comportamentos viciantes que não foram resolvidos e continuam em seu relacionamento são sinais de alerta óbvios.
Mas você não deve ignorar ou desculpar qualquer coisa que lhe pareça estranha ou que faça você se sentir desconfortável.
(Claro, se uma pessoa fez o trabalho corretivo necessário e continua fazendo isso para seu próprio bem e para o bem do relacionamento, é outra história.)
8. Não resolução de relacionamentos passados. Estes incluem não apenas relacionamentos íntimos, mas aqueles com membros da família e amigos.
Se uma pessoa é incapaz de avaliar por que os relacionamentos passados não deram certo, ou consistentemente culpa a outra parte por todos os problemas, você pode apostar com muita confiança que a mesma coisa poderia acontecer com o seu relacionamento.
9. O relacionamento é construído sobre a necessidade de se sentir necessário.Muitas vezes, entramos em um relacionamento fortemente identificado com nossas necessidades.
A necessidade pode ser que você, meu parceiro, precise fazer certas coisas para que eu me sinta seguro e satisfeito, ou que você permita que eu, seu parceiro, se sinta necessário ao atender às suas necessidades.
Se esta dinâmica é o ponto focal de um relacionamento, no entanto, pode haver pouco espaço para o crescimento real, individualmente ou em casal.
10. Comportamento abusivo. Finalmente, é claro, qualquer forma de abuso, do aparentemente suave ao óbvio – verbal, emocional, psicológico e certamente físico – não é apenas um sinal de alerta, mas uma faixa enorme dizendo para você sair imediatamente e nunca olhar para trás.
Um sinal de alerta é uma boa imagem intuitiva para ajudar você a processar o que realmente está sentindo.
No final de um relacionamento difícil, as pessoas costumam dizer: “Ele (ou ela) me disse quem ele (ou ela) era no começo, mas eu simplesmente não escutei”.
Aprenda a confiar no que você sente. Sua intuição provavelmente está certa.
Fonte: Awebic