OS GIGANTES DA BÍBLIA - MITOS E LENDAS

NEFILINS OS GIGANTES DA BÍBLIA


OS GIGANTES DA BÍBLIA


NEFILINS OS GIGANTES DA BÍBLIA: PARTE 01


GIGANTES, O MITO E A HISTÓRIA

 234dd0b24c22e193975d39911184fb63
 Motivos de muitos  mitos e lendas, referências de destaque na Bíblia, Mitologia sumeriana, Américas,  todos têm histórias de  um tempo em que os  gigantes, andaram na Terra, homens  fortes que ultrapassam os 3, 4 metros de altura,  histórias de gigantes estão entre as favoritos de contadores de histórias no mundo inteiro.
  No entanto, enquanto alguns gigantes eram tidos como calmos e inofensivos, até mesmo benéficos, na maioria das vezes, os gigantes foram descritos como sendo possuidores de mentes perversas e apetites insaciáveis – engajaram-se em atos antinaturais, de violência e covardia descomunal. Estes  ímpios, eram conhecidos por seu tamanho imenso, o apetite feroz, mentes tortuosas, comportamento agressivo e, sobretudo, a habilidade na arte da guerra.
Com tantos atributos que  se mostrou uma combinação mortal, e os gigantes conquistaram e escravizavam todos, até os mais fortes inimigos com facilidade.
 –
Ao todo a bíblia menciona os gigantes 24 vezes de forma direta e vários outros relatos sobre os povos ao qual eles pertenciam, fazendo referencia da existência de  cidades inteiras aonde viviam unicamente uma Raça de gigantes que chegavam a medir 4 metros de altura.
Gigantes na era anterior ao diluvio – Havia naqueles dias gigantes na terra; e também depois, quando os filhos de Deus encontraram às filhas dos homens e delas geraram filhos; estes eram os valentes que houve na antiguidade, os homens de fama.Gênesis 6:4
Relatos de Gigantes em épocas posteriores ao Diluvio – Também vimos ali gigantes, filhos de Anaque, descendentes dos gigantes; e éramos aos nossos olhos como gafanhotos, e assim também éramos aos seus olhos. Números 13:33
nefilin gigante
Um povo grande e alto, filhos de gigantes, que tu conheces, e de que já ouviste. Quem resistiria diante dos filhos dos gigantes? Deuteronômio 9:2
(Os emins dantes habitaram nela; um povo grande e numeroso, e alto como os gigantes. Deuteronômio 2:10
Para onde subiremos? Nossos irmãos fizeram com que se derretesse o nosso coração, dizendo: Maior e mais alto é este povo do que nós, as cidades são grandes e fortificadas até aos céus; e também vimos ali filhos dos gigantes.Deuteronômio1:28
Porque só Ogue, o rei de Basã, restou dos gigantes; eis que o seu leito, um leito de ferro, não está porventura em Rabá dos filhos de Amom? De nove côvados [4 metros] ,o seu comprimento é de quatro côvados, [1,78 metros]a sua largura, pelo côvado comum.Deuteronômio 3:11
Como também o termo de Ogue, rei de Basã que era do restante dos gigantes e que habitava em Astarote e em Edrei;Josué 12:4
Todo o reino de Ogue em Basã, que reinou em Astarote e em Edrei; este ficou do restante dos gigantes que Moisés feriu e expulsou. Josué 13:12
“Então saiu do arraial dos filisteus um campeão, cujo nome era Golias, de Gate, que tinha de altura seis côvados e um palmo [2,89 metros].” 1 Samuel 17.4
E aconteceu depois disto que houve em Gobe ainda outra peleja contra os filisteus; então Sibecai, o husatita, feriu a Safe, que era dos filhos do gigante. 2 Samuel 21:18
Houve ainda também outra peleja em Gate, onde estava um homem de alta estatura, que tinha em cada mão seis dedos, e em cada pé outros seis, vinte e quatro ao todo, e também este nascera do gigante. 2 Samuel 21:20
E houve ainda outra guerra em Gate; onde havia um homem de grande estatura, e tinha vinte e quatro dedos, seis em cada mão, e seis em cada pé, e que também era filho do gigante. 1 Crônicas 20:6
Outros textos na bíblia que fala sobre Gigantes: Deuteronômio 2:20 –  Deuteronômio2:11 – Deuteronômio 2:21  – Deuteronômio 3:13 – 2 Samuel 21:22  – 2 Samuel 21:16  – 1 Crônicas 20:4
  •  Como podemos ver a maioria dos relatos de gigantes são narrados na bíblia numa época posterior ao diluvio de Noé, sendo que o próprio diluvio  foi utilizado como forma de limpar a terra dos Gigantes então porque eles continuaram a existir?

O PRIMEIRO RELATO DE GIGANTES VEM DA  BÍBLIA NOS TEMPOS DE NOÉ 

eeada04e6854e9b0e9c22d46fd13ab13 - Copia
Havia naqueles dias gigantes na terra; e também depois, quando os filhos de Deus se encontraram com às filhas dos homens e delas geraram filhos; estes eram os valentes que houve na antiguidade, os homens de fama.Gênesis 6:4
Aqui já começa a confusão entre os Teístas em tentar se determinar a origem dos gigantes, pois é o melhor texto bíblico que deixa alguma pista de suas origem e a palavra que a bíblia utiliza é: quando os filhos de Deus se encontraram com às filhas dos homens e delas geraram filhos – A quem a bíblia se refere quando diz os filhos de Deus ?
A expressão “Filho de Deus” na bíblia identifica primariamente a Cristo Jesus. Outros chamados de “filho(s) de Deus” incluem criaturas espirituais, inteligentes, produzidas por Deus; o homem Adão, antes de pecar; e os humanos com os quais Deus lidou à base duma relação pactuada.
“Filhos do Verdadeiro Deus.” A primeira menção de “filhos do verdadeiro Deus” ocorre em Gênesis 6:2-4. Ali, esses filhos são mencionados como ‘começando a notar as filhas dos homens, que elas eram bem-parecidas; e foram tomar para si esposas.
Muitos  afirmam que estes ‘filhos de Deus’ eram também humanos, sendo na realidade homens da linhagem de Sete. Baseiam seu argumento no fato de que o piedoso Noé era da linhagem de Sete, ao passo que as outras linhagens descendentes de Adão, a de Caim e as de quaisquer outros filhos de Adão (Gên 5:3, 4), foram destruídas no Dilúvio. De modo que dizem que, tomarem “os filhos do verdadeiro Deus” por esposas “as filhas dos homens” significa que os setitas passaram a casar-se com as da linhagem do iníquo Caim.
Todavia, não há nada que mostre que Deus fizesse neste ponto alguma distinção assim entre as linhagens familiares. Falta evidência bíblica corroborante para apoiar o conceito de que aqui se trata de casamentos mistos entre as linhagens de Sete e de Caim, ou que esses casamentos fossem responsáveis pelo nascimento de “poderosos” ou de uma Raça de Gigantes,  versículo 4 de Gên. 6.  E ainda segundo essa logica somente Noé e sua família sobreviveu ao Diluvio a linhagem de Caim foi destruída  no diluvio e a maioria dos relatos de Gigantes na Bíblia vem numa era posterior ao Diluvio, portanto é um argumento completamente  debilitado em logica e fundamento.
Havia naqueles dias gigantes na terra; e também depois, quando os filhos de Deus se encontraram com às filhas dos homens e delas geraram filhos; estes eram os valentes que houve na antiguidade, os homens de fama.Gênesis 6:4
444444444444444 - Copia
Filhos angélicos de Deus. Por outro lado, há uma explicação que encontra corroboração nas Escrituras. A próxima ocorrência da expressão “filhos do verdadeiro Deus” está em Jó 1:6,
6 E num dia em que os filhos de Deus vieram apresentar-se perante o Senhor, veio também Satanás entre eles. 
e ali se refere obviamente a filhos espirituais de Deus, reunidos na presença Dele, entre eles comparecendo também Satanás, que estivera a “percorrer a terra”. (Jó 1:7; veja também 2:1, 2.)
Novamente, em Jó 38:4-7, “os filhos de Deus” que ‘bradaram em aplauso’ quando Deus ‘lançou a pedra angular’ da terra, claramente eram filhos angélicos e não humanos descendentes de Adão.
Jó 38:7 Quando as estrelas da alva juntas alegremente cantavam, e todos os filhos de Deus jubilavam. 
Outras menção da palavra  filho de Deus é somente referente a Jesus
Ocasionalmente, anjos definitivamente materializaram corpos humanos, até mesmo comendo e bebendo com homens.
  •  E vieram os dois anjos a Sodoma à tarde, e estava Ló assentado à porta de Sodoma; e vendo-os Ló, levantou-se ao seu encontro e inclinou-se com o rosto à terra;
    E disse: Eis agora, meus senhores, entrai, peço-vos, em casa de vosso servo, e passai nela a noite, e lavai os vossos pés; e de madrugada vos levantareis e ireis vosso caminho. E eles disseram: Não, antes na rua passaremos a noite.
    E porfiou com eles muito, e vieram com ele, e entraram em sua casa; e fez-lhes banquete, e cozeu bolos sem levedura, e comeram.
    Gênesis 19:1-3
  •  Lembrando que Anjos que se materializaram na forma carnal não tinham 4 metros de altura, tinham altura normal, Nefilins resultado da relação de anjos com mulheres sim chegavam até a 4 metros, anjos podem assumir varias formas — E a partir dai os Nefilins deram origem a uma nova Raça de Gigantes que se reproduziram entre eles.
A declaração de Jesus, quanto a homens e mulheres ressuscitados não se casarem, nem serem dados em casamento, mas serem como os “anjos no céu”, mostra que não existe casamento entre tais criaturas celestiais, nem se indica haver entre elas a distinção de sexo.  Mas isto não quer dizer que essas criaturas angélicas não podiam materializar em formas humanas e entrar em relações com mulheres humanas.
O próprio Jesus demonstrou o seu poder de transfiguração transformando o seu corpo físico carnal em corpo espiritual.
transfiguração
Seis dias depois, tomou Jesus consigo a Pedro, e a Tiago, e a João, seu irmão, e os conduziu em particular a um alto monte,
E transfigurou-se diante deles; e o seu rosto resplandeceu como o sol, e as suas vestes se tornaram brancas como a luz.
Mateus 17:1,2
Obviamente quando Jesus se transformou em um autentico anjo, ele posteriormente retornou a forma Carnal humana do sexo masculino provando que espíritos podem mudar a sua forma espiritual e se transformar em um humano completo.
  •  De modo que o peso conjunto da evidência bíblica indica um desvio de anjos os chamados caídos, a realização de atos contrários à sua natureza espiritual, ocorrendo nos dias de Noé, e também num período posterior ao de Noé os Anjos rebeldes continuaram a se encontrar com mulheres e gerar uma Raça de Gigantes;  Portanto, não parece haver razão válida para se duvidar que os ‘filhos de Deus’, de Gênesis 6:2-4, não fossem filhos angélicos . Esses anjos “abandonaram a sua própria moradia correta” e materializaram corpos humanos a fim de terem relações  com “as filhas dos homens”, dando origem a uma Raça de gigantes nos dias de Noé e na era Pós Diluviana.
GIGANTES OS FALSOS DEUSES ANTIGOS

GIGANTES OS FALSOS DEUSES ANTIGOS: PARTE 02


Os Gigantes Remanescentes Pós-Diluvianos, os Nefilins da Bíblia, onde as pistas deixadas nos dá a explicação clara de onde se originaram:
Havia naqueles dias gigantes na terra; e também depois, quando os filhos de [Elohim] אלהים adentraram às filhas dos homens e delas geraram filhos; estes eram os valentes que houve na antiguidade, os homens de fama. ”
A palavra Elohim em hebraico está no plural e significa Deuses e Deusas trazendo a referência lógica e clara de onde surgiram os Nefilins. Nefilin portanto é o grupo de Elohim que se rebelaram adquirindo o epíteto que corretamente significa: Os Deuses desertores. ( Satanás na bíblia é considerado um Anjo  que se rebelou)
Na Bíblia, podemos identificar alguns dos descendentes dos Nefilins na terra por serem antigos governantes, como aponta o livro de Números 13:33.
“ Também vimos ali os Nefilins, isto é, os filhos de Anaque, que são descendentes dos nefilins; éramos aos nossos olhos como gafanhotos; e assim também éramos aos seus olhos.
Uma segunda referência aos filhos de Deus, vem do Povo Sumério  onde são chamados de Anunnaki. A palavra Anunnaki do idioma sumério, significa aqueles que do céu desceram à Terra;  
estrelas_por_claudia_regina_2222222222222222222222222
O que corrobora o versículo bíblico com narrativas Sumérias e Mesopotâmica sobre os Gigantes  como a Epopeia de Gilgamesh, Atrahasis, Ziusudra, Épico de Baal, Inanna e enki, etc;

BAAL O DEUS NEFILIN  INIMIGO DE YAHWEH 

Na mitologia Mesopotâmica o próprio Deus Baal que era adorado pelos amorreus/cananeus e era considerado o  deus da guerra onde nos textos de Ras Shamra, os refains que  eram funcionários do culto ao deus Baal dos amorreus, são descritos como sendo seres ao mesmo tempo divinos e ao mesmo tempo seres humanos, ou semi Deuses, eram poderosos guerreiros,  pilotos de carruagens de combate, e curandeiros. Amorreus, que adoravam o deus Baal, também descrevia  Baal como  gigantesco em estatura: “Ba’lu o Salvador, era extremamente alto. Um mito ugarítico nos diz que quando um outro deus tentou sentar no trono de Ba’lu’ sua cabeça não chegava ao perto das costas de Baal. ‘”
Sem Título-eee
Uma imagem desse deus é conhecido como Baal e Moloch  é, na tradição bíblica, o nome dos deuses a quem os amonitas sacrificavam os seus Bebes  primogênitos, jogando-os no fogo com vida, num partimento das Estatuas aonde era mantido o Fogo.
A Bíblia condenou o ritual de sacrifícios:
Entre ti não se achará quem faça passar pelo fogo a seu filho ou a sua filha, nem adivinhador, nem prognosticador, nem agoureiro, nem feiticeiro; 
Deuteronômio 18:10
Também dirás aos filhos de Israel: Qualquer que, dos filhos de Israel, ou dos estrangeiros que peregrinam em Israel, der da sua descendência a Moloque, certamente morrerá; o povo da terra o apedrejará.
Levítico 20:2
  • Aqui a palavra dar é no sentido de ritual de sacrifício a Moloque e Baal
Baal que é descrito na bíblia 120 vezes e era considerado o inimigo declarado do Deus de Israel, cujo qual levou a condenação e reprovação constante contra o povo de israel que frequentemente se desviava de Yahweh para adorar  Baal, causando afastamento  e punições contra o povo  por parte de Deus.
Porquanto deixaram ao Senhor, e serviram a Baal e a Astarote. Juízes 2:13
Depois todo o povo entrou na casa de Baal, e a derrubaram, e quebraram os seus altares, e as suas imagens, e a Matã, sacerdote de Baal, mataram diante dos altares. 2 Crônicas 23:17
E serviu a Baal, e adorou-o, e provocou a ira do Senhor Deus de Israel, conforme a tudo quanto fizera seu pai. 1 Reis 22:54
Então Moisés disse aos juízes de Israel: Cada um mate os seus homens que se juntaram a Baal-peor. Números 25:5
Os amorreus e cananeus adoravam Baal e  divindades do submundo como o espíritos dos seus antepassados e espíritos que os hebreus consideravam demônios, seus rituais funerários também foram atos de cultuação, que incluía atividades  de embriaguez extrema, orgias sexuais, canibalismo e sacrifícios de Bebes eram praticas frequentes.
NA TABULETA  SUMÉRIA DE ATRAHASIS ( TEXTO ACÁDIO ) É NARRADO:
Convosco então os deuses, mostrai vossa força-
Enquanto os Anunnaki estão sentados ante a vós
Chamai um Anunnaki e escolhei-o para destruição
Anu fez ouvir sua voz, e falou aos Anunnaki seus irmãos:
Ela chamou os Anunnaki, os deuses.
Os Igigi, os grandes deuses,
Os grandes Anunnaki estavam presentes.
Enlil levantou-se e apresentou o caso.
Enlil fez ouvir a sua voz
E falou aos grandes deuses:
” Quem lidera o movimento? Quem lidera a batalha? Que Astronauta começou a guerra?
Note que é utilizada uma palavra completamente estranha para a sua época um texto sumério de 1.600 A.C. utilizando a palavra  Astronauta para descrever o pai dos Anunnakis que era considerado um  Deus- A palavra  Astronauta significa ´´Viajante interplanetário; aquele que viaja entre os planetas, pessoa que viaja para o espaço,´´
Os Deuses Mesopotâmicos que deram origem aos Anunakis  Gigantes, eram sempre representados com  Asas como referencia clara da origem celestial, neste caso os Anjos Caídos os Os Deuses desertores, ou como a bíblia os chama Satanás e seus anjos demoníacos.
Sem Título-1 - Copia
Outra referencia clara a seres Demoníacos com Asas é o Deus  Pazuzu da  Assíria e Babilônia foi o rei dos demônios do vento, irmão de Humbaba e filho do deus Hanbi . Ele também representou o vento do sudoeste, o portador de tempestades e secas.
Sem Título-1ddEstatueta de bronze de Pazuzu, por volta de 800 aC
Apesar de ser considerado um demônio do mal, Pazuzu era invocado em amuletos para lutar contra a deusa maligna Lamashtu, um demônio feminino que se alimentava das crianças recém-nascidas e que acreditava-se ser o responsável por prejudicar a mãe durante o parto. Pequenos amuletos, retratando Pazuzu , eram colocados no pescoço de mulheres grávidas a fim de protegê-las do demônio Lamashtu. Tais amuletos eram também colocados na mobília do que Era também invocado como proteção contra doenças trazidas pelos ventos, especialmente pelo vento oeste.
Outra divindade Mesopotâmica que também é mencionada na Bíblia é o Deus Dagon que é tido como Pai de Baal.clip_image004_thumb - Copia                    Sacerdotes de Dagon vestidos de peixes num templo sagrado assírio.  Estes chamados dos sete sábios “; Eles usavam vestes de peixe, e baldes de água transportada e spriniders com o propósito de purificação ritual.
Dagon foi a principal divindade dos filisteus, cujos ancestrais migraram para terras palestinas de Creta. Ele era o deus da fertilidade e da colheita.  Além de seu papel na religião dos filisteus, Dagon era adorado na maioria geral da sociedade dos povos cananeus. Sabe-se, no entanto, que os cananeus importaram Dagon da Babilônia.
Na Bíblia o Falso  Deus Dagon é citado é mencionado várias vezes na escritura em Juízes 16:23, 1 Samuel 5: 2-7 e 1 Crônicas 1:10. e  em 1 Samuel 4:1-11 na icônica passagem onde a arca da aliança foi colocada debaixo da estatua de Dagon.
Quando Israel combateu os filisteus em Ebenezer, e foi derrotado. Então trouxeram a arca de Siló para ver se os vencia, mas foram derrotados de novo, e os filisteus levaram a arca.
1Sm5- Os filisteus levaram a arca de Ebenezer para Azot, e a colocarafall_of_dagon-1-cc3b3piam no templo de Dagon, junto com o ídolo. No dia seguinte encontraram Dagon no chão em frente à arca. Puseram-no no seu lugar. No outro dia Dagonestava estendido no chão sem braços e cabeça. O Senhor castigou os habitantes de Azot com hemorroidas. Levaram a arca para Get, e o Senhor castigou seus habitantes com tumores e hemorroidas. Levaram-na para Ascaron, e o Senhor a castigou, e o povo pediu para devolver a arca.
1Sm6- Resolveram devolver a arca, e ofertaram 5 esculturas de ouro, de tumores, hemorroidas e ratos que infestavam suas cidades. Fizeram um carro novo puxados por duas vacas novas, e enviaram a arca e as ofertas para Bet Sames.

REPRESENTAÇÕES ARTÍSTICA E RELATOS HISTÓRICOS E POEMAS SOBRE OS GIGANTES ESTÃO POR TODA A PARTE NA LITERATURA EXTRA-BÍBLICA
o-e28098livro-de-gigantes_-2 - Copia (2)
  • Rei acádio o Gigante Naram Sin- Comemorando sua vitória sobre Luluby de Zagros.
an-anu - Copia
♦ Arte Assíria que retrata um  Rei  Anunnaki Gigante

Screenshot_51

  • Parte da Realeza de Gigantes os chamados Anunnaki retratado em um mural que descreve sua vitoria sobre os inimigos que foram escravizados
600-Gilgamesh-1 - Copia
  • Relevo Mesopotâmico de um Anunnaki Gigante descrito na Epopeia de Gilgamesh escravizando e oprimindo os humanos.
BattleofIssus333BC-mosaic-detail1 - Copia
  • Registros históricos dizem que Alexandre magno quando invadiu perseopolis e tomou o seu trono seus pés ficaram balançando ao ar como os de uma criança
OUTROS  POEMAS DA MITOLOGIA SUMÉRIA COMO ATRAHASIS TAMBÉM FAZ MENÇÃO AO DILUVIO E AOS GIGANTES

O ÉPICO DE ATRAHASIS E O DILÚVIO

-10. “Eu farei perecer a minha humanidade, por Nintur, vou parar a aniquilação das minhas criaturas, e eu retornarei o povo para suas terras de habitação. Deixe-os construir muitas cidades para que eu possa refrescar-me em suas sombras
Depois que a realeza havia descido do céu, depois de a teara sublime e o trono da realeza terem descido do Céu;
Todas as tempestades e vendavais atacaram juntos
vendaval - Copia, e o dilúvi o varreu a (…) Depois do dilúvio ter caído sobre a terra, e o grande barco ter sido sacudido pelos vendavais sobre as águas imensas, sete dias e sete noites, Utu, o deus sol saiu, iluminando o céu e a terra. Zi-sura-ud fez uma  abertura no enorme barco e o herói Utu entrou no enorme barco com seus raios. Zi-sura-ud, o rei, prostrou-se diante de Utu. O rei ofereceu em sacrifício inúmeros bois e ovelhas.
” A que altura está o Barco do Céu neste momento?” “Ele neste momento já alcançou a sagrada (…)” “Vá agora! Os cinquenta gigantes de Eridug estão tirando dela o barco do Céu!”
Sem Título-10-
“O que meu pai lhe disse? Que são estas ordens que não podem ser desobedecidas?” “Meu mestre falou para mim, Enki disse-me:”Inana poderá viajar para Unug,
mas você deverá tirar dela o Barco do Céu e trazê-lo para mim em Eridug”.
” Imediatamente, quando as palavras ainda estavam na boca de Inana, os cinquenta gigantes apropriaram-se do barco dos Céus. Sagrada Inana dirigiu a palavra a Ninšubur seu ministro: “Vem, meu bom ministro E-ana, Meu emissário de palavras de confiança, a água nunca tocará sua mão, a água nunca tocará seus pés!!”~ Os Anunnaki – é o seu exaltado deus;
Fontes:
OS GIGANTES DE ENOQUE

OS GIGANTES DE ENOQUE: PARTE 03


Enoque outro icônico personagem  a mencionar os Gigantes, na Bíblia existe apenas um rápido relato sobre Enoque em Gênesis 5:22 –24  quando diz: “E andou Enoque com Deus, depois que gerou a Matusalém, trezentos anos, e gerou filhos e filhas. E foram todos os dias de Enoque trezentos e sessenta e cinco anos. E andou Enoque com Deus; e não apareceu mais, porquanto Deus para si o tomou.”
Há dois aspectos extraordinários no relato de Enoque, nesses versículos, que não foram enfocados em outras gerações: as indicações do texto de que ele “andou com Deus” e o fato que, supostamente, ele não teria morrido, pois “Deus para si o tomou”.  (estudos rabínicos mais aprofundados) de sábios judeus ao longo de séculos. Onde muitos deles se incomodaram muito pelo fato que Enoque “só” vivera 365 anos, uma curta duração de vida para sua época, onde a media de vida era de 900 anos de acordo com o livro de Gênesis.
Até é conhecido um livro escrito e atribuído como sendo de autoria de Enoque, mais que é considerado Apócrifo e não foi adicionado a Bíblia, mesmo tendo referencias claras no novo testamento ao Livro de Enoque em Hebreus e Judas.
  • Pela fé Enoque foi trasladado para não ver a morte, e não foi achado, porque Deus o trasladara; visto como antes da sua trasladação alcançou testemunho de que agradara a Deus.Hebreus 11:5
  • E destes profetizou também Enoque, o sétimo depois de Adão, dizendo: Eis que é vindo o Senhor com milhares de seus santos;
    Judas 1:14-16
 Se na Bíblia temos apenas palavras sugestiva que necessita de maiores interpretações para se definir  a origem dos Nefilins Gigantes, com relação ao livro de Enoque já não há essa necessidade porque é deixado uma descrição clara e direta:

LIVRO DE ENOQUE

1E aconteceu depois que os filhos dos homens se
multiplicaram naqueles dias, nasceram-lhe filhas, elegantes e
belas.
2E quando os anjos, (3) os filhos dos céus, viram-nas,
enamoraram-se delas, dizendo uns para os outros: Vinde,
selecionemos para nós mesmos esposas da progênie dos
homens, e geremos filhos.
anjo com mulher - Copia (2)
10Então eles tomaram esposas, cada um escolhendo por si
mesmo; as quais eles começaram a abordar, e com as quais
eles coabitaram, ensinando-lhes sortilégios, encantamentos,e
a divisão de raízes e árvores.
26a560e01e3f3ca394f33a88961ecce3
11E as mulheres conceberam e geraram gigantes, (7).
12Cuja estatura era de trezentos cúbitos.( 135 metros de altura!!!)
  • Se para alguns a ideia de anjos poderem se materializar e manter relações sexuais com mulheres já parece uma ideia difícil de aceitar, um filho Nefilin semi-Deus de 135 metros altura no melhor estilo João Pé de Feijão, complica as coisas.
Cúbito é uma medida egípcia equivalente ao côvado bíblico. É a distância do cotovelo à ponta do dedo médio. Equivale a aproximadamente 45 centímetros. 300 côvados seria o equivalente, então, a 135 metros de altura!!!
O maior dinossauro que já viveu tinha 25 metros de altura e já era gigantesco, 135 metros, é completamente  absurdo, então qual outra teoria poderia tentar explicar essa contradição?
Fica difícil até de imaginar como um gigante desse tamanho poderia ter morrido no diluvio arca-de-noc3a9
Piadas a parte É interessante Notar também que 300 cúbitos que é o mesmo tamanho da arca de Noé 300 Côvados onde Côvados e Cúbitos são  equivalentes  a mesma  medida.
 Genesis 6:15 – E desta maneira a farás: De trezentos côvados o comprimento da arca, e de cinqüenta côvados a sua largura, e de trinta côvados a sua altura. 
Pode ter acontecido um erro dos copistas antigos que se confundiram colocando o tamanho dos Gigantes igual ao Tamanho da arca de Noé;
Outras teorias que possa tentar explicar é que foi um erro de tradução ou o tamanho do Covado era diferente para o tempo da bíblia, ou poderia até ter sido mudado de proposito com a intenção de diminuir a credibilidade do livro de Enoque porque a igreja católica primitiva não era nem um pouco fã da ideia de Anjos Caídos poderem se materializar na forma Carnal e manter relações com Mulheres gerando filhos, mais é claro que estou apenas lançando suposições não estou afirmando nada, enquanto não se consiga uma resposta definitiva  para esse erro é até bom que o Livro de Enoque continue como Apócrifo, mais não que seja algo que faça desmerecer o Livro de Enoque por completo, pois se não tivesse validade nenhuma não seria mencionado no Novo testamento em Hebreus e Judas.

CONTINUANDO…

Estes (os Gigantes) devoravam tudo o que o labor dos homens Nefilin Canibal - Copia
produzia e tornou-se impossível alimentá-los;
13Então eles voltaram-se contra os homens, a fim de devorá-los (Nefilin Canibal);
14E começaram a ferir pássaros, animais, répteis e peixes,
para comer sua carne, um depois do outro, (8) e para beber
seu sangue.
(8) Sua carne, um depois do outro. Ou, “de uma outra carne”.
15Então a terra reprovou os injustos.
1Além disso, Azazyel ( nome de demônio) ensinou os homens a fazerem espadas,
facas, escudos, armaduras e peitorais,
Enoque
a fabricação de espelhos e a manufatura de braceletes e ornamentos,
o uso de pinturas, o embelezamento das sobrancelhas, o uso de
todo tipo selecionado de pedras valiosas, e toda sorte de
corantes, para que o mundo fosse alterado.
2A impiedade foi aumentada, a fornicação multiplicada; e
eles transgrediram e corromperam todos os seus caminhos.
3Amazarak ensinou todos os sortilégios, e divisores de raízes:
4Armers ensinou a solução de sortilégios;
5Barkayal ensinou os observadores das estrelas, (9)
(9) Observadores das estrelas. Astrólogos.
mandala-astrologia - Copia6Akibeel ensinou sinais;
7Tamiel ensinou astronomia;
8E Asaradel ensinou o movimento da lua,
Azazyel , Amazarak, Armers, etc; todos eles nome de demônios
1Então Miguel (Jesus) e Gabriel, Radael, Suryal, e Uriel, (outros anjos)
olharam abaixo desde os céus, e viram a quantidade de sangue que
era derramada na terra, e toda a iniqüidade que era praticada
sobre ela, e disseram um ao outro; Esta é a voz de seus
clamores;
2A terra desprovida de seus filhos tem clamado, mesmo até
os portões do céu.
3E agora a ti, ó Santo dos céus, as almas dos homens
queixam-se, dizendo: Obtém justiça para conosco com o
Altíssimo (10). Então eles disseram ao seu Senhor, o Rei: Tu
és Senhor dos senhores, Deus dos deuses, Rei dos reis. O
trono de Tua glória é para sempre e sempre, e para sempre
seja Teu nome santificado e glorificado.
5Tu viste o que Azazyel tem feito, como ele tem ensinado
toda espécie de iniqüidade sobre a terra, e tem aberto ao
mundo todas as coisas secretas que são feitas nos céus.
6Samyaza também tem ensinado sortilégios, para quem Tu
deste autoridade sobre aqueles que estão associados
Contigo. Eles tem ido juntos às filhas dos homens, têm-se
deitado com elas; têm-se contaminado;
7E têm descoberto crimes a elas. (11)
444444444444444 - Copia
8As mulheres igualmente têm gerado gigantes.
9Assim toda a terra tem se enchido de sangue e iniqüidade.
10E agora, vês que as almas daqueles que estão mortos
clamam.
11E queixam-se até ao portão do céu.
12Seus gemidos sobem; nem podem eles escapar da injustiça
que é cometida na terra.
Pur_19_avari-580x210 - Copia - Copia (2)
Tu conheces todas as coisas, antes
de elas existirem.
13Tu conheces estas coisas, e o que tem sido feito por eles; já
Tu não falas a nós.
14O que, por conta destas coisas, devemos fazer contra eles?
Sem Título-1222222222 - Copia
3Dizendo: Diz a eles em Meu nome: Esconde-te.
4Então explicou-lhe a consumação que está preste a
acontecer; pois toda a terra perecerá; as águas do dilúvio
virão sobre toda a terra, e todas os que estão nela serão
destruídos.
5E agora, ensina-o como ele pode escapar, e como sua
semente pode permanecer em toda a terra.
6Novamente o Senhor disse a Rafael: Amarra a Azazyel (um dos Demônios),
mãos e pés; lança-o na escuridão( o abismo que é o nome da prisão dos demônios);
e abrindo o deserto que está em Dudael, lança-o nele.
7Arremessa sobre ele pedras agudas, cobrindo-o com
escuridão;
38542f6fd91ea832ee060099abd04cb1
8Lá ele permanecerá para sempre; cobre sua face, para que
ele não possa ver a luz.
9E no grande dia do julgamento lança-o ao fogo.
10Restaura a terra, a qual os anjos corromperam; e anuncia
vida a ela, para que Eu possa recebê-la.
Essa passagem também é citado em Judas 1: 6
  • E aos anjos que não guardaram o seu principado, mas deixaram a sua própria habitação, reservou na escuridão e em prisões eternas até ao juízo daquele grande dia;
12Toda a a terra tem se corrompido pelos efeitos dos
ensinamentos de Azazyel. A ele, portanto, se atribui todo
crime.
13A Gabriel também o Senhor disse: Vai aos bastardos, (13)
aos réprobos, aos filhos da fornicação; e destrói os filhos da
fornicação, a descendência das Sentinelas ( os Gigantes Nefilins)
de entre os homens; traga-os e excita-os uns contra os outros. Faça-os
perecer por mútua matança; pois o prolongamento de dias
não será deles.
27A terra será limpa de toda corrupção, de toda punição e de
todo sofrimento; Eu não enviarei novamente dilúvio sobre
ela, de geração em geração para sempre.
  •  Aqui temos outra aparente contradição, pois como já foi dito Anteriormente nesse link  → NEFILINS OS GIGANTES DA BÍBLIA a maioria dos Relatos sobre os Gigantes na Bíblia é narrado numa época posterior ao diluvio,  existe apenas Um relato antes do Diluvio e 24 depois do diluvio; oque indicaria que os Anjos Demoníacos  continuaram a se encontrar com mulheres num período posterior ao Diluvio; mais se nessa passagem de Enoque que também é corroborada por Judas; diz que os Anjos Rebeldes foram condenados e lançados no Abismo uma prisão eterna a espera do dia do Armagedom para serem lançados no Fogo ( Fogo simboliza a Destruição), como poderiam haver gigantes Depois do Diluvio?
  • Outra possível explicação poderia ser  de que o Diluvio não teria destruído todos os Nefilins Gigantes e parte deles sobreviveram ao Diluvio, mais isso não se sustenta porque a Bíblia deixa claro quando diz:  ´´pois toda a terra perecerá; as águas do dilúvio virão sobre toda a terra, e todos os que estão nela serão destruídos.
  • Resta-nos a explicação de que Anjos Demoníacos que naquele tempo poderiam retornar ao reino celestial; Os demônios  que não foram condenados a prisão do Abismo continuaram a Gerar filhos mesmo sabendo de que tipo de julgamento terrível os outro demônios foram condenados; Sendo que não foram condenados ao Abismo Eterno dessa vez  porque a Geração dos Nefilins na geração Após o  Diluvio não foram tão Maus quanto nos tempos de Noé, os Demônios teriam implantado Nefilins menos Cruéis temendo serem punidos por Deus ( oque indicaria que os Demônios que receberam a condenação extrema do Abismo, foram punidos não simplesmente por terem se relacionaram com mulheres,  mais por ter gerado uma Descendência de Nefilins extremamente Maus sobre a terra que Matavam e praticavam todo tipo de crimes); e na época posterior ao Diluvio os Demônios que voltaram a gerar a descendência dos Nefilins provavelmente foram condenados a punições menores.

CONTINUANDO…

5Então o Senhor disse-me: Enoque, escriba da retidão, vai e
dize às Sentinelas dos céus, os quais desertaram o alto céu e
seu santo e eterno estado, os quais foram contaminados com
mulheres.
111111111111111111111111111111111
Então Enoque, passando ali, disse a Azazyel: Tu não obterás
paz. Uma grande sentença há contra ti. Ele te amarrará;
2Socorro, misericórdia e súplica não estarão contigo por
causa da opressão que tens ensinado;
3E por causa de todo ato de blasfêmia, tirania e pecado que
tens descoberto aos filhos dos homens.
4Então partindo dele, falei a eles todos juntos;
5E eles todos ficaram apavorados, e tremeram;
6Abençoando-me por escrever por eles um memorial de
súplica, para que eles pudessem obter perdão; e que eu
fizesse um memorial de suas orações ascendendo diante do
Deus do céu; porque eles, por si mesmos, desde então não
15 podiam dirigir-se a Ele, nem levantar seus olhos aos céus por
causa da infame ofensa com a qual eles foram julgados.
1Então Uriel disse: Eis aqui os anjos que coabitaram com
mulheres, escolheram seus líderes;
2E sendo numerosos em aparência ou , “assumindo muitas formas
(30) profanaram os homens e fizeram com que errassem; assim eles
sacrificaram aos demônios como aos deuses. Pois no grande dia haverá
um julgamento, no qual eles serão julgados,
até que sejam consumidos; e suas
esposas também serão julgadas, as quais levaram
desencaminhadamente os anjos do céu para que as
saudassem.
DOWLOAD PDF LIVRO COMPLETO
706798 - Copia

O ARREBATAMENTO DE ENOQUE E A CONDENAÇÃO DOS NEFILINS: PARTE 04


O LIVRO DOS GIGANTES O MANUSCRITO DO MAR MORTO


A Bíblia faz várias referências aos Nefilins e a maioria delas pode ser encontrada no livro de Gênesis. Outras  informações  a estes gigantes também estão  no livro apócrifo de Enoque. Este personagem Bíblico o sétimo depois de Adão e o bisavô de Noé.
Enoch é um personagem intrigante, para dizer o mínimo. O livro de Gênesis nos diz que ele viveu na Terra por 365 anos, antes de ser levado por Deus; “Ele andou com Deus; e ele não era mais da terra; porque Deus o levou “.
Durante o tempo de Enoque os Anjos Desertores , Tentaram contaminar a Descendência de Adão, Implantando sobre a terra uma ímpia descendência a semente do Mal uma Raça de Gigantes  possuidores de mentes perversas e comportamento agressivo superiores em tamanho e força descomunal que  oprimiria os homens e estavam dizimando a descendência de Adão por completo , algo que tornaria impossível a vinda do Messias Jesus o único que poderia libertar os homens do pecado herdado do pecado de Adão.
♦ 1Então Miguel (Jesus) e Gabriel, Radael, Suryal, e Uriel, olharam
abaixo desde os céus, e viram a quantidade de sangue que
era derramada na terra, e toda a iniqüidade que era praticada
sobre ela, e disseram um ao outro; Esta é a voz de seus
clamores;
6Novamente o Senhor disse a Rafael: Amarra a Azazyel, mãos
e pés; lança-o na escuridão; e
abrindo o deserto que está em Dudael, lança-o nele.
7Arremessa sobre ele pedras agudas, cobrindo-o com
escuridão;
10Restaura a terra, a qual os anjos corromperam; e anuncia
vida a ela, para que Eu possa recebê-la.
para que Eu possa recebê-la, para que Jesus pudesse vir até a terra como o Messias prometido e para desfazer as obras do diabo, para obtermos perdão dos pecados e tirar o pecado do mundo para aqueles que obtivessem fé na palavra,  Pois obviamente se a terra tivesse contaminada com a descendência dos Nefilins Jesus jamais poderia ter vindo ao mundo
A mais nova evidencia A favor da ideia de que Anjos Caídos Desertores se relacionaram os mulheres humanas gerando filhos Gigantes vem do livro dos gigantes encontrados nas grutas de Qumran, que faz parte dos novos achados  domanuscritos do Mar Morto.
w640 - Copia
Os Manuscritos do Mar Morto é uma coleção de centenas de textos e fragmentos de texto encontrados em cavernas de Qumran, no Mar Morto, no fim da década de 1940 e durante a década de 1950.
Porções de toda a Bíblia Hebraica foram encontradas, exceto do Livro de Ester e do Livro de Neemias.[1] Os manuscritos incluem também Livros apócrifos e livros novos que ainda não se conheciam como ao que foi Chamado Livro dos Gigantes.
Os Manuscritos do Mar Morto são de longe a versão mais antiga do texto bíblico, datando de mil anos antes do que o texto original da Bíblia Hebraica, usado por todas religiões cristãs  atualmente.[1] Estão guardados no Santuário do Livro do Museu de Israel, em Jerusalém.
 –

LIVRO DOS GIGANTES

Embora incompleto, os fragmentos contam uma historia complementar ao relato de Enoque: Os nefilins e os Anjos Desertores se tornam cientes de que, como resultado de suas formas violentas e desviantes, eles enfrentariam a iminente condenação de Deus, e isso acabou assustando eles tanto que pediram a Enoch para que intercedessem perante  Deus num pedido de suplica.
O texto começa detalhando como os Nefilins vinham atormentado a Terra e tudo o que vivia nela. Mas, uma vez que todos eles começaram a receber sonhos proféticos da desgraça, o medo se infiltrou em seus corações. O primeiro a ter esses sonhos era Mahway, filho Titan do anjo Barakel..
Após, o resto do grupo de gigantes começou a ter sonhos apocalípticos:
“Logo após, dois deles tiveram sonhos e o sono de seus olhos os escapou, e eles acordaram… …, e disseram numa assembleia de monstros… No meu sonho eu estava vigiando nesta mesma noite [e havia um jardim…] jardins e eles estavam regando […duzentas árvores e] grandes brotos saíram de suas raízes […] toda a água, e o fogo queimou todo [o jardim…]  Eles encontraram os gigantes para contá-los sobre o sonho…”
Os Nefilins agora perceberam a natureza profética de seus sonhos e procuraram a ajuda de Enoque.  Mais Enoque já tinha desaparecido da face da Terra, assim os nefilins elegeram um de seus membros para ir na jornada cósmica ao seu encontro.
“[Mahway] montou no ar com ventos fortes, e voou com suas mãos, como águias [… ele deixou para trás] o mundo habitado e passou sobre a Desolação, o grande deserto […] e Enoch o viu e o saudou, e Mahway disse a ele […] aqui e lá uma segunda vez para Mahway […] Os gigantes esperam suas palavras, e todos os monstros da Terra.  Se […] foi carregada […] dos dias de […] seu […] e eles seriam adicionados […] saberíamos de seu significado […] duzentas árvores que do céu caíram…”
Infelizmente, partes dos pergaminhos foram danificados, mas a direção geral do texto é óbvia. Um dos nefilins viajou para fora da Terra à procura de Enoque e seus poderes de interpretação de visões.
Que na época, este fato ainda não havia se tornado óbvio para os Nefilins e os Anjos Caídos tanto é que eles debateram o significado do sonho de Mahway, mas não tiveram sucesso ao interpretar os sinais. Logo depois, mais dois gigantes, Ohya e Hahya, os filhos do anjo caído Shemyaza, começam a ter sonhos semelhantes; eles sonhavam com uma árvore desenraizando com exceção de três de suas raízes.
  • Durante o tempo de Enoch na terra, nosso planeta também era habitado por “anjos” que se materializavam na forma carnal e que interagiam livremente com humanos, e tinham relações  com as “filhas do homem” gerando à uma raça de híbridos gigantes e muito fortes, chamados de nefilim.
333333333333333333333
Os gigantes agora perceberam a natureza profética de seus sonhos e procuraram a ajuda de Enoch. Mais Enoch não estava mais na face da Terra, pois Deus havia arrebatado Enoch para o Céu,  de modo que um Anjo que naquela época podia se materializar na forma carnal e vivam na terra, aconselhou a um dos seus membros a empreender uma viagem cósmica, a fim de encontrá-lo.
[MAHWAY] montou no ar como ventos fortes, e viajou ao céu como águia [… Ele deixou para trás] O mundo habitado e passou a ver a grande desolação do grande deserto […] e Enoque viu e saudou-o, e Mahway disse a ele […] todos os gigantes aguardam as suas palavras Enoch”
Infelizmente, partes dos pergaminhos foram danificados, mas a direção geral do texto é óbvia. Os Anjos Desertores que Coabitaram com mulheres gerando filhos que recebeu a condenação por parte de Deus
Um dos Demônios foi atraz  de Enoque para que desvendasse os enigmas dos sonhos proféticos que eles estavam tendo,  viajou para fora da Terra em busca de Enoch e os seus poderes de interpretar visões e sonhos. O texto torna-se muito interessante se substituirmos alguns termos e considerarmos não como um conto alegórico, mas a descrição de um verdadeiro evento cujo significado tornou-se confuso ao longo do tempo.
Se considerarmos voar “com as mãos como águias” para , a ”Desolação e grande deserto” Que provavelmente é a forma como o escritor se referiu  ao Espaço sideral, já que eles não conheciam uma palavra especifica para descrever o Espaço;
ANJO VIAGEM COSMICA. - Copia
Ao encontrar Enoque : e Enoque viu e saudou-o, e Mahway disse a ele […] todos os gigantes aguardam as suas palavras “Enoch envia Mahway de volta de onde ele veio, prometendo-lhe que ele vai falar com Deus em seu nome. Mais para o Nefilins e os Anjos Desertores aos quais a bíblia chama de Demônios, o que veio a seguir não foram boas noticias.
“O escriba Enoch […] uma cópia de um segundo tablete que  [Enoch] escreveu com suas próprias mãos o notável escriba […No nome de Deus o grande] e Santo, para Shemyaza e todos [seus companheiros…]
“Que seja conhecido a vocês que não […] e as coisas que vocês têm feito, e que suas esposas […] elas e seus filhos e as esposas de [seus filhos] por sua licenciosidade na Terra, e tem havido sobre vocês [… e a terra está chorando] e reclamando sobre vocês e as ações de seus filhos […] o mal que vocês têm feito à ela. […] Até que Rafael chegue, contemple, destruição [está vindo um grande dilúvio e ele irá destruir todas as coisas vivas] e tudo que está nos desertos e nos mares.  E o significado da matéria […] sobre vocês pelo mal.  Mas agora, afrouxem as amarras [prendendo-os ao mal…] e rezem”.
[…] Até Raphael chegar, eis que a destruição está chegando, uma grande inundação, e ela vai destruir todos os seres vivos e tudo o que está nos desertos e mares.”
Le_déluge_-_musée_de_beaux_arts_de_Nantes_20091017 (1) - Copia
O Livro de Enoque oferece muitas outras informações complementares a cerca da condenação dos Nefilins e as Sentinelas do Céu  que receberam a condenação, informações complementares aos relatos do manuscritos do Mar Morto no período em que Enoque não se  encontrava na terra pois tinha sido arrebatado para o Céu.
1Antes de todas estas coisas acontecerem, Enoque esteve escondido; e nenhum dos filhos dos homens sabia onde ele estava, onde ele havia estado, e o que havia acontecido.
2Ele esteve totalmente engajado com os santos, e com as Sentinelas em seus dias.
3Eu, Enoque, fui abençoado pelo grande Senhor e Rei da paz.
LIVRO DE ENOQUE:  A MENSAGEM DA CONDENAÇÃO DE DEUS
4E eis que as Sentinelas chamaram-me Enoque, o escriba. 5Então o Senhor disse-me: Enoque, escriba da retidão, vai e dize às Sentinelas dos céus, os quais desertaram o alto céu e seu santo e eterno estado, os quais foram contaminados com mulheres.
6E fizeram como os filhos dos homens fazem, tomando para si esposas, e os quais têm sido grandemente corrompidos na terra;
7Que na terra eles nunca obterão paz e remissão de pecados. Pois eles não se regozijarão em sua descendência; eles verão a matança dos seus bem-amados; lamentarão a destruição dos seus filhos e farão petição para sempre; mas não obterão misericórdia e paz.
1Então Enoque, passando ali, disse a Azazyel: Tu não obterás paz. Uma grande sentença há contra ti. Ele te amarrará;
2Socorro, misericórdia e súplica não estarão contigo por causa da opressão que tens ensinado; 3E por causa de todo ato de blasfêmia, tirania e pecado que tens descoberto aos filhos dos homens.
4Então partindo dele, falei a eles todos juntos; (Aos anjos iniquios e Nefilins)
5E eles todos ficaram apavorados, e tremeram;
ENOQUE CONDENA OS NEFILINS..05 - Copia
6Abençoando-me por escrever por eles um memorial de súplica, para que eles pudessem obter perdão; e que eu fizesse um memorial de suas orações ascendendo diante do Deus do céu; porque eles, por si mesmos, desde então não podiam dirigir-se a Ele, nem levantar seus olhos aos céus por causa da infame ofensa com a qual eles foram julgados.
7Então eu escrevi um memorial de suas orações e súplicas, por seus espíritos, por tudo o que eles haviam feito, e pelo assunto de sua solicitação, para que eles obtivessem remissão e descanso.
8Procedendo nisso, eu continuei sobre as águas de Danbadan, (16) as quais estão
lendo o memorial de suas orações, até que caí adormecido.
(16) Danbadan. Dan in Dan (Knibb, p. 94).
9E eis que um sonho veio a mim, e visões apareceram acima de mim. E caí e vi uma visão de castigos, para que eu pudesse ralatá-la aos filhos dos céus, e reprová-los. Quando eu acordei fui até eles. Todos estavam reunidos chorando em Oubelseyael, que está situada entre o Líbano e Seneser, (17) com suas faces escondidas.
(17) Libanos e Seneser. Líbano e Senir (próximo a Damasco).
10E relatei em sua presença todas as visões que eu havia visto, e meu sonho;
11E comecei a pronunciar estas palavras de retidão, reprovando as Sentinelas do céu.
Capítulo 14
1Este é o livro das palavras de retidão, e de reprovação das Sentinelas, os quais pertencem ao mundo, (18) de acordo com o que Ele, que é santo e grande, ordenou na visão. Eu percebi em meu sonho que eu estava então falando com a língua da carne, e com meu fôlego, que o Poderoso colocou na boca dos homens, para que eles pudessem conversar com Ele.
(18) Os quais pertencem ao mundo. Ou, “os quais (são) da eternidade” (Knibb, p. 95).
2Eu entendi com o coração. Assim como Ele havia criado e dado aos homens o poder de compreender a palavra de entendimento, assim criou, e deu a mim o poder de reprovar os Sentinelas, a geração dos céus. E escrevi sua petição; e na minha visão foi-me mostrado que seu pedido não lhes será atendido enquanto o mundo perdurar.
3O Julgamento passou sobre vós: vosso pedido não vos será atendido.
4De agora em diante, nunca ascendereis ao céu; Ele o disse que na terra Ele vos amarrará, tanto tempo quanto o mundo existir.
Anjos caidos 02 - Copia
5Mas antes destas coisas tu verás a destruição dos vossos bem-amados filhos; não os possuireis, mas eles cairão diante de vós pela espada.
6Nem pedireis por eles, nem por vós mesmos;
7Mas chorareis e suplicareis em silêncio. As palavras do livro que eu escrevi.
(19) Mas chorareis… Eu escrevi. Ou, “Assim também, a despeito de vossas lágrimas e orações, não recebereis nada, de tudo o que está contido nos registros que eu tenho escrito” (Charles, p. 80).
download (1) - Copia
Apos proferir a condenação Enoque é arrebatado
8Uma visão então me apareceu.
9Eis que naquela visão, nuvens e névoa convidaram-me; estrelas agitadas e brilho de relâmpagos impeliram-me e pressionaram-me adiante, enquanto ventos na visão assistiram meu vôo, acelerando meu progresso.
10Eles elevaram-me no alto ao céu. Eu prossegui, até que cheguei próximo dum muro construído com pedras de cristal. Uma chama de fogo vibrante (20) rodeou-o, a qual começou a golpear-me com terror. (20) Chama de fogo vibrante. Literalmente, “uma língua de fogo”.
Elias nos portoes do ceu,, - Copia
11Nesta chama de fogo vibrante eu entrei; 3Uma nuvem então me arrebatou, e o vento elevou-me acima da superfície da terra, colocando-me na extremidade dos céus.
12E aproximei-me de uma espaçosa habitação, também const
ruída com pedras de cristal. Seus muros também, bem como o pavimento, eram
ceu tempestuoso. - Copiaformados com pedras de cristal, e de cristal também era o piso. Seu telhado tinha a aparência de estrelas agitadas e brilhos de relâmpagos; e entre eles haviam querubins de fogo num céu tempestuoso.(21) Uma chama queimava ao redor dos muros; e seu portal queimava com fogo. Quando eu entrei nesta habitação, ela era quente como fogo e frio como o gelo. Nenhum traço de encanto ou de vida havia lá. O terror sobrepujou-me, e um tremor de medo apoderou-se de mim.
(21) Num céu tempestuoso. Literalmente, “e seu céu era água” (Charles, p. 81).
13Violentamente agitado e tremendo, eu caí sobre minha face. Na visão eu olhei.
14E ví que lá havia outra habitação mais espaçosa que a primeira, cada entrada da qual estava aberta diante de mim, elevada no meio da chama vibrante.
15Tão grandemente superou em todos os pontos, em glória, em magnificência, em magnitude, que é impossível descrever-vos o esplendor ou a extensão dela.
16Seus pisos eram de fogo, acima haviam relâmpagos e estrelas agitadas, enquanto o telhado exibia um fogo ardente.
17Eu examinei-a atentamente e vi que ela continha um trono exaltado;
18A aparência do qual era semelhante à da geada, enquanto que sua circunferência assemelhava-se à órbita do sol brilhante; e havia a voz de um querubim.
19Debaixo desse poderoso trono saíam rios de fogo flamejante.
20Olhar para ele foi impossível.
21Alguém grande em glória assentava-se sobre ele,
22Cujo manto era mais brilhante que o sol, e mais branco que a neve.
23Nenhum anjo era capaz de penetrar para olhar a Sua face, o Glorioso e Efulgente; nem podia algum mortal vê-Lo.
Um fogo flamejante rodeava-O. 24Também um fogo de grande extensão continuava a elevar-se diante dele; de modo que nenhum daqueles que estavam ao redor dele eram capazes de aproximar-se dele, entre as miríades de miríades(22) que estavam diante dele. Para Ele santa consulta era desnecessária. Contudo, o Santificado, que estava próximo dele, não apartou-se dele nem de noite nem de dia; nem eram eles tirados de diante dele. Eu também estava tão adiantado, com um véu sobre minha face, e trêmulo.
Então o Senhor com sua própria boca chamou-me, dizendo: Aproxima-se aqui acima, Enoque, à minha santa palavra.
(22) Miríades de miríades. Dez mil vezes dez mil (Knibb, p. 99).
trono de deus--7 ----
25E Ele ergueu-me, fazendo aproximar-me, mesmo até a entrada. Meus olhos estavam dirigidos para o chão.
Capítulo 15
1Então dirigindo-se para mim, Ele falou e disse: Ouve, não se atemorize, justo Enoque, tu escriba da retidão: aproxima-te para cá, e ouve a minha voz. Vai, dize às Sentinelas do céu, a quem te enviei para rogar por eles; tu deves rogar pelos homens, e não os homens por ti.
2Portanto, deves abandonar o sublime e santo céu, o qual permanece para sempre; deitastes com mulheres; vos corrompestes com as filhas dos homens; tomastes para ti esposas; agistes igual aos filhos da terra, e gerastes uma ímpia descendência.
(23) Uma ímpia descendência. Literalmente, “gigantes” (Charles, p. 82; Knibb, p. 101).
3 Sois espirituais, santos, e possuidores de uma vida que é eterna; vos contaminastes com mulheres, procriastes em sangue carnal; cobiçastes o sangue de homens; e fizestes como aqueles que são carne e sangue fazem.
4Estes, contudo, morrem e perecem.
5Portanto, de agora em diante Eu dou-vos esposas, para que possais coabitar com elas; para que filhos nasçam delas; e que isto seja negociado sobre a terra.
6Mas desde o princípio fostes feitos espirituais, possuindo uma vida que é eterna, e não sujeito à morte para sempre.
7Portanto, eu não fiz esposas para vós, porque, sendo espirituais, vossa habitação está no céu, 8Agora, os gigantes que têm nascido de espírito e de carne, serão chamados sobre a terra de maus espíritos, e na terra estará a sua habitação. Maus espíritos procederão de sua carne, porque eles foram criados de cima; dos santos Sentinelas foi seu princípio e a sua primeira fundação. Maus espíritos eles serão sobre a terra, e de espíritos da maldade eles serão chamados. A habitação dos espíritos do céu será no céu, mas sobre a terra estará a habitação dos espíritos terrestriais, os quais são nascidos na terra.(24)
(24) Note as muitas implicações dos versículo 3-8 com respeito à progênie dos maus espíritos. 9Os espíritos dos gigantes serão semelhantes às nuvens, (25) os quais oprimem, corrompem, caem, contendem e confundem sobre a terra.
(25) A palavra grega para “nuvem” aqui, nephelas, pode ocultar a mais antiga leitura, Napheleim (Nephilim).
10Eles causarão lamentação. Nenhuma comida eles comerão; e terão sede; eles se esconderão e não (26) se levantarão contra os filhos dos homens, e contra as mulheres; pois eles virão durante os dias da matança e da destruição.
1E quanto à morte dos gigantes, onde quer que seus espíritos se apartem de seus corpos; que sua carne, que é perecível, esteja sem julgamento.(27) Assim eles perecerão, até o dia da grande consumação do mundo. Uma destruição das Sentinelas e dos ímpios acontecerá.
Dragon-Art-Wallpaper-Themes-HD - Copia
(27) Que sua carne… esteja sem julgamento. Ou, “sua carne será destruída antes do julgamento” (Knibb, p. 102).
2E então às Sentinelas, aos quais enviei-te para rogar por eles, os quais no princípio estavam no céu, 3Dize: No céu tens estado; coisas secretas, entretanto, não têm sido manifestadas a ti; contudo tens conhecido um reprovável mistério.
4E isto tens relatado às mulheres na dureza do vosso coração, e por aquele mistério as mulheres e a humanidade têm multiplicado males sobre a terra.
5Dize a eles: Nunca, portanto, obtereis paz
Capítulo 19
1Então Uriel disse: Eis aqui os anjos que coabitaram com mulheres, escolheram seus líderes; 2E sendo numerosos em aparência (30) profanaram os homens e fizeram com que errassem; assim eles sacrificaram aos demônios como aos deuses. Pois no grande dia haverá um julgamento, no qual eles serão julgados, até que sejam consumidos; e suas esposas também serão julgadas, as quais levaram desencaminhadamente os anjos do céu para que as saudassem.
(30) Sendo numerosos em aparência. Ou, “assumindo muitas formas” (Knibb, p. 106).
3E eu, Enoque, só vi a aparência do fim de todas as coisas. Não tendo visto nenhum homem enquanto via as coisas.
Capítulo 63
1Eu vi outros semblantes naquele lugar secreto. Ouvi a voz de um anjo, dizendo: Estes são os anjos que desceram do céu à terra, revelaram segredos aos filhos dos homens e seduziram os filhos dos homens para cometerem pecado.
O pergaminho do Mar Morto oferece um relato complementar, apos Enoque não se encontrar mais na terra e o próprio Deus proferir as palavras de condenação contras as Sentinelas do Céu e os Nefilins, foi nessa parte em que um dos Anjos que coabitava com mulheres na terra vai atras de Enoque no próprio Céu.
Anjo caido - Copia
[MAHWAY] montou no ar como ventos fortes, e viajou ao céu como águia [… Ele deixou para trás] O mundo habitado e passou a ver a grande desolação do grande deserto […] e Enoque viu e saudou-o, e Mahway disse a ele […] todos os gigantes aguardam as suas palavras Enoch”
Onde Enoch repassa as palavras de desaprovação e condenação
“Que seja conhecido a vocês que não […] e as coisas que vocês têm feito, e que suas esposas […] elas e seus filhos e as esposas de [seus filhos] por sua licenciosidade na Terra, e tem havido sobre vocês [… e a terra está chorando] e reclamando sobre vocês e as ações de seus filhos […] o mal que vocês têm feito à ela. […] Até que Rafael chegue, contemple, destruição [está vindo um grande dilúvio e ele irá destruir todas as coisas vivas] e tudo que está nos desertos e nos mares.  E o significado da matéria […] sobre vocês pelo mal.  Mas agora, afrouxem as amarras [prendendo-os ao mal…] e rezem”.

Fontes:
GIGANTES NAS AMÉRICAS

GIGANTES NAS AMÉRICAS: PARTE 05


Relatos sobre os gigantes são encontrados por toda a parte no mundo antigo sendo a principal deles  na própria Bíblia também podemos encontrar relatos no livro Apócrifo de Enoque, e no mais recente achado dos pergaminhos do Mar Morto encontrados nas  cavernas de Qumran no que ficou chamado o Livro dos Gigantes; outros relatos estão por toda a parte na   Mesopotâmica,  mitologia Suméria, Assíria, Babilônica como a Epopeia de Gilgamesh, Atrahasis, Ziusudra, Épico de Baal, Inanna e enki.
Outros relatos espalhados pelo mundo incluem diversos poemas  vindos da Mitologia Chinesa – (O dilúvio da China)Da Yu no país dos gigantes,  Mitologia Grega – ()Os gigantes Alóidas,  cáucaso, Balor (celta), Hiranyakashipu (hindu), Fafner (nórdico), Polifemo (grego), Adão (islâmico), etc;
Existe  também vastos relatos dos Nativos Americanos  os habitantes das numerosas tribos  indígenas que existiam aqui, época inicial a colonização das Américas que foram contadas aos Europeus.
Na tribo norte Americana dos Pawnee também se encontra relatos sobre o diluvio e os Gigantes 
PawneeChiefs (2)
Uma representação de um índio gigante norte-americano, baseada nas lendas nativas americanas. Os nativos americanos acreditavam que os primeiros povos a habitarem a Terra eram uma raça de índios gigantes. Estes gigantes não respeitaram o Grande Espírito, cometendo crimes contra o homem e a natureza, de modo que o Grande Espírito enviou um grande dilúvio para destruí-los.renders-pawnee
Uma tribo de índios norte-americanos acredita que os primeiros seres humanos na Terra eram uma raça de índios gigantes – tão grande que até mesmo o poderoso búfalo era ofuscado pelo seu tamanho. Um índio gigante poderia levantar um búfalo adulto do chão e jogá-lo por cima do ombro, levando-o para sua tribo sem esforço. Uma pessoa comum em relação a ele era tão pequena que seria simplesmente capaz de pendurá-lo em seu cinto como um caçador de hoje pode fazer com o seu coelho. Estes antepassados ??gigantescos não tinham medo de qualquer poder superior, não tinham noção de uma vida após a morte e não acreditam em Ti-ra wa ‘, O todo-poderoso que vigia o destino do homem. Assim, os gigantes faziam o que queriam sem se importar com as conseqüências. Finalmente, quando os atos perpetrados eles haviam atingido proporções inaceitáveis, Ti-ra wa ‘ resolveu punir os homens gigantes. Ele fez as águas dos rios, lagos e mares a subir até que eles acima do nível da terra. O terreno tornou-se lamacento e os pesados gigantes afundaram-se na lama e se afogaram.
Uma das referências mais enigmáticas de gigantes nas lendas dos nativos americanos foi uma lenda do Tuscarora de um povo gigante chamado de “Ronnongwetowanca”. Essas pessoas tiveram uma vez dominado o Vale do Ohio por algum tempo antes de 1000 aC, governando sobre o que foi descrito pelos contadores de histórias nativos americanos como “uma habitação considerável”. Como explica Hamilton,
”David Cusick, um Tuscarora nativo, escreveu em 1825 que, entre as lendas do povo do antigo, havia uma poderosa tribo chamada Ronnongwetowanca. Eles eram gigantes, e tinha uma “habitação considerável.” Ele diz que quando o Grande Espírito criou o povo, alguns deles tornaram-se gigantes. Os gigantes tinham um modo de ataque”surpresa” , esperando até que sua vítima não estivessem atentas. Depois de um tempo suportando as afrontas destes gigantes, diz-se que as pessoas se uniram forças, e através de um ataque final de cerca de 800 guerreiros, com sucesso aniquilaram os abomináveis Ronnongwetowanca. Depois disso, foi dito que não havia mais gigantes em qualquer lugar. Supostamente aconteceu em cerca de 2.500 invernos antes de Colombo descobrir a América, ou seja, cerca de 1000 aC – O tempo que os Adena parecem ter chegado no Vale de Ohio”.
os Gigantes Ruivos das Américas
Outro antigo conto de gigantes que viveram nas Américas podem ser encontrados nas tradições dos Chippewa (Minnesota), Sandusky e Tawa tribos (ambos de Ohio). Essas tradições falam de uma raça de gigantes de barba negra que primeiro conquistaram e governaram a América do Norte, e que foram conquistados por outra raça de gigantes de barba ruiva:
Barbas são encontrados somente na Europa, Oriente Médio, e alguns povos Africanos, mas raramente nos povos asiáticos, que compõem a maioria do genoma do nativo americano. Apesar disso, os nativos americanos acreditam que não um, mas dois tipos de povos barbudos ocuparam as Américas ao mesmo tempo. Não só eles eram barbudos, mas eles eram gigantes também, dizem que a raça de barba negra que outrora ocupou as Américas havia sido expulsa por uma raça de gigantes de barba ruiva.

HUMANOS GIGANTES DE CABELO VERMELHO

Os primeiros registros oficiais de relatos sobre gigantes na América remonta ainda ao século dos desbravadores europeus (os índios já relatavam sobre isso em suas lendas orais  de forma ancestral nessa época) enquanto precorriam a América em busca de metais preciosos. Os primeiros exploradores que relataram sobre encontros com gigantes no continente  são homens como Fernão de MagalhãesSir Francis Drake, o explorador espanhol, Desoto e o comodoro Bryon, avô do poeta, Lord Bryon. Desses, podemos citar com bastante clareza, uma observação bem documentada por Magalhães em torno de 1520-19.
Портрет_Магеллана_из_галереи_Уффици
Fernão de Magalhães (foto ao lado), o navegador português que a serviço da coroa espanhola, fora o primeiro a cruzar o globo (viagem de circo-navegação) abordo de sua esquadra de 5 navios e 234 homens. Contasse nos relatos da viagem, escritos por Antônio Pigaffeta, escrivão de bordo, que por muitos dias, a esquadra atracou na costa argentina nas regiões conhecidas como Patagônia e Terra do Fogo.
 No dia 19 de Maio de 1519, atracados no porto de San Julián, conta Pigaffeta que Distanciando-se destas ilhas para continuar a rota á 49 graus e 30 min de latitude meridional, foi onde encontraram um porto. E como o inverno se aproximava, julgamos ser aconselhável passar ali aquela má estação.  Transcorreram então, dois meses sem que vissem nenhum habitante do país. Um dia, quando menos esperavam, um homem de figura gigantesca se apresentou…
70537861221183634-t640Estava sobre a areia, quase nu, e cantava e dançava ao mesmo tempo, jogando poeira sobre a cabeça. O Capitão enviou à terra um dos nossos marinheiros, com ordem de fazer os mesmos gestos em sinal de paz e amizade, o que foi muito bem compreendido pelo gigante, que se deixou conduzir a uma pequena ilha, onde o capitão havia descido. Eu me encontrava ali com muitos outros. Deu mostras de grande estranheza ao ver-nos e levantando o dedo queria dizer que acreditava que nós havíamos descido do céu.”  […] “Este homem era tão grande que nossas cabeças chegavam apenas até à cintura. De porte formoso, seu rosto era largo e pintado de vermelho, exceto os olhos, que eram rodeados por um círculo amarelo e dois traços em forma de coração nas bochechas. Seus cabelos , escassos, pareciam branqueados por algum pó“. […] “Seu vestido, ou melhor dito, seu manto, era feito de peles muito bem costuradas, de um animal que abunda no paísParece que sua religião se limita à adoração do diabo. Julgam que quando um deles está morrendo, aparecem dez ou doze demônios cantando e dançando ao seu redor. O demônio que provoca maior alvoroço e que é o chefe maior dos diabos é Setebos. Os demônios pequenos são chamados Chelele […] Nosso capitão chamou a este povo de Patagões (devido ao tamanho de suas patas)”. (2)
Também é descrito por Magalhães que as cores reais dos cabelos do gigante eram vermelhos, e sua voz era estridente “como um touro”. Mas tarde, Magalhães e os navegadores aprenderam como os nativos (de tamanho comum) que os gigantes pertenciam a uma tribo vizinha.
gigantes07_02Notavelmente, os registros de Pigaffeta (desenho ao lado) mostram que Magalhães e seus marinheiros capturaram dois desses gigantes vivos e trouxe a bordo de seu navio com a intenção de levá-lo a Europa, mas infelizmente, ambos os indivíduos ficaram doentes e ambos morreram durante a viagem de volta. E no fim das contas, a viagem de “volta ao mundo” terminara em 1522, mas o intrépido Fernão de Magalhães morrera antes, nas Filipinas, em combate com nativos e tivera seu túmulo no mar. Porém, Pigaffeta, que fora um dos poucos sobreviventes da viagem, sobrevivera para manter esses registros bem a salvo.
Cinquenta e oito anos depois, segundo registros de outros exploradores, os gigantes ainda percorriam San Julián. E ninguém menos que o nobre pirata Francis Drake, teria registrado em suas empreitadas, diversos encontros entre ele e sua população com os homens ruivos gigantes de até 9 pés de altura. Nos anos que se seguiram, diversos navegadores de diversas nacionalidades teriam relatado a suas coroas e superiores os registros dos homens gigantes de cabelos ruivos que circundavam aquela área.
Dois exploradores neerlandêses dos séculos XVI – XVII menos 1590_or_later_Marcus_Gheeraerts,_Sir_Francis_Drake_Buckland_Abbey,_Devon - Copiaconhecidos na historiografia geral, de nome, Jacob Le Maire e Wilhelm Schouten alegaram ter descoberto próximo aquela região um esqueleto humano intacto de nove pés. Cada um deles entrou em descrições minuciosas em seus diários de bordo, dando as mesmas características atestadas nas viagens de navegadores anteriormente. Oque indica que uma raça de homens gigante com principalmente cabelos vermelhos habitaram as Américas durante séculos e são tão nativas quanto os indígenas no sentido de estarem aqui fixadas a incontáveis gerações antes dos europeus.
(Nota) – Trechos extraídos do diário da expedição de Fernão de Magalhães, conhecida como a primeira viagem de circunavegação ao redor do mundo, escrito por Antônio de Pigafetta.
Os índios Payuts ou Payuch Entre suas antigas lendas orais, contasse que a muitíssimo tempo, em uma região onde viviam (atual Nevada), habitou uma tribo de gigantes chamada por eles de, os Si-te-Cah. Diziam que eles se constituíam de homens e mulheres tão altos quanto 12 pés (3,65 m) de altura, tinham cabelos ruivos, pele clara, extremamente fortes e hostis. E justamente eles habitavam a região onde os Paiutes haviam se instalado. Conta-se então, que esse povo de gigantes causava medo e se mantinha imponente  frente as tribos da região, praticavam antropofagia cultivavam um caráter guerreiro e seleto.
gigante luta contra indio - Copia
Uma vez, houve uma guerra entre tribos aliadas contra a tribo dos Si-te-Cah. Em uma emboscada, em meio a um confronto sangrento, os indígenas mataram muitos dos gigantes enquanto o que restara deles fora emboscado em uma caverna. Vitoriosos, os guerreiros índios exigiram que os gigantes deixassem a caverna e lutassem, mas, em desvantagem e feridos, eles se recusaram. Então, fogo foi ateado na caverna, para força-los a sair ou morrerem de vez. Os gigantes refugiados que se lançaram pra fora foram feridos por inúmeras flechas e pereceram, os que ficaram, morreram asfixiados. Caia assim, a tribo dos imponentes gigantes de cabelo ruivo.
Sara Winnemuca Ropkins (1844 – 1891), uma escritora paiute do século XIX, filha de um chefe Paiute (cuja tribo vivia nas margens do lago Humboldt), escrevera em seu livro auto-biográfico intitulado “Vida entre os Paiutes” publicado em 1883, um relaatlantisamerica5 - Copiato  sobre a lenda indígena conhecida por Sara: “Meu povo diz que a tribo exterminada tinha o cabelo avermelhado. Tenho alguns de seus cabelos, que foram passados de pai pra filho. Tenho um vestido que está na minha família a muitos anos, aparado com o cabelo avermelhado. Vou usa-lo algum dia que eu palestrar.
Algumas múmias com cabelo Ruivo tem sido encontradas no nas Américas, algo completamente fora das características raciais indígena das Américas

GIGANTES MAIAS

Em tempos muito antigos, uma tribo de gigantes invadiu a América do Sul ao longo da costa ocidental, na parte do Equador. Segundo a lenda, esses gigantes eram tão maus que tinham sido destruídas pelo fogo do céu.
Lendas dos ´´nativos contam, a partir do que ouviram através de seus antepassados, que muito tempo atrás, vieram pelo mar em jangadas de juncos, à maneira de grandes embarcações, alguns homens que eram tão altos que suas canelas eram tão grandes quanto o comprimento de um homem de tamanho normal, e os membros eram poporcionais aos seus corpos, mas eram disformes, e suas suas cabeças eram grandes, e com cabelos que desciam sobre os ombros. Os olhos eram do tamanho de pequenos pratos . Eles afirmam que não tinham barbas e que alguns estavam vestidos com peles de animais,… Esses homens altos ou gigantes … comiam toda a comida que podiam encontrar na terra, cada um deles consumia o equivalente ao que comia mais de cinqüenta nativos do país, e como as oferendas não eram suficientes para eles, eles matavam muitos peixes no mar por meio de suas redes .”
“Os nativos os desprezavam, por que eles mataram suas mulheres, e aos homens. Os índios não se sentiam fortes o suficiente para matar essas pessoas que tinham vindo para dominar seu país , embora grandes reuniões foram realizadas, mas eles não se atreviam a atacá-los. Depois de alguns anos, os gigantes ainda estavam no país,. ” Cieza, então, escreveu que, segundo o relato transmitido pelos nativos,que um anjo desceu do céu fez cair fogo sobre eles e matou os gigantes.” ( Este ultimo relato é um tanto impreciso não da detalhes sobre a altura desses homens e parece indicar uma invasão dos povos Nórdicos sendo os Vikings Exímios navegadores poderiam muito bem terem chegados nas América muito tempo antes dos espanhóis, ingleses e portugueses, os índios eram de baixa estatura e qualquer Europeu poderia ser considerado por eles como Gigante, mais como ficou narrado também no diário de Bordo de  Fernão de Magalhães,  Jacob Le Maire e Wilhelm Schouten, Pigaffeta ir Francis Drake, o explorador espanhol, Desoto e o comodoro Bryon onde também dissertam ter vistos Gigantes de Cabelo vermelho)
ANJO MATANDO GIGANTE´´ - Copia - Copia
             Demônios se passando por falsos Deuses Exigindo Adoração e Sacrificios
Os  povos adoradores dos Falsos Deuses eram sempre conhecidos por serem capazes de erguer vastos impérios e realizar prodígios da Engenharia que desafiam a compreensão dos Arqueólogos até nos dias de hoje, conhecidos por suas habilidade  para a Guerra e praticas Imorais e chocantes de adoração que envolvia Sacrifícios em massas de Crianças e Adultos para o agrado de suas Divindades que  tinham uma Sede insaciável pelo sangue. E como não poderia deixar de faltar os relatos dos Gigantes conhecidos na Bíblia como os Nefilins.
Assim como tinha acontecido  aos povos antigos da Mesopotâmia,  Sumérios, Assirios Babilônicos, etc; Onde  Anjos  Enganadores os que se tornaram desertores e vieram a ser chamado Satanás o Diabo a Antiga Serpente se passaram por Falsos Deuses e pediam Devoção  Adoração, em troca  deram aos homens  Conhecimentos  Ocultos, deram Gloria e Poder para levantarem Vastos impérios dando conhecimento para fabricação de todo tipos de Armas os preparando para a guerra e o derramamento de sangue sem fim.
Ao que já foi dito no Livro de Enoque :
como eles (demônios) tem ensinado
toda espécie de iniqüidade sobre a terra, e tem aberto ao
mundo todas as coisas secretas que são feitas nos céus.
1Além disso, Azazyel ( nome de demônio) ensinou os homens a fazerem espadas,
facas, escudos, armaduras e peitorais,
6Akibeel ensinou sinais;
5Barkayal ensinou os observadores das estrelas, (9)
(9) Observadores das estrelas. Astrólogos.
3Amazarak ensinou todos os sortilégios, e divisores de raízes:
4Armers ensinou a solução de sortilégios; ( “sortilégio”  ato ou ação de enfeitiçar, encantar, sortilegium, “adivinhação”)
2E sendo numerosos em aparência ou , “assumindo muitas formas  (30) profanaram os homens e fizeram com que errassem; assim eles sacrificaram aos demônios como aos deuses.
Em Isaías 14:12-15  nos dá novas informações sobre o perfil e qual era as intenções das  hordas espirituais Demoníacas que tem desafiado o próprio Deus e enganado todo o mundo:
12 Como você caiu dos céus(demônios), ó estrela da manhã, filho da alvorada! Como foi atirado à terra, você, que derrubava as nações!
13 Você, que dizia no seu coração: Subirei aos céus; erguerei o meu trono acima das estrelas (acima dos Anjos) de Deus; eu me assentarei no monte da assembléia, no ponto mais elevado do monte santo[*].(Governar o reino celestial)
[*] Ou alto do norte. Hebraico: zafon.
14 Subirei mais alto que as mais altas nuvens; serei como o Altíssimo.
15 Mas às profundezas do Sheol você será levado, irá ao fundo do abismo!
( Isaías 14:12-15 )
Os principais  impérios que foram influenciados pela adoração de Falsos Deuses na América anterior a chegada dos Europeus foram os Maias e Astecas 
Foram capazes de realizarem prodígios arquitetônicos sobrenaturais que desafia a compreensão onde as praticas de Adoração que envolviam rituais de Sacrifícios humanos de verdadeiros Genocídios  de Carnificina em Massa que durou seculos.
18837900 - Copia
O povo Maia acreditava que a função do ser humano na terra era venerar os deuses. Sem o homem para realizar os rituais adequados, os deuses morreriam, o que acarretaria o desaparecimento do universo. Por conta disso, na vida cotidiana eles se dedicavam à realização das mais diferentes cerimônias, nas quais, para alimentar e apaziguar os deuses, eram comuns as oferendas, como flores, frutas e alimentos, que chegavam a ser preparados. Sendo o ritual mais importante eram os sacrifícios de animais e de seres humanos. Era pedido dos deuses  aos maias de que precisavam de sangue – a energia vital e considerado sagrada para eles. Todas as cidades possuíam um centro cerimonial onde eram realizados os rituais de adoração aos deuses. Grandes cerimônias públicas, realizadas em todo o império, estavam relacionadas com o calendário – eram festejadas datas como o Ano Novo,  e incluíam os rituais de fertilidade, iniciativos, de adivinhação e curandeirismo, além dos referentes aos ciclos da vida: gravidez, nascimento, infância, puberdade, casamento e morte. Nos rituais de sacrifício, as vítimas eram escravos, inimigos  das cidades vizinhas capturados em guerras ou mulheres virgens.
maxresdefault (5) - Copia
SACRIFÍCIO HUMANO NA CULTURA ASTECA
2653449245_2cec9fe319_o - Copia (2)
Embora fossem uma cultura que realizaram façanhas Arquitetônicas incríveis o preço cobrado pelas divindades por ter oferecido poder e conhecimento para erguerem o seus impérios parece ter sido alto demais:  Sacrificar seres humanos aos deuses, era para os Astecas uma missão, enquanto povo escolhido pelo seu deus Huizilopochtli. Os sacerdotes ficavam com os vencidos para os sacrifícios , o deus era apaziguado. Era tal a obsessão de sacrifício, que para eles as frequentes campanhas bélicas acabaram por não se dirigir à conquista de territórios, mas tornaram-se uma forma de encontro ritualizado, de conflitos cerimoniais, a que se deu o nome de “Guerra Florida”, com a qual era possível obter sempre novas vítimas para os sacrifícios aos deuses. O seu destino final, como acontecia com os prisioneiros mortos no templo, era a glória de acompanhar o Sol no seu caminho celestial. Constantes “Guerras foram instituída no reinado de Moctezuma I, numa luta permanente contra os estados de língua Nahualt de Tlaxcala e Huexotzingo. A finalidade de ambos os lados era simplesmente ganhar cativos para serem sacrificados.
Execução por apedrejamento, processo independente e distinto dos sacrifícios, e Canibalismo ritual registrado Códice Magliabechiano.
A morte em combate ou na pedra sacrificial era o destino mais elevado do guerreiro, e conduzia-o para o mais alto céu. A base do pensamento religioso e da atividade ritual provinha da ideia de que era necessário manter uma relação constante de intercâmbio com o sobrenatural. Oferecendo aos deuses a energia vital necessária para manter a atividade, poder-se-ia continuar a receber dele os dons que permitiam a existência humana, como a luz, o calor, a água, a caça, os produtos da terra, etc.
074a62f28c0218d211c9239a558a162b - Copia
O sacrifício tradicional mais dramático dava-se uma vez por ano, no 5º dia do mês toxcatl, em honra a Tezcatlipoca.
Os prisioneiros eram sacrificados na pedra do sacrificio onde era arrancado o coração da vitima logo em seguida, erguia ao céu em oferenda á divindade. Ao deus Xipe Totec: depois do coração arrancado, este era depositado no cuauxicalli ou “vaso de água”, para ser queimado e servir de alimento aos deuses. A cabeça era separada do corpo, e este esfolado. Os sacerdotes e aqueles que faziam penitência (para homenagear os deuses), vestiam-se com a pele da vitima, que usavam durante 20 dias, ao fim dos quais o que personificava o deus Xipe Totec, o “nosso senhor esfolado”, “deitava um cheiro repulsivo como se fosse um cão morto”. Ao deus Tlaloc: sacrificavam-se crianças no alto das montanhas para trazer chuva no fim da estação seca, para apaziguar o deus; quanto mais elas choravam, mais satisfeito o deus ficava.
protectedimage - Copia
20. 000 mil homens eram imolados a cada ano. O templo de Huitzilopochtli é testemunha disso Hernan Cortez e os seus homens, estimaram em cerca de 140. 000 crânios aonde eram jogados os cadáveres nas valas dos mortos.user38360_pic254496_1261958933 - Copia.
A própria Divindade Quetzalcóatl das culturas mesoamericanas, cultuado especialmente  pelos astecas, Seu nome significa “serpente emplumada” Sendo uma das representações deste deus é um homem branco, barbado e de olhos claros. Esta representação seria uma das justificativas de que os povos indígenas, durante a conquista Espanhola, acreditaram que Hernán Cortez era Quetzalcóatl. Essa é uma das razões pela qual os espanhóis dominaram tão facilmente a América Central.
É sabido que os astecas viam em Cortez e os conquistadores espanhóis a figura dos antigos deuses, em particular de Quetzalcótl, os quais voltavam ao seu império, como tinha sido profetizado. Apareciam muitos sinais antes e durante o desembarque dos estrangeiros. Moctezuma reagiu com espanto, medo, justiça e crueldade a tudo o que se relacionou com o aparecimento desses sinais. Durán comenta no livro, que os astrólogos, feiticeiros, adivinhos, agoureiros e profetas passaram a ter a devida vigilância sobre as estrelas, de noite, e a prognosticar sobre cometas, pressagiando mortes, fome, peste, guerras, mortes de príncipes e grandes senhores.
Apocalypto - Copia
Dois anos Antes da chegada dos Espanhois “Quando o chefe de Texcoco profetizou que estrangeiros governariam o México, Montezuma II jogou pelotas com ele para provar que ele estava errado. Perdeu o jogo por 3 a 2 e deixou o campo amedrontado. Dois anos depois chegaram os espanhóis”,  John Clare eno Livro Astecas,
Outros presságios atormentaram o imperador. Segundo os códices, os astecas tomaram conhecimento da vinda dos europeus anos antes por meio de oito agouros funestos: templos que se incendiaram sozinhos, raios que caíram sobre pirâmides, cometas e inundações, entre outros. Quando soube da chegada da grande mau que flutuava no mar,  As notícias seguintes o afligiram ainda mais. Para agradar os Deuses o imperador realizaria um período da maior carnificina de sacrifícios humanos da historia com milhares de vitimas sendo sacrificadas com o intuito de agradar os Deuses Demoniacos, e tentar evitar que os presságios se concretizassem.
Leutze-Storming-Cropped - Copia
Demônios que se passaram por Falsos Deuses deram aos  homens poderes sobrenaturais para  construirem cidades que são obviamente impossíveis para meros mortais um excelente exemplo disso é o que restou das ruínas de Tiahuanaco e Puma Punku que é conhecido como um dos maiores mistérios do mundo antigo
gate-of-the-sun-tiwanacu-tiahuanaco-la-paz-bolivia-south-america-crd4y0- - Copia
Puma Punku é um tipo de estrutura intrigante que ninguém sabe quando e nem quem construiu,  estão situado na Cordilheira dos Andes a 3500m de altura, com pedras megalíticas de granito, pesando mais de 100 toneladas com 8m de comprimento,  indícios de trabalho ou corte nas pedras com avançada de precisão desconcertante;  Um dos sítios arqueológicos mais intrigantes do planeta.
Lendas dos indígenas locais(Indios Aimaras), dizem que Puma Punku foi construída pelos deuses gigantes em somente uma noite, e um enorme cataclisma e uma tremenda inundação devastou toda a area.
Uma das primeiras crônicas dizem que, plataformas de pedra gigantes foram sendo movidas pelo ar ao som de uma trombeta,basicamente flutuavam no ar.
Após anos de pesquisa, cientistas dizem que as pedras foram retiradas e transportadas de pedreiras a mais de 95 km de distancia.
As ruínas estão espalhadas de tal forma que parece que Puma Punku sofreu uma explosão, que arremessou as pedras para todos os lados.
Alem disso  alguns blocos contem  buracos que atravessa a rocha, trabalhos intricados, outras pedra possuem canaletas fresada em angulo reto e com furos igualmente espaçados e superfície lisa impecável, o que mais se aproxima dos cortes hoje seria por uma serra de diamante.
puma punku ---
Sem Título-2 - Copia
puma punku-- - Copia

OS ASTECAS E ANTIGOS GIGANTES DA MESOAMÉRICA

Não são apenas os seres gigantes mencionados em culturas e civilizações antigas ao redor do mundo, a sua existência é uma parte fundamental do folclore e história. A sua presença e existência é confirmada em textos religiosos, como os outros textos sagrados Bíblia antiga e muitas.  De acordo com o Codex Rios, ou o Vaticano Um códice, a tradução italiana de um antigo manuscrito escrito durante a conquista espanhola, os seres gigantes viveram na Mesoamérica. De acordo com as representações do códice, guerreiros astecas lutou contra seres gigantes.
O Quinametzin Giants, de acordo com Aztec Mythology, povoada este mundo durante a era anterior do Sun Rain.
aztec-giant - Copia
Desenho do Codex Rios consiste em 101 páginas de papel europeu,, é realizada na biblioteca do Vaticano, Roma, dobrou-acordeão e também é também conhecida como Vaticano Codex A, códice Vaticanus A, e Codex Vaticanus 3738
Curiosamente, é dito que os gigantes Quinametzin construiu a antiga cidadela de Teotihuacan (lugar onde os homens se tornam deuses) e da Grande Pirâmide de Cholula. Dez Quinametzin são mencionados na mitologia asteca. Diz-se que quando os conquistadores espanhóis chegaram à América, viram, de carne e sangue verdadeiros gigantes.
Segundo a lenda, e as contas da invasão espanhola no livro “as lanças quebradas” Giants viveu entre os astecas, e um de seus heróis, Tzilacatzin ajudou a combater o espanhol durante uma tentativa de aquisição hostil da antiga cidade de Tenochtitlan.
Tzilacatzin conseguiu defender Tenochtitlan, atirando enormes pedras contra os conquistadores espanhóis, e sua coragem e força pode ser visto no códice florentino.
Screenshot_27
Um video postado no youtube oferece uma excelente evidencia de uma pegada de um gigante
pegada do gigante-. - Copia
Fonte Geral: https://noticiasbiblia.wordpress.com/