DESCUBRA COM ERA A SAÚDE E A MEDICINA NO ANTIGO EGITO


Descubra como era a saúde e a medicina no antigo Egito

Foto: depositphotos

Descubra como era a saúde e a medicina no antigo Egito

Os povos egípcios eram altamente religiosos, por isso que a religiosidade não estava deslocada do conceito de medicina. Entenda melhor esta relação

“No Egito, os homens são mais hábeis na medicina do que qualquer outra espécie humana”. Esta foi uma das máximas ditas por Homero no livro Odisseia, tendo em vista que a medicina egípcia era muito avançada para a época de seu desenvolvimento. Vale ressaltar ainda que esta área de conhecimento estava dividida para os povos do Egito, que trabalhavam com as ideias de magia e empirismo de maneira harmoniosa.

Os métodos médicos do Egito são considerados alguns dos registros mais antigos da história da medicina, que iniciou-se desde os primórdios da civilização egípcia até a invasão persa de 525 a. C.

De acordo com o blog “Egiptologia Portugal”, os egípcios detinham um enorme conhecimento com relação ao corpo humano oriundo dos processos de dissecação.

Medicina egípcia: da magia ao empirismo

Os povos egípcios eram altamente religiosos, por isso que a religiosidade não estava deslocada do conceito de medicina. É tanto que no Antigo Egito muitas das doenças que afetava o povo eram correlacionadas aos deuses e demônios das crenças. Por esta razão, alguns tratamentos eram feitos a base de elementos sobrenaturais, como amuletos, encantamentos etc.
Porém, apesar de acreditarem que as forças superiores tinham relação com as enfermidades que afetavam o povo, os egípcios também entendiam de anatomia. Este conhecimento surgiu de forma empírica, tendo em vista que os médicos aprenderam a realizar o processo de dissecação dos corpos, procedimento este que servia para preservar ainda mais o corpo dos mortos em forma de múmia.

Procedimentos feitos pelos médicos do Egito

Não era apenas a dissecação que os egípcios faziam, mas também realizavam outros procedimentos, como as cirurgias não invasivas consideradas simples hoje em dia, mas complexas naquela época onde não havia tecnologia suficiente. A exemplo destes procedimentos podem ser citados a odontologia e a configuração de ossos. Além desses conhecimentos, os médicos também detinham uma gama de informações sobre farmacopeia e induziam a população a ter uma alimentação mais equilibrada.

A influência da medicina egípcia

Como se trata de um tipo de medicina antiga, mas muito rica em conhecimento, a egípcia se tornou um ponto de referência para as demais culturas que foram surgindo ao longo do tempo. Por exemplo, as medicinas da Grécia e da Roma foram altamente influenciadas pelos processos do Egito, como bem afirmou Hipócrates, o “pai da medicina”, reconhecendo a contribuição dada pelos conceitos da medicina egípcia.

Fonte:https://www.estudopratico.com.br/descubra-como-era-saude-e-medicina-no-antigo-egito/