7 PILARES PARA A EDUCAÇÃO DOS FILHOS


Pais e filhos (Foto: Getty Images)

7 pilares para a educação dos seus filhos

Em livro, especialistas mostram como preparar as crianças para a vida
Como saber do que seu filho realmente precisa? Na obra que tem como nome essa pergunta, o neuropediatra e pediatra da Santa Casa de São Paulo, Clay Brites, e a pedagoga e psicopedagoga clínica e Institucional pela Unifil Londrina, Luciana Brites, falam sobre sete pilares essenciais na educação das crianças. É uma espécie de guia para os pais terem a certeza de que estão preparando os filhos para a vida.

Produzido pela Editora Gente, o livro chegou às livrarias de todo brasil neste mês de março e fala sobre a apreensão cada vez maior dos pais pelas inúmeras mudanças na vida moderna. A obra também mostra qual é a medida certa na educação, estipulando sete pontos fundamentais na criação dos filhos. Confira cada um deles a seguir.
Educar para as frustrações
É importante que a criança desde pequena, aprenda o ‘não’, o ‘agora não pode’, o ‘espera um pouco’, o ‘daqui a pouco vamos fazer’ entre outras situações em que as suas vontades não serão atendidas de prontidão. Isso ajuda muito a melhorar a sua capacidade de autocontrole para não se frustrar e, assim, tornar sua vida melhor.
Educar para as decisões
Uma das coisas mais importantes na vida de um indivíduo é saber decidir que rumo tomar em diversas situações. Ensine a criança desde cedo a ter o seu tempo e seu espaço. Dê a ela a capacidade de tomar pequenas decisões, já que este é um ato que fará parte de toda a sua vida.
Educar para os conflitos
Seria mais fácil educar as crianças para viver em um mundo onde as coisas acontecem exatamente da maneira como queremos, mas isso não é a realidade. Quando encaramos momentos, contextos e até pessoas que fazem com que a gente tenha que lidar com conflitos, é um grande desafio. Então é preciso educar a criança desde cedo para que ela aprenda a transformar uma situação de crise em oportunidade.
Educar para realizar
Ensine o seu filho a dar pequenos passos, a realizar pequenos feitos e conseguir executar de forma autônoma e, em alguns casos, com o auxílio de um adulto, feitos que sejam proporcionais ao seu nível de desenvolvimento.
Educar para aprender
Criar situações dentro do próprio lar é educar para que a criança seja estimulada a desenvolver habilidades próprias, suas capacidades inatas. Isso é um estimulo para que desenvolva os pré-requisitos básicos para que tenha um bom desenvolvimento social e acadêmico no futuro.
Educar para o diálogo
A grande maioria dos problemas que ocorrem dentro dos lares, relacionados às frustrações e situações onde a criança se vê em conflitos eternos, ocorre por falta de diálogo.
A falta de diálogo intensifica os problemas, ‘cronifica’ situações e faz com que a criança se limite a dizer o que pensa. Neste ponto, o diálogo faz todo o trabalho. Ele interconecta as necessidades e faz com que a criança, a médio e a longo prazo, se sinta à vontade para desenvolver outras habilidades. Essa criança também vai crescer correndo menos riscos de desenvolver quadros de ansiedade e de depressão.
Educar para ser feliz
Nada mais é do que a soma de todos os outros pilares, e mais ainda, ensinar a criança a viver com pouco, com o mínimo, e até em situações precárias, onde ela pode tirar dali vários aprendizados. Assim, aprenderá a viver bem não importa onde e com quanto e transformar situações ruins em favoráveis para si mesmo e para aqueles que convivem com ela.
Título: Como saber do que seu filho realmente precisa?
Formato: 16 x 23 cm
Páginas: 160 páginas
Gênero: Desenvolvimento / Autoajuda / Educação
Preço de capa: R$ 29,90
Fonte:https://gq.globo.com/Paternidade/noticia/2018/03/7-pilares-que-devem-estar-presentes-na-educacao-dos-filhos.html