TUDO O QUE VOCÊ PRECISA SABER SOBRE A DIETA AYURVÉDICA

Dieta Ayurvédica é usada há milênios na Índia; entenda

DIETA AYURVÉDICA: ENTENDA COMO ELA FUNCIONA NO ORGANISMO

medicina ayurvedica (Foto: Divulgação)

Originária da Índia, entenda como funciona a dieta ayurvédica no seu corpo


Há milênios a medicina ayurvédica indiana tem existido e comprovado eficiência. Para quem deseja desintoxicar o organismo e perder aqueles quilinhos indesejados de maneira saudável e sem agressões, a Dra. Nisha Manikantan, Diretora do Hospital e Laboratório Sri Sri Ayurveda, explica exatamente os conceitos desta dieta, baseada em uma alimentação de fácil digestão e compatível com seu corpo

"Quando você pensa em dieta, ela deve prover nutrição e também ser assimilada facilmente. Isso significa que a maneira como os produtos são fabricados ou preparados também é importante. Ou seja, quando pensamos em nutrição na Ayurveda, existem duas partes principais: a primeira é a qualidade do alimento que você ingere e a segunda é a habilidade do seu corpo em digerir esse alimento e retirar dele o que é necessário", explica a Dra. Nisha. 
O QUE É A MEDICINA AYURVÉDICA?
"O maior objetivo da dieta ayurvédica é promover felicidade, bem-estar e saúde. Porque seu bem-estar é intimamente conectado com sua dieta. Você é o que você come – esse ditado existe em todas as culturas. Para a Ayurveda, a qualidade do alimento não está limitada às características básicas como carboidratos, proteínas, vitaminas e minerais, mas também considera os seis sabores e potência do alimento. Basicamente os seis sabores são: doce, salgado, ácido, amargo, adstringente e picante. E cada um desses sabores têm um efeito distinto no corpo. O sabor doce, por exemplo, é nutritivo; o sabor amargo é de cura. Cada um dos sabores tem um efeito distinto. E é por isso que a dieta ayurvédica foca em incluir todos os sabores nas refeições diárias -- e  nem todos devem ser ingeridos na mesma quantidade", diz.
"Os outros sabores são necessários em quantidade pequena. Isso faz com que a dieta seja completa. Além disso, algo muito importante é que o quanto mais integral for sua alimentação, melhor será a sua digestão. Se você refina e processa o alimento excessivamente com muitos químicos, como no caso daquilo que chamamos de “junk food”, isso não te fornece qualidades necessárias e pode desencadear diversas doenças."
Portanto, a dieta Ayurveda foca na alimentação natural. Além disso, existem potências específicas, por exemplo: se no verão você consome alimentos com potencial de calor, aquecimento, isso não te fará bem. "No verão você precisa de alimentos que refrescam o corpo, enquanto que no inverno você precisa de alimentos que aquecem e sustentam. A combinação de todos esses fatores é o que chamamos de dieta ayurvédica", diz.  
Cosmetologia ayurvédica (Foto: Divulgação)
QUALQUER PESSOA PODE ADERIR?
"Sim, porque é basicamente a dieta tradicional. É o alimento normal, integral, fresco, orgânico (se possível) feito em casa, na forma dos pratos típicos do seu país. O Brasil é tão rico em frutas e vegetais de todo tipo!  A comida é naturalmente saborosa, mas esquecemos desse sabor porque estamos acostumados com alimentos muito processados e adicionados de produtos químicos, que alteram o sabor e muitas vezes geram dependência de algumas substâncias artificiais. Quando você tem o hábito de ingerir comida muito processada, seu paladar fica condicionado a estes sabores artificiais, gerando necessidade de mais e mais. Você fica preso a eles. Precisamos voltar às nossas origens para perceber que os alimentos integrais são naturalmente saborosos." 
EFICÁCIA COMPROVADA
"Essa dieta é utilizada há milhares de anos tendo sido amplamente testada na prática. Digo isso em especial porque eu trato muitos pacientes com câncer; e vejo os efeitos da alimentação no corpo, gerando doenças crônicas não só como o câncer, mas também doenças auto-imunes. Os fertilizantes e químicos adicionados ao alimento são muito danosos; a esmagadora maioria desses aditivos geram toxinas no corpocontribuindo para a ocorrência do câncer. É por isso que esse aspecto é tão importante. A prevenção é sempre melhor que a cura; e a dieta é a melhor forma de prevenção. Todos esses fatores combinados tornam a dieta ayurvédica muito relevante em nosso momento histórico."
Entendeu? Um exemplo prático: a ingestão em quantidade de alimentos/substâncias que estimulam, geram inquietação e agitação no corpo são os refrigerantes. Se você consome muito, isso pode gerar uma inquietação no seu sistema. Sua mente fica agitada e isso se reflete nas suas ações. Se você se alimenta com comida muito pesada ou com muito queijo, não vegetariana, isso gera muito peso ao corpo, e por aí vaí. 
COSMÉTICOS AYURVÉDICOS
"Os produtos ayurvédicos são produzidos em fábricas apropriadas; utilizamos a sabedoria antiga aliada à tecnologia moderna para converter as ervas em uma forma mais refinada, de forma que possam ser mais acessíveis. Na Sri Sri Ayurveda usamos ervas/plantas genuínas, o que torna os produtos mais eficazes, uma vez que elas são colhidas e selecionadas cuidadosamente -- em cada passo do processo de produção há cuidados para manter as propriedades dessas ervas e plantas ", explica.  "Os regulares têm ingredientes químicos e os ayurvédicos são naturais e saudáveis, não agridem a pele, pois são feitos a partir de extratos de ervas/fitoterápicos e óleos prensados a frio. A qualidade do que você usa na pele é muito importante. O que você não pode comer, não deveria utilizar na pele. Isso porque o que se aplica na pele vai diretamente para a corrente sanguínea, assim como a comida que você ingere diariamente." 
Veja alguns produtos: 
Cosméticos (Foto:  )
1. Gel Antiacne, Sri Sri Ayurveda, R$ 35; 2. Xampú Henna Shilkakai, Sri Sri Ayurveda, R$ 42; 3. Kit Cuidado Diário com pasta dental, sabonete e hidratante, R$ 90, Sri Sri Ayurveda,  www.srisriayurveda.com.br; 4. Creme nutritivo para pele, Himalaya, R$ 70, SAC: maitri@maitri.com.br. 
Fonte:https://revistaquem.globo.com/QUEM-Saude/noticia/2017/10/dieta-ayurvedica-entenda-como-ela-funciona-no-organismo.html
Dieta Ayurvédica é usada há milênios na Índia; entenda
Na ayurveda, a máxima "você é o que come" tem ainda mais força
Na ayurveda, a máxima "você é o que come" tem ainda mais força. A divisão dos alimentos não é feita simplesmente em carboidratos, proteínas, vitaminas e minerais, mas considera os seis sabores (doce, salgado, ácido, amargo, adstringente e picante) e a potência do alimento na composição do prato. "O sabor doce, por exemplo, é nutritivo; o sabor amargo é de cura. Cada um dos sabores tem um efeito distinto. E é por isso que a dieta ayurvédica foca em incluir todos os sabores nas refeições diárias - e nem todos devem ser ingeridos na mesma quantidade", diz.
Os alimentos integrais também devem sempre ser a opção de alimentação. "Se você refina e processa o alimento excessivamente com muitos químicos, como no caso daquilo que chamamos de “junk food”, isso não te fornece qualidades necessárias e pode desencadear diversas doenças", explica a especialista. Dentre as premissas deste estilo alimentar estão o alimento in natura, integral, fresco, orgânico (sempre que possível) e caseiro, sem adição industrializados ou processados. Nisha dá um exemplo de como a alimentação afeta diretamente quem somos: "A ingestão em quantidade de alimentos/substâncias que estimulam, geram inquietação e agitação no corpo são os refrigerantes. Se você consome muito, isso pode gerar uma inquietação no seu sistema. Sua mente fica agitada e isso se reflete nas suas ações", relaciona.
Fonte:https://www.noticiasaominuto.com.br/lifestyle/462994/dieta-ayurvedica-e-usada-ha-milenios-na-india-entenda

saiba mais sobre a alimentação e a filosofia ayurvédica


alimentação ayurvedica
Ayurveda significa “ciência da vida”, e o principal conceito acredita que, tudo no universo, inclusive o nosso corpo, apresente os cinco elementos da natureza que são: Espaço, Ar, Fogo, Água e Terra. Estes elementos, expressam na filosofia Ayurveda os Doshas, que são como ‘humores’ que atuam fisiologicamente e tendem a causar o desequilíbrio e desarmonias do corpo.
Com origem indiana, a dieta ayurvédica consiste na aplicação de alimentos que darão ao seu corpo sabedoria para que consiga atingir o equilíbrio completo. É uma alimentação benéfica, e indicada para todos que buscam melhor qualidade de vida.

a dieta ayurvédica emagrece?

O principal objetivo da dieta ayurvédica não é exatamente a perda de peso. As pessoas que a seguem, acreditam que ela melhora o sistema imunológico, e com isso previne doenças. Mas a perda de peso acaba sendo uma consequência do processo. Por promover a baixa ingestão de carboidratos e gorduras, a dieta ayurvédica contribui para o emagrecimento, mas este resultado pode variar de pessoa para pessoa.
A filosofia Ayurveda acredita na teoria da ‘mente sã, corpo são’, de forma que, o que acontece no seu corpo, tanto físico quanto emocional, reflete no que, e como você come, pensa e no que faz.

o que são doshas?

Dosha quer dizer defeito, e indica o que está em desequilíbrio no nosso corpo, levando a desarmonias psicofísicas. Os Doshas indicam os perfis biológicos de cada pessoa através de três: Vata, Pitta e Kapha. De acordo com a teoria, todas as pessoas possuem as três energias, mas sempre existirá uma ou duas que irá predominar.
Para saber qual de seus Doshas está em desequilíbrio, é necessário fazer um teste específico ou procurar um especialista para te avaliar. É importante saber que seu desequilíbrio pode mudar com o tempo, portanto, um novo teste ou uma nova avaliação de tempos em tempos pode ser necessária.

mas afinal, quais são as características dos doshas?

  • Vata – Frio, leve e seco são as características deste Dosha, e está relacionado aos elementos do ar. Quando esta energia está em desequilíbrio, a pessoa pode se sentir cansada e ansiosa, além de conviver com a insônia. Pode ainda causar constipação e inchaços que causam desconfortos.
  • Pitta – Este Dosha se caracteriza por ser quente, oleoso e leve, e está relacionado aos elementos fogo e água. Esta energia quando está em desequilíbrio, pode causar irritação, e estas pessoas tendem a ser intolerantes. Dificilmente sentem frio e possuem apetite elevado. Pode causar também alguns distúrbios de pele, com presença de acne e pele avermelhada.
  • Kapha – Frio, pesado e oleoso são as características deste Dosha, e está relacionado aos elementos da água e da Terra. Quando essa energia está em desequilíbrio, as pessoas tendem a apresentar comportamento possessivo e, muitas apresentam ganho de peso. Problemas respiratórios e a produção excessiva de muco também são sintomas comuns.

como funciona a dieta ayurvédica?

No geral, a dieta ayurvédica considera frutas, verduras e legumes da estação; leite e derivados; e frango orgânicos como alimentos saudáveis. Os peixes, o azeite de oliva, as nozes e castanhas, os cereais integrais, os temperos e condimentos também são exemplos de alimentos saudáveis.
Já as bebidas estimulantes, açúcar e sal refinados, carnes vermelha, farinha branca, refrigerantes, doces, frituras, gorduras animal, álcool e produtos com aditivos químicos devem ser evitados.
Mas se você souber o seus Doshas, conseguirá evitar os alimentos que prejudicam o equilíbrio do seu corpo de acordo com suas características, e introduzir alimentos que auxiliem na desintoxicação de seu organismo. Com o funcionamento adequado do seu corpo e de órgãos como o fígado e os rins, suas toxinas serão filtradas corretamente levando ao equilíbrio do seu corpo.

dieta para dosha vata

Prioriza os sabores adocicado, ácido e salgado, e evita sabores amargos e adstringentes, mais comuns nos alimentos frios, secos, leves e gelados. É recomendado seguir uma rotina regular com café da manhã, almoço e jantar, e se alimentar em ambientes tranquilos.
Alimentos indicados:
  • Frutas maduras e adocicadas
  • Vegetais cozidos e condimentados
  • Cereais cozidos ou aquecidos (aveia, quinoa, arroz integral e trigo)
  • Lentilha, ervilha, moyashi e tofú
  • Leite e derivados orgânico
  • Frango orgânico, ovos, peixes e frutos do mar
  • Temperos e condimentos
  • Oleaginosas
  • Óleos e azeites moderadamente
  • Chá de ervas ou de especiarias como o gengibre fresco e canela
  • Açúcar mascavo, rapadura, mel, agave, sucralose e estévia
Alimentos que devem ser evitados:
  • Frutas secas
  • Vegetais crus, secos e frios
  • Cereais secos como a granola
  • Feijões e soja
  • Leite em pó e caixinha, uma vez que o leite indicado deve ser orgânico.
  • Carnes vermelhas, de porco e de coelho.
  • Bebida alcoólica, mate, café, refrigerantes, chocolate e chá preto.
  • Doces e açúcar branco, sacarina e aspartame.

dieta para dosha pitta

Os sabores amargos, adocicados e adstringentes são os mais indicados e os ácidos devem ser evitados. Alimentar-se de forma regularmente e de fracionada ao longo do dia é superimportante.
Alimentos indicados:
  • Frutas maduras e adocicadas
  • Vegetais adocicados e amargos (beterraba, aipo, abóbora, espinafre)
  • Cereais (quinoa, aveia, granola, arroz branco e basmati, trigo e cevada)
  • Feijões, soja e tofu
  • Manteiga sem sal, ghee, queijo branco e leite orgânico
  • Peixe de água doce e frango orgânico
  • Condimentos (cominho, coentro, hortelã, salsa, cebolinha, sal de rocha, louro e açafrão)
  • Coco e amêndoas
  • Óleos de girassol e canola, e azeite de oliva.
  • Açúcar mascavo, estévia, agave, sucralose
  • Chás de ervas
Alimentos que devem ser evitados:
  • Frutas ácidas
  • Vegetais como berinjela, tomate e rabanete
  • Milho, centeio, arroz integral, painço e trigo sarraceno.
  • Manteiga com sal, yogurtes e queijos amarelo
  • Carnes vermelhas, ovos, peixe e frutos do mar.
  • Condimentos picantes
  • Oleaginosas
  • Óleos de milho, gergelim e amêndoa
  • Bebidas energéticas e estimulantes
  • Açúcar branco, mel e rapadura

dieta para dosha kapha

O metabolismo destas pessoas costuma ser mais lento que o habitual, e a digestão tende a ser mais fraca e morosa, e por isso evitar alimentos gordurosos e doces é fundamental. Priorize os alimentos mais leves e secos, eles são os mais indicados.
Alimentos indicados:
  • Frutas mais ácidas e cítricas
  • Vegetais
  • Cevada, quinoa, milho, granola, centeio, aveia, arroz basmati, painço e tapioca
  • Feijões, ervilhas, lentilhas e tofu
  • Leite de cabra quentes e condimentado
  • Frango orgânico, ovos e peixe de água doce
  • Temperos e condimentos
  • Óleos de milho, canola e girassol de forma moderada
  • Mel, estévia e sucralose.
  • Chá de ervas e especiarias (chá e café preto e chá verde são permitidos moderadamente
Alimentos que devem ser evitados:
  • Frutas adocicadas
  • Vegetais tubérculos e tomate cru
  • Trigo, arroz integral e branco
  • Soja e moyashi
  • Leite, manteiga e queijos em geral
  • Carnes vermelhas, peixes do mar e frutos do mar
  • Sal refinado
  • Óleo de coco, azeite de oliva, gergelim e soja
  • Bebida alcoólica e bebidas fria no geral
  • Açúcar branco, rapadura e frutose
Fonte:https://www.natue.com.br/natuelife/alimentacao-e-filosofia-ayurvedica.html

TUDO O QUE VOCÊ PRECISA SABER SOBRE A DIETA AYURVÉDICA

À procura de um cardápio prático e que dê resultado? A dieta ayurvédica pode te ajudar no combate a doenças, perder peso, viver melhor...

O Ayurveda, filosofia médica oriental vinda lá da Índia antiga, tem a ver com o deus Brahma, o criador, que revelou esses ensinamentos para promover o bem da humanidade. A palavra significa “ciência da vida”, e tem como principal conceito o de acreditar que tudo no universo, inclusive o corpo humano, apresenta os cinco elementos da natureza.
“Espaço, ar, fogo, água e Terra se expressam na nossa filosofia pelos Doshas, que são como ‘humores’ que atuam na fisiologia e tendem a causar o desequilíbrio, gerando desarmonias do corpo”, explica Aderson Moreira da Rocha, Presidente da Associação Brasileira de Ayurveda e autor do livro "A Tradição do Ayurveda".
A dieta ayurvédica dá ao corpo sabedoria para que você consiga atingir o equilíbrio completo. "A alimentação ayurvédica é benéfica a todos, e indicada para quem busca melhor qualidade de vida", completa o médico.
A nutricionista Paula Fernandes Castilho acrescenta que o principal objetivo da dieta ayurvédica não é a perda de peso, já que as pessoas que a seguem acreditam que ela previne doenças, à medida que melhora o sistema imunológico. "Essa filosofia acredita na antiga teoria ‘mente sã, corpo são’, ou seja, o que acontece no seu corpo, tanto físico quanto emocional, reflete no que você ingere, pensa e faz", conta.

Como funciona?

O uso consciente dos sabores dos alimentos é a regra principal da dieta, que também aposta em reduzir as quantidades de produtos artificiais, corantes e conservantes. Isso tudo será a chave para sincronizar as energias vitais do seu corpo. Paula assegura que a dieta se baseia em alimentos antioxidantes, ricos em fibras e com baixo poder de alergenicidade, trazendo diversos benefícios à saúde. Além da prevenção de doenças, alguns especialistas acreditam que ela também seja capaz de prevenir o envelhecimento precoce.

"A dieta ayurvédica é aquela que utiliza alimentos naturais, sem a química da comida industrializada, da mesma estação e da região que nós vivemos", completa Aderson.
Perder peso acaba vindo como consequência do processo. Ainda segundo Paula, as reações do corpo variam de pessoa para pessoa, mas como a dieta ayurvédica promove a baixa ingestão de carboidratose gorduras, ela também ajuda no emagrecimento.
Ela promove um balanço energético negativo, que se caracteriza pela ingestão de calorias menor que o gasto calórico. "As pessoas devem realizar o café da manhã e o jantar com alimentos mais leves, pois o poder de digestão é menor do que no horário do almoço", declara Paula.

Mas o que é esse tal de Dosha?

"Dosha quer dizer defeito, pois representa aquilo que não está em equilíbrio no nosso corpo, levando a desarmonias psicofísicas", assegura Aderson. Os Doshas são três: Vata, Pitta e Kapha, e indicam os perfis biológicos de cada pessoa. Segundo a teoria, todo mundo possui as três energias, mas sempre existe uma ou duas que predominam.

Como eu faço para saber o meu Dosha?

A melhor dica sempre é marcar uma consulta com um médico especialista em Ayurveda, que fará uma leitura diagnóstica. Entretanto, no site da Associação Brasileira de Ayurveda tem um teste bem completinho para você fazer e determinar quais são os seus Doshas mais aflorados.
Agora que você já sabe qual o seu Dosha, vamos à explicação de cada um:

Vata Dosha

Esse Dosha se caracteriza por ser frio, leve e seco, e é relacionado aos elementos do ar. Quando a energia Vata está em desequilíbrio, a pessoa pode parecer cansada e ansiosa. A dieta Vata deve priorizar os sabores adocicado, ácido e salgado, e deixar de lado os sabores amargos e adstringentes, presentes nos alimentos frios, secos, leves e gelados.
Sunita Passi, terapeuta ayurvédica, confirma: "Indivíduos tendem a conviver com um apetite instável e menor poder de digestão. Para equilibrar isso, recomendamos alimentos que esquentam, consumidos em um ambiente tranquilo e seguidos de uma rotina regular (café da manhã, almoço e jantar)", explica.

O que a sua dieta deveria incluir?

Frutas: maduras e adocicadas são as melhores: banana, cereja, amora, uva, limão, lima, melão, laranja lima, pêssego, abacaxi, ameixa, mamãoabacate e coco.

Vegetais: cozidos com condimentos: aspargo, beterraba, cenoura, pepino, cebola, ervilha, batata doce, abóbora, espinafre, lentilha, azeitona, alho, feijão verde, aipim, inhame, brócolis e couve-flor, algas e bardana.

Cereais: cozidos ou aquecidos: aveia, quinoa, arroz basmati e integral e trigo.

Leguminosas: cozidas com condimentos: lentilhas, ervilhas, feijão moiachi e tofu.

Laticínios: leite orgânico e derivados são bons para Vata: leite de vaca ou de cabra, buttermilk, ghee, queijo minas, coalhada (de preferencia orgânicos).

Alimentos de origem animal: galinha caipira ou frango orgânico, ovos, peixes e frutos do mar, peito de peru.

Condimentos: a maioria dos temperos estão liberados: pimenta, tomilho, cravo, canela, cardamomo, cominho, coentro, alho, gengibre, noz moscada, orégano, hortelã, açafrão, alecrim, cebola, erva doce, manjericão, orégano, salsa, cebolinha e louro.

Oleaginosas: todas estão indicadas, mas com moderação: castanhas, amêndoas, pistache, nozes, gergelim, amendoim e coco.

Óleos: Moderadamente são bons: ghee, gergelim, azeite de oliva e óleo de abacate.

Bebidas: leite de amêndoas, suco natural das frutas sugeridas, leite de soja morno com condimentos, leite de arroz e água de coco.

Chá de ervas: camomila, erva-doce, gengibre fresco, canela, capim limão e hortelã.

Adoçante: açúcar mascavo, rapadura, mel, agave, sucralose e estévia

O que você deveria excluir da dieta:

Frutas: frutas secas, passas, maçã e pera (cruas) e melancia

Vegetais: crus, secos e frios: alface, tomate, brotos, berinjela, batata e saladas.

Cereais: secos, como granola, milho, painço e centeio.

Leguminosas: feijões, soja e azuki.

Latícinios: leite em pó, leite em caixinha, sorvete e iogurte (já que o leite deve ser orgânico).

Alimentos de origem animal: carnes vermelhas, carne de porco e carne de coelho.

Bebidas: evitar estimulantes como álcool, mate, café, refrigerantes, chocolate e chá preto.

Adoçante: evitar doces e produtos com açúcar branco, sacarina e aspartame.

Pitta Dosha

O Pitta é correspondente aos elementos fogo e água. Fora do eixo correto de energia, costuma causar irritação, que pode levar a alguns problemas de pele, como a acne. Esse Dosha é quente, oleoso e leve, e pede sabores amargos, adocicados e adstringentes.
É importante tentar alimentar-se regularmente ao longo do dia. Faça do almoço a sua principal refeição e certifique-se de comer durante os intervalos.

O que a sua dieta deveria incluir?

Frutas: maduras e adocicadas, como cereja, amora, tâmara, uva, laranja lima, passas, pêra, figo, melão, manga, melancia, ameixa, coco, maçã e abacate.

Vegetais: adocicados e amargos: aspargos, beterraba, brócolis, alface, cenoura, couve flor, cogumelos, brotos, batatas, aipo, abóbora, espinafre, pepino, bardana, saladas e azeitona.

Cereais: quinoa, aveia, granola, arroz branco e basmati, trigo e cevada.

Leguminosas: feijões com condimentos, soja e tofu.

Laticínios: ghee, queijo branco, leite orgânico e manteiga sem sal.

Produtos de origem animal: peixe de água doce, frango orgânico e peito de peru.

Condimentos: cominho, coentro, hortelã, salsa, cebolinha, sal de rocha, louro e açafrão.

Oleaginosas: coco e amêndoas moderadamente.

Óleos: ghee, girassol, canola e azeite de oliva.

Bebidas: leite de arroz, leite de aveia e amêndoa, suco de frutas indicadas e leite de soja sem açúcar.

Adoçantes: mel com moderação, açúcar mascavo, estévia, agave e sucralose.

Chás de ervas: camomila, dente-de-leão, hortelã, erva-doce,carqueja e capim-limão

O que você deveria excluir da dieta:

Frutas: as ácidas devem ser evitadas: banana, maçã ácida, morango, limão, laranja, mamão, pêssego e abacaxi.

Vegetais: berinjela, tomate e rabanete.

Cereais: milho, centeio, arroz integral, painço e trigo sarraceno.

Laticínios: manteiga com sal, buttermilk, yogurte e queijo amarelo.

Produtos de origem animal: carnes vermelhas, ovos, peixe e frutos do mar.

Condimentos: pimentas, alho, gengibre, noz moscada, orégano, tomilho, cravo, shoyu e mostarda.

Oleaginosas: evite as oleaginosas ou utilize com muita moderação pois são quentes.

Óleos: milho, gergelim e amêndoa.

Bebidas: evitar bebidas energéticas como café, álcool, chocolate, mate, sucos ácidos, chá preto e verde.

Adoçantes: açúcar branco, mel e rapadura (em excesso).

Kapha Dosha

O Dosha Kapha tem tudo a ver com os elementos dá água e da Terra. Quando essa energia está em desequilíbrio, as pessoas tendem a apresentar comportamento possessivo e, às vezes, o ganho de peso. “O metabolismo delas costuma ser mais lento que o normal, e o poder de digestão é mais fraco”, diz Sunita.
De acordo com Aderson, a dieta para indivíduos Kapha deve ser leve, seca e quente.

O que a sua dieta deveria incluir?

Frutas: maçã, pêra, framboesa, amora, figo, limão, lima, pêssego e morango.

Vegetais: aspargos, beterraba, brócolis, couve flor, alface, berinjela, espinafre, brotos, tomate cozido, cogumelos, cenoura, bardana, rabanete, verduras e saladas.

Cereais: cevada, quinoa, milho, granola, centeio, aveia, arroz basmati, painço e tapioca.

Leguminosas: feijões, ervilhas, lentilhas e tofu.

Laticínios: buttermilk e leite de cabra, sempre quentes e acompanhados de condimentos.

Produtos de origem animal: frango orgânico, ovos, peixe de água doce e peito de peru.

Condimentos: de uma forma geral os condimentos são bons para Kapha.

Oleaginosas: devem ser evitadas.

Óleos: milho, canola e girassol moderadamente.

Bebidas: suco das frutas indicadas, leite de soja morno com condimentos e leite de arroz.

Adoçantes: mel, estévia e sucralose.

Chá de ervas: chá e café preto moderadamente, canela, chapéu de couro, gengibre, neem, cavalinha, cabelo de milho e chá verde moderadamente.

O que você deveria excluir da dieta:

Frutas: evitar frutas adocicadas como banana, melão, laranja, abacaxi, pêssego, figo, manga, melancia, tâmaras, mamão, coco, abacate e uvas.

Vegetais: batatas, abóbora, azeitonas, pepino e tomate cru.

Cereais: trigo, arroz integral e arroz branco.

Leguminosas: soja e feijão moyashi.

Laticínios: leite, manteiga e queijos em geral.

Produtos de origem animal: carnes vermelhas, peixes do mar e frutos do mar.

Condimentos: sal refinado, é melhor utilizar sal marinho.

Óleos: coco, azeite de oliva, gergelim, soja e ghee.

Bebidas: álcool, leite frio, bebidas geladas, refrigerantes, sucos gelados e leite de soja frio.

Adoçantes: açúcar branco, rapadura e frutose.

Fonte:http://www.taofeminino.com.br/dieta/dieta-ayurvedica-s1451344.html


DIETA DESINTOXICANTE: UMA ABORDAGEM HOLÍSTICA


O café da manhã é uma refeição importante, não saia de casa sem fazer uma refeição nutridora: pão integral (milho, aveia, centeio), pasta de soja, tahine (creme de gergelim), granola, geleia natural sem açúcar, frutas ou suco de frutas sem açúcar, chá de ervas (maçã com canela, gengibre, camomila, erva doce, capim limão, hortelã, laranja, casca de abacaxi).
A colação: no meio da manhã, faça um pequeno lanche com uma fruta, castanhas, nozes ou uma barrinha de cereais (evite as barras calóricas com açúcar branco) e chá de ervas.
O almoço é a refeição mais importante do dia: arroz integral, feijões, legumes e verduras, peixes, produtos derivados da soja, uma fruta, suco de frutas sem açúcar ou chá de ervas.
O lanche: uma fruta, barra de cereais, castanhas e nozes, chá de ervas ou suco de frutas
O jantar é a refeição mais leve: sopa de legumes ou legumes cozidos com peixe, creme de ervilhas ou lentilhas. (após as 18:00 evite os carboidratos como massas, pães e bolos)
Adoçantes: açúcar mascavo, mel, rapadura, estévia e sucralose
Utilizar o sal marinho que salga menos que o sal refinado. (evitar excesso de sal)
Afirma-se que devemos tomar café da manhã como um príncipe, almoçar como um rei e jantar como um mendigo, ou seja, a refeição noturna é sempre a mais leve.
Alimentos de uma dieta saudável: produtos orgânicos, azeite de oliva, abacate, castanhas, nozes, água de coco, flax seed oil (óleo de semente de linhaça), uva vermelha, maçã, figo, chicória, brócolis, alcachofra, aspargos, aveia, tomate, couve-de-bruxelas, couve-flor, gergelim, soja e tofu, peixes (salmão, sardinha, atum, truta), cereais integrais, frutas da estação, legumes e verduras orgânicos. Indicamos apenas o leite e derivados orgânicos sem os quimiotóxicos.
Condimentos: alho, cebola, gengibre, açafrão, pimenta do reino, coentro, cominho, hortelã, cardamomo, tomilho, louro, salsa, cebolinha, orégano, alecrim e ghee (moderadamente)
Dentro de uma dieta saudável devemos evitar: cafeína, açúcar branco, sal refinado, carnes vermelhas, farinhas brancas, refrigerantes, doces com açúcar branco, frituras, gorduras de origem animal, álcool, produtos com aditivos químicos, chocolates, patês e margarina.
Por favor evite trocar as principais refeições por sanduiches, procure beber água mineral entre as refeições. Durante a refeição pense que aquele alimento ingerido é muito importante para nosso equilíbrio físico e psicoemocional, por isto busque mais qualidade/moderação do que quantidade na sua dieta e procure alimentar-se com calma mastigando bem os alimentos. Além disto a sabedoria oriental recomenda regularidade no acordar e dormir, atividade física bem orientada, buscar boas companhias e ambientes sáttvicos ( harmoniosos), ler bons livros e desenvolver práticas que promovam equilíbrio como : Tai Chi Chuan, Yoga e Meditação.
Fonte:http://www.ayurveda.com.br/dieta-desintoxicante-uma-abordagem-holistica/
Sabores da ayurvedica

A Dieta Ayurvedica: Como Funciona, Cardápio e Dicas

Todas as novidades sobre emagrecimento e diminuição de gordura corporal são bem vindas, correto? É importante entender o funcionamento das dietas e suas compatibilidades com o corpo que busca. Os corpos reagem de formas diversas e é fundamental que você adeque ao seu metabolismo.
Você deve respeitar a saúde de seu organismo e manter uma alimentação equilibrada para que reduza as chances de contrair qualquer doença. Essa dieta ayurvedica tem origem indiana, e consiste nas aplicações de alimentos e temperos típicos da cultura para uso medicinal e benéfico nada queima de gorduras. Logo, todo tempero é considerado medicamento.

Como funciona a dieta ayurvedica

Seguindo as tendências das características das Doshas, a estratégia é evitar os alimentos que possam prejudicar o equilíbrio do seu corpo de acordo com as características pessoais e introduzir alimentos que auxiliem na desintoxicação de seu organismo. Com o funcionamento correto do fígado e dos rins, as toxinas serão filtradas corretamente e o equilíbrio será conquistado, ficando evidente com a diminuição de medidas.
A dieta ayurvedica reconhece seis grupos de sabores e indica o consumo regular de todos esses grupos durante o dia. Recomenda-se uma sequência para as ingestões de alimentos em suas refeições. Essas prioridades de consumo podem ser seguidas para proporcionar um melhor processo digestivo e uma queima de gorduras mais eficiente, pois os doces sendo consumidos primeiramente serão digeridos e queimados antes dos nutrientes ingeridos em seguida. Os grupos são ordenados a fim de auxiliar no equilíbrio e melhor eficiência na queima dos alimentos ingeridos. A dieta ayurvedica objetiva esse equilíbrio, a seguir você poderá conhecer esses seis grupos:
  • Doces: Mel, açúcar, leite, massas, arroz, entre outros.
  • Ácidos: Limão, vinagre, laranja, entre outros.
  • Salgados: Qualquer alimento salgado.
  • Temperos fortes: Pimentas, gengibre, qualquer tempero quente, típico da culinária indiana.
  • Amargo: Alface, açafrão, folhas verdes, entre outros.
  • Adstringentes: Lentilhas, feijão, romã, etc.
Essa dieta não restringe o consumo de determinados alimentos em seu cardápio, muito pelo contrário, induz ao equilíbrio de todos os grupos, assim, aquele desejo por refeições irresistíveis pode ser menos frequente e seu corpo se manterá equilibrado junto à mente. A dieta ayurvedica evita que você sinta carência de gostos particulares; afirma-se que com a inclusão dos seis sabores, as refeições sejam mais satisfatórias.
O interessante da dieta é que não deve ser seguida por um longo tempo. O cardápio deve ser reprogramado, a dieta deve ser adaptada de acordo com as estações, horário, dia e climas durante o ano. As restrições visam retardar o inchaço, intoxicação e acidificação, que resultam na oxidação de células, então ocasionando o envelhecimento precoce dessas células.
A dieta ayurvedica é também conhecida como uma dieta detox, pois evita inflamações no sistema digestivo e objetiva realmente a desintoxicação de seu corpo. Esse processo auxilia na diminuição de retenção de líquidos, uma das causas dos quilos a mais. Os seis sabores que devem estar presente nas refeições principais são os que já falamos acima: picante (ou forte), doce, amargo, ácido, adstringente e salgado.

Como descubro qual a minha dosha?

Há diversos sites que oferecem questionários e perguntas particulares a fim de traçar um perfil envolvendo suas características físicas e mentais. Existem diversos sites e as perguntas são semelhantes, assim não oferecendo resultados diferentes. Lembre-se que a dieta ayurvedica é baseada no tempo, então idade, experiências, situações de vida que podem influenciar diretamente nos resultados dos questionários.
Atente, pois há sites que traçam suas características de forma generalizada, o que pode ser pouco confiável. Por isso, busque sites com perguntas mais detalhadas que se aproximarão do seu perfil. Podemos citar o holistic site, o qual dispõe de um questionário detalhado e adequado para você identificar qual dosha é predominante.
Holistic site – http://www.holisticonline.com/ayurveda/w_ayurveda-dtest1.htm

Os elementos

É dito que o organismo é formado por três forças nomeadas “Doshas”. Afirma-se que um corpo saudável deve permanecer com essas três forças em equilíbrio, assim reduzindo a probabilidade de doenças. Os equilíbrios entre as forças são identificados pelo seu perfil biológico, ou seja, o seu corpo funciona de forma singular.
Antes de nos aprofundarmos nos fundamentos e resultados da dieta ayurvedica, devemos conhecer quais são esses elementos e suas propriedades. Normalmente, as caraterísticas da pessoa são resultantes da combinação de duas dessas forças, mas sempre há uma predominante. As doshas são identificáveis pelas características físicas e mentais das pessoas. A natureza é responsável pela combinação dessas Doshas, são elas: Vata, Pitta e Kapha, as quais possuem propriedades distintas a fim de nos tornar únicos.
  • Vata
É a Dosha que possui propriedades do “Ar”. As pessoas que possuem predominância dessa força tendem a sofrer com constipação e inchaços que proporcionam desconfortos. Elas possuem baixa imunidade para resfriados durante as estações de temperaturas inferiores, além de terem que conviver com insônia e fadiga. Normalmente essas pessoas são magras, possuem problemas intestinais eventualmente, além de serem fisicamente ativas e terem pele seca, como rachaduras nos pés. Possuem expressão melancólica e habilidade para aprendizado rápido. É indicado que não consumam alimentos amargos. Recomenda-se o consumo de sopas quente ao invés de saladas frias e alimentos crus.
  • Pitta
É a Dosha que possui propriedades do “Fogo”. É a combinação de fogo e água. Essa força em excesso leva a produção de Bile e “ácido”. As pessoas com predominância dessa dosha são fisicamente ativa e podem ser facilmente irritadas. Sua pele é sensível e aparência avermelhada, além de terem grande tendência à produção de acne. Essas pessoas dificilmente sentem frio e possuem apetite elevado.
São pessoas críticas quanto a si e aos demais, não toleram desavenças e são fortemente perfeccionistas. Devem evitar alimentos que aumentem o fogo digestivo, como salgados e temperos fortes. Febre e inflamações podem ser sintomas de desequilíbrio dessa força. Possui característica leve, oleosa e quente. Essas pessoas devem optar pelas refeições frias, como saladas e alimentos crus.
  • Kapha
Essa força é constituída pela junção de propriedades da água e da terra. O seu excesso pode resultar na formação de “muco”. Essas pessoas normalmente são pesadas, volumosas ou até obesas. Não gosta do tempo frio e úmido. É calmo por natureza e pula refeições com facilidade. Eles possuem grande facilidade de memorização, mas seu aprendizado é lento. Geralmente são carinhosos e afetuosos.
É importante evitarem alimentos frios, pesados e úmidos. Os sintomas de desequilíbrio podem ser problemas respiratórios e a produção excessiva de muco. Pessoas com predominância dessa força devem evitar a ingestão de doces e sal, pois possuem processo de digestão lento. Recomenda-se alta ingestão de verduras e legumes levemente cozidos no vapor, alimentos ricos em fibras. Deve-se evitar a ingestão de alimentos “pesados” e oleosos, como creme de leite e frituras.

Os temperos

Os temperos constituem a eficiência da dieta ayurvedica, eles são muito utilizados para diferenciar o modo de preparo das refeições e orientar as escolhas de acordo com as doshas. Eles são muito utilizados na cultura indiana, o que justifica a origem da dieta ayurvedica.
É importante reconhecer o funcionamento de seu organismo, e assim fazer as melhores escolhas para conquistar o seu equilíbrio. Agora poderemos analisar as propriedades de alguns temperos de forma isolada e você poderá fazer escolhas para o equilíbrio de seu corpo e mente, e assim conquistar o corpo que deseja.
  • Cúrcuma
Eficiente contra doenças cardíacas e proporciona efeito anticancerígeno. Age como estimulante cerebral. Auxilia na saúde de seus pulmões.
  • Coentro
Pode ser utilizado em tratamentos de câncer e diabetes. Reduz o nível de colesterol ruim e aumenta o do colesterol bom. Auxilia na eficiência do funcionamento do sistema digestório e possui sabor atraente.
  • Cominho
Eficiente na prevenção de gases e ideal para auxiliar no bom funcionamento do sistema digestório. O sabor é picante e o aroma é atraente. Estudos mostram que o cominho pode estimular as enzimas pancreáticas.

Massala

Os temperos devem ser utilizados para reduzir o volume ingerido. A união de diferentes sabores é chamada de Massala, e deve ser utilizada a fim de ajudar na absorção adequada, para que assim a digestão seja mais eficiente junto à queima de gorduras. É possível notar que a Massala é constituída pela união de diversos temperos que proporcionam um metabolismo mais acelerado. Veja abaixo a receita da Massala.
Ingredientes:
  • 1 colher (sopa) de cominho em pó
  • 1 e 1/2 colher (chá) de semente de coentro em pó
  • 1 e 1/2 colher (chá) de gengibre em pó
  • 1 e 1/2 colher (chá) de pimenta-do-reino moída
  • 1 colher (chá) de canela em pó
  • 1/2 colher (chá) de cravo-da-índia em pó
  • 1/2 colher (chá) de noz-moscada em pó
Modo de Preparo:
  • Leve todos os ingredientes em uma frigideira ao fogo, e misture todos esses ingredientes.
  • Apague o fogo.
  • Busque armazenar o conteúdo em um pequeno recipiente, para que assim possibilite o fácil transporte da combinação para ser acrescentada em refeições fora de casa.

Equilíbrio além da alimentação

A dieta ayurvedica segue conceitos da cultura indiana, e objetivam o equilíbrio de corpo e mente. Os fundamentos da dieta não se restringem à alimentação, eles afirmam que o corpo deve estar sintonizado com uma mente saudável. A dica principal é você unir todos os benefícios a favor da sua saúde. É importante utilizar exercícios físicos, meditações, massagens e diversas manifestações benéficas ao seu corpo. Se você possui uma rotina intensa e sofre com os fatores externos, adote o hábito de meditar e reciclar os pensamentos. A ideia central da dieta é não só manter seu corpo físico saudável, mas sua mente também.

Dicas de cardápio para as refeições

Café da manhã:
  • Mingau de aveia morno, preparado com água, água de rosas e cardamomo.
  • Você pode adicionar uma colher de (chá) de ghee (tipo de manteiga clarificada, ingrediente típico da culinária indiana).
  • Água de coco em temperatura ambiente.
Almoço:
  • Kichadi (receita tradicional indiana) ou arroz integral ou arroz basmati.
  • Verduras e vegetais cozidos ou refogados.
  • Raízes.
  • Leguminosas (lentilha vermelha, feijão azuki, moyashi) – Busque gãos de tamanhos inferiores, para que assim você auxilie em uma digestão mais simples e rápida.
  • De 300 a 500 ml de água.
  • É recomendável repousar apó o almoço. Indica-se pelo menos 15 minutos de descanso em um local agradável, mas não é indicado dormir.
Jantar:
  • Sopa de cenoura, vagem, mandioquinha ou fubá.
  • Refeições ricas em vegetais e legumes. Busque combinar mandioquinha, vagem, cenoura. Opte por sopas de legumes e peixes. Evite consumos altamente calóricos nesse horário.
Revisão Geral pela Dra. Patrícia Leite - (no G+)

Fonte:http://www.mundoboaforma.com.br/dieta-ayurvedica-como-funciona-cardapio-e-dicas/