quarta-feira, 30 de novembro de 2016

MUDANDO O MUNDO ATRAVÉS DA COMPREENSÃO DO UNIVERSO ELÉTRICO



Mudando o mundo através da compreensão do Universo elétrico

30 DE NOV DE 2016


"O teatro cósmico superou a fase newtoniana, e precisamos de uma definição maior para compreender o drama cósmico mais amplo. Em vez de uma visão de corpos isolados transformando engrenagem como em um vácuo, precisamos de uma visão de circuitos elétricos embutidos em um meio condutor cujos componentes dirigem uns aos outros e podem estar em ressonância. Nós deixamos o mundo familiar dos sólidos, líquidos e gasosos. Entramos em um mundo de plasma, onde as regras são diferentes e mais complexas. Nós agora vivemos em um universo elétrico."

 livro “Electric Universe” 
David Talbot e Wallace Thornhill

Pesquisadores da Universidade de Tecnologia de Swinburne e da Universidade de Cambridge em 15 de novembro de 2016 confirmaram que o electromagnetismo em uma galáxia distante tem a mesma força como aqui na Terra.

Link do estudo

Os astrônomos mediram com precisão por um espectrógrafo pelo Telescópio do sul do Observatório Europeu VLT (Very Large) e 3,6m no Chile para fazer as suas observações e estudaram um quasar - um buraco negro supermassivo - com um ambiente extremamente brilhante - localizado atrás da nossa galáxia, concluindo o estudo sobre o poder de uma força fundamental da natureza em uma galáxia vista em 8.000 milhões de anos-luz.    

A luz encontrou o gás em torno das galáxias distantes cerca de 8,5 bilhões de anos atrás, bem antes de que a Terra sequer existisse. A expansão do universo se estende o comprimento de onda da luz que viaja para a Terra, no espectro de cores avermelhadas, mas o padrão distinto de linhas de absorção da galáxia permanece. 

Eletromagnetismo é uma das 4 forças fundamentais da natureza conhecidas até esse momento em que escrevo. O Eletromagnetismo determina quase tudo sobre o nosso mundo cotidiano, como a luz que recebemos do Sol, como vemos a luz, como o som viaja através do ar, o tamanho dos átomos e como eles interagem com a vida na Terra.

Kristian Birkeland (1867-1917)                                   
Foi um dos primeiros cientistas a especular que as Luzes do Norte eram partículas carregadas ejetadas do Sol capturadas pelo campo magnético da Terra, e dirigida para a atmosfera polar. 

Birkeland quis provar sua teoria, onde criou artificialmente uma “aurora” em laboratório – um experimento que foi denominado 'Terella', apesar da chacota dos seus colegas de pesquisa, mas hoje os satélites confirmam que Birkelan estava certo.

Correntes de Birkeland 
Provavelmente Birkelan é maior cientista Norueguês dos últimos tempos e muitas de suas obras ainda são usados como materiais de referência, inclusive as correntes elétricas que fluem a partir do espaço receberam seu nome.

Ele é reconhecido por trazer o Plasma e o Eletromagnetismo para a Cosmologia, apesar de suas teorias cosmológicas são serem tão conhecidas.  Infelizmente, Birkeman faleceu aos 49 anos justamente quando uma comissão indicava seu nome para o Prêmio Nobel.
                   
Hannes Alfven (1908-1995) 
Considerado como o pai da física moderna do Plasma, deu continuidade ao trabalho de Birkeland, o que eventualmente foi vencedor do Prêmio Nobel por suas contribuições inovadoras. 

Suas ideias tornaram-se conhecidas para a comunidade científica em geral através do seu livro inovador, Cosmical Eletrodinâmica, publicado pela Oxford University Press em 1950.

Em 1937 Alfven propos que a nossa Galáxia continha um campo magnético de grande escala e que as partículas carregadas moviam-se em órbitas espiral dentro dela, devido às forças exercidas pelo campo. 



Plasma são correntes elétricas que criam o campo magnético.

Embora muitas das teorias de Alfvén são agora bem conhecidos, como os de Birkeland, as implicações cosmológicas do seu trabalho também continuam a ser plenamente reconhecidas.      

Kristian Birkeland em seu trabalho em cosmologia, e as implicações de seu trabalho neste campo, permanecem em grande parte não reconhecidas.   

Estrelas, galáxias, nebulosas e planetas são todos afetados por correntes elétricas de plasma através do qual se movem.  O termo 'Electric Universe' foi usado antes, mas nunca no sentido amplo, holístico pelo físico australiano, Wal Thornhill, considerado como o fundador deste universo elétrico

                         
A igreja, ainda no tempo de Galileu, era a autoridade máxima sobre os assuntos impactantes para a humanidade. A hierarquia vinda dos deuses foi generosamente apoiada pelos reis e príncipes. A existência dos cardeais dependia da crença de suas declarações importantes e profundas.

Hoje em dia nada mudou. Grupos de cientistas controlam a informação onde toda a autoridade da lei natural passou ser ignorada pela ciência. Em troca de pronunciamentos importantes e profundos sobre a natureza do universo, muitos acadêmicos são suportados com altos salários, instalações caras, viagens, prestígio e segurança em tempo de vida.

Esses também conferem o poder desta instituição para sucessores de sua própria escolha mantendo o conhecimento dentro de grupos seletos. Nada pode ser esclarecido a luz da pesquisa e de fatos. As informações são fragmentadas, contestadas e ridicularizadas pelos meios de comunicação, sem que possamos dar prosseguimento justo ao que é revelado por poucos que se aventuram a expor suas descobertas.


"O padrão de cores nos diz como o eletromagnetismo é forte nesta galáxia, e porque o quasar é um dos mais brilhantes conhecidos, fomos capazes de fazer a medição mais precisa até agora", diz o principal autor do estudo, Swinburne PhD candidato Srđan Kotus.

O cérebro é um Universo elétrico

O universo inteiro se parece com um cérebro dentro de um microscópio. 
Alguns cientistas estão conscientes sobre essa particularidade - mas não ousam publica-la com receio da ridicularização das suas propostas. 

O que tem o cérebro e universo em comum? 
É a forma como se expandem. Ambos parecem obedecer a mesma lei que gera redes complexas e ambos podem ser comparados com o crescimento da Internet. Cérebro e internet são relacionados à consciência coletiva ou indivíduo/ grupo. 

“Há uma revolução apenas começando na astronomia / cosmologia que irá rivalizar com a detonada por Copérnico e Galileu. Esta revolução é baseada na percepção crescente de que o cosmos é altamente de natureza elétrica.Está se tornando claro que 99% do universo é composta não de "matéria invisível", mas sim, de matéria no estado de plasma. (Donald E. Scott)

A teoria do universo elétrico afirma que todas as estrelas e os planetas estão ligados através de correntes elétricas e há um tipo de comunicação em todas as escalas entre os corpos celestes. 

Um aglomerado de galáxias como um único neurônio e este neurônio se comunica com outros neurônios através de vastas e enormes cordões de plasma elétricos levando luz (energia/informação) a quem puder capta-la.

Em 1998 foi dito que o Universo está aceleradamente se expandindo. A questão é: o Universo se expande a partir do aumento da informação aqui na Terra ou a informação em nossos cérebros afetam a expansão do Universo lá fora?

Esse pequeno texto tem como intenção levar você a uma reflexão sobre os últimos acontecimentos diante desse pressuposto desses pesquisadores que talvez você nunca ouviu falar. 

Os links em Azul nesse texto e em todos os outros, levarão você a outros textos meus que ampliarão mais e mais essa visão holística que pretendo passar aqui. Já escrevi muito sobre isso e não cabe repetir tudo de novo nesse BLOG. 

Na minha visão, a grande recepção de informação por milésimos de segundos que nossos cérebros recebem estão aumentando absurdamente a cada instante o que, segundo minhas conclusões, expande, amplia a capacidade de percebermos mais e mais os movimentos dramáticos do ambiente e nos prepararmos para esse. 

Eu acredito que tudo está ligado a tudo, portanto, o Universo está no nosso cérebro e se ele está expandindo... o Universo também acompanha, o que nos leva inevitavelmente a Singularidade do tempo - um novo "BIG BANG" para o próximo SOL 


Darei minha visão sobre isso e muito mais na próxima palestra Virtual na sexta feira dia 02 de Dezembro a partir das 19h. Se quiser acompanhar minhas ideias malucas - a participação é de 50 pessoas e é grátis. 
http://login.myownmeeting.com/conference,86880140 
                       
Laura botelho

Fonte:http://bloglaurabotelho.blogspot.com.br/2016/11/mudando-o-mundo-atraves-da-compreensao.html
Documentário 

Alguns milhares de anos atrás, enormes formas antigas do céu perto da terra, provocaram espetaculares formações de descarga elétrica acima de nossos antepassados e inspiraram o vasto complexo de mitos e símbolos mundiais.