sábado, 5 de novembro de 2016

CRIANÇAS HÍBRIDAS DE MÃES TERRENAS E PAIS EXTRATERRESTRES

Crianças Hibridas de mães terrenas e pais extraterrestres

As crianças hibridas, são um tipo de assunto que ainda dá o que falar, pois muitas mulheres, dizem ter tido ou uma relação com um extraterrestre, ou ter tido um embrião implantado em seu útero, por seres de outro planeta, onde geraram filhos e que na maioria das vezes, são levados ou antes do parto normal, ou depois do nascer. Como o caso Giovanna, na Itália, que foi publicado tempos atrás.
Que esse assunto gera dúvidas, isso é mais do que certo, pois como saber se estão falando a verdade, ou é só mais um tipo de fuga mental, depois de um trauma?
Mesmo assim, é sempre bom, ser pesquisado a fundo, atrás de provas, para sabermos a verdade.
Com isso, hoje trago casos que falam sobre crianças hibridas, recentes e de alguns anos atrás.
Criança hibrida.
Criança hibrida.

Mulheres que tiveram filhos com alienígenas, para criar raça superior.


Essa notícia, está rolando atualmente na internet, onde mulheres americanas, afirmam ter tido crianças hibridas com extraterrestres, no propósito de ser ciado uma raça superior na terra.
No entanto, segundo poucos relatos que encontrei, é um pouco duvidoso, pela forma que é contada. Mas mesmo assim, vamos aos relatos.
Pela publicação do jornal Metro, mulheres americanas, participam de um grupo chamado “Hybrid Baby Community”, por acreditarem que os extraterrestres, querem criar uma raça superior, com a junção do DNA humano e o DNA alienígena.
Duas das integrantes desse grupo, Bridget Nielson e Aluna Verse, garantem que foi a melhor relação sexual que já tiveram na vida, que nesse caso, aconteceu com extraterrestres, ou seja, referem uma relação com eles do que com homens da terra.
“Foi incrível, uma ótima experiência”, disse Bridget.
Ela alega ter 10 filhos híbridos que vivem com os pais no espaço.
Aluna Verse, diz ter tido uma relação com um reptiliano: “Eu estava na sala de aula quando esse ser verde apareceu ao meu lado, eu me senti tão atraída sexualmente por ele. Fizemos sexo na frente de todo mundo. Acham que eu sou louca, mas isso realmente aconteceu”.
Ela afirma ter 3 filhos com o alienígena e que também vive no espaço.
Para ela a experiência é uma de suas lembranças mais significativas.
Agora, essas mulheres querem encontrar um lugar para morarem todas juntas, onde possam ter segurança para receber a visita de seus filhos, aqui na terra, já que essas crianças hibridas, não podem ser vistas por outros seres humanos.
Mãe de crianças hibridas.
Mãe de crianças hibridas.

Mãe de crianças hibridas
Mãe de crianças hibridas

Crianças hibridas de mulheres brasileiras


Nos meados dos anos oitenta, noventa, o SBT Repórter, fez uma matéria sobre mulheres que tiveram filhos de alienígenas, onde trago dois relatos.
Dona Rose, de São Tomé das Letras, Minas Gerais, relata que um dia, foi abordada por extraterrestres, onde diziam a ela que teria que ir com eles, por ter uma missão a cumprir. Ela relutou.
No dia seguinte, dois desses seres de aparência de réptil, com a pele de cor acinzentadas, apareceram novamente em sua casa, onde disseram a ela que já que não queria ir junto, o que precisava ser feito, poderia fazer ali mesmo. Na mesma hora, Dona Rose impôs a mão, no sentido de não se aproxime, desmaiando em seguida.
Quando acordou, teve a certeza de que estava grávida, mesmo não tendo relação, pois apesar de ser casada, já não havia intimidade com seu marido Cláudio.
Transtornada e sem saber o que fazer, conversou com o marido, onde o mesmo, acabou dizendo que não importava de como tinha sido gerada essa criança e que iria assumir, mas que o nome dado seria Adjurna.
O menino nasceu perfeitamente normal, sem nenhuma anomalia física, mas a mãe relata que o desenvolvimento do mesmo, foi muito precoce.
Uma amiga da família, afirma as diferenças que tem em relação a outras crianças, onde consegue saber o que a pessoa próxima está pensando, conhecimento da vida espiritual de uma forma muito adulta, e um certo conhecimento do espaço.
Segundo essa amiga, a mãe relatou que os seres que a visitaram no dia que ficou grávida, a avisaram que quando chegasse uma certa idade, iriam buscar Adjurna, para ir morar no espaço. Enquanto isso, sua mãe, tenta aproveitar o máximo sua vida com seu filho, enquanto ainda se encontra na terra.
Outro caso interessante, é do casal Dona Pompéia e seu Chico, que tiveram um filho chamado Kayan.
Segundo o casal, a criança gerada, era deles, onde os extraterrestres já sabiam que Dona Pompéia não conseguiria levar a gravidez até o fim. Chegando a uma altura da gravidez, onde esses mesmos seres retiraram a criança do útero e o levaram para outro lugar fora daqui, para que terminasse de ser gerado de outra forma e sobrevivesse, já que aqui na Terra, não teria essa possibilidade, onde hoje abita um planeta chamado Noron.
Tudo que eles tem, é um retrato falado, feito por um amigo do casal, onde segundo as informações que os próprios receberam mediunicamente dos extraterrestres de como ele seria hoje.
Segundo Dona Pompéia, algumas vezes avista o filho em uma nave no espaço, os observando e que Kayan está sendo preparado para ser piloto de uma nave espacial. As vezes ela recebe mensagens do filho, através de cristais e telepatia.
Essa história, virou um livro, chamado “Meu Filho Kayan”, onde tem todos os relatos do que aconteceu, desde a concepção, até a partida e a vida dele no outro planeta.
 Fonte:http://www.ufobr.net/criancas-hibridas-de-maes-terrenas-e-pais-extraterrestres/
Amiga da mãe de Adjuna, dando depoimento.
 
Retrato falado de como seria Kayan hoje.