sexta-feira, 21 de outubro de 2016

AS CRIANÇAS ÍNDIGO E CRISTAL

Resultado de imagem para AS CRIANÇAS ÍNDIGO SÃO TAMBÉM ASSOCIADAS À GERAÇÃO Y

As Crianças Índigo e Cristal

Charlet C. Estes, excertos do original publicado em SkepticReport 
tradução gentilmente autorizada 
"Estes lindos seres são diretos e então podem ter parecido grossos a você. Suportar o tédio é seu maior desafio". 
Uma citação direta do "grupo", como canalizado e citado em MetaGifted.org
De acordo com Lee Carroll, um homem formado em administração e economia e quem, antes de se tornar o escritor extremamente lucrativo e o "profeta" canalizador que é hoje, administrava um negócio de áudio na Califórnia, as Crianças Índigo são uma nova raça geneticamente única de crianças que possuem um conjunto muito específico de características de personalidade, e que são unidas psiquicamente a Kryon, um ser que dizem ser uma entidade sem corpo de uma ordem diferente que a humana, que "tem estado com a Terra desde o começo". Quando canalizado por Carroll, Kryon é conhecido por se apresentar da maneira seguinte: "Eu sou Kryon do serviço magnético".
Suas mensagens são supostamente dirigidas a humanos que desejam "ascender a um nível vibracional mais alto". Os humanos, de acordo com o profeta, foram feitos de espécies sub-humanas nativas da Terra que já existiam e que foram modificadas por uma raça avançada das Plêiades, daí as descobertas de antropólogos que nos levam a acreditar na evolução natural. Aparentemente, como um encobrimento, todas as espécies existentes na Terra na ocasião foram sujeitas ao mesmo estilo de modificação, de forma que não seria aparente que os humanos haviam sido re-esculpidos. Eles fazem esta declaração, enquanto sem perder o fôlego alegam que, "os Humanos são seres essencialmente eternos que assumem encarnações na Terra para tomar parte em uma experiência importante sobre os efeitos do livre-arbítrio". Assim, seríamos nós os produtos de seres geneticamente modificados que evoluíram durante os anos, ou seres que são sobrenaturalmente encarnados? E por que uma civilização tão avançada estaria interessada em vir aqui, investindo tudo isso no homem primitivo de um planeta distante? As Plêiades, a propósito, eram associadas pelos Celtas ao luto e na astrologia com a tristeza, raiva e teimosia, o que é bastante apropriado quando ligado às crianças Índigo como veremos depois em nossa discussão das características de comportamento comuns dos Índigos.
Kryon não é apenas "um ser angelical fortalecedor e cheio de amor" como citado no Sedona Journal of Emergence, mas também um ser muito lucrativo. Carroll escreveu 11 livros sobre Kryon e as Crianças Índigo e foi co-autor de The Indigo Children e An Indigo Celebration com sua parceira, Jan Tober. Parece haver um grande mercado para artigos relacionados aos Índigos. Não apenas livros, como sites e lojas oferecem cristais, DVDs, CDs, guias de currículo, seminários ao vivo e à distância e há agora as chamadas "Escolas Progressivas" que oferecem um currículo especializado projetado especialmente para a inteligência sem igual e propriedades mentais/físicas de Crianças Índigo. Em um site da Web, há mesmo uma lista on-line seleta de música apenas para o aperfeiçoamento e prazer de Crianças Índigo, que inclui artistas como Outkast, Eminem, Bullit Nuts e Leggo Beast. Escolas e pesquisas especializadas em Índigos são particularmente populares na Hungria e Rússia. James Twyman, que co-produziu um filme sobre os Índigos, também vende cursos on-line, livros e administra seminários e conferências, além de cobrar bastante para participar em um curso na internet sobre suas aparentes conversas com o próprio Cristo. Ele possui um retiro e seminário de 42 acres para as crianças. Infelizmente, devido a ocorrências prévias em tais instalações, este tipo de descrição deixa um pouco de mau gosto.
Ok, então o que exatamente é isso que engloba esta tendência lucrativa e recentemente popular? As Crianças Índigo são na verdade de outro sistema estelar, descendentes de genes que sofreram uma mutação, manipulados por extraterrestres há um bazilhão de anos atrás para alguma experiência estranha sobre o livre arbítrio? De acordo com um website, um grupo de investigadores, cientistas, programadores e outros peritos determinaram que o que é conhecido como "DNA lixo" ou "seqüências não-codificadoras" são de fato extraterrestres em origem. Segundo investigadores do Projeto Genoma Humano, toda a vida na Terra até o menor esporo de fungo contém tais seqüências que não codificam, assim eles estão dizendo que toda a vida na Terra é na verdade vida extraterrestre transplantada? O que eles não nos dizem é o que eles teriam disponível como uma comparação… onde está o controle? Como eles sabem quais as propriedades do DNA extraterrestre para compará-lo ao nosso DNA lixo? Eles vão tão longe a ponto de alegar que este DNA lixo humano "tem suas próprias veias, artérias e seu próprio sistema imunológico que resiste vigorosamente a todas nossas drogas de anti-câncer".
Os tumores também.
As Crianças Cristal
A introdução sobre as Crianças Índigo é um precursor para outro grupo que supostamente começou a preparar seu retorno no ano 2000, As Crianças da Vibração Cristalina ou Crianças Cristal. De acordo com "o Grupo", o grupo mãe do qual mensagens são canalizadas por humanos que estão dispostos a recebê-las para a humanidade, os Índigos têm pavimentado o caminho, para dizer assim, para nossa evolução para o próximo nível, que é de acordo com o Grupo, as Crianças Cristal.
Crianças índigo são descritas como diretas e grossas, enquanto as Crianças Cristal são em contraste recatadas, introvertidas, criaturas suaves que têm uma atração empática a campos eletromagnéticos e problemas com eletricidade em excesso que, se elas não podem assimilar, serão refletidas e destruirão todos os eletrodomésticos elétricos em seu caminho. Elas possuirão sentidos físicos jamais experimentados por humanos comuns. Estas mensagens canalizadas contêm muita descrição das características e poderes destas crianças, indo tão longe a ponto de chamá-los de habilidades mágicas, porém, eu ainda preciso encontrar uma mensagem que indique um propósito definido para elas ou o que elas esperam realizar em detalhe. Encontro apenas que as Crianças Cristal estão aqui para mudar nosso modo de pensar, nosso modo de interagir com crianças, e "salvar o mundo e anunciar um mundo novo de paz."
Houve alegações coincidentes em outras partes do mundo. As Crianças de Abril, um grupo supostamente nascido na Grécia em abril de 1983, época de um evento cósmico incomum, era supostamente de inteligência maior que a normal, tinham alguma marca incomum em sua pele e reformariam o mundo. Ioannis Fourakis, um autor grego, escreveu um livro e vários artigos sobre este fenômeno e motivou um estudo universitário. 

Ok, falemos sobre aura
Uma aura é descrita como "um conjunto de linhas contínuas, emanando da superfície de um objeto". Todas as coisas têm uma aura, que quando fotografada usando um método que existe desde 1939, chamado de Fotografia Kirlian (devido ao seu inventor Semyon Kirlian), mostra sucessões de cor variadas como um halo ao redor do objeto. Um tema favorito de fotografias Kirlian são fotos frontais do rosto, da qual se supõe ser possível discernir o nível d
e energia, saúde e bem-estar da pessoa fotografada. Também se acredita que indique habilidades extra-sensoriais ou a falta delas, e na teoria Nova Era atual como um indicador sobre se você é ou não Índigo. Supostamente, Crianças Índigo têm uma energia azul escura ou índigo emanando de si. A cor índigo é associada por médicos metafísicos com intensas habilidades psíquicas. Na cromoterapia, que é um método de cura pelo uso da cor seja pelo uso de objetos físicos ou através de luz colorida, a cor índigo pode ser benéfica no tratamento dos olhos, orelhas e sistema nervoso e ajuda a promover e intensificar o processo de intuição e clarividência. Supõe-se que dê poder à glândula pituitária que estaria ligada a habilidades mentais e psíquicas. Também dizem que ajuda com constipação crônica.
O problema com as auras é que tudo tem uma aura. Plantas, pedras, seu dedão, tudo. Aparentemente o sistema Kirlian detecta a combinação de eletricidade com a umidade/gás no objeto e a exibe no filme. Experiências com este método usado em um vácuo controlado não produz nenhuma imagem "paranormal" enquanto que o mesmo objeto fotografado fora do vácuo produz a "aura" familiar.
Adicionalmente, trabalhadores metafísicos clamam freqüentemente a habilidade de ver auras a olho nu e/ou de poder vê-las usando um tipo especial de "óculos" vendido em lojas Nova Era. O detalhe é que pessoas com enxaquecas, desordens do sistema visual, fadiga da retina e sinestesia freqüentemente relatam o mesmo tipo de visualizações. O cérebro, quando sob tensão ou mau funcionamento físico como em dores de cabeça vasculares, pode fornecer suas próprias imagens fantasma desta natureza.
 
Crédito da fotografia: Instituto Nacional de Saúde Mental
Scans PET parecem indicar que as pessoas com uma "aura" de cor índigo como descrita pelas crianças índigo como sendo uma evidência de sua inclusão na "nacionalidade" (ie serem descendentes de outra raça extraterrestre) pode ser na verdade indicativa de seja de TDAHI (Transtorno do Déficit de Atenção com Hiperatividade), ou de ter atividade cereberal menor em áreas específicas – ou globais – do cérebro.
Veja a imagem acima: Tomografia de Emissão de Pósitrons (PET), note que a imagem no lado esquerdo é de um cérebro "normal" funcionando e mostra várias cores, principalmente rosa/amarelo, enquanto que a imagem à direita lado é o cérebro de uma pessoa com TDAHI e mostra principalmente a cor "índigo"-ie a aura índigo. Note também que em um scan PET as cores azul ou preto (ie índigo) indicam atividade menor ou ausente na região cerebral.
Agora que apresentamos as crianças Índigo/Cristal e seus criadores
… vamos raciocinar juntos, para dizer assim. As características destas crianças são listadas como segue: (Coincidência com duas outras síndromes comuns também são listadas):
Característica Índigo
Sintomas de AspergerSintomas de DA/TDAHI
Uma criança que fica frustrada com sistemas orientados por rituais
Uma criança que "melhora" métodos estabelecidos ou faz coisas de um modo incomum todo seu
Um não-conformista
Recusa a responder à autoridade ou sentimentos de culpa
Fica rapidamente entediada com tarefas designadas
Mostra sintomas de Déficit de Atenção 
(eles admitem este aqui prontamente)
 
Uma criança extraordinariamente criativa para sua idade 
Intuitiva além de seus anos 
Exibe pensamento abstrato muito cedo 
Inteligência incomum, um prodígio, chegando ao superdotado 
Um sonhador
Olhos muito profundos, sábios
Uma exibição incomum de inteligência espiritual 
Parecem anti-sociais a menos que estejam com outros de mentalidade mente ou comportamento similar
Introvertida 
Exigente 
Ignora palavras faladas ou parece ignorar as pessoas quando lhe falam
Não segue instruções ou deixa tarefas inacabadas, evitando tarefas que requerem organização 
Não espera a sua vez, não respeita os direitos de outros, respondendo uma pergunta antes que ela seja terminada, corrigindo repetidamente outros e especialmente os adultos, interrompendo as atividades de outros em horas impróprias 
De acordo com Carroll e Tobar, os Índigos parecem egoístas e exigentes quando suas necessidades não são satisfeitas imediatamente, e freqüentemente agem como se fossem da realeza e não têm nenhum problema em expressar seu próprio valor, têm dificuldade com autoridade e não se submetem, esperar em uma fila é difícil para eles. Todos estes são sintomas do TDA/TDAHI e em alguns casos da Síndrome de Asperger. Índigos também estão supostamente vibrando energicamente a uma freqüência mais alta e são afetados por energia negativa (humana ou de máquinas), e têm mais problemas com sensibilidade ambiental e com alimentos — estes problemas são observados na maioria das crianças diagnosticadas com a Síndrome de Asperger assim como muitas outras com Desordens do Espectro Autista. As crianças com estas desordens têm freqüentemente dificuldade com a sobrecarga sensória e são extraordinariamente sensíveis a som, cheiro ou gosto e muito freqüentemente extremamente sensíveis ao toque.
Índigos são supostamente aprendizes visuais/espaciais, com o cérebro direito dominante. As características deste tipo de aprendizes incluem problemas de leitura/escrita/soletragem apesar de ter inteligência ou "bom senso", eles freqüentemente têm problemas de comportamento severos, normalmente obtêm altos pontos em testes psicológicos e de inteligência mas se saem academicamente mal em ambientes de sala de aula, são normalmente muito criativos nas áreas de arte, drama, música, etc., pensam e entendem com imagens em lugar de diálogo interno, ou freqüentemente não têm muita coordenação física. Todas estas características podem ser observados prontamente em Desordens do Espectro Autista bem como no TDAHI e outras desordens de desenvolvimento.
Os professores no campo de Educação Especial experimentam freqüentemente com métodos de ensino alternativos ao trabalhar com crianças ou muito talentosas com problemas de desenvolvimento. Alguns destes métodos incluem múltiplos auxílios de inteligência e estratégias visuais para alguns estudantes contra a aprendizagem auditiva para outros, como também abordagens criativas e aprendizado personalizado, projetos baseados no currículo, estratégias de aprendizado direcionadas a crianças e uma aprendizagem de sala de aula auto-suficiente. Todos estes métodos são amplamente aceitos e recomendados para crianças com a Síndrome de Asperger, TDA/TDAHI e outros problemas de aprendizado, e também são listados especificamente como métodos pedagógicos sugeridos para salas de aula de aprendizagem alternativa para crianças Índigo.
Se esta não é coincidência o suficiente com problemas de aprendizagem comuns, em um artigo chamado "Compreendendo Por que a Violência Escolar está Acontecendo", Wendy Chapman, diretor de MetaGifted.org, declara:
"Eu gostaria de comentar sobre este mais recente incidente de violência escolar no Colégio Santana e outros episódios de violência escolar que ameaçam muitas escolas recentemente. Os perpetradores destes atos são Crianças Índigo como são muitas outras crianças em nossas escolas hoje, e estes atos podem ser prevenidos..
Índigos são ou muito calorosas e atenciosas ou são exatamente o oposto e bastante frios e apáticos. Eu acredito que Índigos que são frios e os mais propensos a ficarem violentos são aqueles que tiveram que criar um escudo emocional tão denso por causa de dor emocional como crianças que já não se importam e desejam causar dano a pessoas em vingança pela dor em suas vidas.
Índigos precisam ser vistos como no mesmo nível que adultos. Eles precisam de respeito. Precisam de LIBERDADE para se desenvolver, equilibrada com SUPERVISÃO e limites de SEGURANÇA.
Sua não-conformidade a sistemas e disciplina tornarão difícil passar pelos seus anos de infância e talvez até mesmo seus anos de vida adulta."
Não seria todo grupo de crianças seja muito compassivo e atencioso ou frio e apático? Muitas crianças humanas" normais" não passam por dor emocional e às vezes buscam vingança? E muitas crianças com atrasos ou problemas de desenvolvimento não exibem não-conformidade a sistemas e disciplina – é não é por causa disso que reconhecemos que elas têm uma síndrome em primeiro lugar?
Olhemos para alguns problemas de desenvolvimento que têm paralelos com características das crianças chamadas Índigo.
Como vimos antes, há a Síndrome de Asperger e outras síndromes PDD-NOS (desordem de desenvolvimento pervasiva não especificada) que fazem parte das Desordens do Espectro do Autismo. É interessante que um dos critérios para rotular uma criança como Índigo são níveis de inteligência incomum para a idade cronológica. Hans Asperger, que primeiro identificou a Síndrome de Asperger, freqüentemente chamou seus pacientes de "Pequenos Professores". Alguns dos sintomas de Asperger ou Autismo de Alto Funcionamento coincidem com Índigo são peculiaridades de fala ou linguagem, dificuldade social e emocional e dificuldade de aceitação por outros em um grupo típico, problemas em entender e interpretar comunicação não-verbal como linguagem corporal e expressão facial, padrões de pensamento excessivamente técnicos freqüentemente corrigindo outros em diferenças insignificantes em dialeto ou idéias e freqüentemente interpretando mal piadas ou sarcasmo de um modo lógico e seco, falando pedantemente, paranóia, tendo uma inabilidade de aceitar mudanças em rotina, sensibilidade extrema a luz, toque, sons, gostos e às vezes cheiros. Crianças com Síndrome de Asperger têm grandes chances de possuir TDAHI e Desordem Obsessivo-compulsiva comórbida. As pessoas com a síndrome de Asperger mencionam muito freqüentemente um sentimento de estarem desligadas do mundo ao redor deles e freqüentemente se retiram ou ficam problemáticas em seus padrões de comportamento.
Esquizofrenia tem menos sintomas coincidentes que a Síndrome de Asperger: alucinações sensórias ou sensibilidade sensória extrema, distorções visuais (que pode coincidir com a percepção de Índigos possuíram PES ou poderem ter visões), ilusões ou convicções fortes como acreditar que se é superior ou da realeza, ou ser de outra raça que não a humana, pensamento tangen
cial ou possuir padrões de pensamento compulsivos incontroláveis.
Desordem de Conduta, Desordem de Personalidade Anti-social e Desordem Desafiante Oposicional (ODD) também partilham características comuns com Índigos que incluem comportamento muito agressivo, intimidação, falta de culpa, baixo limiar de frustração, desafio/não-conformidade, ansiedade e uma atitude de confrontos.
Indivíduos com sintomas Bipolares, especialmente crianças, freqüentemente exibem o seguinte durante episódios maníacos: crenças irreais em suas próprias habilidades, um sentimento de superioridade ou pensamentos de si mesmos como sendo indestrutíveis, alucinações, ilusões de ser alguém de grande poder, como ser realeza ou mesmo deidades. Estes sintomas são muito mais pronunciados em crianças que em adultos. Soa muito como os sintomas de Índigos.
Também há algo chamado sinestesia na qual os caminhos sensórios de uma pessoa são de alguma maneira cruzados e eles podem "cheirar" um som ou podem "tocar" um gosto, etc. Freqüentemente isto resulta em percepção sensória exagerada e intolerância a certos sons, cheiros, ou coisas ásperas, inclusive a sensação de um choque elétrico através de certas texturas.
O TDAHI (Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade) também parece se ajustar muito bem ao quadro ao explicar os Índigos. Há três tipos de TDAHI em si mesmos, mas é tão freqüentemente comórbido com outras síndromes, muito freqüentemente com Desordem Bipolar, que a lista de subtipos poderia ser considerada infinita. Os três subtipos individuais são hiperativo-impulsivos, desatentos e combinados. A criança com TDAHI combinada com desordem Bipolar exibirá sentimentos de superioridade, humor soberbo e possivelmente padrões de fala rápidos e "adultos". TDAHI pode ser descrita de certo modo como não tendo nenhuma "Percepção de Profundidade Intelectual", em outras palavras tudo ao que a criança é exposta é igualmente importante em sua mente. A pessoa na parte de trás da sala rabiscando em um papel está na mesma categoria de importância na mente da criança que o professor na lousa ou a cadeira em sua frente. Ela não pode separá-los com relação à sua importância, tudo se mistura.
A última desordem a ser considerada é McDD ou Desordem de Desenvolvimento Complexo-Múltipla. Esta é uma desordem do espectro autista. Crianças com McDD são freqüentemente ou muito atentas ao ponto de serem controladores, ou totalmente opostas com relação àqueles em autoridade, freqüentemente uma criança com McDD fingirá ser bastante complacente simplesmente para adquirir o que quer, e então se tornam imediatamente opositoras. Elas entretêm freqüentemente pensamentos mágicos irracionais ou pensamentos que são muito mais sofisticados que colegas na mesma faixa etária cronológica. Elas têm uma tendência para confundir realidade e fantasia ao ponto da inabilidade de funcionar em situações sociais, e podem ter ilusões que produzem pensamentos de ter poderes onipotentes, e/ou paranóia. Todas estas foram listadas como características Índigo.
Uma outra nota de rodapé, a mídia é tão influente tanto em crianças como em adultos. Provavelmente 75% da programação para crianças lida diretamente com crenças e práticas Nova Era ou alternativas. Tudo de Yu-Gi-oh! a Avatar envolve material muito espiritual e influencia o pensamento e brincadeiras das crianças. Por exemplo, em 2006, o Dallas Observer noticiou um menino jovem que alegou ser um avatar que poderia reconhecer os quatro elementos de terra, vento, água e fogo e poderia ter 100 anos. Na época, a série animada Avatar era bastante nova e muitos não reconheceram os comentários do menino como sendo diretamente de um desenho animado.
As características descritas como "Índigo" também podem ser ligadas aos estágios de desenvolvimento de Piaget. No Estágio Pré-Operacional que normalmente dura até em torno dos 7 anos, a criança pensa na forma de fantasias, imagina como gostaria que coisas fossem e formula seus pensamentos para combinar com essas visões. A criança também pode esperar que outros pensem de uma maneira parecida. Quando o Estágio Concreto é alcançado, o pensamento se conecta mais com a realidade. Talvez as crianças Índigo tenham simplesmente se fixado no Estágio Pré-Operacional e, embora aumentam em conhecimento intelectual, nunca passam do estágio sócio/emocional de uma criança da pré-escola. Piaget, Vygotsky e Bruner todos ligam o desenvolvimento cognitivo à interação de contato social entre pares tanto da mesma idade como mais velhos. Se Índigos são separados de pares ao serem rotulados como "superdotados" ou "meta-superdotados", perderão esse desenvolvimento social que é uma parte tão integral do crescimento de toda criança, privados de um pedaço vital do quebra-cabeças.
Resumindo a história
É minha convicção, apoiada por fatos estabelecidos, que o "Fenômeno Índigo" é somente é um modo conveniente para pais que, por alguma razão, estão pouco dispostos a reconhecer a neurodiversidade de suas crianças, e preferem rotulá-las como algo não-humano, isto é, descendentes de outra raça longínqua. Não parece um caminho melhor aprender tanto quanto possível sobre as diferenças que nossas crianças exibem, de fato que todas as crianças exibem, (e agradecer por tal diversidade!) de forma a cuidar desses estilos de aprendizagem diferentes e promover excelência em todas as crianças? Dê-lhes as "ferramentas" de que precisam e relaxe as amarras, e as crianças se sairão bem por si mesmas, elas têm feito isto por milhares em milhares de anos, afinal de contas, a Mãe natureza não nasceu ontem, "ela" sabe o que está fazendo, deixemos que continue. Se não o fizermos, ela pode muito bem fechar a cortina.
Fonte:http://www.ceticismoaberto.com/paranormal/2094/as-crianas-ndigo-e-cristal
Resultado de imagem para AS CRIANÇAS ÍNDIGO SÃO TAMBÉM ASSOCIADAS À GERAÇÃO Y