segunda-feira, 5 de setembro de 2016

ACOPLANDO A QUALIDADE DE AMOR À DEUSA - MÃE MARIA

rp_MC383EMARIA-223x300-223x300-223x300.jpg


Acoplando a qualidade do Amor da Deusa – Mãe Maria

Que as bênçãos do Amor tragam paz aos seus corpos, mentes e corações.
Foi-me dada a oportunidade de estar ao lado de cada um de vocês, amados filhos, ao longo dos últimos milênios. Juntos nos propusemos a ancorar aspectos elevados de equilíbrio no plano terreno.
Houve um plano, filhos, para que pudéssemos ancorar uma nova energia através de minha vida física e de tantos outros irmãos, que me sucederam e antecederam nessa empreitada de Amor. Buscávamos, através da energia da Deusa, a conciliação energética entre os planos dimensionais deste planeta.
Por muito tempo, vocês sobreviveram, entre idas e vindas, em uma dimensão onde imperou o desequilíbrio da ganância, da soberba, da busca pelo poder e dominação daqueles mais fracos e humildes. E muitos dos que leem essas palavras, estiveram tanto do lado dos dominados quanto dos dominadores, pois o desequilíbrio do mundo era fruto do desequilíbrio interno que traziam em seus corações que, por sua vez, decorria da própria restrição do mundo.
Era um ciclo onde o desequilíbrio externo era reflexo do desajuste interior, que foi gerado, por sua vez, pelo desequilíbrio externo. Um difícil ciclo a ser superado através da expansão interior do Amor e do reajuste do mundo exterior.
Não há julgamento aqui, amados, mas nos últimos séculos, buscamos ancorar uma energia de cura a este mundo, que trouxesse o reequilíbrio das polaridades energéticas, permitindo que trouxessem e acoplassem a energia de suas almas nesse ambiente.
Inúmeros grandes seres estiveram na veste de um corpo físico, cada qual na confiança de que a progressiva ancoragem de sabedorias ancestrais, permitiria a uma nova geração, no momento apropriado, reestabelecer o equilíbrio deste mundo. Assim, o trabalho de expansão da consciência de massa foi sendo feito por esses corajosos irmãos da Luz ao longo de toda a história mais recente da humanidade. Todos vieram como missionários para preparar o ambiente à perfeita acoplagem da qualidade primordial do Amor da Deusa/Mãe a seu mundo, a fim de restabelecer o equilíbrio energético do Amor com o Deus/Pai.
A energia da Deusa é aquela que, em comunhão ao Pai/Deus, unifica os propósitos em Amor incondicional a todas as experiências. E vocês, por milênios, estiveram em um ambiente em desequilíbrio energético, no qual a energia da Deusa/Mãe foi ofuscada e reprimida, causando grande desequilíbrio a todos os seres que se adensavam a este mundo, causando, por um lado, opressão e, por outro, culpa e rancor do opressor.
Sim, filhos, pois aquele que é oprimido perde sua essência, mas o que oprime, além de a perder, gera grandes vínculos de sofrimento à sua existência. Ao final, o saldo é de um sofrimento a todos os envolvidos, além de desequilíbrio e dificuldade de superar esses traumas. Um difícil ciclo a ser revertido.
Mas foi através da Fé, da Irmandade, que cada ser missionário, presente nesse orbe, estabeleceu, progressivamente, as bases de reversão desse ciclo de sofrimento a que esteve inserido. É um processo delicado, pois de nada adiantaria a supressão pela força da energia de Deus/Pai. Tínhamos que plantar as condições para que a energia da Deusa/Mãe, a que foi me dada a missão de sustentá-la, encontrasse o equilíbrio energético necessário ao desenvolvimento da expansão da plena felicidade neste mundo.
Foi através do ancoramento da Consciência Crística, que é a energia expansora e unificadora da unidade do Amor, em sua forma mais simples e pura, que encontramos a fórmula de reversão desse ciclo de dominação pelos sentimentos menos elevados. Foi ancorando a humildade, a compaixão, a interiorização, os valores eternos, que, progressivamente, esse ciclo foi sendo revertido para que vocês, amados filhos, pudessem, através do Amor, ser aqueles que propagarão as Energias Crísticas neste mundo, diluindo-as à consciência coletiva e, ao expandirem o Amor, encontrarem o reequilíbrio em polos contrapostos.
Contamos, para isso, com muitos irmãos encarnados, que se propuseram a ajudar nessa missão planetária de expansão e unificação da consciência, para, assim, permitirem a acoplagem perfeita e equilibrada das energias da Deusa no plano terrestre. Cristo os unifica na forma mais pura da energia do Amor incondicional.
De nada adiantaria essa unidade expansora do Amor, se não fosse para os acomodar em equilíbrio, num estado de purificação interior. Para isso vieram, meus filhos, e, por isso, me chamam de Mãe, porque me foi dada a missão de propagar a energia da Deusa através de cada um de vocês, trazendo-os ao meu ventre de Amor para que, juntos, renascêssemos numa vida de unidade e equilíbrio.
Me chamem de Mãe, meus filhos, pois em meu coração recebi cada um de vocês ao renascimento, para uma vida de Plenitude, Equilíbrio, Amor, Prosperidade e Abundância. Juntos temos a missão de restabelecer as condições, em Cristo e para Cristo, do Amor em equilíbrio. Esse será o fim das grandes batalhas por justiça, onde a soberba e ganância os colocaram como irmãos, a disputar em um mundo ilusório, pela sobrevivência de seu corpo físico, quando bastaria o conhecimento da irmandade da alma para que, em fraternidade, pudessem se apoiar.
E todo esse longo processo se culmina nesse agora de seu tempo linear, onde o ponto de equilíbrio se aproxima para se unificarem no Amor de Cristo e permitirem a liberação de tudo que os restringia externamente, para que, através de seu equilíbrio interior, possam propagar um mundo de paz e Amor a todos.
Eu sou Maria, sua Mãe Divina, nesse plano, e os amparo em meu Manto de Proteção e Amor, como filhos que guardo em meu Coração.
Maria
Canal: Thiago Strapasson –03/09/2016   
Fonte: http://coracaoavatar.blog.br/   
Revisão de texto: Angelica T. Tosta e SolangeYabushita
Partilhar isto: