domingo, 25 de setembro de 2016

2 DESINFORMAÇÕES DE AGENDAS NEGRAS NO MEIO ESPIRITUAL QUE TE PRENDEM À MATRIX

fractal-ser-existencia-caos-luz
2 DESINFORMAÇÕES DE AGENDAS NEGRAS NO MEIO ESPIRITUAL QUE TE PRENDEM À MATRIX
A crença de que você é criatura, nasceu de um criador
Diversos segmentos do ocultismo apontam que não somos criaturas, somos o próprio criador. O pensamento espiritualista de que somos criaturas volta-nos para religiosidade, os velhos padrões mentais que aprisionam o ser humano. Quando você obedece a lógica de que é uma criatura, você dá margem a seu ego dizer que a culpa é de quem te criou, se desresponsabilizando pela sua situação atual, e o mundo. Uma das máximas ocultistas e de tradições orientais, muito diferentes do espiritualismo aprisionante moderno, é que não existe, em suma, um criador. O conceito de Criador confunde a mente das pessoas e evoca o velho pensamento religioso ocidental de que és criatura. Assim, para se libertar dessa prisão mental, eleva a ti mesmo a Deus, pois nada o separa dele, em última análise. O ocultismo trabalha com o pensamento de que você o-é, e a nada está submisso. Sendo Deus, você pode se redescobrir em múltiplas possibilidades, pois não há ao que obedecer, uma vez que você saiba que tudo é Causa e Efeito, só fará o que for de acordo com sua consciência.
Anunnaki_Tree_of_Life
Anunnaki_Tree_of_LifeObs.: o conceito de criatura/criador foi introduzido pelos Annunakis da Suméria, por terem modificado geneticamente o ser humano naquela época, sabotando-o e o fazendo de sua “criação”, que é a base das religiões Monoteístas até hoje.
A crença de que você está evoluindo
Esse bordão, não só no espiritual, mas também no ocultismo é bastante usado. A premissa usada de que estamos evoluindo parte da visão limitada que eles tem sobre a natureza humana. Julgam-nos, seres aqui encarnados na Terra, de uma forma medíocre. Ao fazerem te acreditar que você está evoluindo, você está automaticamente anulando todo o seu ser infinito, para se prender em conceitos limitados e mentais que falam por aí. Pensando em evolução, você está apto a encarnar várias vidas na Terra, servindo de produtor de energia negativa para os que tem interesse material na Terra. Buda foi um agente contrário à falácia da evolução, para ele, somos completos por natureza, e por isso precisaríamos apenas nos despertar para sairmos da Roda das Encarnações. O ocultismo, em vários segmentos, não nos diz sobre evolução, nos diz sobre experienciamento. Não há um ideal, um ser Divino, Santo, Bondoso, Anjo incorruptível a ser atingido! O espiritualismo usa da sua visão romântica para dizer que todo ser Evoluído tem essas características de personagens bem religiosos acima, que são o bem e nada mais. Essa visão cai novamente no erro da Dualidade. Para uma melhor abordagem, o ocultismo prefere dizer sobre Expansão ao invés de Evolução. Cada informação, vida e interação que seu complexo ser interage, ganha mais experiência e assim se expande. Sua consciência expandida pode se tornar uma consciência planetária, uma consciência estelar. Isso mesmo, você pode virar um sol, com muitas outras consciências envolvidas. E isso não envolve bondade, santidade, evolução, isso envolve vibração alta, complexidade e agregação de energia e experiências, não envolve código moral que tanto o pregam.
Fonte:http://www.gruposolaris.com.br/saindo-da-matrix/2-desinformacoes-de-agendas-negras-no-meio-espiritual-que-te-prendem-a-matrix/
fractal-ser-existencia-caos-luz