domingo, 28 de agosto de 2016

AMSTERDÃ HOLANDA,IMPERDÍVEL - PEGUE SUA BICICLETA E CURTA A CASA BARCO - DICAS NOS LINKS ABAIXO


Descubra todas as dicas de Amsterdam

Dicas de Amsterdam: comece aqui planejando sua viagem para Amsterdam

Olá. Moro em Amsterdam, capital da Holanda, desde 2007. Resolvi reunir nesta página estas dicas de Amsterdam. Nos links irei indicar as respostas para você ter a melhor viagem para Amsterdam da sua vida!
Se você está planejando uma viagem pra Amsterdam, eu recomendo meu Guia de Amsterdam! Super completo e organizado, ideal pra você manjar a cidade como local! Clique aqui e descubra mais.

Planejando sua viagem para Amsterdam: passagens aéreas

Pra chegar na Europa, é preciso comprar as passagens aéreas. Veja as dicas de como economizar na compra das passagens aéreas sem cair em roubadas.
Eu tenho parceria com a KLM para venda de passagens aéreas. Você ganha boas ofertas, e eu ganho uma comissão pela venda das passagens (sem obviamente você pagar nada mais por isso, né? Pode comparar).
Como planejar uma viagem aqui na Europa: Como pesquisar hotéis, voos e trens pela Europa, como testar localização de hotéis (Google Maps) e outras coisas.
Dicas de Amsterdam

Qual a melhor época para vir para Amsterdam: clima e tempo

Dicas de Amsterdam no verão

Onde ficar em Amsterdam: hospedagem

Se você tá procurando hotel na Europa, veja o artigo Onde ficar em Amsterdam – como achar um hotel, hostel ou albergue na Europa.
Ou use o Booking.com, eles são obrigados a oferecer melhor preço, e com as avaliações você foge de roubadas. E eu ganho uma comissão pela venda (de novo: você não paga nada a mais. Eles ganham no volume, por isso podem oferecer boas ofertas). Então é uma forma de se dar bem e ainda ajudar o Ducs!

O que fazer em Amsterdam: principais atrações de Amsterdam e dicas locais

canal_amsterdam
Uma das melhores dicas de Amsterdam: explorar os canais
Top 5 atrações: As cinco atrações principais na nossa opinião, as imperdíveis daqui. Depois de ver estas, tente mais cinco atrações principais de AmsterdamVisite o Vondelpark.
Está viajando com crianças? Oras, também tenho dicas de Amsterdam para os pequenos. Vejas como aproveitar Amsterdam com crianças.
Está aqui em por poucas horas em uma conexão? Veja as dicas de Amsterdam em poucas horas (roteiro).

O que comer em Amsterdam e restaurantes em Amsterdam

O que comer em Amsterdam: Algumas das principais iguarias da sofisticada cozinha holandesa.
Torta de maçã
Um das melhores dicas de Amsterdam: torta de maçã
Uma coletânea dos nossos restaurantes favoritos até o momento em Amsterdam. Leia aqui várias dicas de onde comer em Amsterdam.
Comer barato em Amsterdam: faça como os locais e economize. Bem mais dicas além do óbvio Mac Donalds.
Sobre os nomes dos cafés: Uma peculiaridade sobre como os holandeses chamam seus bares.

Transporte em Amsterdam: as dicas detalhada1s

Amsterdam tem um excelente sistema de transporte público e nesse link eu te ensino tudo sobre como usar e como pagar o transporte público!

Dicas de Amsterdam: Aspectos práticos1

Praticidades sobre Amsterdam: Devo levar travellers checks? Será que a tomada do carregador do seu celular serve nas tomadas daqui? E se der vontade de fazer xixi durante o dia? Se precisar, você sabe ligar pra polícia ou bombeiros? Aceita cartão de crédito no supermercado? Descubra essas e outras praticidades nesse artigo.
Palavras básicas em holandês. A maioria absoluta das pessoas fala inglês por aqui, mas não custa saber algumas palavrinhas básicas - por favor, obrigado, bom dia, boa noite, etc - pra demonstrar boa vontade.

Fotos de Amsterdam

Me siga no Instagram e veja sempre lindas fotos de Amsterdam! Eu sou o @ducsamsterdam lá.

Além de Amsterdam1

Zaanse Schans: pertinho de Amsterdam
Zaanse Schans: pertinho de Amsterdam
Veja 5 cidades muito bacanas a menos de uma hora de trem de Amsterdam. Dá pra ver e voltar no mesmo dia!

Vida na Holanda1

Ou sua curiosidade é sobre a vida na Holanda?
Anotaí minhas dicas de como arrumar emprego na Holanda!
Você está morando aqui, então veja as minhas dicas de como se adaptar à vida em um novo país.

Outros destinos na Europa

Em 2009 fizemos uma viagem fantástica pela França e Suíça: chegamos em Genebra, alugamos um carro, fomos pra Chamonix, depois voltamos e contornamos o Lago Genebra.
E sempre é bom tomar cuidado com golpes e ciladas na Europa.

Fonte: Dicas de Amsterdam - o que fazer, onde comer, o que ver http://www.ducsamsterdam.net/dicas-de-amsterdam/#ixzz4IeHnwXEC 
Follow us: @ducsamsterdam on Twitter | ducsamsterdam on Facebook


Fonte:http://www.ducsamsterdam.net/dicas-de-amsterdam/

Cruzeiros nos canais de Amsterdam

Os 10 principais pontos turísticos 

de Amsterdam


Cruzeiros nos canais de Amsterdam
Os pontos turísticos de Amsterdam oferecem diversas experiências e memórias aos visitantes. Surpreendentemente, apesar de pequena, há muito o que fazer nessa cidade. Talvez por conta dessa gama tão diversificada de atrações turísticas em Amsterdam, a capital da Holanda vem ficando bastante popular entre turistas. De fato, as previsões recententes indicam que em 2030 é esperado que a capital da Holanda receba 30 milhões de visitantes. Isso é muita gente!
Mas o mais importante para você, hoje, que está planejando sua viagem para Amsterdam é saber antes de embarcar quais são os principais pontos turísticos de Amsterdam e também como funcionam algumas regrinhas para visitá-los. Como estamos falando dos principais pontos turísticos de Amsterdam, muitas das vezes há sim longas filas de espera tanto para a compra dos ingressos e também para a entrada. Por isso, se planeje bem. Nós sempre enfatizamos isso aqui no site, por que nós sabemos o quanto é importante.
Para te ajudar nesse planejamento, nós trazemos aqui uma lista com 10 dos principais pontos turísticos de Amsterdam. São eles :
Cruzeiro noturno em Amsterdam

1) Os canais de Amsterdam

Você sabia que todos os anos, mais de 3 milhões de turistas aproveitam a visita a Amsterdam para curtir um passeio de barco nos canais da capital da Holanda? É, são mais de 165 canais na cidade e mais de 1250 pontes que fazem de Amsterdam um cenário fascinante para qualquer um (não só turistas). Especialmente durante a noite, as pontes iluminiadas, as fachadas dos casarões e monumentos retocam ainda mais esse cenário apaixonante. A melhor forma de conhecer os canais de Amsterdam? Bom, você pode tanto conhecer e explorar cada canal com uma caminhada de um lado para outro, ou encarnar completamente no “espírito holandês” e explora-los com uma bicicleta, pedalando e visitando os canais mais bonitos de Amsterdam. No entanto, você já deve saber, os curzeiros nos canais proporcionam uma vista única de um ângulo singular, e isso é um fato. Os melhores horários para um cruzeiro nos canais de Amsterdam são : um passeio noturno ou um passeio logo pela manhã, na primeira hora possível para tal.
Rijksmuseum

2) Rijksmuseum

Rijksmuseum
Quem não conhece o Rijksmuseum? Ok, talvez você não saiba que esse aí acima é o Rijksmuseum, mas provavelmente você já o viu em algumas dezenas de fotos de Amsterdam espalhadas na internet. O famoso museu é o mais visitado da Holanda e também o maior, é como se fosse o Louvre de Amsterdam. Em suas instalções há centenas de pinturas, incluindo a famosa Guarda Noturna de Rembrandt. Já foi assunto aqui no nosso site, e certamente sempre presente nos roteiros de viagens para Amsterdam. As filas por lá podem ser longas mas oConexão Amsterdam tem uma solução para isso.
Museu Van Gogh em Amsterdam

3) Van Gogh Museum

Museu Van Gogh em Amsterdam
O Van Gogh Museu, além de ser um dos nossos favoritos de Amsterdam, é também a casa de aproximadamente 200 pinturas do famoso pintor Vincent van Gogh. As mais famososas de suas obras está alocadas por lá e uma visita a esse museu é algo que simplesmente não pode faltar em sua viagem.
Palácio Real no Dam

4) A Praça do Dam e o Palácio Real

Palácio Real no Dam
A Praça do Dam fica localizada bem no coração da cidade, bem no centro mesmo. Nós arriscamos em dizer que 90% dos visitantes que passam por Amsterdam acabam conhecendo a praça, mesmo que sem querer. Por ali, também está o Palácio Real que, apesar de não ser a residência oficial do Rei, ainda é umas das habitações da realeza. Felizmente, o palácio fica aberto para visita e oferece tour para conhecer os seus detalhes medievais e as lindas pinturas que são preservadas nesse lindo monumento.

5) A Casa da Anne Frank

Casa da Anne Frank em Amsterdam
A famosa e popular casa de Anne Frank só não é mais visitada por turistas devido a sua limitação diária de visitantes. Esse museu é tão conhecido por todos os viajantes que dispensa qualquer introudção. Mas, para quem deseja visitar o museu, vale a pena dar uma lida no nosso artigo e entender exatamente sobre o novo sistema de agendamento de visitas ao museu.

6) Begijnhof

Begijnhof
Um lugarzinho que quem não pesquisa muito sobre Amsterdam antes de uma viagem, acaba não sabendo que existe um verdadeiro refúgiono centro de Amsterdam. Na praça Spui existe uma portinha que te leva a um “escoderijo” muito popular entre os visitantes da capital da Holanda. Atrás dessa porta fica guardado um espetacular e silencioso jardim com casas que são datadas dos séculos 17 e 18. De verdade, parece que aquele lugarzinho parou no tempo, simplesmente espetacular. Vale lembrar que a entradal lá é gratuita e você pode encontrar mais informações sobre essa atração turística em Amsterdam aqui.

7) Distrito da Luz Vermelha

Distrito da Luz Vermelha em Amsterdam
O famoso distrito da Luz Vermelha em Amsterdam é mundialmente conhecido, e talvez o mais popular entre vários (vários mesmo) turistas que visitam a capital da Holanda. As luzes vemelhas fluorescentes presentes em várias janelas nessa região da cidade é marca registrada do local. Como turista, vale uma visita só para matar a curiosidade. Claro, não espere encontrar a autêntica Amsterdam de seus sonhos ali naqueles metros quadrados. As ruas por ali, são mais sujas (devido ao grande fluxo de pessoas) e o ambiente, apesar de bem seguro, tem uma viba específica dali.

8) Oude Kerk

A imponente Oude Kerk em Amsterdam
Uma igreja espetacular, do século 14 e localizada na região do Bairro da Luz Vemelha. Essa igreja monumental de Amsterdam se destaca entres os préidos ali da região. A igreja é casa de 2500 lápides, sendo a mais famosa a de número 29, de Saskia Van Uylemburgh, a esposa do famoso pintor Rembrandt van Rijn.

9) Waag

Famosa, imponente e monumental. Esse prédio, localizado bem no meio da praça Niuwemarkt, é facil de ser notado. Originalmente construído no século 15 era um dos portões de entrada de Amsterdam. Mais tarde, já no século 17, o prédio assumiu outra função, agora como casa de pesagem para diversas mercadorias comercializadas em Amsterdam. Tem muita história e curiosidades sobre esse local e também da região onde ele está situado. Por isso a nossa dica é aproveitar uma visita guiada no centro antigo da cidade para conhecer cada detalhe.

10) Heineken Experience

O interativo Heineken Experience
O prédio da Heineken, é um monumento imponente e histórico. Além disso, fica bem no centro de Amsterdam. Mas o mais legal de tudo é o que há dentro de tal monumento hoje em dia. A antiga fábrica da Heineken foi transofrmada no Heineken Experience, um local promovido pela própria marca para, de uma forma interativa, mostrar um pouco o que está por trás da espetacular marca de cerveja holandesa. Uma visita vale a pena se você quer conhecer mais sobre a Heineken. Veja mais sobre como funciona a visita ao Heineken Experience aqui.
Gostou? Se você tiver qualquer pergunta deixe um comentário aqui abaixo, talvez a sua dúvida seja também a dúvida de outro viajante.
E não deixe de nos seguir no Facebook! Diariamente fotos, dicas e notícias de Amsterdam! Tudo para fazer a sua viagem para cá, completa!

Fonte:http://www.conexaoamsterdam.com.br/os-10-principais-pontos-turisticos-de-amsterdam/

a linda spiegelgracht em clima de natal
Amsterdam  O que fazer?  TOP 3+

30 fotos que vão fazer você se apaixonar por Amsterdam


A cada estação do ano, Amsterdam oferece um cenário diferente para as suas viagens. Por muito tempo Amsterdam era apenas vista como uma cidade muito liberal, mas hoje em dia, ela também é considerada como um dos destinos queridinhos por nós brasileiros. As principais razões disso estão ilustradas muito bem nas fotos a seguir.
As diferente estações do ano em Amsterdam mudam as cores e a cara da cidade. As casas e os edifícios construídos com tijolinhos à vista enfeitam a cidade e te fazem mergulhar em um mundo como que se fosse de fantasia. O canais, que passsam lilteralmente por quase todos os cantos da cidade, geram a sensação de que você está em um labirinto, despertando assim, um sentimento de mistério e ao mesmo tempo de muito romantismo. Ahh, o romantismo! É dificil não notá-lo em cada canto da cidade.
Os cruzeiros pelos canais de Amsterdam, sendo alguns noturnos com jantar a luz de velas, deixam qualquer casal ainda mais apaixonado. Também são nesses cruzeiros que você terá a oportunidade de conhecer a cidade de um ângulo diferente, e assim reparar a quantiade de detalhes nas lindas fachadas e suas janelas de cada construção. Janelas as quais te dão aquela sensação que você é “de casa”; afinal, elas são tão largas e grandes que te fazem facilmente visualizar como é morar e viver ali.
As vezes cidade, as vezes vila, Amsterdam supreende por essa dinâmica de diferentes sensações. É simplesmente uma explosão de amor quando você começa a caminhar e a “entender” a cidade. Sim entender, parece que Amsterdam tem vida própria, uma personalidade única e singular que talvez você não encontre igual em nenhum lugar do mundo!
Em Amsterdam você pode ser você; a liberdade e a beleza da cidade são fontes inspiradoras, é um lugar onde tudo parece funcionar em perfeita sincronia e harmonia!
Vale a pena visitar Amsterdam? Vale, e vale muito! Sem dúvidas é um destino imperdível! Se você ainda assim, tiver dúvidas, se insprie nas fotos abaixo e deixe sua imaginação te guiar!
ROTEIROS DE VIAGENS PARA A HOLANDA
Se mesmo depois de navegar no nosso blog você ainda tiver dúvidas específicas sobre quais lugares e atrações deveria visitar durante a sua viagem para a Holanda não se preocupe. Hoje em dia a enorme quantidade de informação disponível na internet pode acabar confundindo o planejamento da sua viagem, ao invés de te ajudar – você acaba ficando na dúvida de quais passeios ou museus você deveria visitar. Se este é o seu caso, certamente o que você precisa é um roteiro personalizado. Nós do Conexão Amsterdam oferecemos essa opção para viajantes com a intenção de aproveitar o melhor que a Holanda e Amsterdam tem para oferecer durante a sua estadia no país, levando sempre em consideração os seu gosto e orçamento. Acesse a nossa página sobre serviços para obter mais detalhes de como tudo funciona.

Fonte:http://www.conexaoamsterdam.com.br/fotos-de-amsterdam/

Bicicleta em Amsterdã, Holanda

Amsterdã é prática, moderna e vanguardista. E essas qualidades de certa forma resumem as características de toda a Holanda, um país de território minúsculo que foi uma grande potência mercantil nos séculos 17 e 18 e hoje tem algumas das maiores multionacionais do mundo. A tolerância em questões como religião, drogas, sexo e liberdades individuais e o clima de festa que parece permanente na capital atrai o viajantes do mundo inteiro – especialmente jovens. A vibração cultural não deixa por menos, com dezenas de museus, entre eles o imperdível Rijksmuseum, que guarda obras de Jan Steen, Rembrandt e Frans Hals. Passear de bicicleta por essa cidade plana e repleta de ciclovias é o melhor jeito de conhecer belezas arquitetônicas que vão do estilo gótico da Oude Kerk (Igreja Velha) às linhas modernas do Museu Van Gogh, em cujo acervo estão as principais telas produzidas pelas furiosas pinceladas do pintor. O obscuro período da II Guerra Mundial está representado na Casa de Anne Frank, local no qual a jovem escreveu o famoso diário com os relatos das angústias de viver escondida durante a ocupação nazista. De volta ao presente, faça tours de barco pelos canais e admire a proeza da engenharia que protegeu a cidade da água do mar com a construção de diques, E, se for durante a primavera, não deixe de programar visitas ao campos de tulipas nos arredores dessa cidade magnífica.

COMO CHEGAR
Do Brasil há voos diretos para a Europa a partir de São Paulo, Campinas, Rio de Janeiro e Recife, com a KLM indo diretamente até Amsterdã. O desembarque é feito no aeroporto de Schiphol, distante 20 quilômetros do Centro. Um dos mais movimentados terminais aeroviários do mundo, ele possui uma alta capilaridade de conexões não só com destinos europeus, mas também para outros países na África e Oriente Médio. De Schiphol até o Centro basta pegar um trem (www.ns.nl, €3.70, 20 minutos) no subsolo, até a Centraal Station. Táxis estão disponíveis na saída dos terminais e a viagem sai por cerca de € 50.
Amsterdã é muito bem conectada com o restante da Europa através de seu sistema ferroviário. A companhia nacional NS tem serviços muito convenientes para chegar à Bélgica, oeste da Alemanha e interior da Holanda, e até para destinos mais distantes como Paris, Suíça e Londres.
De carro, a cidade é facilmente acessível pelas ótimas rodovias A1 (em direção à Alemanha), A2 (Utrecht), A4 (Roterdã) e A7(Frísia). A regras de trânsito são similares às do Brasil e em Schiphol há várias locadoras de autos, com várias filiais pelo país. Dois "poréns": as três primeiras estradas mencionadas anteriormente ficam totalmente congestionadas na hora do rush e cidades grandes, como Amsterdã, não são muito amigáveis para com os motoristas desacostumados, que deverão driblar pedestres, ciclista e bondes.
COMO CIRCULAR
Amsterdã é uma cidade razoavelmente compacta. Boa parte dos passeios pode ser feita a pé ou de bicicleta. Para distâncias maiores, utilize os bondes (é possível pagar o trajeto direto com o condutor, mas bilheres adquiridos em tacabarias e bancas vêm com descontos; o mesmo vale para os ônibus). As rotas de ambos podem ser checados em mapas distribuídos nas estações de trens e em algumas paradas.
Para chegar às demais cidades da Holanda e de vizinhos como Bélgica e Alemanha, a melhor forma de se conectar é via trem. Cheque os itinerários e horários no site da NS.
ONDE FICAR
Amsterdã não tem pouca oferta de bons quartos de hotéis. Um dos lugares mais práticos para se ficar na cidade é dentro do anel de canais, mais perto da estação central, dos bancos, restaurantes e principais atrações. Alguns estabelecimentos em Jordaan ou ao longo dos canais Singel e Keizer podem ser um pouco barulhentos, outros não têm elevadores (e as escadas podem ser bem estreitas) e outros ainda mais não têm serviço 24 horas. E tente evitar a área do Red Light District. Apesar de haver alguns hotéis e pousadas razoáveis por aqui, a área não é muito segura à noite. Mesmo assim há nesta área tanto pequenos hotéis, bons e baratos -- alguns muito bem decorados, como clássicos locais como o elegante Hotel de l'Europe, o Seven Bridges e o Grand Krasnapolsky, no movimentado coração de Amsterdã, a Praça Dam.
Um pouco fora do Centro estão outras bons opções pertencentes a grandes redes. Próximo ao centro de convenções RAI e ao parque Amsterlpark estão hotéis Novotel, Holiday Inn, Mercure Amstel e o elegante Okura Amsterdam. Destes lugares para o centro basta pegar um bondinho.
ONDE COMER
A cozinha holandesa não se destaca por nada neste mundo. Há um bom cozido aqui, outro bom assado lá, as batatas fritas são divinas, os bolos muito bons, o chocolate nem se fale. Mas a verdade é que a gastronomia local é um tanto sem graça. Não há queijos gouda e edam de alta qualidade que sustentem um restaurante. Mesmo assim o cenário gastronòmico em Amsterdã não é tão ruim assim. Há ótimos restaurantes indonésios na cidade -- fruto da colonização holandesa naquele país. Neles, experimente o rijstaffle, a mesa de arroz, uma espécie de menu-degustação do que há de melhor na Indonésia. Por aqui você também encontrará com certa facilidade casas de comida tailandesa (ótimos pad thais), vietnamitas (a pedida são os goi cuon), indianos e marroquinos.
Ao longo da Damrak você encontrará uma série de restaurantes bem turísticos, alguns bem ruins. Melhor sorte você terá em casas nos canais do entorno ou na praça Leidseplein, onde estão cafés bem tranquilos, bares bem agitados e alguns endereços especializados até mesmo em cozinha brasileira e argentina.
Na hora de fazer uma boquinha, há muitas barraquinhas de ruas que oferecem um bolachão recheado de caramelo, o stroopwaffle, e o broodje, o onipresente sanduíche que pode vir recheado de salmão defumado, rosbife e, claro, os maravilhosos queijos da terra.
À noite, desbrave os bares da cidade e sirva-se de ótimas cervejas. As marcas comerciais locais são bem conhecidas: Amstel, Heineken e Grolsch, mas procure também por rótulos belgas como Hooegaarden, Palm e Duvel.
INFORMAÇÕES AO VIAJANTE
  •  Holandês
  •  Euro
  •  0800-022-06-55 (Embratel)
  •  Não é necessário.
  •  Para entrar na Holanda, nenhuma vacina é obrigatória.
  • Setor de Embaixadas Sul, Qd 801, lote 5, Brasília - DF
    (61) 3961-3200
 Em março e abril, a Holanda ganha como atração extra as cores das tulipas – é época da floração – e o frio mais intenso já está indo embora. Como em praticamente toda a Europa, as estações são bem definidas. No verão, de julho a setembro, as temperaturas médias ficam em torno de 20ºC. Em julho e agosto tudo fica mais agitado e cheio em Amsterdã, em razão das férias na Europa.

Fonte:http://viajeaqui.abril.com.br/cidades/holanda-amsterda

F