DHEA E 7-KETO DHEA COMBATEM OS EFEITOS DO ENVELHECIMENTO ?

DHEA

DHEA: O Que é, Benefícios, Efeitos Colaterais e Como Tomar

Suplementos de DHEA são usados por pessoas que querem aumentar o desejo sexual, criar músculos, combater os efeitos do envelhecimento e melhorar algumas condições de saúde, mas não há evidências suficientes de que esses benefícios sejam verdadeiros. A seguir você encontra o que a ciência sabe sobre esse suplemento, para que serve, quais são seus benefícios e efeitos colaterias, e o que mais você precisar saber.

O que é DHEA?

DHEA (desidroepiandrosterona) é um hormônio produzido pelas glândulas adrenais do corpo. Os suplementos de DHEA são produzidos a partir de soja ou inhame selvagem.
Não se sabe ainda tudo o que a DHEA pode fazer, mas sabe-se que é um precursor dos hormônios sexuais masculinos e femininos, incluindo testosterona e estrogênio.
A produção de DHEA no corpo atinge seu pico depois dos vinte anos e começa a diminuir depois dos trinta. A diminuição é mais rápida nas mulheres do que nos homens. Níveis mais baixos de DHEA também podem ser encontrados em pessoas com transtornos hormonais, HIV/AIDS, Mal de Alzheimer, doenças cardíacas, depressão, diabetes, inflamação, transtornos no sistema imune e osteoporose. Corticosteroides, anticoncepcionais orais e agentes de tratamento de transtornos psiquiátricos também podem diminuir os níveis de DHEA.
O suplemento de DHEA é geralmente usado para tratamento de desequilíbrios hormonais, mas fabricantes começaram a anunciar o produto como uma cura mágica para muitas coisas, como perda muscular, perda de peso, osteoporose e depressão. A DHEA também foi ligada a uso por atletas como doping. Atualmente, a DHEA é rotulada desde “fonte da juventude” até fraude.
Qual a verdade? Para que serve a DHEA? Continue lendo e descubra.

Benefícios da DHEA

Há poucos estudos bem formulados que testam os efeitos dos suplementos de DHEA. Não há evidências suficientes da eficácia de DHEA no tratamento de insuficiência adrenal, síndrome metabólica, depressão, HIV/AIDS, síndrome da fadiga crônica, sintomas da menopausa, doença cardíaca, câncer de mama, infertilidade, diabetes ou Mal de Parkinson.
Além disso, também não há evidências que apoiam o uso de suplemento de DHEA como medicamento anti-idade ou para ajudar na perda de peso. O suplemento também parece não ter efeito para aumentar a libido, aumentar a força muscular ou proteger contra o Mal de Alzheimer.
Entretanto, há pesquisas que apoiam a utilidade dos suplementos de DHEA em certas condições. Aqui estão algumas delas.

Osteoporose

Tomar DHEA em forma oral parece aumentar a densidade óssea em mulheres e homens mais velhos com osteoporose. Um estudo de 2002 publicado no Chinese Medical Journalrelatou que após seis meses de tratamento, 44 homens com osteoporose experimentaram um aumento significante na densidade óssea em comparação ao grupo de controle.

Esquizofrenia

De acordo com um estudo de 2003 doArchives of General Psychiatry, aumentar os níveis de DHEA pode ajudar a diminuir sintomas de ansiedade e depressão em pessoas com esquizofrenia. De acordo com os autores do estudo, DHEA também pode ajudar a melhorar o humor, aumentar o bem-estar e a energia em pessoas com esquizofrenia.

Disfunção Erétil

A suplementação com DHEA pode ajudar com a disfunção erétil, mas não se ela for causada por diabetes ou problemas nos nervos.
Embora sejam poucos os estudos que testaram a DHEA em pacientes com disfunção erétil, um deles mostra que homens que receberam uma dose diária do suplemento por seis meses tiveram uma melhora significativa na habilidade de alcançar e manter uma ereção. Os pacientes do grupo de controle não tiveram nenhum tipo de melhora.

Efeitos Colaterais da DHEA

A DHEA é um hormônio, e portanto, deve ser tomado sob a supervisão e recomendação de um médico. Crianças e mulheres grávidas ou lactantes não devem usar DHEA.
Os efeitos colaterais incluem acne, insônia, fadiga, pele oleosa, dor abdominal, perda de cabelo, congestão nasal, aumento dos níveis de colesterol, batimento cardíaco rápido ou irregular e palpitações.
Em mulheres, a DHEA também pode causar mudanças no ciclo menstrual, crescimento de pelos faciais e engrossamento da voz. Em homens, pode ocorrer aumento dos seios, assim como sensibilidade na região, e agressividade.

Interações Medicamentosas

Suplementos de DHEA podem aumentar os efeitos de medicamentos como AZT (para tratamento do HIV), barbitúricos, medicamentos de câncer, estrogênio, anticoncepcionais orais, testosterona e benzodiazepinas. Os suplementos também podem ter efeitos inprevisíveis com medicamentos como corticosteroides, insulina, lítio, medicamentos para alergia, medicamentos anti-fungais, medicamentos para câncer e colesterol.

Como Tomar DHEA

A necessidade e dosagem do suplemento deve ser determinado por um médico, de acordo com a condição a ser tratada e as necessidades do paciente. O uso de suplementos de DHEA quando não há necessidade ou em doses indiscriminadas pode ser prejudicial, podendo causar os efeitos colaterais mencionados anteriormente.
Embora haja algumas evidências de que o suplemento de DHEA pode ajudar com determinadas condições de saúde, ele não deve ser usado de forma indiscriminada, substituindo o tratamento indicado pelo médico, já que isso pode trazer sérias consequências à sua saúde, não apenas com os efeitos colaterais, mas também com um possível agravamento da condição, se ela não recebe tratamento.
Revisão Geral pela Dra. Patrícia Leite - (no G+)
7-keto

7-Keto DHEA – Benefícios, Efeitos Colaterais e Como Tomar


Relacionado a benefícios como a perda de peso, diminuição de perda muscular, reforço ao sistema imunológico, melhoria do ritmo do metabolismo e redução do estresse, o 7-Keto DHEA é um sub-produto do hormônio DHEA(dehidroepiandrosterona), obtido naturalmente pelo organismo humano no cérebro e nas glândulas supra-renais.
A substância também pode ser consumida por meio da suplementação alimentar. Vamos conhecer melhor para o que ela serve, quais os efeitos colaterais que pode acarretar ao corpo humano e a maneira indicada para a sua utilização.

Principais benefícios: Perda de peso

Quando o ritmo do metabolismo aumenta, as gorduras presentes no corpo podem ser queimadas mais rapidamente, e o tão sonhado emagrecimento acontecer de maneira mais acelerada. E é justamente esse um dos efeitos causados pela suplementação alimentar com 7-Keto DHEA: o estímulo para que a ação do metabolismo ocorra de maneira mais acelerada.
Um estudo feito para verificar a ação do 7-Keto DHEA em 30 adultos saudáveis identificou que as pessoas que utilizavam a substância conseguiram eliminar maior quantidade de gordura corporal do que os que não tomaram o suplemento.
Além disso, o 7-Keto DHEA também é relacionado a benefícios como a construção dos músculos e o aumento da massa magra.

Sistema imunológico

Um estudo feito pelo The Minnesota Aplied Research Center (Centro de Pesquisa Aplicada de Minnesota, tradução livre) verificou as propriedades da substância que podem oferecer benefícios ao sistema imunológico.
Durante quatro semanas, homens e mulheres idosos consumiram 100 mg do 7-Keto DHEA duas vezes ao dia. O resultado apresentado foi a melhoria da função imunológica, do crescimento das células auxiliares imunes, assim como o aumento dos glóbulos brancos e a diminuição da pressão arterial.
Outra pesquisa feita com macacos infectados com SIV (simian immunodeficiency vírus, condição semelhante ao HIV) demonstrou que, após a ingestão da substância, os animais apresentaram aumento de peso, crescimentos nas células T, que fazem parte do sistema imunológico desses bichos, além de melhoria em seu bem-estar.

Efeitos do envelhecimento

Assim como acontece com o DHEA, hormônio do qual é originado, os níveis de 7-Keto DHEA também decrescem no nosso organismo conforme o tempo vai passando e a idade vai chegando.
Um dos prejuízos que essa diminuição do DHEA traz ao corpo humano é o aumento do hormônio cortisol, que quando encontrado em taxas elevadas causa a perda de massa muscular, aumento do peso, crescimento do risco de osteoporose, decréscimo de testosterona, lapsos de memória e diminuição da libido.
O uso da suplementação com 7-Keto DHEA para combater os efeitos do envelhecimento foi testado por meio de uma pesquisa que aconteceu na República Tcheca. O estudo mostrou que o consumo de 25 mg diariamente contribuiu para a redução dos riscos de apresentar doenças cardiovasculares, além da melhoria da função cerebral.
A ação do 7-Keto DHEA também é associada a melhoria na eficiência da memória e na promoção da qualidade do desempenho sexual.

Efeitos Colaterais

Os efeitos colaterais mais comuns associados ao uso do 7-Keto DHEA são a acne, aumento da oleosidade da pele e da transpiração, perda de cabelo, fadiga, dor de cabeça, congestão nasal e aceleração dos batimentos cardíacos.
Para as mulheres, especificamente, pode ser que ele cause insônia e irregularidade nos ciclos menstruais.
O hormônio DHEA, que dá origem ao 7-Keto DHEA é apontado como o responsável por mudanças de características femininas e masculinas no organismo de quem faz uso de seus suplementos. Nas mulheres, o que ocorre é o surgimento de pelos faciais, engrossamento na voz, ganho de peso na região abdominal e alargamento do clitóris. Já nos homens, uma das coisas que acontece é o aumento dos tamanhos das mamas.
Por mais que os efeitos do 7-Keto DHEA possam ser menores, ainda não há pesquisas suficientes que comprovem que a substância não possui o mesmo potencial para causar esses problemas.
Ainda relacionando com os efeitos que o DHEA pode causar, vale registrar o risco de alterações mentais como as mudanças de humor, aumento da agressividade, ansiedade, agitação, irritabilidade e até psicose.
A suplementação com a substância também é considerada como fator de risco para alguns tipos de câncer como o de mama, ovário e próstata.
Justamente por ser um sub-produto do hormônio DHEA é que não podemos deixar esses possíveis riscos de lado e alertar quanto a importância de consultar um médico antes de começar a consumir um suplemento alimentar feito à base de 7-Keto DHEA.

Recomendações

Algumas pessoas precisam ficar ainda mais atentas quanto ao uso de componentes com o hormônio DHEA, ou que se originem a partir dele. Por exemplo, eles não são recomendados às pessoas portadoras de diabetes porque podem causar o crescimento das taxas de açúcar no sangue e resistência ao hormônio insulina.
Há ainda a chance de ocorrer a alteração nos níveis do hormônio tireóide e na função das glândulas supra-renais. Sendo assim, pessoas com problemas endocrinológicos também devem permanecer longe dos suplementos com DHEA.

Como tomar

A dose adequada da substância, assim como a máxima que é tolerada pelo organismo, ainda não foi determinada. Entretanto, geralmente é aconselhada a ingestão diária de 200 até no máximo 400 mg do suplemento preparado à base de 7-Keto DHEA, divididas em duas porções de 100 ou 200 mg.
Dessa maneira, é recomendado pedir orientação médica antes de utilizar a substância para obter um dos benefícios acima apresentados, a fim de saber a dosagem ideal e os efeitos colaterais específicos que podem acontecer em cada caso.

Onde encontrar

O produto é encontrado em algumas lojas de suplementos alimentares, sejam elas físicas ou virtuais. É possível adquirir o composto com 7-Keto DHEA em uma embalagem com 60 cápsulas de 25 mg cada, sendo comercializada pelo preço de R$ 93,50 na internet.
Revisão Geral pela Dra. Patrícia Leite - (no G+)
Fonte:http://www.mundoboaforma.com.br/

Postagens mais visitadas deste blog

APRENDA COMO FAZER CONTATO COM SEU ANJO E GUIAS ESPIRITUAIS - TEXTOS DE VÁRIOS AUTORES

PARA ONDE VAMOS QUANDO MORREMOS,SEGUNDO A DOUTRINA ESPÍRITA ?

O GATO NA MITOLOGIA SAGRADA EGÍPCIA