5 ALIMENTOS QUE AUMENTAM A TESTOSTERONA E OUTRAS DICAS NATURAIS

Homem forte comendo

5 Alimentos que Aumentam a Testosterona

A capacidade de construir músculos, queimar gordura e até mesmo de ter uma vida sexual satisfatória são todos os fatores que são afetados pelo hormônio testosterona na vida de um homem. Infelizmente, os níveis de testosterona começam a declinar a uma taxa estável após os 30 anos de idade.
E pior, parece que não importa quantos anos você tenha, os homens de todas as idades estão experimentando níveis de testosterona muito mais baixos do que os seus pais, e ainda mais baixos do que os avós. Por quê? Fatores como estresse, falta de exercício, toxinas do meio ambiente e ingestão excessiva de escolhas alimentares pobres são os grandes culpados da baixa testosterona na geração atual.
Pelo lado positivo, fazer algumas mudanças na sua alimentação pode ter um efeito significativo e positivo na sua testosterona – para não mencionar seus níveis de energia, a sua capacidade de queimar gordura e construir músculos. Aqui estão 5 alimentos que aumentam a testosterona para adicionar ao seu plano de nutrição daqui em diante e começar a corrigir estes erros.

1. Carne vermelha magra

Não é nenhuma surpresa que a carne vermelha magra esteja no topo desta lista. Cortes magros de carne fornecem proteínas, vitaminas, minerais e até mesmo creatina ao seu organismo. Mas a carne vermelha é também carregada de gordura saturada.
Embora você possa pensar que toda a gordura saturada é ruim, não é verdade. A gordura saturada é uma fonte de colesterol, que é a molécula base necessária para construir a testosterona. No corpo, o colesterol é convertido em testosterona, sendo assim um equilíbrio entre as gorduras saturadas e insaturadas na dieta é importante.

2. Vegetais crucíferos

Os vegetais crucíferos, como couve, couve de bruxelas, brócolis e couve-flor devem ser incluídos em sua dieta, pois são importantes alimentos que aumentam a testosterona. Estes vegetais trazem compostos que combatem o estrogênio chamados di-indol metano, ou DIM, que se ligam a um excesso de estrogênio e, subsequentemente, ajudam a excluí-lo do corpo.
O DIM também bloqueia a produção da enzima aromatase, que pode reduzir a testosterona a sua forma inútil, DHT (dihidrotestosterona). Você pode não ser um fã de comida vegetariana, mas aumentar a sua ingestão destes alimentos pode ser crucial para aumentar sua testosterona! Faça uma salada gostosa com repolho ou adicione um pouco de couve fresca a sua omelete pela manhã.

3. Ovos

Ovos inteiros são fonte de colesterol, que como informado acima é um precursor para a produção de testosterona. Ovos inteiros são também fonte de vitamina D, que pode auxiliar a produção de testosterona.
Em um estudo em que um grupo de indivíduos tomou vitamina D e outro um placebo durante um ano, aqueles que tomaram a vitamina D aumentaram significativamente os níveis de testosterona livre em comparação com nenhuma alteração no grupo que não o fez.
Os ovos também são uma rica fonte de antioxidantes que podem ajudar na recuperação e são considerados uma das fontes de proteínas de mais alta qualidade, uma vez que fornecem todos os aminoácidos essenciais necessários para o crescimento muscular. Um ovo inteiro fornece 187 mg de colesterol e 11% de seu valor diário de vitamina D.

4. Atum

Atum fresco é rico em gorduras boas, incluindo o ômega-3, e é uma rica fonte de proteína de alta qualidade. Uma porção de 85 g de atum fornece 25 gramas de proteína e 3,3 gramas de gordura poli-insaturada. Uma dieta rica neste tipo de gordura mostrou-se eficiente para aumentar dos níveis de testosterona livre, bem como reduzir a gordura abdominal em homens, se comparada a dietas que eram mais baixzs em gordura do mesmo valor calórico.
Os ácidos graxos ômega-3 também pode ajudar a combater os efeitos catabólicos do cortisol. Quando cortisol tem níveis altos, a produção de testosterona é baixa. Em um estudo, três semanas de suplementação com ácidos graxos ômega-3 diminuíram os níveis de cortisol vindo da estimulação do estresse. Tanto o atum fresco quanto o enlatado são boas opções de alimentos que aumentam a testosterona.

5. Sementes de abóbora

Em vez de sempre recorrer a um punhado de amêndoas em seus lanches, experimente sementes de abóbora em seu lugar. As sementes de abóbora são ricas em gorduras saturadas, bem como zinco, magnésio e o aminoácido anabólico leucina.
Uma porção de 28 gramas de sementes de abóbora fornece 6 gramas de gordura, 5 gramas de fibra, 5 gramas de proteína, 19% de seu valor diário de zinco e 18% do seu valor diário de magnésio. O zinco é um fator importante envolvido na produção de enzimas envolvidas na produção de testosterona, ao passo que o magnésio é necessário para a contração muscular. Tente tostá-las no forno, jogá-las em uma salada ou comê-las crus.
Revisão Geral pela Dra. Patrícia Leite - (no G+)

Fonte:http://www.mundoboaforma.com.br/5-alimentos-que-aumentam-a-testosterona/
Casal abraçado

Como Aumentar a Testosterona Naturalmente – 14 Formas

O nível de testosterona no corpo é um fator extremamente importante para o equilíbrio hormonal masculino. A testosterona regula muitas funções corporais, trabalhando em favor do crescimento muscular e contra o acúmulo de gordura. Além disso, a testosterona ainda se relaciona a quase todas as funções sexuais, de modo que um nível baixo de testosterona provoca diminuição da libido e até mesmo impotência sexual.
A verdade é, porém, que o nível de testosterona é em parte determinado pela genética. Para deixar as coisas ainda mais complicadas, há uma diminuição natural na produção de testosterona ao longo do envelhecimento. Para lidar com essas duas determinações e evitar os baixos níveis de testosterona, muita gente usa suplementos que muitas vezes só provocam efeitos adversos.
A melhor opção é regular o funcionamento do corpo, procurando como aumentar a testosterona naturalmente. Para isso, listamos 14 formas.

1. Peso Adequado

Existe uma relação importante entre o peso e os níveis de testosterona no corpo de um homem. A testosterona tende a ser menos produzida pelas pessoas com grandes acúmulos de gordura corporal, de forma que para essas pessoas o primeiro passo para obter níveis maiores de testosterona é se livrar da gordura.
Menos significativamente, pessoas que estão abaixo do peso também têm os níveis de testosterona diminuídos. Atingir o peso ideal é benéfico para todas as pessoas, e garante um maior equilíbrio corporal em todos os sentidos.

2. Dormir Bem e Bastante

Grande parte dos homens que sofrem com baixos níveis de testosterona não dormem adequadamente. Uma parte significativa e fundamental de como aumentar a testoterona naturalmente é ter noites de sono tranquilas e suficientemente longas. Apesar do tempo de sono necessário variar de pessoa para pessoa, procurar atingir a marca de 8 horas diárias é uma boa meta.

3. Comportamento Ativo

O sedentarismo em geral trabalha contra a produção de testosterona. O corpo humano possui um eficiente sistema que direciona os nutrientes para as suas necessidades mais urgentes. Se uma pessoa passa o dia todo sentada, o corpo provavelmente direcionará menos nutrientes para a produção da testosterona – afinal, essa pessoa não está precisando dos músculos cujos desenvolvimentos a testosterona estimularia.
Dessa forma, adotar um comportamento ativo ao longo do dia pode fazer toda a diferença. Uma caminhada pela manhã ou até mesmo pequenas pausas no trabalho de escritório para se movimentar um pouco podem contribuir muito para os níveis de testosterona.

4. Controle do Estresse

Outra causa majoritária de níveis baixos de testosterona é o estresse, que atinge cada vez mais pessoas de modo intenso. Isso acontece porque, sob estresse, o corpo produz grandes quantidade do hormônio cortisol, o que dificulta a produção de testosterona.
Nem sempre é possível cortar todas as fontes de estresse, mas qualquer esforço nesse sentido vale a pena. É importante evitar o excesso de trabalho, bem como reservar algumas horas para atividades relaxantes e prazerosas.

5. Alimentação

A alimentação é, naturalmente, um ponto importantíssimo para garantir a produção adequada de todos os hormônios, entre eles a testosterona. Ter uma dieta saudável é, em geral, uma forma de como aumentar a testosterona naturalmente, mas existem ainda dicas específicas para intensificar sua produção.
Em primeiro lugar, recomenda-se reduzir o consumo de açúcar. Grandes níveis de açúcar no sangue são associados a baixos níveis de testosterona. Além disso, se perder peso é uma forma de aumentar o nível de testosterona, cortar ou reduzir dramaticamente a ingestão de açúcar é uma excelente atitude. Outra coisa a ser reduzida é a soja. A soja tem um forte papel em aumentar os níveis de estrogênio, o que leva a diminuição dos níveis de testosterona.
É benéfico procurar adicionar gorduras boas na sua dieta diária. As gorduras em geral são necessárias para a produção de testosterona, e por isso faz sentido tentar adicionar gorduras boas na dieta. Recomenda-se por isso o consumo de nozes e castanhas, bem como de azeite de oliva e abacate.
O zinco também tem se provado muito influente no aumento dos níveis de testosterona. Seu efeito é simples: ele diminui a intensidade do processo que transforma a testosterona em estrogênio, de modo que garante níveis mais altos de testosterona. O zinco pode ser encontrado na carne bovina e em diversos peixes.
Por fim, o consumo adequado de vitamina D tem sido relacionado em estudos recentes a aumentos nos níveis de testosterona. Os papeis dessa vitamina no corpo humano são muitos, de modo que o aumento na testosterona, se não for direto, certamente será provocado indiretamente através da melhora de outras funções corporais.

6. Sol

A exposição ao sol é fundamental para garantir um dos benefícios presentes na dieta balanceada: a absorção de vitamina D. Trinta minutos de exposição ao sol por dia já é o suficiente para garantir níveis adequados de vitamina D, que será também uma boa forma de como aumentar a testosterona naturalmente.

7. Exercícios

Se romper com o sedentarismo completo já fornece um estímulo à produção de testosterona, melhor ainda é aderir a uma rotina de exercícios regulares. O uso regular e intenso dos músculos em treinos de força fornece ao corpo os sinais necessários para intensificar a produção de testosterona.
Há, porém, uma forma de se exercitar que é especialmente boa para estimular a produção de testosterona: o treino curto e intenso. A ideia é submeter os músculos a grandes esforços, para que eles rapidamente fiquem fatigados.
Além disso, é importante exercitar um grande número de músculos. Ou seja, não é recomendável focar em exercícios específicos para um músculo, mas nos que exigem o trabalho de grandes grupos de músculos. Como as pernas compreendem o maior grupo de músculos que existe no corpo humano, exercícios que concentram-se nessa área (como o agachamento) são especialmente recomendáveis para aumentar a testosterona.
Por fim, é preciso lembrar de um princípio básico: evitar o excesso de exercício. Treinar além dos limites não prejudica só os músculos, mas o nível de testosterona também.

8. Evitar Beber em Excesso

Beber em moderação, sobretudo vinho, pode até ajudar na produção de testosterona. Entretanto, raramente o hábito de beber possui essa forma moderada. Beber em excesso prejudica muitas funções corporais, e os níveis de testosterona não são uma exceção.
Na verdade, beber em excesso reduz dramaticamente os níveis de testosterona, uma vez que o álcool intensifica o processo de conversão da testosterona em estrogênio. Nesse ponto, obter um nível maior de testosterona é apenas um dos efeitos: deixar de beber demasiadamente provoca efeitos benéficos em todos os sentidos.

9. Evitar fumar

O cigarro é outro inimigo da testosterona. Nesse caso não há segredos, uma vez que a carga química dos cigarros normalmente consumidos é de conhecimento amplo. As substâncias químicas mais diversas que acompanham os cigarros provocam um desregulamento completo no sistema hormonal, o que certamente prejudica a produção de testosterona.
O tabagismo é um vício muito difícil de ser abandonado, mas não há espaço para conciliação aqui. Níveis adequados de testosterona dificilmente só serão alcançados com o abandono do hábito de fumar, ou ao menos com sua redução dramática.

10. Reduzir o Café

O café provoca um ligeiro aumento nos níveis de cortisol, que dificulta a produção da testosterona. Não é um efeito intenso, de modo que uma xícara de café pela manhã certamente não fará diferença. Entretanto, quem consome café constantemente ao longo do dia precisa ser avisado: deixar de beber tanto café pode ser um forma de como aumentar a testosterona naturalmente.

11. Atividade sexual

A atividade sexual frequente é um excelente meio de aumentar os níveis de testosterona. Diversos estudos mostram como os níveis de testosterona são maiores nos dias em que os homens têm relações sexuais. Outros vão mais longe e mostram que até mesmo uma ereção é capaz de melhorar os níveis diários de testosterona.

12. Saúde Psicológica

Doenças como a depressão podem prejudicar severamente os níveis de testosterona no corpo. Trata-se de algo que pode, porém, trazer danos que vão muito além disso. Recomenda-se sempre procurar ajuda profissional, uma vez que qualquer melhora obtida trará também melhores níveis de testosterona.

13. Cuidado com os Remédios

Muitos remédios estão associados a baixos níveis de testosterona. Entre eles estão os opioides (tipos fortes de analgésicos) e os esteróides anabolizantes. Deixar de tomar esse tipo de medicamento certamente aumentará os níveis de testosterona. Em todo caso, não é recomendável abandonar um medicamento receitado por um médico. Ao invés disso, deve-se procurar o médico e falar sobre possíveis alterações no medicamento utilizado ou em sua dosagem.

14. Suplementos?

Muitas pessoas usam suplementos que prometem milagres nos níveis de testosterona. A verdade é, porém, que eles farão pouquíssimo efeito e ainda trarão o risco de prejudicar ainda mais a capacidade corporal de produção autônoma da testosterona. Muitos defendem que o ZMA, tomado nas proporções certas, pode fazer a diferença, mas isso ainda é polêmico.
Dessa forma, para obter níveis adequados e sustentáveis do hormônio masculino o melhor caminho é aderir a hábitos saudáveis. Se há como aumentar a testosterona naturalmente, não há motivo para arriscar-se a interferir artificialmente no sistema hormonal.
Revisão Geral pela Dra. Patrícia Leite - (no G+)
Fonte:http://www.mundoboaforma.com.br/como-aumentar-testosterona-naturalmente-14-formas/

Homem forte comendo