O NONO PORTAL,EGRÉGORAS E INICIAÇÃO



O nono portal, egrégoras e iniciação

Hermes e sua correspondência ao número 9 representa a verdade completa, a iniciação a perfeição. É por isso que é emprego como signo hieroglífico da alta potencia intelectual e moral no fim do lituus(bastão) pontifical e do cajado dos bispos.

Nove representa, tambem, aquilo que a igreja cristã chama a circuminsessão de pessoas divinas, ou seja "circum in sessio", propriedade de residir em volta umas das outras e umas nas outras, sem confusão de noções. O nono Arcano diz respeito ao processo da Iniciação (baptismo pelo fogo), isto é, a expansão das forças internas do ser humano através da aceleração do processo evolutivo.

A ceremônia da Iniciação Esotérica corresponde à tradição da Egrégora da corrente na qual o Iniciado é recebido. Seu ritmo é harmonizado com o da corrente, ou melhor, é incluido nele. Nas correntes em contacto estreito com suas Egrégoras no plano superior, a Iniciação é a transmissão, em nome da hierarquia egregórica, de um determinado grau de força espiritual e mágico ao Iniciado.

Nessas condições, pela lei oculta, os símbolos adequados e seu uso correcto poem em actividade as forças reais que esses simbolos representam. A força recebida pelo Iniciado provém, por via de transmissão directa, dos criadores de determinada Egrégora. A Iniciação é real somente quando a Egrégora continua a possuir seu poder espiritual e mágico, patente nos 3 planos de manifestação.

O setenário segundo Alphonse Louis Constant. " O selo de Hermes reune as principais propriedades do setenário; ele indica sua composição, exprime hieroglificamente a essência e as transformações da substância universal. Tudo é quatro de três na luz e na vida. O cíclo do movimento perfeito é três de quatro ou quatro de três; aí está a quadratura do círculo; aí está também a pedra dos filósofos, figurada nos símbolos maçônicos pela pedra cúbica, composta por seis quadrados e quatro triângulos.

É o que dá a cruz do templo e a cruz latina. A cruz do templo dobra-se em pirâmide e coroa por esta imágem do princípio divino e do fogo, as seis faces do cubo como o tetragrama unido aos seis dias de Bereschith dá dez e não significa senão sete.

Pode-se sobre essas duas cruzes escrever os nomes dos Sefiras. Assim estabelece incisivamente o setenário, que é o número do repouso, isto é, da estabelidade. Quando se diz que Deus repousa é para exprimir a perfeição do trabalho da natureza que, uma vez constituida sobre o setenário, parece não deixar a seu autor nada por fazer". Lembrem-se que o setenário fala das causas secundárias isto é dos astros.

Fonte:http://portalesdoceu.blogspot.com.br/2010/11/o-nono-portal-egregoras-e-iniciacao.html

Aprofundando mais no portal 9

O número 9 resume e figura toda a sabedoria dos Arcanos do Tarô representado por um ancião e onde se apresenta na sua fronte o sígno sagrado Iod num duplo círculo. Numa mão ele segura uma lanterna que simboliza a luz preservada e oculta.

Na outra mão ele tem um bastão que por sua vez é sinal de apoio na descoberta de terra firme. O manto que envolve o sábio representa a descrição e a prudência. Toda a apresentação da lâmina 9 contrasta com a lâmina 21/0 (Mate) e de certa forma opõe-se a ela. O número 9 é Yesod, fundamento e princípio da existência.

Netzah e Hod neutralizam-se por baixo, na sefira Yesod. A coluna Adâmica transmite a Yesod, através de Netzah, a lei da hierarquia (18). A coluna Angélica transmite a Yesod, através de Hod, a permanência da essência (20), independentemente das mutações do tempo e da forma. Yesod recebe o influxo de três canais: (18-15-20).

A soma dos seus números produz 8, o que significa que a forma ideal deve ser equilibrada de acordo com a lei. Encontramos no Arcano de Hermes o ternário em toda a sua extensão. Yesod tb é fundamento ou base da verdade, pois trata-se de um triplo silogismo em três termos equilibrados e equilibrantes uns nos outros. É deste modo que a segunda proposição do silogismo e a conclusão estão contidos na primeira proposição e assim os outros termos.

Encontramos igualmente o acordo da razão e da autoridade do pentagrama na expressão do número 9. Tudo emerge dessa raíz fecunda, a natureza ordenada pelos números dá aínda três para representar o ser humano, a materia por ele dominada, cujas modificações e produções estão contidas nos três reinos. A luz assim é três vezes triplo, nomeadamente luz de Gloria em Atziluth, em Briah e Yetsirah; luz de vida universal, astral e magnética; luz visível celeste, terreste e ígnea. São esses os mistérios de Yesod e que podemos achar em tudo aquilo que possui em si a lei do ternário.

Arcano 9 : " Lux Oculta" - Grande Arcano da Magia


Teth de valor numérico 9 tem a sua correspondencia zodiacal no signo de . O Sol, planeta regente de Leão indica a natureza solar, ativa, da iniciação com forte cobertura dos Mestres Ancestrais, pela força criadora também de Oxalá. A lanterna presente na imágem da lâmina 9 é cúbica.
As três chamas da lanterna indicam a iniciação nos três planos (Mental, Astral, Físico).

As chamas representam aquilo que simboliza a letra Shin (Mate). O manto do velho com as suas dobras revela o isolamento nesses mesmos planos. O bastão sinal de prudência tem três nós (em algumas representações) que evidenciem o triplo apoio, e daí o primeiro título do Arcano: "Protectores"

A idade avançada do peregrino demonstra de que somente o homem que superou a tempestade das paixões, a busca da felizidade pessoal e as ambições terrestes pode dedicar-se aos aspectos inerentes do Arcano. O indivíduo (1) que age de forma equilibrada no meio ambiente segundo a lei natural (8) torna-se sábio 9.

A substância (Binários) manejada (neutralizados) pelo vencedor (de si mesmo) = 9 Hermes Mercurio,T, com movimento, do elemento Ar e da criação da vida de Yori. A Metafísica ou Ciência da Criação (3) é colocada antes da escolha do caminho a seguir (6) = 9 Mago Branco/ Mago Negro. Os magos negros agem por cima da luz cubica que há neste poderoso arcano quando ele tá fluindo pela energia mais densa geralmente ligada ao passado, de Saturno e Yorimá. Aliás, esse é o papel de Yorimá nesse portal, o de fazer com que as pessoas se libertem e aprendam a filtrar o que há de bom em seus caminhos.
Elevar-se do plano elementar (Mundo Físico) (4) ao plano astral (Mundo Éspiritual) (5) leva à Iniciação 9. Para só depois, girar a roda do destino no portal 10.

Fonte: http://portalesdoceu.blogspot.com.br/