ALEMANHA CONTABILIZA 5.835 MENORES REFUGIADOS DESAPARECIDOS EM 2015 - EM IMAGENS FOTOGRÁFICAS HISTÓRICAS MARCANTES,CRIANÇAS REFUGIADAS NA ÉPOCA DA 2ª GUERRA

Alemanha contabiliza 5.835 menores refugiados desaparecidos em 2015

 Em Berlim

O governo alemão registrou 5.835 casos de menores refugiados "desaparecidos" no ano passado no país, originários em sua maioria de Afeganistão, Síria e Eritreia.

Estes dados fazem parte de uma resposta parlamentar do Ministério do Interior ao Partido Os Verdes e divulgada nesta segunda-feira pelo grupo de comunicação "Funke Mediengruppe".

Segundo esse levantamento, 8.006 menores refugiados não acompanhados foram registrados como desaparecidos, sendo que 2.171 reapareceram e 5.835 ainda possuem paradeiro desconhecido. Do total, 555 são menores de 14 anos.

O Ministério não deu detalhes sobre os possíveis motivos dos desaparecimentos, mas Os Verdes alertaram dos riscos que podem existir nestes "alarmantes números". A deputada ecologista Luise Amtsberg disse que o governo deve agir, ao considerar que não está levando a sério "o risco da prostituição forçada e da exploração".

No ano passado, aproximadamente, 1,1 milhão de solicitantes de asilo entrou na Alemanha, de acordo com os números fornecidos pelo governo alemão a partir do sistema EASY. Este sistema dá conta das pessoas chegadas ao país com a intenção de solicitar asilo, embora o Executivo tenha reconhecido a impossibilidade de estabelecer o número real de refugiados no país, já que pode haver duplicidades e porque também são registradas as pessoas que passam pelo país em direção a outros Estados.

O número de entradas caiu de forma significativa nos primeiros meses deste ano, embora continuem sendo altos. No primeiro trimestre, o sistema EASY contabilizou 173.707 pedidos de asilo.



Em imagens, a semelhança entre crianças refugiadas da época da 2ª Guerra e hoje


A semelhança entre as duas situações é tocante. De um lado, crianças na Grécia em 1946 olham pelas grades da janela de uma escola em que foi montada uma clínica médica. De outro, um garoto fica em pé em cerca de arame na Macedônia em 2015 Imagem: UNICEF/UN04768/Gilbertson VII

Em imagens, a semelhança entre crianças refugiadas da época da 2ª Guerra e hoje 16 fotos

1 / 16
Em fotos, o Unicef (Fundo das Nações Unidas para a Infância) mostra a semelhança na situação de refugiados mirins da Segunda Guerra Mundial e de agora na Europa, com os migrantes oriundos do Oriente Médio e do norte da África. Nesta montagem, por exemplo, a criança à esquerda foi vista dormindo envolvida em cobertores na Alemanha em 1946, enquanto o garoto da direita foi fotografado em 2015, na Sérvia, descansando em uma bagagem Imagem: UNICEF/UN04778/Gilbertson VII

Em imagens, a semelhança entre crianças refugiadas da época da 2ª Guerra e hoje

2 / 16
Em ambas as situações acima, uma bola foi usada para os refugiados se distraírem. À esquerda, crianças com deficiências físicas brincam em 1950 na Itália, enquanto a imagem mais atual, de 2015, mostra adolescentes fazendo o mesmo na Macedônia Imagem: UNICEF/UN04777/Gilbertson VI

Em imagens, a semelhança entre crianças refugiadas da época da 2ª Guerra e hoje

3 / 16
Duas crianças dormem em uma cama improvisada ao ar livre na Itália aproximadamente no ano de 1945. Já na Croácia, em 2015, é um adulto e uma criança que compartilham uma cama improvisada Imagem: UNICEF/UN04767/Gilbertson VII

Em imagens, a semelhança entre crianças refugiadas da época da 2ª Guerra e hoje

4 / 16
Um garoto refugiado lê um livro na Grécia em 1955. Exatos 60 anos mais tarde, crianças desenham em materiais escolares em um espaço que conta com o apoio do Unicef, na Sérvia Imagem: UNICEF/UN04771/Georgiev

Em imagens, a semelhança entre crianças refugiadas da época da 2ª Guerra e hoje

5 / 16
A semelhança entre as duas situações é tocante. De um lado, crianças na Grécia em 1946 olham pelas grades da janela de uma escola em que foi montada uma clínica médica. De outro, um garoto fica em pé em cerca de arame na Macedônia em 2015 Imagem: UNICEF/UN04768/Gilbertson VII


Em imagens, a semelhança entre crianças refugiadas da época da 2ª Guerra e hoje

6 / 16

Duas famílias, duas épocas, duas histórias. Em 1946, na Polônia, família de refugiados descansa em seus pertences durante viagem. Em 2015, na Macedônia, um garoto se enrola em cobertor ao lado de uma linha de trem que tem a Sérvia como destino 

Em imagens, a semelhança entre crianças refugiadas da época da 2ª Guerra e hoje

7 / 16
O choro de crianças no passado e no presente. A primeira cena ocorreu na Albânia, em 1945, enquanto a segunda foi registrada em 2015, na Macedônia Imagem: UNICEF/UN04762/Georgiev

Em imagens, a semelhança entre crianças refugiadas da época da 2ª Guerra e hoje

8 / 16
Na foto de 1946, na Grécia, garotas aproveitam uma ração distribuída na época. Já em 2015, em um trilho perto da fronteira grega, uma criança come um lanche Imagem: UNICEF/UN04770/Georgiev

Em imagens, a semelhança entre crianças refugiadas da época da 2ª Guerra e hoje

9 / 16
Itens básicos, como roupas, são uma necessidade para refugiados. Olha a expressão da garota em 1949, na Itália, ao ter as medidas registradas para um novo vestido, em orfanato de Nápoles (Itália). Na Macedônia em 2015, refugiados sírios, afegãos e iraquianos coletam roupas de inverno que foram distribuídas Imagem: UNICEF/UN04765/Gilbertson VII

Em imagens, a semelhança entre crianças refugiadas da época da 2ª Guerra e hoje

10 / 16
Em 1950, na Grécia, garotas sorriem após receberem provisões. Uma cena parecida se repetiu na Grécia em 2015, quando um voluntário colocou um cobertor de emergência e deu comida para meninas que haviam acabado de chegar da perigosa travessia de barco Imagem: UNICEF/UN04773/Gilbertson VII

Em imagens, a semelhança entre crianças refugiadas da época da 2ª Guerra e hoje

11 / 16
Em 1950, um garoto refugiado foi obrigado a utilizar um sapato bem maior do que o seu tamanho na Grécia. Exatos 65 anos mais tarde, um menino viu seu pai amarrar o cadarço de um sapato próprio para ele, após receber roupas do Unicef 

Em imagens, a semelhança entre crianças refugiadas da época da 2ª Guerra e hoje

12 / 16
Enquanto em 1945 tendas dividiam os espaços ocupados pelas famílias de refugiados na Grécia. Em 2015, um abrigo de refugiados da Alemanha, utilizado também em 1948, tem divisórias e abriga aproximadamente 2.000 pessoas Imagem: UNICEF/UN04766/Gilbertson VII

Em imagens, a semelhança entre crianças refugiadas da época da 2ª Guerra e hoje

13 / 16
Na Albânia, em 1945, uma mulher aparece com uma criança de colo na porta de um acampamento. Imagem semelhante foi registrada em uma tenda temporária da Grécia, em 2015 Imagem: UNICEF/UN04776/Gilbertson VII

Em imagens, a semelhança entre crianças refugiadas da época da 2ª Guerra e hoje

14 / 16
Bastante exaustas, crianças na Hungria se sentam em 1945 do lado de fora de um hospital que distribui suprimentos e roupas. No ano de 2015, uma mulher aquece crianças em um espaço apoiado pelo Unicef na Sérvia Imagem: UNICEF/UN04775/Gilbertson VII

Em imagens, a semelhança entre crianças refugiadas da época da 2ª Guerra e hoje

15 / 16
Na Grécia, em 1949, crianças aparecem do lado de fora de um barraco de madeira. Já em 2015, na Macedônia, uma garota se enrola em um cobertor para espantar o frio fora de uma tenda Imagem: UNICEF/UN04764/Gilbertson VII

Em imagens, a semelhança entre crianças refugiadas da época da 2ª Guerra e hoje

16 / 16
Transportes lotados são um transtorno na vida dos refugiados. Em 1946, na Grécia, crianças órfãs pela guerra se arrumam em um caminhão à espera de novas famílias. A imagem mais recente, por sua vez, mostra um garoto tentando dormir em um trem lotado em direção à fronteira da Sérvia Imagem: UNICEF/UN04774/Gilbertson VI

Fonte:http://noticias.uol.com.br/ultimas-noticias/efe/2016/04/11/alemanha-contabiliza-5835-menores-refugiados-desaparecidos-em-2015.htm#fotoNav=16

Postagens mais visitadas deste blog

APRENDA COMO FAZER CONTATO COM SEU ANJO E GUIAS ESPIRITUAIS - TEXTOS DE VÁRIOS AUTORES

PARA ONDE VAMOS QUANDO MORREMOS,SEGUNDO A DOUTRINA ESPÍRITA ?

O GATO NA MITOLOGIA SAGRADA EGÍPCIA