"SOU ESPECTADORA DOS MEUS EXTREMOS..." - MARIA THEREZA TRAD

Sou espectadora dos meus extremos
E tenho um vulcão interno com o intuito
de devastar lugares sombrios,
para que depois da destruição,
haja um vasto e fecundo reflorestamento. ...
Experimento com inteireza cada estação do ano ate que eu possa estar cada vez mais presente em cada estação do dia.
A narrativa pode ser refeita mesmo quando as palavras não.Maria Thereza Trad