O FIM DA ESCURIDÃO - ROBSON PINHEIRO - RESENHA DO LIVRO




Livro: O Fim da Escuridão - Reurbanizações Extrafísicas
Autor (a): Robson Pinheiro
Editora: Casa dos Espíritos
Páginas: 400
ISBN: 9788599818213
 

Sinopse: O fim da escuridão - Os espíritos milenares que se opõem à política divina do Cristo - do amai-vos uns aos outros - enfrentam neste exato momento o fim de seu tempo na Terra.Confinados a dimensões de prisão, veem seu reino ser abatido, dia a dia. É a derrocada das forças da maldade.É o sinal de que o juízo se aproxima, com o desterro daquelas almas que não querem trabalhar por um mundo baseado na ética, no respeito e na fraternidade. Um romance emocionante, de tirar o fôlego e alimentar a fé com a certeza de que o bem triunfa. Continuação da Trilogia O Reino das sombras, dos livros Legião, Senhores da escuridão e Amarca da besta.

SÉRIE "CRÔNICAS DA TERRA"
    1.  O Fim da Escuridão
    2.  Os Nephillins

O Fim da Escuridão é o primeiro volume da série Crônicas da Terra. Escrito por Robson Pinheiro, autor de mais 29 livros – a maioria com caráter mediúnico – , e orientado pelo espirito Ângelo Inácio, tem como segundo volume “Os Nephilins”, já publicado pela Editora Casa dos Espíritos. Confira a resenha a seguir:

     O Apocalipse tão previsto está vindo. Mas não será o fim do mundo, e, sim, a reurbanização e a renovação do ambiente Terrestre. Nesse grande desafio que é modificar a esfera e seus habitantes, os Grandes Guardiões espirituais solicitam uma esplendida assembleia no plano superior, com espíritos já desencarnados – ou seja, que já “morreram” na Terra – e alguns espíritos ainda encarnados que saíram de seu corpo durante o sono para ouvir o grande chamado.
     Nesse reunião, vários espíritos de inúmeros graus evolutivos – desde os mais puros como Madre Tereza de Calcutá, até os mais “falhos” na vida terrena, como Cazuza – foram aglomerados para serem orientados nessa grande revolução. Essas almas cheias de carismas – músicos, como John Lenon, escritores, como Victor Hugo, e líderes, como Ghandi – teriam o grande desafio de influenciar indiretamente – ou diretamente – nessa reforma de valores éticos e morais.
     O Espírito Ângelo Inácio, também requerido nesse Conselho, narra essas instruções, além da missão dos espíritos na Terra ou no próprio plano Espiritual. Antes da revolução propriamente dita, era necessário preparar o mundo espiritual, as energias terrenas, o planejamento do desenrolar dos acontecimentos.
     Muito mal ainda aconteceria – como rebeliões e inúmeras crueldades – para que a reforma se fizesse completa. Contudo, essas almas que não estivessem prontas para essa mudança e ainda apelassem para a regressão, seriam expurgadas para outros planetas, no mesmo nível que se encontra os valores esses espíritos. Será que realmente está na hora de passarmos por essas bruscas mudanças? Será que o Apocalipse se aproxima?

     Interessei-me muito por essa série, Crônicas da Terra, por ter apresentado, na premissa, esse assunto tão instigador: o fim dos tempos e a nova “Era”. E, quando iniciei a leitura, fiquei extremamente satisfeita com a mensagem e as informações que encontrei.
     Primeiramente, é importante ressaltar que se trata de um livro de caráter Espirita, ou seja, segue muito das ideologias da Doutrina Espirita que foi edificada e propagada pelo filósofo Allan Kardec. Mas, muito além disso, Robson Pinheiro soube agregar as ideias que outras religiões puderam oferecer. Com o uso, por exemplo, do livro das religiões cristãs, A Bíblia, Robson desenrolou seu enredo em torno dessa reestruturação, prevista nas escrituras de várias religiões no mundo, porém, mal interpretada.
     O Fim da Escuridão traz outra visão a cerca da frase “Fim dos Tempos”. Não é apresentada, em nenhum momento, como o fim da humanidade e de seu habitat, mas como o fim das dores, das tragédias, do sofrimento psicológico e das crueldades. Além disso, o espirito orientador, Inácio Ângelo, acrescentou muito no meu entendimento sobre as teorias espiritas. Aprofundou a ideia fluídos, de influencia magnética e de intervenções do além – tanto das almas boas quanto das ruins, que prezam pelo atraso da evolução humana. Contudo, essa temática pode trazer muita confusãoaos leitores que não são espiritas e que buscam somente conhecer as teorias essa doutrina.
     A obra tem um caráter informacional inquestionável, contudo, Robson soube também narrar sua história,envolvendo o leitor como nunca. Essa artimanha chamou a atenção, além das histórias paralelas que me distraiam durante a leitura. Também, houve momentos épicos, que, com a ajuda de citações bíblicas, fizeram as previsões me arrepiarem.
     Mais que isso, a mensagem de Ângelo Inácio é inspiradora, pois nos faz ter esperança de tempos melhores; nos faz ver as dificuldades e as crueldades do mundo com outros olhos. Foi de extrema importância esse livro na minha vida, principalmente agora, que o Brasil está passando exatamente pelo o que foi previsto em O Fim da Escuridão.

"Mas será que ele era realmente livre-pensador ou apenas marionete nas mãos de outros homens poderosos e instituições do mundo oculto, dominadores da politica e da economia?" 

     A formalidade está em toda narração, salvo os diálogos, que foram bem fieis ao nosso vocabulário. Ângelo Inácio expõe sua perspectiva através da primeira pessoa, enquanto outras histórias são manifestadas em terceira pessoa. No final do livro, há um anexo explicando sobre a publicação dessa obra, os conflitos que a editora enfrentou; achei superinteressante que tenham exibido essa etapa.
     A diagramação da Editora Casa dos Espíritos é de arrasar. Eles conseguem superar qualquer outra editora nesse quesito. Não foi diferente com O Fim da Escuridão! A capa é linda, e chama muito a atenção, e o designe interno foi feito com muito cuidado para ser perfeito! A editora está de parabéns pela revisão e pela construção do livro no geral.
     Indico muito essa leitura para os leitores que têm mente mais aberta. Trata-se de um grande desafio para os leitores que não segue esse âmbito doutrinário, pois exigirá muita pesquisa, porém, afirmo, que valerá muito a pena. O Fim da Escuridão não procura lhe convencer, mas de te levar a reflexão!
Primeiro Parágrafo:"Lendo um jornal na sala de espera do Aeroporto Internacional John Kennedy, em Nova Iorque, um dos homens de confiança da CIA estava preocupado com o conteúdo do que lia, quando foi abordado por alguém que se sentou ao seu lado."

Melhor Quotes: "Enfim, encontrei naqueles espíritos admiráveis apenas o lado humano, sem os acessórios com os quais muitos médiuns os cobrem e sem a pretendida superioridade ou angelitude imputada a eles por seus interpretes, que frequentemente tentavam pintá-los com atributos que nem eles mesmo advogam para si."

Fonte:http://palaciodelivros.blogspot.com.br/2015/03/resenha-o-fim-da-escuridao-robson.html