SOU ROMÂNTICO E DAÍ ? - ONZE PROBLEMAS QUE QUE SÓ ROMÂNTICOS INVETERADOS TÊM QUE ENFRENTAR

 

Onze problemas que só românticos inveterados têm que enfrentar

Planejando como será seu futuro casamento com alguém que ainda não conhece? Sim, todos nós já deixamos o arroz desandar enquanto pensamos em como as coisas se desenrolariam muito bem ao lado daquela pessoa especial. Mas será que tantos devaneios fazem de você uma pessoa apaixonável, ou na verdade reduzem as chances de um final feliz? Confira os doze problemas selecionados pela Cosmopolitan que só os românticos inveterados têm que encarar e veja se você é um deles!

1. Você se envolve demais com relacionamentos que só existem na ficção.
“É a mesma coisa comigo, Jim e Pam foram tão feitos um para o outro”, você sussurra pra si mesma enquanto assiste pela quarta vez a segunda temporada de The Office sozinha, chorando enquanto pensa por que você ainda não tem isso ainda.

 
2. Você tem que explicar por que está acendendo velas e colocando música se ele(a) só apareceu pra dar uma rapidinha.
Isso se chama entrar no clima. Você provavelmente teve que explicar várias vezes pra ele(a) como as configurações românticas funcionam. Mas, honestamente, quando você conhecer a pessoa certa, ela vai ser ainda melhor que você no assunto. Aí é que tudo vai funcionar tão bem quanto você imaginava.

3. Quando as pessoas abaixo dos 30 não estão nem aí com compromisso.
Antes dos 30, muitas pessoas não estão sequer pensando em relacionamentos de verdade. Tudo bem, você pode saber tudo agora, mas ainda bem que não te disseram nada quando você tinha 15 anos! Com certeza você teria morrido de ataque cardíaco: afinal, você tinha certeza absoluta que o amor estava sempre na próxima esquina. CERTEZA!

4. Prazer em conhecê-lo(a), você é minha alma gêmea?
É assim que você começa quase toda interação com alguém bonito. Tudo o que você quer é estar preparada, porque se o sujeito é mesmo sua alma gêmea, você vai querer lembrar de cada pequeno detalhe de quando vocês se conheceram: como estava a iluminação solar, o que vocês estavam vestindo, sua primeira impressão dele(a), o que você acha que foi a primeira impressão dele(a). Sim, é claro que é um trabalho exaustivo, obrigado por perguntar!

5. Você vive com o coração na boca.
E esse coração parece um cone golpeado na estrada agora. Você doa o seu coração tão livre e abertamente que ele acaba se partindo com frequência. O lado bom disso? Você se torna mestre em se recuperar de términos assim. Você poderia até dar umas aulas…

6. Você não para de ter ideias de playlists românticas.
E no entanto não tem ninguém para dedicar uma playlist. Só que quando você encontrar uma pessoa, irá praticamente criar um Spotify inteiro pra ela. Milhares de playlists. E cada comercial vai ser a sua voz dizendo “você deveria sair pra comer alguma coisa hoje à noite. É só uma sugestão.”

7. Seus favoritos do Netflix te denuncia.

Serio? Você vai assistir “Outra Comédica Romântica Onde a Mulher é Petulante Mas Sensível e Tem Problemas Em Acreditar Que o Amor Existe, Até Que Ela Encontra Alguém Que é Muito Paciente Com Ela?”. Deus do céu, se recomponha e tenha um pouco de amor próprio!

8. Você fica puto(a) com essa história de “deixar rolar”.
Ouvir alguém dizer “você vai encontrar amor quando não estiver procurando” faz você querer esmurrar a parede. Afinal de contas, você está sempre procurando. Mesmo que intencionalmente, você está sempre de olho.

9. Se você encara um(a) estranho(a), logo começa a imaginar seu futuro com ele(a).
E aí a vida te traz de volta à realidade depois que você sai da academia e percebe que ele simplesmente estava olhando para o nada. Oh, ok.

10. Você passa a maior parte do tempo pensando o que a sua paixão está pensando sobre você.
Você precisa passar por isso pra saber o quão bizarro é, e se alguém pergunta por que você age assim, é porque não tem ideia que a resposta pode soar uma grosseria.

11. Você passa um tempão ensaiando o que dizer para ele(a).E aí quando você finalmente o(a) encontra, não diz uma palavra ou sequer conversa sobre qualquer assunto. 

“Penso em você o tempo inteiro. Acho você maravilhoso(a), brilhante, especial e odeio não ter te conhecido antes, mas estou feliz de ter acontecido agora” se torna “ah sim, Beatles é legal. Sou bastante eclética.” 

Julho 17, 2015

Fonte:https://br.vida-estilo.yahoo.com/post/124366867855/onze-problemas-que-so-romanticos-inveterados-tem

Sou romântico, e daí?

O machismo é um dos motivos que faz o romântico se esconder. Veja porque isso é uma besteira e saiba o que é romântico pra elas

Os gestos mais simples e que valorizam a mulher são os mais encantadores


Por Thiago Perrucci

O filme do diretor francês, Jean-Pierre Améris, é um excelente exemplo do que vamos falar agora. O nome é: "Românticos Anônimos" e a trama ilustra a situação real daquele que têm dificuldade para expor os sentimentos e se relacionar com as pessoas da forma como ele realmente é. Existem muitos homens românticos que não se assumem assim porque têm vergonha do machismo dos amigos ou porque têm medo de parecerem mais frágeis e sensíveis que as mulheres, mas o fato é que elas gostam desse tipo de cara. Veja como o romantismo é visto por elas e saiba como usá-lo a seu favor.

Dentro do relacionamento

As mulheres querem ter orgulho de falar para as amigas que o marido preparou a comida naquele dia em que ela fez hora extra e chegou cansada do trabalho ou sobre como ele foi criativo no pedido de casamento, mas nesse caso já existe uma relação sólida e qualquer gesto simples e sem exagero da parte dele poderá ser considerado romântico. Sem exagero aqui se refere à atitudes extremas como chamar um carro de mensagens no dia do aniversário dela e faze-la passar vergonha com aquela música alta e brega e com todos os vizinhos assistindo. Ela não quer pagar mico com o que na sua cabeça é um gesto romântico.
ADVERTISEMENT

Fora dele

Na fase da conquista a mulher precisa de um tempo para firmar o interesse e por isso irá se assustar se depois do segundo encontro você enviar flores para a casa dela com uma caixa de chocolates e um urso de pelúcia de dois metros de altura. As mulheres gostam desse tipo de presente (talvez um ursinho menor), mas quando já existe um grau de afinidade com o cara. Declarações profundas também não são bem vindas uma vez que vocês nem se conhecem direito. Ela só vai te achar estranho e o efeito será contrário. 

Romântico pegajoso

Elas não gostam daquele tipo que fica muito em cima. A sociologia explica isso de forma bem simples. Não só as mulheres, mas todo ser humano precisa do mínimo de espaço para se sentir confortável e ninguém gosta quando esse limite não é respeitado. Por isso ligar toda hora, mesmo com a intenção de estar presente, ser cuidadoso e querer agradar, pode apenas criar esse terrível incômodo nela. Também é errado idealizar demais o relacionamento e achar que a vida inteira dela tem que ser em função de você. No caso em que ainda não existe um vínculo consistente é preciso ter bastante atenção quanto ao interesse. Se ele não existir, nada que você faça será romântico aos olhos dela e você vai se tornar apenas um cara chato. 

Sem clichês baratos

Até você chegar inúmeros caras tentaram muitas coisas e elas estão completamente saturadas, portanto basta evitar o que todo mundo já fez. As atitudes mais simples e sinceras são as que mais encantam, por exemplo, abrir a porta para ela entrar. Não porque isso pode ser considerado romântico, mas porque faz parte de você e da sua educação ser naturalmente um cavalheiro. Por outro lado levar o café na cama é clichê, mas esse é um mimo que elas gostam de receber.

Sem medo

O cara romântico não tem medo de se assumir, ele será carinhoso na frente de outras pessoas porque se importa apenas com a felicidade da parceira e para isso fará surpresas incríveis quando ela menos espera. Admitir o romantismo não é sinônimo de fragilidade ou fraqueza. O homem que não tem medo de se mostrar como realmente é e nem do julgamento das outras pessoas é forte, bem resolvido e esse tipo de característica é apreciada por todos.

O que é ser romântico pra elas?

O homem romântico é aquele que valoriza a mulher que está ao seu lado e que está sempre presente nas horas em que ela mais precisa. Ele pergunta como foi o dia de trabalho dela, sabe dos problemas cotidianos e tenta apoiá-la de toda forma. Ele a conhece em cada detalhe, lembra das datas importantes e na hora de presentear, ele acerta em cheio porque conhece todos os seus gostos e dá o que ela realmente ama.

Já foi o tempo em que era só dever da mulher cuidar da casa, por isso também é romântico o homem que ajuda nas tarefas domésticas a fim de não sobrecarregar a parceira. Estamos cansados de falar que atualmente as mulheres estão muito mais independentes com relação a tudo, mas dentro de um relacionamento afetivo, além de não querer fazer tudo sozinha, ela gosta e precisa se sentir cuidada.

Ser romântico é abrir mão das próprias necessidades em função da mulher que ama. Qualquer pessoa pode comprar rosas porque elas são realmente lindas, mas não têm sentido se não existe um significado. Elas funcionam quando simbolizam um sentimento recíproco, uma ocasião especial ou uma memória emotiva. Quando se pede para elas dizerem o que é ser romântico, elas puxam bons momentos pela memória e descrevem um homem ideal. Cá entre nós? Qual o problema em ser parte daquilo que elas consideram ideal?

Fonte:http://www.areah.com.br/vibe/homens/materia/76227/1/pagina_1/sou-romantico,-e-dai.aspx