A LEI DO KARMA E A CARIDADE

Anúbis,o deus egípcio

A Lei Do Karma 

Veja que a Lei do Karma é conhecida desde a Antigüidade não só entre os sábios, ocultistas e místicos, mas até mesmo nos ditos populares: “Aqui se faz, aqui se paga”. 

Na maioria das vezes não estamos ‘conscientes’ em sabermos a causa de muitos eventos que nos ocorrem, mas tudo tem um motivo de ser e nada é fruto do acaso.
Todos os ensinamentos sagrados pregam que: “devemos pagar o mal com o bem. E devemos fazer o bem sem olhar a quem”. 

Realmente são verdades eternas que vem suportando o peso dos séculos. Faça o bem e receba o bem, faça o mal e receba o mal.
ANÚBIS o deus egípcio com corpo de homem e cabeça de chacal é Juiz do Tribunal do Karma.
A Lei do Karma é constante e está sempre em movimento gravando todos os nossos pensamentos, emoções e atos de instante a instante. E tudo será refletido no futuro, seja nesta vida ou numa próxima. O que plantamos colhemos. O Karma pode ser positivo (Darma) ou negativo (Karma), dependendo do que fizemos no passado. 

É certo que aqueles que fizeram o bem e praticaram caridade, mesmo de formas inconscientes, se encontram em posições privilegiadas. E por outro lado às pessoas maldosas, perversas e egoístas são sempre os miseráveis e sofredores desta vida; pois estão colhendo o que plantaram.

Suas atitudes e ações anteriores criaram as circunstâncias de sua vida atual. Sempre criamos as experiências de nossa vida para aprender lições e equilibrar o Karma. 

Se a sua vida lhe parece muito injusta e sofrida, acredite que você pode mudar esta situação através de uma atitude firme e correta com pensamentos positivos e trabalhos voluntários.

Tudo o que fizemos no passado afeta nosso presente. E Tudo o que fazemos no presente afetará igualmente o nosso futuro.


CARIDADE

Certamente a maior causa dos sofrimentos é sem dúvida nenhuma a falta de caridade. Hoje em dia as pessoas tem vergonha de praticar esta maravilhosa virtude que nos eleva a níveis tão alto.

Sem caridade é impossível transformar situações negativas em eventos positivos. E somente a caridade pode nos livrar dos sofrimentos e nos trazer a verdadeira felicidade.

Sobre a Caridade, Bhagavad-Gítã - cap.18 verso. 5:

“Os atos de sacrifício, caridade e penitência não devem ser abandonados, mas sim executados. Na verdade, sacrifício, caridade e penitência purificam até as grandes almas”.
Para se aprofundar nestes estudos Clique aqui.

Nos falaremos amanhã, terei mais surpresas para você.

Saúde e sucesso.

Jorge L Rodrigues