A VIVÊNCIA DO HOJE SEGUNDO DALAI LAMA

viver-o-presente

A vivência do hoje segundo Dalai Lama


Eu já falei diversas vezes no blog que a minha filosofia de vida é a vivência do hoje. Quero compartilhar as belíssimas palavras do grande Dalai Lama falando sobre isso, extraída de seu livro “Uma ética para o novo milênio”.
“Uma outra maneira de compreender o conceito de origem dependente é considerar o fenômeno do tempo. Em geral, presumimos que há uma entidade com existência independente a que chamamos de tempo. Falamos de tempo passado, presente e futuro. Entretanto, quando examinamos melhor o assunto, vemos que esse conceito também é uma convenção. Verificamos que a pressão “momento presente” é apenas um rótulo que indica a interface entre os tempos “passado” e “futuro”. Não podemos na realidade localizar com precisão o presente. O passado está apenas uma fração de segundo antes do suposto momento presente; apenas uma fração de segundo depois está o futuro. No entanto, se dissermos que o momento presente é “agora”, assim que acabarmos de pronunciar esta palavra ele já estará no passado. Se sustentássemos que, mesmo assim, deve haver um único momento indivisível pelo passado e pelo futuro, não havendo nenhuma razão para separarmos presente, passado e futuro. Se houvesse um único momento indivisível, só teríamos o presente. Sem o conceito do presente, porém, fica difícil falar de passado e futuro já que ambos sem dúvida dependem do presente. Além do mais, se nossa análise nos fizesse concluir que então o presente não existe, teríamos de negar não só a convenção mundial, como também a nossa própria experiência. De fato, quando começamos a analisar nossa experiência com relação ao tempo, vemos que passado desaparece e o futuro ainda está pra chegar. Experimentamos apenas o presente. E o presente só toma forma como dependente do passado e do futuro.”

Por Isaias Costa

Fonte:https://paralemdoagora.wordpress.com/2014/01/10/