MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO DA CHINA PROÍBE LIVROS COM "VALORES OCIDENTAIS"

Ministério da Educação da China 
proíbe livros com "valores ocidentais"

O Ministério da Educação da China proibiu os materiais didáticos que contenham propaganda dos "valores ocidentais", informa a imprensa local.

"Nunca permitiremos usar em nossas salas de aulas livros, contendo valores ocidentais", disse o ministro da Educação da China Yuan Guiren.

De acordo com o relatório, o ministro exigiu a proibição desses manuais que contêm "malevolência em relação ao Partido Comunista Chinês (PCC)" e a ideia de "desacreditar o socialismo".

Esta declaração foi feita depois de instruções do presidente da China e do secretário-geral do Comitê Central do PCC, Xi Jinping, sobre a necessidade de melhorar o trabalho ideológico nas universidades do país e reforçar a liderança do partido no ensino superior.