CORES MISTURADAS - CRISTIAN RIBAS


Cores Misturadas (poema) 


Ouço muitas vozes...
Que falam alto,
mas não dizem nada.
Vejo muitos rostos,
de traços belos
ou assimétricos,
mas não me prendem a atenção.
Pois não é qualquer palavra,
que se torna poesia.
Não é qualquer melodia,
que se torna canção.
Não é qualquer mulher,
que toca meu coração.
Sou feito de emoção.
De fragmentos de inocência,


de grandes faixas de indecência
mesclados com minha bondade.
Carrego medos herdados,
sombras nítidas
quando falta o sol.
Mas, sou tempestade,
que o vento leva
e deixa o arco-íris.
E conheço tuas cores,
pois elas se misturam às minhas.
E de tão belas,
o resto parece
determinantemente cinza.
Então, vamos pintar o mundo,
com nossas mãos vazias,
jogando tinta aonde estiver
a falta de nosso amor
e alegria.

By Cristian Ribas

Obs: Parte integrante de seu livro "O Amante da Lua".