O SER ESPIRITUAL


O Ser Espiritual


Nos caminhos do processo, seguimos as pegadas...
Sabemos que por onde formos,
A questão fica mais exarcebada...
Tantas lições e testes,
Tantos questionamentos merecem.
E o Ser Espiritual está convicto,
De que sua vaidade atrapalha,
De que sua realidade se transforma,
Então, ele, por ser espiritual, se ocupa de coisas sérias e necessárias.
Eu sei que devemos ocupar a vida, e que esta ocupação nos preenche...
Mas o preenchimento com vaidade, não abastece verdadeiramente...
Alguém para se dizer espiritual, deve primeiro tratar o ego, e enquanto trata, vai percebendo a sua espiritualidade florescer...
Vai entendendo a Fonte, vai aceitando o seu proceder...
Vai agradecendo a inspiração, vai notando o que inspira...
Vai se derramando para a vida, e sua preocupação é nenhuma, pois sabe que tudo o que é e sabe, não é outra coisa, senão o exercício Divino das manifestações de Deus...
Estando a espera de elogios e honras, sua espiritualidade se bloqueia, sua energia se confundi, e os resultados não são bons...
A espiritualidade é um campo vasto, tem ensinamentos infinitos, mas, aqui para a Terra, o Ser Espiritual já conhece a Luz que norteia, e o Amor que conduz...
Se alguém se mostra vaidoso, então, sua vaidade é a sua vaidade, e a espiritualidade reconhece isso, e se compraz,
Mas, se apercebe de que o traço está inflamado e por consequência, difamado...
Para a Espiritualidade o melhor mesmo é...

Gratidão,
Maria Aparecida da Silva