"A TRANSIÇÃO" E "O APELO" - CELIA LABORNE TAVARES





A TRANSIÇÃO


           Célia Laborne Tavares
 
 
Uma dinâmica corrente de vida e luz envolve o nosso mundo enquanto a humanidade a ignora perdida que se encontra em seus limites de bens materiais, de violência, de ganância, de artifícios e de separatividades raciais e religiosas.
       A cada dia a consciência da maioria se centra mais nos problemas e valores terrenos, sem elevar os olhos para o azul do céu e a luz do sol e para a libertação do homem.
       Estamos num tempo de visível transição em todos os níveis de expressão e manifestação e não nos entregamos a uma diretriz interna mais firme capaz de nos libertar; e não trabalhamos no crescimento da fé no plano superior, visando apenas nossa breve passagem pela matéria mutável a cada hora. 
       É tempo de invocar o que há de mais rico e mais profundo em nosso ser ainda tão pouco reconhecido em sua inteireza e potencialidades. Essa imagem do Pai Criador está tão apagada em alguns homens que dificilmente podemos reconhecer-lhes qualquer semelhança com o divino e o Superior.
       Passarão os tempos, porém, não passará a vontade e o plano de Deus para cada Ser. Mas aqueles que hoje despertam quer pela ciência, quer pela filosofia ou a mística, estão expandindo sua consciência para níveis antes insuspeitados.
       Por mais tropeço que se tenha no caminho, há sempre uma luz a guiar aqueles que a buscam ou tentam irradiá-la. As forças involutivas e retrógradas procuram barrar os caminhos e derrubar a confiança onde as claridades são mais evidentes.
       É hora então de se manter firme na fé e na vigilância para não se sucumbir às dúvidas ou ao medo paralisante.
       Há um só poder criador e uma só lei de harmonia e amor, é preciso portanto, que nunca nos desliguemos dela, para não abrirmos espaço para as sombras e os desânimos que procuram se infiltrar.
       Dentro de cada ser está o Cristo que veio para nos trazer vida, e vida em abundância. Só quando não recebemos dessa fonte viva, por nosso afastamento dela, de sua força e alegria, é que podemos nos sentir fracos e desamparados ou perdidos. O tempo urge e a transformação se impõe a partir de cada um. 

       

O APELO

Célia Laborne Tavares
 
Todo meu ser é um apelo
diluído no céu.
 
Tu que tens mãos de cristal
vem com elas sobre meus cabelos
porque inútil é o meu mundo.
 
Tu que cobriste os olhos dos eternos
desce com vestes de paz
sobre o meu corpo
porque meu sangue não é da Terra
mas das entranhas de Tua luz.
 
Tu que sonhaste no meu sono
tira o suplício dos meus olhos
e me mostra a Tua face

onde ainda há pureza.