EXCENTRICIDADES DE SALVADOR DALI

 
                       Dalí em 1972, com sua costumeira extravagância


Excentricidades de Salvador Dali 



Salvador Dalí: a excentricidade em pessoa

Por Gil Motta

Bom, pessoal, apesar de nunca ter postado por aqui, eis que venho – após alguns convites dos meus amigos e ‘cachorros-velhos’ do Blog (Talaio e Ge) – falar sobre uma das personalidades mais excêntricas e inovadoras do século passado: Salvador Dalí.

Mas por que falar sobre ele? 

Me faltava inspiração, mas sobrava motivação para escrever e colaborar de alguma forma com o blog. Por isso, o real motivo para falar um pouco sobre este grande artista, que a maioria conhece apenas como um pintor, é o fato de que semana passada, dia 23 de janeiro de 2013, se completaram 24 anos de sua morte. Então, vamos ao que interessa.

Salvador Dalí nasceu em 1904, na Catalunha (Espanha), e foi um dos principais expoentes do surrealismo do século XX. Filho de um advogado de classe média, durante sua fase de educação estudou na Escola de Desenho Municipal, fato que o incentivou a seguir no mundo da pintura.

Desde jovem, já o consideravam excêntrico e até louco em alguns momentos. Se vestia extravagantemente e, como podemos ver na foto abaixo, usava um bigode que, digamos, não era convencional. Outro fato que evidencia sua nada comum postura diante do mundo é sua expulsão da Academia de Artes, após dizer que não havia ninguém que fosse capaz de avaliar suas obras dentro da própria Academia.

 Salvador Dalí e seu ‘discreto’ bigode

Com influências do Impressionismo, do Cubismo, do Dadaísmo, do Abstracionismo, entre outros, Dalí acabou optando por fazer parte do Grupo Surrealista, no qual viria a ser, também, expulso pelos membros – desta vez, por discordância de pensamento político, uma vez que o grupo era composto por Marxistas e Dalí se declarava “Anarco-monárquico”. Em resposta à expulsão, afirmou: “O Surrealismo sou eu”. De fato, quando se fala em Surrealismo é impossível não pensar em Dalí.



 


Impressionismo, Cubismo e Abstracionismo: principais referências de Salvador Dalí (fica mais fácil imaginar o porquê do Surrealismo).

O Surrealismo consiste na ‘superfácil’(sic) missão de unir o abstrato com o irreal, sem se esquecer de misturar o que temos no inconsciente e adicionar uma pitadinha de representação do real. O principal viés é a libertação de todos os paradigmas, normas, regras e exigências lógicas do cotidiano e, a partir disso, criar obras que transportam a outro mundo.

Entre suas principais obras está “A Persistência da Memória”, que acredito que todos já tenham visto na escola. Abaixo, algumas de suas criações:

“A Persistência da Memória”

“Spider Of the Evening...Hope”

Um retrato surrealista de Dalí por Philippe Halsman - Dalí Atomicus


Destino - Salvador Dalí com a colaboração de Walt DisneyEm sua produção, estima-se que haja mais de 1500 quadros pintados. Também fez pinturas para livros e participou da realização de filmes, peças de teatro, fotografias e até mesmo esculturas. Morreu de pneumonia e falha cardíaca, em 1989. Caso alguém tenha interesse ($$$$) em ver suas obras ao vivo, os mais indicados são o Museu Salvador Dalí, em Saint Petersbourg, na Flórida, e o Teatro-museu Gala Salvador Dalí, na Catalunha.



A excentricidade, genialidade e loucura de Dalí


Alguém aí conhece Salvador Dalí (1904-1989)? Sim, aquele mesmo artista com o bigode esquisito, que executou o quadro dos relógios moles (foto abaixo; A persistência da memória, de 1931), de personalidade extremamente excêntrica.


Qualquer um que estude Arte deve tê-lo como ídolo (ou não) se tratando das suas tão mirabolantes obras, que tanto fazem a nossa visão trabalhar. Eu mesma tiro o meu chapéu pra Salvador Dalí. Se tratando da Arte do século XX, ele é um dos meus artistas preferidos. Não somente porque ele era louco, mas porque ele não tinha papas na língua (e nem no pincel!). Abaixo, Gala olhando para o Mar Mediterrâneo que, a vinte metros, se transforma no retrato de Abraham Lincoln, de 1976.


Mas que sujeitinho mais intrigante este artista... Dalí é uma das figuras da História da Arte que mais me intriga... Primeiro, é louco! Segundo, é irreverente! Terceiro, ele não tem um pingo do que chamamos de "bons costumes".
Dalí é uma das figuras que pertenceu ao movimento que conhecemos como Surrealismo, que começou em 1924, através do manifesto de André Breton. O Surrealismo surgiu do Dadaísmo, mas sem o "non-sense" do segundo. O Dadaísmo era realmente sem nexo, sem sentido, e não tinha nenhum propósito além de causar choque ou riso (que sentido além da anti-arte tem uma exposição onde se destroem obras de arte? Pra quem não sabe, estou falando de uma exposição Dadaíta que ocorreu em Colonia, em 1921). Só que no fim, todo mundo já tava cansado de todo aquele turbilhão de coisas ("coisas" é uma palavra que se encaixa aí muito bem!). O Dadaísmo veio por "falecer" logo no início da década de 1920. Breton, um dos artistas envolvidos, estava muito entediado e resolveu criar um movimento artístico novo, em 1924, chamado de Surrealismo. Então, digamos que ele só era o fundador do movimento ao qual Dalí fazia parte.
Breton e Dalí eram amigos e colegas artistas, até Dalí executar uma obra sua que difamava Lenine, entitulada "O enigma de Guilherme Tell", de 1933.



Breton ofendeu-se, já que era esquerdista, e achou aquilo um absurdo e resolveu expulsar Dalí do grupo de surrealistas, além do processo que viria a ocorrer no dia 5 de fevereiro de 1934.
Realmente a defesa de Dalí foi algo que me causou risos quando li o seguinte trecho no miniguia:
"Durante a sessão Dalí manteve um termômetro na boca, fingindo estar com gripe. Durante o discurso foi-se despindo até terminar a sua defesa em tronco nu, com a frase: 'E se o hoje à noite eu sonhar que fizemos amor, amanhã de manhã pintarei as nossas mais belas posições com grande riqueza de detalhes'. Breton, cuja autoridade tinha sido posta em causa por esta suposição, teve de abandonar as críticas feitas a Dalí. No entando, a ruptura profunda desencadeada por este escândalo conduziria, dentro em breve, ao fim da sua amizade artística e pessoal."
Fora que Breton ainda tentou destruir o quadro em uma exposição. Dalí era louco, mas de burro não tinha nada! Deixou o quadro pendurado tão alto, para que Breton não pudesse alcançar.
Por isso que eu admiro artistas com a presença de Dalí, todos eles estão dispostos a desafiar as crenças, pondo-as em evidência.
Outro do qual pretendo falar em outro post, neste blog, é a respeito de Marcel Duchamp e a respeito da sua "Arte".
Terminando o assunto sobre o nosso doido e querido surrealista, Dalí veio a falecer em 23 de janeiro de 1989, 7 anos depois da mulher de sua vida, Gala, ter partido.

BIBLIOGRAFIA:
WEYERS, Frank; Salvador Dalí: Vida e Obra; Editora Könemann; 1999.

Fonte:http://artecomentada.blogspot.com.br/2009/01/excentricidade-genialidade-e-loucura-de.html






Dalí, ame-o ou deixe-o - O centenário de Salvador Dalí

Salvador Dalí (1904-89) tornou-se tão célebre pela complexidade de sua arte como pelas atitudes extravagantes de sua vida pessoal. Essa projeção internacional da obra e da vida do pintor espanhol explica a longa duração das comemorações do centenário de seu nascimento, em 2004.

Serão quase dois anos de exposições itinerantes, concertos, exibições de filmes e documentários no cinema e na TV e lançamentos de livros na Espanha, na Itália, nos EUA e no Japão, entre outros.

As celebrações oficiais terão início ainda neste ano, em 6 de outubro, no Teatro-Museu Dalí em Figueiras, cidade onde o artista nasceu. O ato inaugural será presidido pelo rei da Espanha.

Duas grandes exposições marcarão o centenário. A principal, chamada "Dalí", com suas principais obras, será exibida em Veneza e na Filadélfia. A outra, "Dalí e a Cultura de Massas", abordará a relação do artista com cinema, moda, fotografia e publicidade e passará por Barcelona e Madri (Espanha), São Petersburgo (EUA) e Roterdã (Holanda).

Os escritos de Dalí, muitos deles inéditos, serão publicados em oito volumes pela editora Destino. Farão parte da coleção a autobiografia do pintor, escrita entre as décadas de 40 e 60, poemas, roteiros para teatro e cinema, ensaios e cartas trocadas com artistas e pensadores do século 20.

A editora Planeta colocará à venda uma edição de luxo, com pouco mais de 900 exemplares, do livro "Dom Quixote", de Miguel de Cervantes (1547-1616), em edição de Martí de Riquer, com ilustrações que Dalí realizou em 1945.

"Dalí é conhecido no mundo inteiro por sua pintura e por sua vida pessoal cercada de polêmicas. Queremos aproveitar esse interesse para divulgar aspectos menos conhecidos de sua obra, como a literatura, o cinema e a cenografia", afirma Montserrat Aguer, diretora da Fundação Gala-Salvador Dalí, que administra o legado do artista, e coordenadora dos eventos comemorativos.

Para os biógrafos, a excentricidade de Dalí era também uma forma de marketing pessoal. "As atitudes pouco convencionais ajudavam a criar uma aura de loucura em torno dele, e isso valorizava seus quadros", diz Ian Gibson, autor de "A Vida Desaforada de Salvador Dalí". Silvia Munt, diretora do documentário "Helena Dimitrievna Diakonova Gala", sobre a musa inspiradora e companheira de Dalí, concorda com a tese. "Dalí era o artista, e Gala, o cérebro. Ela dizia como o artista tinha de se portar, incentivava suas excentricidades, fazia os contatos, cuidava da agenda social. No final, construiu um mito."

Quase tão polêmico quanto Dalí, o grupo de teatro La Fura dels Baus homenageará o pintor no próximo ano. A bordo de um barco, a trupe viajará pelo mar Mediterrâneo. As apresentações dalinianas acontecerão em portos ornamentados com cem ovos gigantes, que à noite se transformarão em cem olhos de argonautas.

Buñuel e García Lorca

Dalí começou a pintar aos 13 anos. Em 1922, ingressou na Academia San Fernando, em Madri, e mudou-se para a residência de estudantes, onde conheceu Federico García Lorca e Luis Buñuel. Com Buñuel, escreveria anos mais tarde o roteiro do filme "Um Cão Andaluz". Com o poeta Lorca, homossexual assumido, viveria uma relação de amor -platônica. Naquele tempo, Dalí sofria forte influência do cubismo.

Em 1929, viajou para Paris, onde conheceu o pintor catalão Joan Miró e passou a conviver com os surrealistas, liderados por André Breton. Durante uma visita do grupo a Cadaqués, onde a família do pintor tinha uma casa de praia, conheceu Gala, então mulher do poeta Paul Éluard. Dalí, virgem na época, apaixonou-se pela mulher do amigo, dez anos mais velha.

O romance provocou uma crise familiar. Ao ser expulso de casa, Dalí enviou a seu pai uma caixa contendo uma amostra do próprio sêmen e um bilhete: "Nada lhe devo". Também iniciou um processo de afastamento da escola surrealista. Ao ser comunicado da expulsão do grupo, comentou: "Toleraram até certo ponto meus elementos escatológicos. Autorizaram-me a usar sangue. Poderia acrescentar um pouco de excremento. Mas não poderia usar apenas excremento".

Em 1940, fugindo da Segunda Guerra, Dalí e Gala mudaram-se para Nova York. O casal viveu durante oito anos nos EUA. Nesse período, ele escreveu o roteiro de "Spellbound" ("Quando Fala o Coração", 1945) com Alfred Hitchcock e ajudou na criação do desenho "Destino", de Walt Disney (leia texto nesta página).
Ao voltar para a Espanha, passou a se dizer católico praticante -a religião tornou-se tema de obras- e se posicionou a favor do ditador Francisco Franco.

Anos antes, suas representações de Hitler em corpo de mulher foram interpretadas como um gesto de simpatia em relação ao Führer.

Nos anos 60 e 70, o pintor aprofundou o interesse pelas ciências naturais. Nos anos 80, por autores clássicos, como Velásquez e Michelangelo. Em 82, morreu Gala. Em 86, Dalí posou para a capa da revista americana "Vanity Fair" com uma cruz de santa Isabel e o tubo nasal pelo qual se alimentou por quatro anos. (Fonte: Folha de São Paulo)



Teatro-museu expõe a excentricidade de Dalí


Em Figueres, acervo contém obras surrealistas interativas e instalações mirabolantes

Excentricidade e declarações provocadoras fizeram de Salvador Dalí uma das mais polêmicas figuras da arte contemporânea. Sua pintura surrealista ficou marcada como audaciosa e apurada. Este ano se celebra o centenário de nascimento do artista. Em homenagem a ele, as cidades de Púbol e Cadaqués, além de Figueres, estão na rota das comemorações do Ano Dalí 2004 e convidam os turistas a uma imersão no mundo daliniano.

Em Figueres, sua cidade-natal, o prédio que abrigou o Teatro Rainha Esther, destruído depois de um incêndio, se transformou no Teatro-Museu Dalí (Plaça Gala-Salvador Dalí, 5, 00- 34-97-267-7500; diariamente, das 10h30 às 17h45; ingressos a €9), depois que o artista recebeu ajuda do governo, em 1974. Tudo porque um amigo o alertou sobre o fato de que sua cidade não abrigava nenhum museu dedicado a ele. Hoje, o teatro-museu, que para Dalí teria sido uma de suas mais importantes obras, recebe cerca de 850 mil visitantes por ano. Com o centenário, espera-se um aumento de 25% no número de visitantes.

A fachada do prédio por si só já é uma obra de arte. As paredes são repletas de esculturas em forma de pães, que dizem ser um fetiche do artista. Ao entrar, o visitante dá de cara com um Cadillac preto de 1942 que passou pelas mãos de Al Capone. Na sala seguinte, o quadro Gala Contemplando o Mar mostra o jeito paranóico e crítico de Dalí. Repare que os visitantes que param diante da obra esticam os olhos (imitando orientais). Assim, o quadro forma a nítida imagem do rosto de Abraham Lincoln. Quem não quiser pagar o "mico" pode depositar €0,20 e apreciar a obra através de um binóculo fixo. Todas as fases de Dalí estão representadas no museu. Muitas obras representam a amada e musa do artista, Gala. Há quem diga que Dalí morreu duas vezes. A primeira teria sido em 1982, quando Gala morreu. 
Fonte:http://www.estadao.com.br/arquivo/suplementos/2004/not20040706p58563.htm




Esqueça a “arte pela arte”. O negócio de Salvador Dalí era mesmo ganhar dinheiro. Em 1939, André Breton, o fundador do Surrealismo, chegou a criar para o artista um apelido: Avida Dollars. O nome era um anagrama para “Salvador Dalí” baseado na frase francesa “avide à dollars”, que significa “faminto por dólares”.
A prova disso foram os comerciais de que Dalí participou. Chocolates Lanvin, Alka-Seltzer (um antiácido efervescente) e o conhaque Veterano foram algumas das marcas que, segundo o biógrafo Meryle Secrest pagaram, pelo menos, o preço mínimo pelo cachê de Dalí: 10 mil dólares.
Dalí não era bobo, e toda a loucura de sua personalidade parece seriamente calculada nos vídeos. Muitos criticaram aquilo a que chamaram de decadência da carreira do artista, mas, quer saber, certo estava ele. Abaixo, três pérolas comerciais com o surrealista que valem cada um dos 60 segundos.




Outros Videos sobre suas Obras







Salvador Felipe Jacinto Dali nasceu em Figueras (Espanha) em 1904. Entre 1921 e 1925 estudou na Academia de San Fernando em Madrid, onde fez amizade com o poeta Federico Garcia Lorca eo cineasta Buñuel. Em 1925 a Galeria Dalmau, em Barcelona organiza a sua primeira exposição individual, exposição em que Picasso e Miró se interessar por seu trabalho. 
Dalí deixou primeiro influenciado pelo futurismo, cubismo até então (1925).Em abril de 1926 Dalí viajou primeiro para Paris, onde ele visita Picasso. Em sua segunda viagem a Paris em 1929, participando da filmagem do filme Buñuel "O Cão Andaluz", que é co-escritor Dalí e Miró apresenta o grupo surrealista. Dalí e André Breton é ...... a Gala, sua futura esposa e musa (casado na época com Paul Eluard). Aderir ao movimento surrealista em 1929. Dali está interessado nas teorias psicanalíticas de Freud e define seu método "paranóico-crítico". Pinta nesse período espaços de sonho e aldeias elementos assustadores simbólicos: relógios moles, muletas, animais fantásticos, personagens torcidas. Dalí ainda participa de manifestações e exposições surrealistas após a sua graduação em 1934. Dalí desempenha seu caminho várias obras famosas, como Angelus de Millet, dando várias versões deles. Breton o apelidaram de "Dólar Avida!" 
Os recorrentes, tanto no graffiti e as questões de trabalho de trabalho registrados são mulheres, sexo, religião, batalhas. Dalí expostas em mostras peculiares ao longo de sua carreira, misturando arte e vida, constantemente recebendo no palco. Depois de dez anos de esforços, Dalí abriu seu próprio museu: em 1974, a inauguração do Teatro Museo Dalí ocorre. A mais recente paixão Dali foi a pintura "estereoscópico" (1975) e apresentou seu primeiro trabalho "hiper estereoscópica", em Nova York, em 1978.   



(Por Merari Luisa Guevara) 

Anedotas: 

Seus pais eram Salvador Dali Cusi e Felipa Domenech Ferres.Portanto, seu nome completo era Salvador Dalí Domenech. Uma criança, inquieta desde a infância, que em breve será mais conhecido por suas excentricidades que por sua pintura. 

O pai de Dalí, Dom Salvador, era um notário e sua mãe foi dedicada ao cuidado e atendimento domiciliar. Poucos sabem, mas antes do nascimento Salvador (Dali, o pintor), foi outro Salvador, que morreu aos seis anos de idade.
A criança morreu de meningite, e Salvador (Dali, o pintor), considerado como "uma antecipação, como um verdadeiro teste da frustração atual e Salvador Dalí." Megalomaniac poses que foram escondeu sua verdadeira personalidade.

Sua educação primária em uma escola municipal é gerido por uma pessoa de idéias liberais, um livre-pensador. Estudos Dali, quer pela sua natureza, quer pela sua desatenção intencional, com defeito. 
  Diz-se que Dali era uma aversão à ortografia, mas, uma vez superado o desprezo continuou, preferindo continuar a escrever errado, embora soubesse semicolons sintaxe e gramática. Era uma forma de se rebelar contra tudo e demonstram mais uma vez a sua personalidade estranha. 

Ele não havia concluído o ensino médio (a sua escola), quando em uma exposição coletiva que será realizada em Figueras, patrocinado pela Sociedade de Concertos, o jovem Dalí (quase uma criança, até o momento) tenta apresentar uma imagem que faz com que os comentários.
Em seguida, um homem chamado Puig Pujadas, grande amigo do pai de Dalí, aconselhados a não insistir na idéia de o jovem notário Salvador. "É impossível para deixar de ser um pintor", disse ele. E que essa facilidade para o pai da pintura do menino estava preocupado Dalí

Academia Real de Belas Artes de San Fernando

A velha escola de Belas Artes de Madrid exibe obras de extraordinária qualidade
Nos arredores da Puerta del Sol do palácio que abriga a sede da Academia Real de Belas Artes de San Fernando sobe. Este edifício foi construído pelo arquiteto barroco José Benito de Churriguera em 1724, a mando de Juan Navarro financeira Goyeneche, e contém obras de Murillo, Pereda, Goya, Zurbarán, Correggio, Rubens, ea única Arcimboldo na Espanha.
Em 1773 Fernando VI comprou a propriedade através de um Decreto Real e destinado a sediar a Academia, até então desenvolveu a sua actividade na Casa da Padaria Square. Os estatutos da instituição havia sido aprovado em 1751 e contado entre os seus poderes para examinar os planos de todos os edifícios no projeto.
O arquiteto Diego de Villanueva, foi contratado em 1774 para realizar a adaptação do palácio para suas novas funções. Fora manteve o layout geral, composto por uma almofada de piso térreo, no centro da tampa, um segundo corpo de dois pisos e um leilão de balaustrada abre, mas eu apaguei as fachadas primitivos ornamentos barrocos, que estavam longe acadêmica e estética.
As torres superiores foram adicionados mais tarde para cobrir as paredes do partido dos prédios vizinhos. As obras de restauração mais recentes foram dirigidos por Fernando Chueca Goitia, em 1985. Seu museu é considerado uma das melhores galerias espanholas. 

Primavera

Arcimboldo Primavera é a jóia da Academia Real de Belas Artes de San Fernando. Esta estranha figura de flores, natureza morta ou retrato, como cada espectador prefere, é um deleite delicioso na história da arte.Arcimboldo foi um pintor italiano que trabalhou na corte de Rodolfo II, um imperador fascinado pela arte, ciência e magia no século XVI, Praga tornou-se um importante centro de atração cultural. Arcimboldo surpreendeu com a enorme liberdade que transcende os gêneros clássicos da arte. Na Primavera pudéssemos Jornais e Fruteira (1920) Juan Gris 
perguntar se é uma natureza morta de flores ou um retrato. 

Escola de Artes Noble

Muitos dos que agora consideram mestres da arte espanhola contemporânea, entre eles Picasso, Dalí e Juan Gris, eram alunos da Escola de Belas Artes de San Fernando, uma instituição desde 1844 aliviou a Academia em seu ensino, a o surgimento da Faculdade de Belas Artes.
Hoje, a Academia dedica-se à difusão, pesquisa e conservação do seu património artístico e espanhol arte em geral. 


Academia Real de Belas Artes de San Fernando
Primavera (1573) Arcimboldo 
Primavera 



Dalí na Escola de Artes

Não havia nada, eu pensei que, portanto, o pai de Dalí concorda que seu filho entra e Academia de Belas Artes de San Fernando. Isto, em Madrid. Lá, o jovem Salvador tem outras experiências, e outros hits.
Salvador vai Madrid, se matricula. Na Escola surpreendente, de certa forma, porque ele carrega consigo uma grande quantidade de preparação, graças à experiência adquirida. Ensinamentos que foram basicamente aqueles fornecidos pelo seu professor e professor de arte de sobrenome Nunez, que, como declarado pelo próprio Dali deve muito como artista.
Em Madrid
Na Escola Dalí causa algum movimento subversivo, porque não há Impressionismo ainda conhecido e Salvador atinge impôs suas teorias com a distância, luz e cores. Claro, existem outros professores na frente que sabia sobre as novas tendências e eles são os únicos que retardam e um pouco canalizadas as habilidades extraordinárias da nova entrada.
Dali professores foram Cecilio Pla, Julio Romero de Torres e José Moreno Carbonero, quem Dalí respeitado por ser um homem de qualidades excepcionais para o ensino. Na Academia, é claro, Salvador aprende nada e é dedicada a cometer todos os tipos de atrocidades, de atirar garrafas de tinta para a tela, para atrapalhar o trabalho dos outros.
Comece a lançar-se excentricidades. Loucura loucura depois torna a atenção recai sobre ele. Em San Fernando, os professores começaram a "pontilhismo", o que, naturalmente, desconhecido. Ele também permite-lhes ver um outro gênero, "cubismo", que também desconhecida. Dalí começa a zombar deles. Eles não sabem nada do que a Europa produz. Pouco tempo depois, devido a alguma questão política (apoiou a candidatura de um professor dissidente), Dali é expulso.
Exame
A expulsão de Dalí dura um ano, após o que regressa a San Fernando pacificamente. Não é muito antes de surgirem problemas de novo, agora mais sério. Dali é finalmente expulso da Academia. Qual seria o motivo? ...
"Ay, Dalí, Dalí ...! Por que está fazendo isso ...? "-Eles chamaram alguns amigos. O flerte Pintor e egoísmo fez fazer isso e muito mais. Acontece que em testes, quando atribuído arte tema e Raphael Urbino pessoa, Dalí respondeu com a seguinte declaração: "Considerando que o tribunal é incompetente para julgar o meu conhecimento, eu acho superior ao seu próprio, rejeitando o teste. .. ".
Outros aspectos, outros ataques
Dalí levado para Figueres, onde ele está preso. Naquela época, Salvador é um propagandista fervoroso para a extrema esquerda. Torcedor do anarquismo e comunismo
O pintor reúne vinte anos. Sua exibicionismo está aumentando, o que significa que a sua estadia na prisão e expulsão da escola são do seu agrado.Sua figura de fina educação, grotescas e, às vezes, parece estar aumentando.
O tempo passa. Projetos e viaja para Paris leva. Lá ele conheceu Picasso, a quem considera "um gênio total, a única pessoa no mundo da arte que lhe interessava", como indicado. Enquanto isso, o pai de Dalí, apesar dos progressos do seu filho, é considerado uma obra literária qualidades pictóricas.
Dalí, Gala e amor
Quando você completar 21 anos, Dalí enfrenta amor, um amor difícil de entender.Sabe-se que uma série de complexos e timidez em segundo plano estão causando essas explosões Gala exorbitante e grotesco começa a conhecer o amor sem ter tido experiência com qualquer mulher.
Gala, diz-se, era seu único amor. Ela foi casada com Dalí só civilmente.Ele já havia sido a esposa do pintor, que também era poeta, Paul Eludard, que é divorciada e que continuou a ser amigo Salvador, se distanciou um pouco com a questão ideológica, porque o artista era um católico devoto e também era Gala .
Mais e mais excentricidades
As excentricidades de Salvador Dalí nunca parar. Agora o caso está com o seu pai, que sente falta de sua casa, quando o pintor tem pouco mais de vinte anos. Em seguida, mudou-se para Paris e seu encontro lá com arte e triunfo.
Ele chegou em Paris e sua primeira preocupação é encontrar e cuidar de Gala, com o qual não faz, porque, aparentemente, tinha ido para a Riviera. Finalmente encontrei, ela retorna e amor começou há muito tempo termina em casamento. Pouco depois de se casar, Dalí cobre os olhos, leva a uma imagem e diz: "Agora eu vou te mostrar uma coisa que você nunca viu." Era uma pintura, uma imagem de um relógio ...
O trabalho de Dalí
Há muitos trabalhos que podem ser citados, saídas da mão e dos dedos Dalí. E não só no que diz respeito a pintar, mas também da literatura e os scripts para filmar. Ele escreveu seu"Manifesto Groc" (Manifesto Amarelo), que critica severamente toda a pintura catalã. Mas a atração é principalmente Dali pintura, art. Olhe para outras atividades, mas sempre retorna às suas famosas pinturas.
Como lembrança, eu tenho que mencionar que, em 1930, Dalí publica "A femme visível" (The Visible Woman) e pouco antes, produzido com Luis Buñuel dois filmes, um deles "Un Chien Andalou" (An mas andaluz. Então, em Quanto aos quadros, a sua obra é extensa um deles. "A invenção dos monstros." Em 1941, publicou "A Vida Secreta", em que o real eo irreal narrativa autobiográfica são misturados para dar uma pincelada do que foi Salvador Dalí.
A vida do pintor é uma corrida constante. Suas pinturas, retratos e trabalhos realizados nas diversas cidades em que ele vive e viagens.Mora em Madrid, vive em Bordeaux, vivendo em Lisboa, viaja para a Itália e vive em Nova York. Sua vida agitada leva a doenças dolorosas.O rio da vida é, anos, idade, deu a morte. Hoje ele é lembrado como um gênio e grande artista
 Artigo publicado no jornal "El Porvenir" Monterrey, México, em 25 de setembro de 1989. 

O 'meiga' Dali


A ACADEMIA DE SAN FERNANDO FICA A FIGURA DO GALEGO MARUJA MALLO

GUILLAUME FOURMONT MADRID 28/01/2010
Ou artista Pintou a "caixa UMA Mulher Cabeça '(Black Head), EM 1946.

O artista pintou a "Cabeça de uma mulher 'caixa 

(Black Head), em 1946.

Ele aparece como uma sereia em uma praia no Chile, em 1945. Ele veste um manto de algas que cobre todo o corpo, é semi-nua. Ela é Maruja Mallo, esquecido artista de vanguarda do início do século XX e cuja figura agora recebe a Real Academia de Bellas Artes de San Fernando, em Madrid, com uma exposição retrospectiva. 
Leia sobre Maruja Mallo (Viveiro, 1902 - Madrid, 1995) é o de encontrar o rosto feminino mais emblemática do surrealismo, realismo social e como muitos gêneros que criou a própria artista. Porque antes de exílio na América Latina, Estados Unidos e França, Mallo seu nome verdadeiro era Ana María Gómez González estava ligado e trabalhou com todos os grandes nomes da geração de '27, como Salvador Dalí, Luis Buñuel e Rafael Alberti.Ele treinou na Academia Real de Belas Artes de San Fernando, em que jogou com pátio Dalí. Para o pintor, ela era "metade anjo, metade frutos do mar". 
A exposição, organizada pela Caixa Galicia e da Sociedade Estadual de Comemorações Culturais, corre toda a carreira artística de pintura, pintura a óleo da ilha desde 1927 até lona Protoesquema de 1982. No total, você pode ver 130 obras. Além das pinturas, "cenográficas visuais" fotografias também são apresentados, como Mallo, auto-retratos que o artista tornou-seperformances, como na foto que mostra ela usando um manto de algas. 

"Foi uma rebelde e insubordinada. Era uma bruxa"
"Foi uma rebelde e insubordinada. Era uma bruxa", disse ele ontem na abertura da exposição Antonio Bonet Correa, diretor da Academia. Foi umameiga, como você diz galegos. Com a ambigüidade contida na palavra, é um espírito que pode ser ruim ou bom. 
Uma ambigüidade é expressa em duas obras fundamentais na exposição e no trabalho de Mallo. O primeiro fóssil é Antro de 1930 caixa que está exposto ao público pela primeira vez. O trabalho em falta desde 1932 encontrado em um leilão em dezembro passado é um óleo sobre tela que retratam a morte com esqueletos de seres humanos e lagartos. A influência do surrealismo é anotado. É chamado de "fase negra" Mallo. 

Um despertar sem precedentes


Com a eclosão da Guerra Civil, o artista fugiu para Buenos Aires, onde o seu passo "retratos tridimensionais" começou. Nesta era norte-americana é a segunda maior imagem de exemplo: Cabeça de uma mulher (Black Head)de 1946. Raramente capaz de retratar uma perfeita, quase impossível de se alterar tal beleza, embora os olhos do protagonista expressar algo Mallo explicou nestas palavras: "Neste vasto continente (América) que me deu a alegria de viver em comparação com a agonia de morrer, a aurora estava revelando-me novos insights, surpresas e conceitos que apareceram magicamente diante de mim raças exóticas um despertar sem precedentes. " 
Criador dos relógios moles ou elefantes com pernas ... intermináveis ​​escândalos provocante e amor eterno, críticas, julgamentos surreal, frases irreverentes, cadeiras de beijo em forma ... Salvador Dali necessário para atrair a atenção, amado de luxo e dinheiro e arte em todas as suas facetas.

Mas essa personalidade elaborado e flamboyant não agradar a todos, até mesmo alguns amigos próximos estavam separados dele ao longo do tempo para sentir traído por este gênio de olhos transbordando.

Com apenas 12 anos tornou-se interessado na pintura, tendo aulas e participar de exposições e concursos, onde o seu talento é reconhecido. Em 1922 entra na Academia de San Fernando com pintas de dândi excêntrico.Dalí anda Madrid, com cabelos longos e costeletas, casaco, meias e leggings no estilo dos artistas da era vitoriana.

Então comece a flertar com Dada e começa a se relacionar com os círculos artísticos da época. Faz amizade com García Lorca, que manteve uma estreita amizade até que o poeta é baleado.

Em 1926, pouco antes de começar os exames finais, Dalí foi expulso da Academia de San Fernando depois de assegurar que não havia ninguém no centro, com a capacidade de analisar e qualificá-lo.

Gala, sua musa, seu delírio

Em 1929 ele conheceu Gala, um imigrante russo 11 anos mais velha que ele, então casada com o poeta francês Paul Eluard. Será que esta mulher um dos pilares e obsessões do pintor, uma constante em sua vida, sua esposa, inspiração e companheiro até que ela morre. 

Dalí é fundamentada em movimento surrealismo que nunca vai se separar mesmo André Breton para expulsá-lo do grupo após um "julgamento surreal", em 1934, para não aderir à ideologia de esquerda. 

Muitos de seus críticos mais ferrenhos nunca entendi a posição politicamente ambíguo de Dalí, e até mesmo o acusou de fascista por não ter denunciado publicamente o regime. Mas a expulsão do movimento não dent seus espíritos e como uma defesa declarou: "Eu sou o surrealismo." 

Pintura, escultura, moda, teatro, publicidade, cinema ... Salvador Dalí queria ser um artista, queria tocar em tudo ... O cão andaluz, com um olho sendo cortado por uma faca, contou com a colaboração Dali surreal surreal óbvio. 

Hitchcock, em seu filme Lembre-se também pediu Dalí sua participação, incluindo Walt Disney queria uma de suas criações na mão Badejo do artista foram observados. Mas a imaginação de Dalí superou a arte da época e teve que esperar até 2003 para ver o filme Destino. 

Logotipo Autor Chupa Chups, o sofá em forma de lábios famosos ou telefone celular Mecano lagosta ... Como cantada na década de oitenta na canção dedicada ao artista: "Onde o gênio apenas onde os loucos começa ..." 

Em 1926, pouco antes de começar os exames finais, Dalí foi expulso da Academia de San Fernando depois de assegurar que não havia ninguém no centro, com a capacidade de analisar e qualificá-lo.
Para o professor da Universidade Complutense de Madrid Jaime Brihuega, Salvador Dalí não era apenas um estudante de Julio Romero de Torres em suas aulas San Fernando, mas tomou-o como seu mestre para certas criações surreais, como imagens duplas de suas pinturas ou espectral. Dalí também teve Romero de Torres gosto pelo maneirismo em suas mãos, com a qual o pintor cordobês piscou para espectador revelando uma sugestão sexual além da imagem real representado por mulheres.

MUSEUS DALÍ

http://www.salvador-dali.org/museus/es_index.html

Veja Portlligat


Dali Museum CASA 

As características arquitetônicas da casa de Salvador Dalí, especialmente a estrutura baseada em barracos de pesca antigos com escadas estreitas e irregulares para acessar todos os quartos, eo ambiente natural de Cabo Creus, onde a casa está localizada, de difícil acesso o prédio para as pessoas com deficiência. 
A atual Casa-museu foi a única casa Portlligat estável de Salvador Dali, o lugar onde ele viveu e trabalhou regularmente até que, em 1982, com a morte de Gala, passou a residir no Castelo de Port Lligat (Cadaqués) 





CAPE CREUS (Girona) 



Outros museus DALÍ 
. 
Pujols Detalhe Monumento

Detalhe Pujols Monumento


O Teatro-Museu Dalí, inaugurado em 1974, foi construído sobre as ruínas do antigo teatro de Figueres e contém a mais ampla gama de obras que abrangem a carreira artística de Salvador Dalí (1904-1989), a partir de suas experiências mais antigas artísticas e suas criações surrealista funciona até os últimos anos de sua vida. 

Algumas das obras mais destacadas na exposição estão: Porto Alghero(1924), The Girl from Figueres (1926), O Espectro do Sex Appeal (1932),Self-Portrait with Bacon Fried (1941), Poesia da América-atletas Cósmico(1943), Galarina (1944-1945), cesta de pão (1945), Nariz de Napoleão Transformado em uma mulher grávida Passeando com sua sombra melancólica entre Ruínas Original (1945), Leda Atômica (1949), A Apoteose Buck (1965), Galatea das Esferas (1952), ou Amanhecer, Meio-dia, sol e Crepúsculo (1979). 

Também digno de nota é o conjunto de obras do artista especificamente para o Museu do Teatro, como a sala de Mae West, o vento Palácio de quartos, o Monumento ao Francesc Pujols e chuvoso Cadillac. El Greco, Maria Fortuny, Modest Urgell, Ernest Meissonier, Marcel Duchamp, Wolf Vostell, Antoni Pitxot e Evarist Vallès incluem: obras de outros artistas incluem Salvador Dalí queria também são mostrados. 

O Teatro-Museu Dalí de ser visto como um todo, como a grande obra de Salvador Dalí, como tudo nele foi projetado pelo artista, a fim de oferecer aos visitantes uma verdadeira experiência de ficar em seu mundo fascinante e única. 

Origens e criação 

O Teatro-Museu Dalí, em Figueres é uma experiência única de ver, viver e desfrutar a obra eo pensamento de um gênio. Como Dali mesmo disse: "É claro que há outros mundos, com certeza, mas como eu já disse muitas vezes, esses outros mundos são nossos, e viver na terra, precisamente no centro da cúpula do Museu Dalí onde o novo, insuspeito e alucinante mundo do surrealismo. " 

O edifício do teatro na cidade de Figueres, o arquiteto Roca i Bros, foi construído entre 1849 e 1850, mas foi destruída por um incêndio no final da guerra civil espanhola em 1939. 

Desde que o tempo de construção foi reduzida para a sua estrutura de suporte periférica. O teto das barracas tinha afundado, as caixas só tinha corredores de acesso e do palco, o arco de proscênio e laterais lojas. O lobby e lounge foram as únicas partes que permaneceram em grande parte intactos. No entanto, pode-se dizer que a estrutura fundamental do teatro permaneceu e tinha deixado uma ruína fantasmagórica Figueres. 

Em 1961, o então prefeito, Ramon Guardiola Salvador Dalí propôs um museu dedicado à sua obra. O pintor era fascinado pelo teatro e charme espectral, com a intenção de manter a estrutura do edifício, escolheu para sediar o futuro Teatro Museu Dalí: 

"Onde mais na minha cidade tem de suportar o mais extravagante e sólida do meu trabalho, onde mais? O Teatro Municipal, o que resta dele, e eu achei muito apropriado por três razões: primeiro, porque eu sou um pintor eminentemente teatral, e, segundo, porque o teatro é bem na frente da igreja onde fui batizado, eo terceiro, porque ele estava no lobby da sala de teatro onde eu apresentei meu primeiro gosto de tinta. " 

A idéia de trazer o seu trabalho no antigo teatro de Figueres Dalí entusiasmado e artista deu a tarefa para mais de uma década, falando e projetar os mais pequenos detalhes, para torná-lo uma realidade com a abertura oficial do Teatro-Museu Dalí 28 de Setembro de 1974. Um dos elementos mais visíveis do museu é a rede em forma de cúpula geodésica claro que coroa o edifício, uma idéia que fez Salvador Dalí Murcia arquiteto Emilio Pérez Piñero (1935-1972). A cúpula se tornou não só o emblema da-Museu do Teatro, mas um símbolo para a cidade de Figueres. 





O MUSEU AGORA

The Dome
Diferentes coleções da Fundação Gala-Salvador Dalí incluem todos os tipos de arte: pintura, desenho, escultura, gravura, instalação, holograma, estereoscopia, fotografia, etc. Destes, cerca de 1.500 estão expostas no Museu de Teatro em Figueres. 

Com o nome de Teatro-Museu Dalí três espaços museológicos diferentes, possivelmente oferecendo jornada pessoal livre através de suas salas incluem: 

1) O próprio Theatre-Museum, que consiste no antigo teatro municipal queimado tornar Teatro-Museu com base nos critérios e projetar Salvador Dali ele mesmo. Este conjunto de espaços formam um objeto de arte única, onde cada elemento está intrinsecamente ligado ao conjunto. 

2) O grupo de quartos, resultado da progressiva expansão do Museu do Teatro, em que a intervenção pessoal de Dalí é testemunhal ou inexistente.Estes quartos são parte Galatea fisicamente Torre, e trabalha neles o legado de Salvador Dalí, as assembléias ópticos como stereographs e anamorfismos, bem como novas aquisições da Fundação estão expostos. 

3) A sala de exposições · Jewels Dalí , inaugurado em 2001, onde trinta e sete de ouro e pedras preciosas da coleção antiga Owen Cheatham, duas jóias feitas mais tarde, e vinte e sete desenhos e pinturas em papel que Salvador Dalí apresentados realizada para design de jóias. 

O Teatro-Museu Dalí contém uma grande variedade de obras que abrangem a carreira de Ampurdanés pintor, desde a mais tenra artística experiências-impressionismo, futurismo, cubismo, etc ..., e suas criações surrealistas, às criações do ano passado sua vida. Algumas das mais notáveis ​​obras em exposição são Self Portrait with L'Humanité (1923), Porto Alghero (1924), O Espectro do Sex Appeal (1932), Retrato de Gala com Duas Costeletas de cordeiro equilibrado sobre seu ombro (1933 ), Auto-retrato suave com bacon grelhado (1941), Poesia da América-Os Atletas Cósmicos (1943), Galarina (1944-1945), cesta de pão (1945), Atomic Leda (1949) e Galatea das Esferas (1952) , entre muitos outros. 

Notamos também o conjunto de obras do artista com o propósito expresso de estar em exposição permanente no museu, as obras que vão desde pinturas e esculturas para instalações complexas monumentais. Neste grupo, a sala de Mae West, o Palácio do Vento, o Monumento ao Francesc Pujols e sala de Rainy Cadillac (você pode fazer um tour virtual ). 

Embora o trabalho é basicamente expostos Dali, há também obras de outros artistas que ele queria foram expostos: Antoni Pitxot, Evarist Vallès, ea coleção particular de Salvador Dali trabalha por El Greco, Maria Fortuny, Modest Urgell, Ernest Meissonier , Marcel Duchamp e Gerard Dou. Da mesma forma, em diferentes salas do Museu do Teatro, podem ser encontrados, entre outros, obras de Bouguereau, John de Andrea, Wolf Vostell e Ernst Fuchs Meifrén. Desde a morte de Salvador Dali, em 1989, você também pode visitar a cripta com o seu túmulo, localizado no centro do museu, um espaço que foi reformado em 1997 para expor uma coleção de jóias de ouro desenhado pelo artista. 

Vento Palácio Quarto 



Palácio do Vento

Púbol: Casa-Museu Gala Dalí Castell
A Gala Dalí Castelo Púbol aberto ao público desde 1996, pode descobrir um edifício medieval, onde Salvador Dalí materializou transbordando esforço criativo pensando em uma pessoa, Gala. 


Salvador Dalí Teatro-MuseuCasa-Museu Dali Gala Castelo


Teatro-Museu Dalí 



Museu inteiramente dedicado ao pintor Salvador Dalí . 's em Figueras, Catalunha (Espanha) 

É gerido pelo DALI fundação gala _SALVADOR. O artista deixou em seu testamento um grande número de obras de arte, que foram divididos entre o museu eo Museu Reina Sofia, em Madrid. 

HISTÓRIA

O artista pessoalmente se encarregou do projeto do museu, tanto que dentro do complexo é o último quarto e seu túmulo 
Como o próprio nome sugere, o edifício que abriga o museu tem algo a ver com um teatro, era um teatro, construído em 1849 Em 1939, durante a Guerra Civil espanhola foi destruída por um incêndio, o que deixou em pé apenas a estrutura do tinha sido um belo edifício neoclássico. 
A transformação em museu foi conduzido por Ramon Guardiola Rovina, um amante da arte advogado que vem para o prefeito de Figueres em 1960 
Prefeito Figueras achou estranho que eu não tinha feito nada para seu filho mais famoso, e convidou o artista para dar uma pintura para o museu local.Dalí disse estar disposto a doar um museu inteiro e sugeriu levar teatro para sediar a cidade, em seguida, destruído e abandonado. 
Este teatro teve um significado especial para Dalí, depois de ter exibido seus dois primeiros trabalhos ali mesmo na chance 1918con ano de uma amostra de pintura. 


Museu Dalí.
Para tornar o projeto levou um longo tempo devido a problemas com os moradores da cidade, que não queria que o museu e problemas burocráticos e financeiros. 
Finalmente, em 26 de junho de 1970 o governo espanhol aprovou o projecto em 13 de outubro e começar o trabalho. 
A abertura oficial foi em 28 de outubro de 1974 quando o museu ainda não tinha terminado. 
O museu foi, desde o início, por favor o público, tanto que ele se tornou o segundo espanhol número de visitantes do museu, perdendo apenas para o Museu do Prado em Madrid 
Cada quarto, cada espaço do museu é uma obra de arte, com combinações bizarras de pinturas, esculturas, móveis, decorações e todos os tipos de curiosidades. 
Em muitas salas de paredes e tetos são completamente cobertas com enormes murais alguns são composições originais, enquanto outros são extensões de suas pinturas famosas. 
Dalí colaborou com arquitetos e todos aqueles que trabalharam para o museu e, particularmente, amigo próximo do arquiteto Emilio Pérez Piñero, que projetou a cúpula de látex transparente deslumbrante que domina o edifício foi (Piñero viu o museu acabado porque ele morreu em um acidente tráfego em 1972, quando ele foi para Figueras Calasparra (Murcia). 
Externamente, o museu preserva o aspecto neoclássico de teatro, mas alguns ornamentado escultura bizarra.


Lápide de Salvador Dalí.
No nível principal do edifício é a cripta, uma pequena sala que abriga seu túmulo. 
Contra sua vontade (ele queria ser enterrado no castelo de Púbol), foi enterrado no Teatro-Museu Dalí. Ele foi enterrado aqui em 25 de janeiro de 1989, dois dias após a morte do grande artista. Algumas das obras em exposição no Museu do Teatro-


Self Portrait 1.923 
1924 Porto Alghero 
sex_appeal O espectro de 1932 
Retrato de Gala com 2 costeletas de cordeiro sobre os ombros 1933 
Autroretrato com bacon grelhado 1941 
Poesia da América: Os Atletas Cósmicos 1943 
Galarina 1944-1945 
The Bread Basket 1945 
Leda Atomica 1949 
Galatea do Esferas 1952 
O edifício é um teatro construído entre 1849 e 1850, mas foi queimada em 1939 durante a guerra civil espanhola. Esse incidente foi apenas a estrutura do edifício, o resto foi consumido pelo fogo. 
Felizmente para nós, em 1961, o prefeito de Figueres Dalí ofereceu-lhe uma carona neste lugar um museu onde seu trabalho foi exposto. O pintor foi atingido pelo lado negro dos escombros e concordou. 
poderia parar para não falar que o teatro tinha grande valor sentimental para Dali: ele estava na cidade onde ele nasceu (Figueres), tinha sido construído em frente a igreja onde ele foi batizado, e dentro dele, Dalí realizou sua primeira exposição de pinturas. ? teatro ou museu? Teatro-Museu Dalí, ao contrário de outros museus, não está definido câmaras frigoríficas, onde o trabalho de um artista é exposto . Pelo contrário, é um edifício que parece ter vida, um conceito criado por Dalí para ajudar a produzir uma experiência diferente. Em seu apelo pode ter a sensação de assistir a uma peça, porque vivo mudança internamente de ritmo quando você alternar de uma galeria pinturas circulares, monumental sala de Mae West ou quintal onde pende um cadillac preto. Dalí é porque, além de criar o conceito, estava atrás de todos os detalhes, desde o trabalho começou, até que foi inaugurado emFelipe Jacinto Dalí (1904-1989). Primeiro Marquês de Púbol. Foi um pintor surrealista nascido na Espanha.

  • Dali é conhecido pelas imagens surrealistas marcantes e bizarros. Suas habilidades pictóricas são frequentemente atribuídos à influência da arte renascentista. Ele também era um desenhista habilidoso. Ele tinha a capacidade de fazer um estilo muito pessoal com a sua musa e amor; Gala.
                                                                       


(total 17 páginas de suas pinturas, etc) DALÍ "louco ou gênio?



Mecano homenagem a Salvador Dali 

Gala Dalí será enterrado hoje no Castelo Pubol uma aldeia de 160 habitantes de Gerona


PARA PARTICIPAR DA CERIMÔNIA ÍNTIMA, COM A PERMISSÃO DOS MÉDICOS, SALVADOR DALÍ


  • A Gala Dali funeral, que morreu ontem às 14h15, no Girona Pubol Castle, o comunicado oficial da família, será realizada hoje, às seis horas, naquele castelo medieval, de propriedade da família e perto de La Bisbal. A notícia da morte da esposa de Salvador Dalí aprendeu ao meio-dia e foi imediatamente negado.Duas horas mais tarde, o preto Cadillac Dali Pubol atingido, seguido pelo pastor da pequena aldeia de 160 habitantes, Padre Joaquín Goy. Imediatamente morte foi anunciada oficialmente.Parece fora de dúvida que Gala já estava morto quando saiu do Cadillac da residência do pintor, em Port Lligat (Cadaqués), e que a viagem foi feita para evitar a papelada dos embarques.


Última aparição pública Dali 

A morte lenta do pintor Salvador Dalí Domenech, iniciada após a morte de sua esposa, Gala, que aconteceu em junho de 1982, ele jogou ao fim ontem.Nestes sete anos e alguns meses, vivia em sua casa, em seu castelo Emporda Púbol primeiro, e com o seu museu Figueres, depois do estado físico do artista, e, sobretudo, o futuro do seu trabalho tem sido todos os tipos de especulação. Quando a manhã para ser enterrado em seu museu em Figueres, longe de sua esposa Gala, cujos restos permanecem em Púbol, uma nova etapa, que vai ver a fruição pública do valioso legado do gênio de Port Lligat (Cadaqués) e determinar a verdadeira extensão da Abre execução artística.
Salvador Dal í morreu, de acordo com o relatório médico, em 10,15 ontem, em Figueres, aos 84 anos, como resultado de uma parada cardíaca. Dalí foi uma morte "tranquila e digna", disse logo após o advogado Miguel Domenech que, com o prefeito de Figueres, Mariá Lorca, e Arturo Caminada, o mordomo fiel e confidente do pintor durante os últimos 37 anos, o acompanhou em seus últimos momentos. Nenhum dos membros da família acompanhou o artista Dali. Sua irmã, Ana María, que sofrem uma fratura de fêmur, permaneceu em sua casa em Cadaqués, incapaz de ir a Figueres. Seu primo Montserrat declarou incapaz de ver o artista nos últimos cinco anos. "Não sei se ele que não queria que eu ou não deixar que ele foi" subrayó.El corpo foi movido com velocidade incomum para a Torre Galatea, residência do artista ao longo dos anos, onde ontem à noite ele foi embalsamado e onde hoje a capela será instalado ardente, que permanecerá aberto das oito da manhã até as três da tarde de quarta-feira.O funeral está marcado para amanhã. Dalí será enterrado depois do funeral, de acordo com sua vontade, em um túmulo instalado sob o domo geodésico, que domina o seu museu em Figueres. O corpo de Dalí será coberta com um manto que vai inscrit.a D. inicial A vontade do pintor abrirá prazo de 20 dias.
Salvador Dalí morreu no hospital distrital de Figueres, onde foi internado na quarta-feira depois de sofrer uma nova crise em sua saúde, subjugada desde a morte de sua esposa Gala, há sete anos, ea queima de sua residência Púbol em 1984. De entoncel, Dalí tinha sido admitido em várias ocasiões. desfecho fatal insuficiência cardíaca aguda sofrida pelo pintor piorou última quinta-feira com pneumonia que causou inflamação no pulmão direito. Carlos Ponsatí, médico e chefe da equipe de médicos que trataram do artista no hospital, reconheceu desde o início que a situação era muito crítico do pintor e se aventurou para o desfecho fatal poderia ocorrer a qualquer momento. servidor Fiel Dali, durante os últimos 37 anos, a Caminada lembrou a morte do pintor, vivido sob o olhar de duas enfermeiras, Carmen e Luisa, profundamente afetado: "Esta manhã [de ontem] eu vim [para a clínica] cerca de oito, eu tenho chamou-lhe a mão, a mão quente, e ele olhou para mim com aqueles olhos que tinham tão tremendamente bonito. então foi fechado. ainda estavam de mãos dadas. Um calor muito estranho invadiu seu corpo e seus olhos tem que estar aberto para Vuel mas não para o meu rarme de mim, se não a morte. " "Ele e Gala", acrescentou Caminada, "foram minha família, agora eu preciso descansar." Lorca Domenech e não esquecer os últimos momentos passados ​​com o pintor. "Dalí morreu dulcelmente, consolada, porque morrer em casa, em suas terras, como era seu desejo, e cercado por pessoas que o trataram com carinho", disse o advogado Miguel Domenech. "Cerca de três da madrugrada", lembrou Lorca, "Dalí docemente olhou para nós, como se em agradedimiento para estar ao seu lado no momento, eu já sabia de quase morte." Basta saber a morte ocorreu as primeiras reações. Conselho Municipal de Figueres decretou três dias de luto oficial e as varandas da cidade foram preenchidos com fitas pretas. Em um comunicado oficial, o conselho disse que a cidade "é dívida infinita com este figuerense universal".O Presidente da Generalitat, Jordi Pujol, foi para Figueres minutos após ouvir a notícia e ficou perto do corpo por cerca de 30 minutos. "O nome ea obra de Dali irá perdurar por muitos séculos, não só nos livros, mas nas mentes das pessoas", disse Pujol fora da Torre Galatea. Os reis de Espanha, Juan Carlos e SOFILA, expressou ontem ao presidente do Governo e do município de Fipuleres simpatia pela morte de Salvador Dalí, através dos respectivos teIegramas enviados pela Casa Real. O texto enviado para Pujol diz. "Agora queremos transmitir nossa profunda tristeza pela morte de um catalão, espanhol universal, com quem se juntou laços de afeição pessoal também quer prestar homenagem ao seu trabalho inimitável, que será sempre uma ponto de referência único na história da pintura. " Presidente do Governo, expressou seu "profundo sentimento de pesar" pela perda de "um dos principais representantes da pintura espanhola contemporânea", em um telegrama para o representante do . GalaDalí, Jordi Bonet Armengol Fundação ministro da Cultura, disse: ". Dalí foi o último grande de uma gepración de artistas que revolucionaram a arte em nosso século" "Dalí criou um mundo de poesia e paradoxo e pintamos . admiravelmente era um catalão ligado à sua terra, um apaixonado espanhol e, especialmente, um artista consciente de seu valor simbólico e provocante em meio às tendências homogeneizantes de nossa época ". prefeito de Barcelona, ​​disse: "Espero que a Catalunha sei que honrar Salvador Dalí como merece a conservação de suas pinturas ", acrescentando que este tributo, em sua opinião, deve ser realizada, a meio do Museu Dali em Figueres e e Museu de Arte Contemporânea de Barcelona, ​​acho que vamos ter de ter co n algumas de suas obras. "O prefeito também tinha uma memória para o pintor El Olímpic atleta ou apresentado em Lausanne em 1986, quando o Comitê Olímpico Internacional escolheu Barcelona para sediar os Jogos Olímpicos de 1992. Maragall, que contou com Figueres final de impor Dalí'la medalha de ouro da cidade, de acordo com o acordo da corporação na última cheia. Enquanto as primeiras reações fatais ocorreram, o corpo de Dalí foi transferido para a Torre Galatea, residência pintor nos últimos anos. Com seu bigode popular e já murcho aparado, de acordo com fontes citadas pela Europa Press, os restos mortais do pintor foram depositados em sua cama, com a cabeça apoiada em dois travesseiros e uma pequena almofada no pescoço manter a boca fechada, de acordo com a agência. embalsamamento À meia-noite, Dalí foi embalsamado em uma operação que se prolongou por cerca de duas horas, de acordo com previsões do médico legista Lluís Bardalet. A operação, realizada na presença do juiz por médicos e Lacaci Bardalet próprio maquiador e uma enfermeira, deve ser o de retirar as vísceras do corpo e injetar formol conservante baseado em um montante equivalente a 10% do seu peso corporal. público de hoje pode expressar pesar pela morte do pintor em a capela que foram instalados Torre Galatea. 's funeral será realizado na igreja de Sant Pere, onde o pintor recebeu no momento do batismo v Primeira Comunhão e cujo pastor, Narcis Costabella, administrado última sexta-feira para os últimos sacramentos do artista . "Dalí senti muito confortado pela recepção dos sacramentos, assim ele notou seu olhar," o sacerdote. 


ENTERRO DALÍ:

Salvador Dalí, em Figueres teve ontem à tarde o enterro teria sonhado que um de seus devaneios, mas talvez ele teria imaginado ainda maior, um funeral em massa, com a presença de autoridades, celebridades e ex-cortesãos, enquanto ligado à as cenas de sua infância, a ponto de um lamento por sua alma na mesma igreja onde ele foi batizado, em 1904, recebeu oração. Quatro porteiros Dalí Teatro Museu com uniformes desenhados pela tarde, levou o caixão de pinho decorada com uma cruz hipercúbica contendo o corpo embalsamado de Dalí com mais de 50 poucos metros que separa a capela da Igreja de Figueres da sepultura sob a cúpula do museu, onde o resto mortos.
's funeral tornou-se Dalí Figueres durante na tarde de ontem em uma mistura de festa e ímã popular para Catalão e autoridades espanholas, bem como celebridades do mundo da arte e pessoas relacionadas o longo e complexo disso Dali biografia do Presidente da Generalitat, Jordi Pujol, e ministro da Cultura, Jorge Semprun, prefeito de Figueres, Marià Lorca, e outras autoridades, estavam na igreja de personagens Figueres como o ex-primeiro-ministro francês Raymond Barre, o diretor da Tate Gallery de Londres, Alan Bownes, eo escritor francês Louis Pauwels, vestido com uniforme de gala e chapéu armado francesa.Otras Academy pessoas maximamente relacionados Dalí também participou o seu funeral. O Reynolds Morse, ex-amigos e Gala Dalí e donos da maior coleção de trabalho original do pintor, expôs em St. Petersburg (Florida, EUA), estava tão animado depois da cerimônia que mal conseguia pronunciar uma palavra e Lágrimas correram pelo rosto. Outros parentes Dalí, como o pintor Antoni Pitxot também traiu a sua emoção. Ex-secretários de Dalí, o capitão John Peter Moore e Robert Descharnes, seguido da cerimônia, como os dois defensores Miguel Domenech, Ramon e Emilio Puignau Guardiola, que têm caracterizado em vários estágios de funções de gerenciamento questões Dalí.
A contagem de Turim e Cristina Giuseppe d'Alboretto, ex-amigos e patronos de Dalí em Figueres instalados desde ontem, foram preparado para o enterro de uma maneira que teria agradado Dalí: uma noite longa e animada no hotel a noite enterro Duran artes Enquanto isso, o matemático e autor dateoria das catástrofes, René Thom, a cerimônia continuou com concentração absoluta.
A única representante da família do pintor, que estava no funeral era. seu primo Montserrat, na primeira fila, ao lado das autoridades. Aparentemente eles estavam instituições oficiais que insistiam que o primo de Dalí teve um lugar especial no protocolo. Ontem, como ele poderia saber este jornal confirmou que a irmã de Dalí, Ana Maria, e um grupo de amigos do pintor, que tinham sido privados de contato com ele nos últimos anos, como o escritor Luis Romero, o pintor Joan Josep Tharrats e crítico de arte Rafael Santos Torroella, Dalí organizou um funeral para a próxima segunda-feira, às seis horas, em Cadaqués e Port Lligat. De acordo com amigos próximos para pessoas Ana Maria Dalí, este funeral também tem o apoio do ex-secretário do pintor falecido Enric Sabater, localizada em Andorra e, talvez, mudar-se para a cerimônia.
's caminho Dalí de seu caixão na capela Torre Galatea para a igreja que está na frente e depois instalado na cripta sob a cúpula do Teatro-Museo-contra enorme trompe l'oeil que descreve, dependendo da distância para o observador é, as imagens de Gala nu eo presidente dos EUA Abraham Lincoln, foi seguido por muitas pessoas.
Uma multidão considerável encheu o Teatro-Museum Square e as ruas laterais estreitas e bandeiras catalãs adornados com fitas pretas. Entre a multidão, muitos de Figueres, Cadaqués e ao redor do Emporda, Dali deu fama mundial. . Teria gostado que o pintor tinha pessoas de todas as idades, gerações e cataduras DALÍ fotografado por Juan Gyenes - Salvador Dalí, 03 de junho de 1957






Salvador Dali
Salvador Felipe Jacinto Dali y Domenech
1904-1989

.

As excentricidades e declarações provocadoras fizeram de Salvador Dalí uma das mais polêmicas figuras da arte contemporânea, mas não impediram que sua obra fosse reconhecida como uma das mais audaciosas e apuradas da pintura surrealista.
     Salvador Felipe Jacinto Dalí nasceu em Figueras, Catalunha, na Espanha, em 11 de maio de 1904. Desde cedo revelou talento para o desenho e o pai, um tabelião, mandou-o a Madri para estudar na Escola de Belas-Artes de San Fernando, da qual seria expulso anos depois.
     Na capital espanhola conheceu o cineasta Luis Buñuel e o poeta Federico García Lorca. Suas primeiras obras, como "Moça à janela", enquadradas numa linha naturalista e minuciosa, já produziam uma ambígua sensação de irrealidade, que se acentuaria posteriormente.
     Em 1928, persuadido pelo pintor catalão Joan Miró, transferiu-se para Paris e aderiu ao movimento surrealista. Foi por essa época que conheceu a mulher do poeta Paul Éluard, Gala, sua futura companheira e modelo.
     Colaborou então com Buñuel em dois filmes célebres, Un chien andalou (1928; Um cão andaluz) e L'Âge d'or (1930; A idade de ouro) e pintou algumas de suas melhores obras: "A persistência da memória" e "O grande masturbador". Nelas exibia um estilo maduro que, embora mostrasse certas influências de De Chirico, atestava absoluta originalidade como representação de um mundo onírico, povoado de alegorias metafísicas e imagens sexuais, apoiadas numa técnica apurada.
     Sua exposição de 1933 lhe deu fama internacional e Dalí lançou-se, então, a uma vida social repleta de provocações e excentricidades. Essa atitude, por alguns considerada mistificadora e venal, aliada a uma postura apolítica, provocou sua expulsão do grupo surrealista.
     Durante esse período, adotou o "método de interpretação paranóico-crítico", baseado nas teorias da psicanálise, associando elementos delirantes e oníricos numa linguagem pictórica realista, com freqüentes imagens duplas e objetos do cotidiano, como em "Construção mole com ervilhas cozidas", "Praia com telefone", "Premonições da guerra civil", "Canibalismo de outono" e "O sono".
     Durante a segunda guerra mundial, Dalí radicou-se nos Estados Unidos, perto de Hollywood, e colaborou em alguns filmes. No final da década de 1940 regressou à Espanha e deu início a uma fase inpirada em obras-primas de pintores do passado, como "A última ceia", de Leonardo da Vinci, "As meninas", de Velázquez, "Angelus", de Millet, "A batalha de Tetuan", de Meissonier, e "A rendeira", de Vermeer de Delft -- seu pintor favorito.
     Posteriormente, alternou a pintura com o desenho de jóias e a ilustração de livros. Enquanto isso, sucediam-se as retrospectivas de sua obra (Nova York, 1966; Paris, 1979; Madri, 1982) e, à medida que diminuíam suas aparições públicas, a polêmica dava lugar à renovação do interesse por sua pintura.
     Em 1974 foi inaugurado em Figueras o Museu Dalí. Oito anos depois morreu Gala, fato que incidiu negativamente sobre sua atividade artística.
     Em 23 de janeiro de 1989, na mesma Figueras natal, morreu Salvador Dalí.
©Encyclopaedia Britannica do Brasil Publicações Ltda.




Gerona: territorio Dalí
Gerona: território Dalí
Corbis

23 EXCENTRICIDADES SOBRE DALÍ VOCÊ PODE DESCOBRIR EM GERONA

O recorde de visitas que tiveram a exposição Dali no Reina Sofía apenas confirmou uma verdade: Salvador é um dos artistas mais controversos e de mídia do planeta. Para isso, vá até onde ele morava, ele explicou, decorado, delirou e tempo gasto serve para conhecê-lo melhor, expondo suas peculiaridades e passar tubulação compartilhando sua visão bizarra do mundo, arte e ... O Rhino!
O triângulo é conhecido dalininano uma turnê de três pontos-chave na vida do gênio, na província de Gerona. Seus vértices são Portlligat casa em Cadaqués, onde Salvador e sua esposa Gala iria viver o seu amor, e criaria uma vida seria baseado idolatria social e exibição pomposa. O segundo, o teatro-museu em Figueres é pura herança do artista. Desenhado pelo próprio Salvador, Dalí jogando neste espaço, confunde e abre as gavetas de seu lado mais selvagem. Finalmente, Púbol Castelo, Gala local 100%, onde seria longos períodos, ele daria um anti-break surreal, relata Vogue e estrelou a receber determinadas masculino visita Salvador pouco satisfeito.
No total, estes certos toques de loucura feita de produto, um fluxo de arte convertida em um show que temos hoje, não egomania matéria e peculiaridades de seu protagonista.
Gala 
Sua primeira e mais complexa obsessão. Em cada canto de sua vida é uma imagem, uma fotografia ou um objeto que lembra Elena Ivanovna e manter isso. Até nos arbustos do jardim Teatro-Museu de interiores crescer como G. Ao invés de amor, mesmo fanatismo infantil.
Bichos de pelúcia 
Lá, de repente, acabou de entrar. Tanto em casa como Portlligat Castelo Púbol criatura bem-vindo dá uma discagem. No primeiro, um urso completo dos grânulos. Em seguida, um cavalo poderoso. Conclusão: Dalí odiava animais ou melhor, tinha uma paixão por taxidermia. Sim,sempre kitsch, sempre peculiar.
O Angelus de Millet 
No estudo de sua casa, não somente há duas grandes janelas que se abrem para as falésias da Costa Brava, também um par de reproduções da obra que mais o influenciou em sua produção. A partir daqui você pode compreender o seu fascínio e interpretações complexas.
Michelin boneca 
Salvador sempre quis ter projetado este ícone, assim que eu joguei em diferentes áreas de sua casa e que ele considerava quase perfeita.
Piscina fálica 
Sua piscina Portlligat (não há uma casa Mediterrâneo sem ele) e sofá em forma fálica-se rodeado por lábios e outros ícones pop e logotipo Pirelli. Aqui entretido hordas de fãs e jornalistas que queriam saber. E sempre com xales e aparência extravagante, sempre tragado por seu caráter.
Cabine de telefone 
Conta a (quase) Dali lenda que um dia tomou uma fantasia para uma cabana que eles estavam de pé na rua, entrou no carro e colocado no pátio da Portlligat. Pop Art? Prank ou simples?
Piano Pichot 
O primeiro contato com o quirkiest seria boêmio em sua juventude, quando o amigo de seu pai, Ramon Pichot deu ao jovem Salvador monta em um barco e subiu ao piano e tocou perante o olhar atónito dos vizinhos de Cadaqués. O que resta do antigo instrumento repousa no sótão de sua casa em Portlligat, um lugar onde o voyeur Dalí convidou as mulheres a subir no telhado, onde ele havia descoberto sob saias através de um cristal.
Cristo dos escombros 
Os restos de uma inundação Salvador inspirou para criar uma de suas mais marcantes no jardim do Portlligat funciona. Nada mais e nada menos do que um Cristo formado com telhas e resíduos de madeira. Art Reciclado em Dalí? Um outro exemplo da sua versatilidade.
Câmara Secreta
No Portlligat, Gala exigiu ter um quarto secreto inspirado no Alhambra. Um canto do kitsch para desfrutar do silêncio e da Gala sussurro, porque, acima de tudo, com raiva, sem gritar.Lá, como dói.
Ovos 
O elemento decorativo por excelência Dali coroa tanto home theater e um museu. Para ele, o ovo é o amor, a esperança, a vida e até mesmo preuterina um lembrete eterno, que é uma cópia do seu irmão morto (com o mesmo nome e morreu nove meses antes de ele nascer).Dentro destes elementos que ele seria feliz.
Figuras fantasmagóricas com chapéu pão 
A fachada do Museu do Teatro, é presidida por figuras fantasmagóricas, apoiado em muletas na época e anos e desfigurar fazer um dente. Vazio, com pouco cara, mas são lembranças de Dali desativou veteranos que desceram para dançar no domingo à tarde a partir do Castillo de San Fernando. É claro que a figura do pão coroa como uma figura de esperança para a vida nestes personagens.
O homem dourado e sua varanda para o deleite 
Outros elementos curiosos da fachada é a presença de figuras como Oscar. Estátuas douradas representando o artista como um gênio entre os seus compatriotas. Seu ego era muito volumoso e passar horas alimentados em um pequeno mirante onde longas filas observado que os turistas foram feitos para acessar seu Teatro-Museu.
Gavetas 
E depois há as gavetas que se abrem a alma humana e puxar para fora. Venus Gavetas em gavetas e até mesmo o próprio artista. O mural exibidas em subir ao céu com Gala é apenas uma desculpa para mostrar que seu abdômen é uma gaveta aberta a partir do qual gira, essencialmente seu armário. A "isso é tudo o que eu sou, amigos" na tomada.
América é a Coca Cola. Publicidade. 
Passeando pelo Museu Teatro encontra-se com ilusões de ótica, e algumas pinturas da obra prima menores outro trabalho. Mas também ser comparado com a genialidade do artista. E não só pela sua delicadeza estética e surrealismo, também, porque ela concebeu publicidade e ícones contemporâneos como um reflexo poderoso de uma sociedade. Assim, no American Poetry, Dalí representou os Estados Unidos com uma Coca-Cola. Suck it, Warhol.
Rinocerontes, espirais e átomos 
A explicação para essa cena famosa, já se tornou um clichê sobre este artista é que Dalí acredita que a perfeição só poderia ser representada pela espiral de uma concha, com o chifre de um rinoceronte ou átomos. Portanto, passeando de home theater ou museu não surpreende caracóis encontro, galhadas e quadros científicos.


                                        O (completo) apartamento Mae West
As filas para entrar e ver o rosto de Mae West em seu apartamento (desenhado por Dalí) sempre parecem iludir o mais divertido: aqui vale a pena ver o seu rosto, você tem que encontrar o seu chuveiro e quarto. Até agora, as faixas.
Cadillacs 
"Um artista é bom quando você pode comprar um carro. Ele é um gênio quando você pode comprar um Cadillac ", esta frase resume a paixão por estes carros Salvador. O cache de surpreender dando o seu enorme tamanho e extravagância que estava sobre as estradas do Costa Brava. Este veículo deu-lhe uma escultura preferido no-Museu do Teatro e seu logotipo até grandes esculturas no jardim do castelo de Púbol. Precisamente na garagem esta propriedade repousa Salvador próprio carro, um veículo que não só surpreendeu por seu tamanho, mas por estar matriculado em Mônaco.
A necessidade do dinheiro 
O castelo na Toscana 
Púbol Castelo é a coisa mais próxima de um castelo na Toscana Salvador descobriu que ao redor. Descobri pairar em cima em um helicóptero .. E, como o havia persuadido Gala com a promessa de uma villa na Itália, ele não tinha escolha, mas para capacitá-lo e dar-lhe este conjunto medieval. Sem terra era na Toscana, mas pelo menos era um castelo.
Sempervivum 
A flor por excelência deste casamento singular é perene, uma espécie bastante branda, muito perfumado e resistente a ter vasos e potes reservados em todos os lugares, tanto a casa eo castelo.
Tuneados Tapeçarias 
Dalí foi pouco a fazer em Púbol. Era a casa de Gala e, como tal, era responsável por isso a decoração. Mas você pode começar suas mãos sobre alguns elementos, como as tapeçarias usadas penduradas nas paredes. Para estes números Salvador acrescentou-lhes cores brilhantes e completamente descontextualizado dentro do tema branda de cada obra. Você não pode ficar parado.
Odeio radiadores! 
Gala odiava radiadores. A obstrução que pôde e se escondeu com guarnições e outros móveis.A parte menos favorita do castelo era uma cidade pequena Púbol estes aquecedores separados por uma porta interior. Gala pediu ao marido para tirar algo de bom nele. Dali pintado de uma forma hiper um par de radiadores.
Fonte dos Leões 
O símbolo da Alhambra é um dos motivos recorrentes para decorar o Dalí Universe. Em casa eleva o papel da españolada com lutadores coloridas em seu vão. Em Púbol jogado directamente pela vegetação do jardim, espaço único em torno do castelo que poderia criar alguma liberdade.
Túmulos separados 
Mas no final, nenhuma penalidade. Pena para ver como esses dois amantes separados descanso. Ela, na cripta da Púbol. Ele, no mausoléu da-Museu do Teatro. Dizem que foi um prefeito de Figueres disse que Salvador havia pedido para dormir para sempre lá, mas o fato de que há um grave Púbol realmente respeitando a Gala Dalí como sempre dormir direito de sua amada dúvida séria e encoraja. Se houvesse amor na vida, por que negar a morte?

Fonte:http://www.traveler.es/viajes/mundo-traveler/articulos/curiosidades-dali/4466



(1904 - 1989)

Salvador Felipe Jacinto Dali - (*1904 ┼1989)

Nasceu em Figueras, Catalunha, na Espanha, em 11 de maio de 1904. Desde cedo revelou talento para o desenho e o pai, um tabelião, mandou-o a Madri para estudar na Escola de Belas-Artes de San Fernando, da qual seria expulso anos depois. 
Na capital espanhola conheceu o cineasta Luis Buñuel e o poeta Federico García Lorca. Suas primeiras obras, como "Moça à janela", enquadradas numa linha naturalista e minuciosa, já produziam uma ambígua sensação de irrealidade, que se acentuaria posteriormente. 
Em 1928, persuadido pelo pintor catalão Joan Miró, transferiu-se para Paris e aderiu ao movimento surrealista. Foi por essa época que conheceu a mulher do poeta Paul Éluard, Gala, sua futura companheira e modelo. 
Colaborou então com Buñuel em dois filmes célebres, Un chien andalou (1928 Um cão andaluz) e L'Âge d'or (1930 A idade de ouro) e pintou algumas de suas melhores obras: "A persistência da memória" e "O grande masturbador". Nelas exibia um estilo maduro que, embora mostrasse certas influências de De Chirico, atestava absoluta originalidade como representação de um mundo onírico, povoado de alegorias metafísicas e imagens sexuais, apoiadas numa técnica apurada. 
Sua exposição de 1933 lhe deu fama internacional e Dalí lançou-se, então, a uma vida social repleta de provocações e excentricidades. Essa atitude, por alguns, considerada mistificadora e venal, aliada a uma postura apolítica, provocou sua expulsão do grupo surrealista. 
Durante esse período, adotou o "método de interpretação paranóico-crítico", baseado nas teorias da psicanálise, associando elementos delirantes e oníricos numa linguagem pictórica realista, com freqüentes imagens duplas e objetos do cotidiano, como em "Construção mole com ervilhas cozidas", "Praia com telefone", "Premonições da guerra civil", "Canibalismo de outono" e "O sono". 
Durante a segunda guerra mundial, Dalí radicou-se nos Estados Unidos, perto de Hollywood, e colaborou em alguns filmes. No final da década de 1940 regressou à Espanha e deu início a uma fase inspirada em obras-primas de pintores do passado, como "A última ceia", de Leonardo da Vinci, "As meninas", de Velázquez, "Angelus", de Millet, "A batalha de Tetuan", de Meissonier, e "A rendeira", de Vermeer de Delft seu pintor favorito. 
Posteriormente, alternou a pintura com o desenho de jóias e a ilustração de livros. Enquanto isso se sucedia as retrospectivas de sua obra (Nova York, 1966 Paris, 1979 Madri, 1982) e, à medida que diminuíam suas aparições públicas, a polêmica dava lugar à renovação do interesse por sua pintura. 
Em 1974 foi inaugurado em Figueras o Museu Dalí. Oito anos depois morreu Gala, fato que incidiu negativamente sobre sua atividade artística. 
Em 23 de janeiro de 1989, na mesma Figueras natal, morreu Salvador Dali. 
As excentricidades e declarações provocadoras fizeram de Salvador Dalí uma das mais polêmicas figuras da arte contemporânea, mas não impediram que sua obra fosse reconhecida como uma das mais audaciosas e apuradas da pintura surrealista.
Fone:http://www.espacoarte.com.br/artistas/158-salvador-dali


DALI, O SABIO DOS LOUCOS
Publicado na Folha de S.Paulo, quinta-feira, 24 de outubro de 1968

Neste texto foi mantida a grafia original
Salvador Dali, considerado um dos pintores mais importantes deste seculo, é antes de tudo uma figura controvertida e polemica. Talvez não haja para a imprensa um material mais rico para ser explorado do que esse homem de figura longelinea e bigodes eriçados. A lenda que envolve o seu nome, assim como os ditos que lhe são atribuidos, compõem um material dos mais apreciaveis para qualquer tipo de reportagem.
Coube ao "Paris Match" a ultima reportagem sobre ele, feita na Catalunha, lugar onde o pintor nasceu. Naquele local, junto às lembranças de sua infancia, Dali revelou, ainda uma vez, as excentricidades de um espirito, frequentemente associado a movimentos, mas que se mantém, em sua essencia, solitario. Excentricidades que chegaram a tal ponto que muitos declaram ser ele o mais sabio dos loucos.
Mas até onde a loucura em Dali seria real?
O poeta espanhol Frederico Garcia Lorca era seu maior amigo e, talvez, seu melhor espectador. Naquele tempo, como ainda hoje, a idéia da morte perseguia o pintor. Era uma obstinação contra a qual ele lutava - ora aceitando-a, ora negando-a. Sua casa, então, nem sempre era um lugar agradavel de ser visto, pois não era dificil, ao se chegar ali, encontrá-lo dentro de um esquife em rigida posição mortuaria. O fato assustava a todos, mas divertia o poeta e mais ainda o pintor.
Hibernação

Salvador Dali é até hoje um homem preocupado com a morte e a ressurreição. Além de artista, é um profundo interessado no avanço da Quimica e da Fisica moderna. Mantém contato com cientistas eminentes de ambos os campos. Sabe-se, assim, que já teria destinado uma soma de 8.000 dolares para a sua hibernação quando morto. Após seu ultimo suspiro, Dali será colocado em um cilindro para uma futura ressurreição no ano 2.000. Está convencido de que isto será possível, que não perde a oportunidade para dizer à sua esposa Gala - ex-mulher do poeta Paul Eluard - para que ela também faça o mesmo. Gala, entretanto, resiste à idéia de permanecer, após a sua morte, enfurnada em um cilindro.
"De qualquer modo - explica Dali - o fato vai deixar meus amigos bem embaraçados. Eles perguntarão: estará ele morto ou não?"
E o proprio pintor responde:
"Será uma morte bem diferente!"
Visão politica

A visão politica de Salvador Dali é das mais exoticas. Acredita que com o afastamento do generalíssimo Franco do poder, a monarquia deverá sucedê-lo, na Espanha. Ela será um exemplo tão estupendo aos outros regimes da Europa, que os dirigentes europeus haverão de se perguntar: por que nós não fazemos o mesmo, reinstalando tambem nossas monarquias? Afinal, eleições presidenciais causam gastos aos regimes democraticos, que poderão ser suprimidos se tivermos tambem um rei. Segundo o pintor, a propria Russia optará pela monarquia, acompanhando a decisão de outros países europeus.
Essas monarquias deverão ser absolutas e ciberneticas. Pois o regime monarquico é o unico bastante hierarquizado em sua cupula para permitir à sua base, isto é, ao povo, uma certa forma de anarquia.
China e Estados Unidos

A revelação mais sensacional de Salvador Dali, entretanto, diz respeito às relações entre China e Estados Unidos. Os dois países, segundo ele, deverão reaproximar-se, futuramente, pois é inconcebível que os Estados Unidos, campeão da economia de consumação, permaneça em atrito com o maior mercado consumidor do mundo, a China. Alem disso, há uma razão mais profunda ainda para essa união: o matriarcado norte-americano vai aliar-se ao tradicional matriarcado chinês, para colocar em lugar do feio lider Mao-Tsé-Tung, uma linda imperatriz de olhos rasgados.
O proprio Dali já retratou em seu trabalho essa fusão China-EUA, com a colagem de uma foto de Mao que possui, no lugar dos olhos, a boca de Marilyn Monroe, e um clichê de Marilyn, com a cabeça calva de Mao. Ele pretendia que esses clichês fossem distribuidos aos milhares de chineses para que esses rostos truncados penetrassem no subconsciente dos tenentes responsaveis pela revolução cultural.
"O mundo é guiado - explica Dali - por elos irracionais e não por pequenas combinações cartesianas. Na Historia, nada que é previsível ocorre. Esperava-se, por exemplo, acontecimentos atrás do Muro da Vergonha, na Alemanha, e em vez disso, o que houve foi o assassinato de Kennedy".
O surrealismo e a atualidade

Salvador Dali viu a revolução dos estudantes na França com alegria e decepção, ao mesmo tempo. Alegria, por ver pintados nos muros de Paris os mesmos "slogans" surrealistas de sua juventude. Decepção, por descobrir que o surrealismo atual é doentio e bem comportado. Não aceita, por isso mesmo, o pensamento de Marcuse, o grande idolo da juventude atual. Contra o filosofo da nova geração, ele aponta um nome quase desconhecido pelos intelectuais: o de um pensador da Catalunha, chamado Pujoils.
Esse mesmo Pujols, na epoca em que o stalinismo vigorava como linha absoluta para os comunistas, dizia:
- "Eu estou em superioridade em relação a Joseph Stalin. Através dos jornais, do radio e do cinema, eu sei o que Stalin anda fazendo... Enquanto que Stalin ignora todas as minhas atividades."
Graças à propaganda de Dali, uma obra desse escritor será traduzida para o francês, aos cuidados de Robert Descharnes. Mas Pujols não é um escritor simples de ser lido. Ele escreve paginas e mais paginas, sem colocar um ponto ou uma virgula. Alem disso, seu pensamento não segue a linha logica do raciocinio. Para que se tenha uma idéia de seus escritos, basta dizer que Pujols interrompe ás vezes uma discussão sobre Platão, para dirigir os seus melhores votos a um amigo que ele perdeu de vista e cujo nome se parece com o do filosofo grego.
"Isto não impede - diz Dali - de ser ele (Pujols) o maior filosofo do seculo XX."
E acrescenta:
"Um verdadeiro genio!"
Pujols está seguro de que há uma evolução irreversível do universo. Houve o reino mineral, o reino vegetal e o reino animal. Desse ultimo, os homens evoluirão até a sua transformação em anjos. Alguns do genero humano já conseguiram essa perfeição, como o pintor renascentista Rafael. Mas outros, mais ainda, conseguirão. Quando isto acontecer todos serão anjos, não haverá o castigo eterno, nem o inferno.
O socialismo retarda

Dali acha que o maior obstaculo para a transformação dos homens em anjos é o socialismo. Ele retarda esta ascensão suprema, pois para se tornar um anjo é condição fundamental que a pessoa seja proprietaria. Como o socialismo elimina a propriedade, as pessoas sob esse regime não poderão ser anjos.
"O proletario - explica Dali - jamais chegará ao reino dos anjos."
Acrescentando ainda:
"É engraçado que seja eu quem declare isso, o homem que mais trabalha no mundo. Mas acontece que eu trabalho por prazer. O trabalho não condenou minha existencia."
Entre outras afirmações extravagantes de Dali está aquela que a unica civilização que importa é a mediterranea, particularmente aquela da Espanha e, mais particularmente ainda, a da Catalunha, onde ele nasceu. Todos os outros paises foram feitos com má vontade por Deus. E desses lugares feitos com a má vontade divina, o que mais ele detesta é a Oceania, porque esse continente abrigou Gauguin e Cezanne, pintores que ele despreza. Para Dali, nenhum dos dois merecem ser chamados de pintores. Eram pessimos desenhistas.
Dali fala tudo isso, olhando a paisagem arida de sua terra. As pessoas, evidentemente, poderão discordar de seus pensamentos e ditos. Mas é inegavel que ele representa muito dessa Espanha mistica e barroca onde pretende agora erigir o seu museu. Para isso escolheu um lugar em ruinas, remanescente ainda da Guerra Civil espanhola. Ali ele exporá o que julga ser o melhor de suas obras.
Caberá ao futuro julgá-las.

Postagens mais visitadas deste blog

APRENDA COMO FAZER CONTATO COM SEU ANJO E GUIAS ESPIRITUAIS - TEXTOS DE VÁRIOS AUTORES

PARA ONDE VAMOS QUANDO MORREMOS,SEGUNDO A DOUTRINA ESPÍRITA ?

O GATO NA MITOLOGIA SAGRADA EGÍPCIA