O GATO,O EMISSÁRIO DA DEUSA LUA

 
 
 
O GATO, O EMISSÁRIO DA DEUSA LUA

Os antigos celtas tinham a crença de que os gatos podem captar o que o olho humano não pode alcançar a ver e que percebem informações de outros níveis que nós seres racionais somos incapazes de entender. Estavam convencidos que de os animais felinos se relacionam com os elementos da natureza, sobretudo com o ar e as entidades que os habitam como as fadas e os elfos e ai que os converteram no símbolo do mistério, da intuição e do sobrenatural.
Conta que a Deusa da Lua, Arianrhod, utiliza os gatos para enviar mensagens aos humanos e por isso quando um gato aparece em nossas vidas e de maneira insistente, quase sempre em momentos de dificuldades, não deixe de lhe dar refúgio, porque é possível que traga mensagens que nos ajudem a trocar nosso rumo e reajustar todo o mal que há nele.
O gato é um renovador natural de energia. Onde vive um gato, a energia negativa não se instala porque ele a troca, a transmuta em positiva de maneira instintiva, equilibrando as forças dos lugares onde passam.
Para muitas pessoas o gato é um amuleto. É certo que em toda a casa que há um gato, a Deusa Arianrhod, sua dona, jamais deixará que nada falte a todos que alojam seus emissários.
Para aquelas pessoas, que, por suas circunstâncias não podem ter em seu lar um gato, adquiram seu símbolo. Um desenho, uma figura, algo que o represente. Sem dúvida que é a ponte até uma das Deusas mais importantes do Olimpo Celta, a Deusa Arianrhod, a Roda de Prata, a Senhora da Lua.