NÚMEROS E SEUS SIGNIFICADOS MITOLÓGICOS

Qual-o-significado-das-tatuagens-do-numero-13-2.jpg
 
Números e seus significados mitológicos 


Interessante estudo sobre Números, baseado em antigas publicações, destinado a pessoas que estudam filosofia mística.
A Sabedoria Oculta aprendida na Índia, no Egito, dos Oráculos de Delfos, da Cabala dos rabinos e estudos dos magos caldeus. Cita as características da Escola Pitagórica, entre elas a de que cada membro ter que passar cinco anos de comtenplação guardando completo silêncio. Entre suas Instruções, fala da ciência dos Números.


A seguir apresenta um estudo sobre o significado oculto de nomes como ABRM (Abraão) SHRI (Sarai) e Isaac, fazendo a decomposição dos nomes o obtendo significados curiosos. Também relaciona esses nomes com o valor correspondente das letras. Encerra falando dos Quadrados Mágicos dos Planetas. Ex. Quadrado de Júpiter tem um lado de quatro divisões = 16; a soma de cada linha é 34; o total é 136.Já o número do Sol é 666, o número da Besta. Os deuses das monarquias antigas também eram associados a números místicos pelos caldeus: Anu / Plutão =60; Bal / Júpiter =50, etc. IV- Os Números Individuais - Discorre sobre: A Mônada - o principal, e elementar dos números (UM), explanando suas significações Pitagóricas - Deus, Intelecto, Masculino-Feminino, Matéria, Caos, etc.- e as formas de representações entre os povos. A primeira Mônada é o próprio número; a 2ª mônada é a esfera, a 3ª mônada corresponde às esferas dos planetas, etc. A Díade ou Mônada limitada, representa grande número de objetos e idéias dissemelhantes.
A Tríade (3) é o primeiro número ímpar com numerosas de citações de livros Sagrados e Sabedorias. O Três e Meio - considerado de importância mística como metade de sete; ele representa o sofrimento presente em comparação com a alegria futura. A Tétrade (4) chamado pelos pitagóriicos de "o maior milagre" e "um Deus de outro modo", etc. Quase todos os povos da antiguidade tinham um nome de 4 letras para a Divindade (ADAD - sírios, ANUN - egípcios, gregos era TEOS, ALLAH árabes,etc.). A Pêntade (5) número circular, está relacionado à Luz e a Justiça. A Héxade (6) ou forma da forma; segundo Nicomaco o número adaptado a alma; também a harmonia; para os Pitagóricos é a perfeição das Partes. Heptade (7) representa a Virgem, associada a Minerva; também é a Fortuna, a Voz. É relacionada com os ciclos de 7 anos da vida.Ogdoade (8) é o primeiro cubo de energia e o único número par com paridade na primeira década. Para os gregos era o número "todo poderoso" - todas as coisas são oito. Eneade (9) - o primeiro quadrado do primeiro número ímpar; seria semelhante ao Oceano, espalhando-se por todos os outros números dentro da Década (10) ou Panteleia "Completo de Todo", e que uma vez alcançado não pode ser ultrapassado pois volta à Mônada. Era chamada de Divindade, Céu, Eternidade e o Sol. O número Onze, tido com mau é considerado pelos cabalistas o oposto da perfeição da década. Doze - tido como perfeito está relacionado aos Sígnos do Zodíaco, às Doze tribos, doze apóstolos, doze deuses egípcios, doze pedras preciosas do peitoral do grão sacerdote, 12 meses. O número Treze é um número sagrado para os mexicanos e utilizado para cálculo de seu calendário. A idéia de ser um número infortunado partiu do destino de Judas após a última ceia de Jesus, entre os cristãos. Seguem os números eram utilizados pelos Hindus e dos números Superiores. Na sequencia fala do número 14 destacando os números de significado bíblico, esotérico, cabalístico, místico, astronômico como o da revolução dos equinócios, etc. Encerra com "Os Números Apolípticos", repetindo-os de Um a Doze e depois o 24 (Anciões e Tronos); o 42 - dos 42 meses de blasfêmias da Besta; o númeo 144 - os côvados das muralhas da Nova Jerusalém; o nº 666 da besta; 1000 anos do Dragão acorrentado e 1000 anos em que as almas dos Fiéis viverão e reinarão; os 1260 dias, os 144 mil escolhidos e 10 mil vezes 10 mil Anjos ao redor do Trono.
 

Interessante estudo sobre Números, baseado em antigas publicações, destinado a pessoas que estudam filosofia mística.
a Sabedoria Oculta aprendida na India, no Egito, dos Oráculos de Delfos, da Cabala dos rabinos e estudos dos magos caldeus. Cita as características da Escola Pitagórica, entre elas a de que cada membro ter que passar cinco anos de comtenplação guardando completo silêncio. Entre suas Instruções, fala da ciência dos Números


A seguir apresenta um estudo sobre o significado oculto de nomes como ABRM (Abraão) SHRI (Sarai) e Isaac, fazendo a decomposição dos nomes o obtendo significados curiosos. Também relaciona esses nomes com o valor correspondente das letras. Encerra falando dos Quadrados Mágicos dos Planetas. Ex. Quadrado de Júpiter tem um lado de quatro divisões = 16; a soma de cada linha é 34; o total é 136.Já o número do Sol é 666, o número da Besta. Os deuses das monarquias antigas também eram associados a números místicos pelos caldeus: Anu / Plutão =60; Bal / Júpiter =50, etc. IV- Os Números Individuais - Discorre sobre: A Mônada - o principal, e elementar dos números (UM), explanando suas significações Pitagóricas - Deus, Intelecto, Masculino-Feminino, Matéria, Caos, etc.- e as formas de representações entre os povos. A primeira Mônada é o próprio número; a 2ª mônada é a esfera, a 3ª mônada corresponde às esferas dos planetas, etc. A Díade ou Mônada limitada, representa grande número de objetos e idéias dissemelhantes.
A Tríade (3) é o primeiro número ímpar com numerosas de citações de livros Sagrados e Sabedorias. O Três e Meio - considerado de importância mística como metade de sete; ele representa o sofrimento presente em comparação com a alegria futura. A Tétrade (4) chamado pelos pitagóriicos de "o maior milagre" e "um Deus de outro modo", etc. Quase todos os povos da antiguidade tinham um nome de 4 letras para a Divindade (ADAD - sírios, ANUN - egípcios, gregos era TEOS, ALLAH árabes,etc.). A Pêntade (5) número circular, está relacionado à Luz e a Justiça. A Héxade (6) ou forma da forma; segundo Nicomaco o número adaptado a alma; também a harmonia; para os Pitagóricos é a perfeição das Partes. Heptade (7) representa a Virgem, associada a Minerva; também é a Fortuna, a Voz. É relacionada com os ciclos de 7 anos da vida.Ogdoade (8) é o primeiro cubo de energia e o único número par com paridade na primeira década. Para os gregos era o número "todo poderoso" - todas as coisas são oito. Eneade (9) - o primeiro quadrado do primeiro número ímpar; seria semelhante ao Oceano, espalhando-se por todos os outros números dentro da Década (10) ou Panteleia "Completo de Todo", e que uma vez alcançado não pode ser ultrapassado pois volta à Mônada. Era chamada de Divindade, Céu, Eternidade e o Sol. O número Onze, tido com mau é considerado pelos cabalistas o oposto da perfeição da década. Doze - tido como perfeito está relacionado aos Sígnos do Zodíaco, às Doze tribos, doze apóstolos, doze deuses egípcios, doze pedras preciosas do peitoral do grão sacerdote, 12 meses. O número Treze é um número sagrado para os mexicanos e utilizado para cálculo de seu calendário. A idéia de ser um número infortunado partiu do destino de Judas após a última ceia de Jesus, entre os cristãos. Seguem os números eram utilizados pelos Hindus e dos números Superiores. Na sequencia fala do número 14 destacando os números de significado bíblico, esotérico, cabalístico, místico, astronômico como o da revolução dos equinócios, etc. Encerra com "Os Números Apolípticos", repetindo-os de Um a Doze e depois o 24 (Anciões e Tronos); o 42 - dos 42 meses de blasfêmias da Besta; o númeo 144 - os côvados das muralhas da Nova Jerusalém; o nº 666 da besta; 1000 anos do Dragão acorrentado e 1000 anos em que as almas dos Fiéis viverão e reinarão; os 1260 dias, os 144 mil escolhidos e 10 mil vezes 10 mil Anjos ao redor do Trono.
 
 
 

Postagens mais visitadas deste blog

APRENDA COMO FAZER CONTATO COM SEU ANJO E GUIAS ESPIRITUAIS - TEXTOS DE VÁRIOS AUTORES

PARA ONDE VAMOS QUANDO MORREMOS,SEGUNDO A DOUTRINA ESPÍRITA ?

O GATO NA MITOLOGIA SAGRADA EGÍPCIA