SABIÁ VOCÊ TINHA ALGO PARA ME FALAR ? - DRICA MUSCAT

Foto: Sabiá: http://goo.gl/gL5hb

"Sabiá, você tinha algo pra me falar?
Eu ando nervosa, e mal dei a chance de você se expressar. Canta pra mim, canta pra eu saber que vai melhorar. E depois, Sabiá, eu te conto um segredo. Mas só te conto se você ficar...".


Oi Sabiá, que notícia você vem me dar?
Diga coisa boa, que de coisa ruim não quero saber. A vida é muito curta, e dessa dor eu quero me livrar, Sabiá. Este mundo está cheio de coisas ruins: elas são muitas, elas são grandes, elas me assustam. Você sabe, Sabiá? Aliás, o que veio me contar?
Sabiá, por que parou de voar?
Se foi pra falar comigo, que me fale coisas alegres. Que me faça companhia e cante pra eu dormir. Embale meu sono e me faça sonhar, Sabiá. Me traz calma, me traz esperança, me traz felicidade. Será que contigo eu posso contar?
Sabiá, você me faz bem. Fica mais um pouquinho, não quero ver você ir embora. Chega de dor, você sabe que com ela eu não posso mais… não quero me despedir de coisa boa, e você é bom pra mim, sabia, Sabiá? Então não vá, fique onde eu possa te olhar.
Eu tenho um segredo pra te contar, Sabiá, mas só te conto se você ficar.
Sabiá, olhe pra mim pra eu ter certeza de que você me ouve. Coloque suas patinhas num lugar aconchegante, tenho medo de que se incomode e vá embora… eu também tenho coisas pra te contar, mas só te conto se você ficar.
Esse varal está instável, Sabiá. Logo, logo, você vai cansar. Vem na minha janela, apoia seu biquinho na grade, e descanse sua cabecinha pra não querer ir embora nunca mais. Fica, que agora com você eu quero contar. Não vá, não, amigo Sabiá.
Sabiá, você tinha algo pra me falar?
Eu ando nervosa, e mal dei a chance de você se expressar. Canta pra mim, canta pra eu saber que vai melhorar. E depois, Sabiá, eu te conto um segredo. Mas só te conto se você ficar.
Sabiá, você vai me ensinar a voar?
Essa liberdade eu desconheço. Chega mais pertinho, e me conta como é… a janela está aberta, Sabiá, e os meus queridos eu deixo entrar. Não vá não, pare de não me olhar. Fica aqui comigo, que sua presença fez meu tempo parar. A vida é curta, Sabiá, e a dor aqui não pode mais ficar… quero coisas boas, quero a liberdade, quero aliviar.
Vem, Sabiá…
Cante pra me ninar. Pode apoiar em mim, se quiser. Me faz saber que você está aqui, me ensina a te amar. Me conte coisas lindas, Sabiá, e me cobre com as suas asas pra me acalmar.
Me faz acreditar que vai melhorar…
Sabiá, eu tenho um segredo pra te contar: eu te conto, sim, mas só te conto se você ficar.