AUTO-APLICAÇÃO DO REIKI


 

Auto-Aplicação Pontos da Cabeça do Reiki



 









Primeira Posição de Cabeça


No corpo físico trabalha qualquer problema relacionado com os olhos, visão, cores, claridade, fotofobia, glaucoma, catarata, lesões gerais, irritações e pálpebras. Problemas de nariz, renite alérgica, carne esponjosa, desvio de septo, congestão respiratória. Problemas com maxilares, mandíbula, gengivas, dentes, PH das mucosas e da boca. Sinusite. Dores de cabeça, enxaquecas, derrames, alergias, resfriados, paralisia facial (Bells), asma.


Equilibra a glândula pituitária ou hipófise, que se localiza no centro do crânio e tem como função o equilíbrio sistémico de todo o corpo, informando as outras glândulas o que devem fazer. É a Glândula Mestre do sistema endócrino, influi no crescimento, no desenvolvimento sexual, na fadiga, na gravidez, na lactação, no metabolismo, nas dosagens de açúcar e minerais no sangue, na retenção de fluidos e nos níveis de energia.


Essa posição também equilibra a glândula Pineal ou epífise. Essa glândula esta localizada na altura da base do crânio, é pequena, do tamanho de uma ervilha, e responde a luz percebida pelos olhos, libertando melatonina.


No animo geral seu papel é importantíssimo, sendo entre os místicos conhecida como terceira visão, glândula intuicional ou da paranormalidade.





No corpo emocional reduz o stress, alivia a ansiedade, além de proporcionar relaxamento a nível neurológico.





No corpo mental alivia e reduz qualquer confusão mental, gerando equilíbrio e claridade de pensamentos e ideias; permite aumentar a capacidade de concentração e centralização da pessoa.





No corpo espiritual equilibra o sexto Chakra. Auxilia a que entremos em nosso eu interior, mantendo contacto directo com nossa fonte de sabedoria e com energias superiores. Permite que consigamos nos sentir unos com as leis divinas.
Amplia e ajuda a purificar a consciência. Beneficia o Plano Devocional, favorece o estado meditativo e a concentração.

Segunda posição da Cabeça






No corpo físico trabalha directamente com o cérebro, equilibrando os lados direito e esquerdo, aumentando a capacidade de raciocínio, melhorando a produção, criatividade, os padrões de pensamentos e a memória. Ajuda ao equilíbrio das glândulas hipófise e Pineal. Trabalha disritmia, epilepsia, convulsões e aneurisma.

Alivia rapidamente dores de cabeça e enxaqueca, além de auxiliar na recuperação de pessoas drogadas ou alcoolizadas.





No corpo emocional reduz preocupações, histeria e stress. Ajuda a aliviar depressão, angustia e medos ( inclusive o pânico patológico ). Ajuda ao relaxamento e traz de volta o equilíbrio nos casos em que a emoção ou o raciocínio dominam.





No corpo mental trabalha nas doenças classificadas como tais ( psicoses, neuroses ou esquizofrenia ). Clareia os pensamentos influenciando na visão da vida e na solução de problemas, traz serenidade e ajuda na rapidez de raciocínio.





No corpo espiritual facilita a entrada e interacção com energias superiores e cósmicas, expande a consciência e traz a lembrança de fatos de vidas passadas e sonhos.
 





 

 

 

Terceira posição de Cabeça






No corpo físico harmoniza o funcionamento da glândula pituitária ou hipófise, trabalha a medula e o cérebro, harmoniza as funções do cerebelo, reduz a tensão no pescoço e descontrai a parte superior das vértebras cervicais, regula o sono, trabalha os centros da visão, regula o apetite, o peso, ajuda em disfunções orais, alivia as dores de cabeça na base do crânio, trabalha pessoas em estado de choque, em coma ou desmaiadas, trabalha vícios em geral, reduz compulsões, assim como trabalha a coordenação e o equilíbrio.


No corpo emocional traz bem estar, ajuda a relaxar, tranquiliza a mente, reduz stress, depressão, irritações, preocupações, tremores e traumas.


No corpo mental clareia a expressão de pensamentos e ideias, traz serenidade, aumenta a criatividade e a produtividade.


No corpo espiritual trabalha o sexto Chakra ( Ajna ), facilita o recebimento de energias superiores, propicia a lembrança de sonhos e de vidas passadas, trabalha a abertura da terceira visão, desenvolvendo os instintos internos, e a paranormalidade - capacidade de entrar em estado alterado de consciência, projecção astral, clarividência, clariaudiencia, telepatia, psicografia, etc).


Quarta posição de Cabeça






No corpo físico trabalha o metabolismo, a tiróide e a paratireóide. Essa glândula localiza-se no pescoço, a frente da traqueia, regula o metabolismo, e o crescimento. As paratireóides controlam o mecanismo de cálcio controlando o tônus muscular. Essa posição trabalha os maxilares, mandíbulas, amígdalas, garganta e faringe, assim como as glândulas salivares. Trabalha a drenagem linfática e os gânglios cervicais superiores, equilibra a pressão sanguínea, assim como ajuda a harmonizar a expressão, a criatividade e a capacidade de comunicação.


No corpo emocional neutraliza sentimentos como raiva, hostilidade, ressentimentos, nervosismo e medos. Desenvolve a auto-estima e a auto-confiança.


No corpo mental acalma, relaxa, reduz o senso crítico, traz bem-estar, clareza, estabilidade mental, tranquilidade e prazer de viver.


No corpo espiritual trabalha o quinto Chakra, produz sintonia com a espiritualidade de forma criativa
 
Fonte:http://holisticocromocaio.blogspot.com.br/2013/05/voce-pode-se-auto-aplicar-o-reiki.html
 


A importância do auto-tratamento no Reiki

Cuidar dos outros é bom, cuidar de nós é excelente. Reiki não só nos traz essa mais valia, como ainda nos alimenta com a sua filosofia de Vida. Equilibrar todos
 os nossos corpos com a energia vital, alimentar a nossa iência com a boa prática, este é o caminho do Reiki.
post-auto-tratamento-reiki

O Auto-tratamento com Reiki

No nosso dia-a-dia, temos sempre bons e maus momentos de vitalidade. Há alturas em que nos tornamos débeis e ficamos doentes e outros em que temos saúde para dar e “vender”. Muito tem a ver com as características genéticas da pessoa, do seu estado emocional e, consequentemente, com a sua energia. O Reiki é uma prática que trabalha no campo holístico, que olha o Homem como um todo, com várias dimensões – física, mental, emocional e espiritual/energética. A energia com a qual trabalhamos, no Reiki, como o nome indica, é a Universal. É a Energia Vital que nos rodeia e anima, que nos insufla e preenche. Os japoneses chamam Ki, os chineses Chi. Reiki é a energia vital que está em todo o lado, que representa a vida e a vitalidade (Rei=Universal, Ki=vital).

Qual a vantagem da prática de Reiki sobre tantas outras disciplinas energéticas?

Essa vantagem é o auto-tratamento. Além da filosofia de vida que nos orienta no caminho do equilíbrio, interior e das nossas relações inter-pessoais, o Reiki traz-nos também o auto-tratamento. É um método que permite praticar em nós, tudo o que queiramos praticar nos outros. A regra é bastante simples:
- Em primeiro lugar estamos nós, realizamos o auto-tratamento;
- Em segundo lugar é que tratamos dos outros, por estarmos equilibrados.
“Na maioria das terapias holísticas é impossível, ou é muito difícil, o terapeuta utilizar a técnica em si mesmo. Um dos maiores benefícios do Método Reiki é a possibilidade da auto-aplicação, que é uma prática extremamente eficaz para a libertação da tensão, do relaxamento e da redução do stress. Amplia a energia vital, proporcionando equilíbrio aos corpos subtis e físicos. Possibilita também a libertação de toxinas e de bloqueios de energia provenientes de emoções retidas. Uma pessoa pode auto-aplicar energia Reiki em qualquer lugar, seja numa sala de espera, no avião, no autocarro, no metro, no táxi, na cama, ao acordar, ou antes de dormir.” – Johnny De’ Carli.
Costumamos dizer que o “hábito faz o monge”. Este adágio significa que é pela prática, pela rotina, que alcançamos o nosso estar interior, equilibrado. Mas, esta prática deve ser sincera, sentida, dentro dos cinco princípios de Reiki, caso contrário, estaremos apenas a “vestir um hábito” sem realmente sermos o que queremos ser, apenas aparentamos. A Mestre Cinira Palotta diz que “Não é pelo simples facto de uma pessoa se tornar reikiana que ela se tornará perfeita”, algo que deve ser bem refletido, à luz dos cinco princípios de Reiki.

O que é necessário para praticar Reiki?

Mente limpa e coração predisposto. A mente deve estar no aqui e agora, focada, o coração deve estar disposto, para que o Reiki flue para nosso equilíbrio ou para o equilíbrio dos outros.

Vantagens de fazer o auto-tratamento de Reiki

O auto-tratamento serve para equilibrar a nossa energia e por consequência, equilibrar todo o nosso sistema vital nas suas várias dimensões. É este equilíbrio que nos permite ganhar o tempo e o espaço para alcançarmos a cura ou a solução das questões que muitas vezes nos privam de energia. Reiki não é uma pílula milagrosa, não substitui a medicina – auxilia o nosso próprio corpo no processo de homeostase. Algumas das suas vantagens:
● Melhoria na digestão
● Melhoria no sono (privação ou excesso)
● Redução da ansiedade
● Redução da dor
● Redução dos sintomas depressivos
● Melhoria na memória e concentração
● Melhor capacidade de auto-cura – recuperação mais rápida de ferimentos
● Equilíbrio emocional
● Auto-estima
● Auto-conhecimento
● Resiliência

Aplicar Reiki a outros

Sobre a aplicação de Reiki a outros, Johnny De’ Carli partilha uma visão bastante equilibrada e clara – “A maioria das terapias corporais e energéticas envolve doação da energia vital (ki) do terapeuta para o receptor, causando um desgaste energético. O desgaste contínuo da energia vital do emissor, sem reposição adequada, tende a deteriorar o seu sistema imunitário, defesa natural do corpo contra doenças. Resulta, também num desequilíbrio que pode afetar as dinâmicas emocional, mental e espiritual do doador. O Método Reiki energiza e não desgasta o praticante, pois a técnica não utiliza o ki ou o chi do reikiano, mas sim a Energia Primordial Cósmica do Universo. Quando o reikiano aplica energia, retém cerca de 30% da energia aplicada. Diríamos que essa retenção funciona como uma bonificação divina. Logo, o praticante passa a ter mais energia e disposição depois da sessão. No Método Reiki, quanto mais damos mais recebemos. Quanto maior for o uso da energia Reiki, mais forte se torna o terapeuta, mais benefícios ele faz a si próprio e aos recetores. Após tratar muitos recetores, por mais doentes que estejam, o reikiano geralmente sente-se bem-disposto. Contudo, o Método Reiki não substitui a boa respiração, o repouso e uma alimentação adequada. Também não é um substituto para a nossa necessidade de exercícios físicos apropriados”.
A aplicação de Reiki a outros deve unicamente ser realizada após auto-tratamento. Ou seja, o praticante deve primeiro estar equilibrado a todos os níveis, antes de tentar equilibrar o outro. No final do dia, se realizou tratamentos a outros, deve também aplicar o seu próprio auto-tratamento de Reiki.

Algumas posições do auto-tratamento de Reiki

O auto-tratamento só é válido quando o praticante está sintonizado no Método Reiki. Esta imagem é apenas representativa, não contém todas as posições. Como irão verificar, quer pelas imagens quer pelos videos, nem todas as posições são idênticas. Os diferentes sistemas e o saber de cada Mestre, assim o pode ditar. O auto-tratamento parte de princípios básicos, serve para equilibrar e energizar os seguintes pontos:
A. Cabeça
B. Chakras principais
C. Articulações
D. Pés
É um percurso por todo o corpo, passando por todas as partes vitais do nosso sistema físico, emocional, mental e energético. As posições não são rígidas, antes pelo contrário, o praticante deve sentir-se à vontade para colocar as mãos em locais que sinta estarem necessitados. Deve percorrer, habitualmente, todas as posições, para que as partes mais importantes do corpo sejam revitalizadas.

Auto-tratamento de Reiki segundo a Mestre Marlene Teresinha Valer

Demonstração de auto aplicação de Reiki, de todos os pontos para Reikianos de Nível 1 devidamente sintonizados( ou iniciados) na Energia Reiki Nível 1, na apresentação da Mestra Reiki – Marlene Teresinha Valer. (Reiki
Pontos de aplicação do corpo: cabeça, frente, costas, joelhos e pés.
Finalização com proteção nos chackras e encerramento.


Auto-tratamento demonstrado pelo Mestre William Lee Rand


auto-tratamento-reiki


Fonte: http://www.associacaoportuguesadereiki.com