A ORIGEM DE SATÃ E A RAÇA DRACO(DRACONIANA)







Importante: De Satã à Raça Draco
 

Por favor, tente ler o texto todo.
Esta informação é muito importante.



A Origem de Satã

Quando falamos em vampirismo ou qualquer outro aspecto de subversão de energias buscando uma corrente negativa voluntária na polarização das energias, temos obrigatoriamente que abordar o aspecto primordial do mal puro inoculado na psiquê de milhões de seres humanos vivendo a experiência dual. Esse mal ou sua causa primordial não é passível de mistificações ou de estereótipos como as correntes pagãs querem apregoar, pois ele existe e assim é real. Temos a causa fundamental do negativismo polarizado representados por seres de baixos escrúpulos que transgrediram os caminhos do Cristo Manifestado no decorrer de suas ações em diversos mundos fazendo inúmeras alterações conscienciais coletivas em diversas civilizações.

Estes seres também classificados de demônios, salvos alguns casos errôneos, trouxeram por assim dizer a polarização negativa deste Cristo interno gerando assim o aspecto do anti-Cristo; o mais conhecido de todos estes líderes anti-Crísticos é conhecido pelas demais correntes religiosas como Satã. Não é de modo algum por acaso que, quando abordamos o aspecto da vampirização de energias, venhamos a associar Satã e a antítese do Cristo às praticas vampíricas; todo o aspecto de controle coletivo usado pelas hordas rebeldes, tendo Satã como cabeça do movimento, se apoiou totalmente na vampirização das energias pelos sentimentos mais repressores que manifestavam nas egrégores das civilizações de vários mundos acometidos pela chamada "Rebelião de Lúcifer". Mas antes de entendermos como surgiu essa grande causa maligna e todas essa subversão consciencial precisamos nos resguardar na Luz maior e buscar uma compreensão maior de Deus para que nada seja misturado ou confundido e para termos também nosso eterno refúgio na busca pela verdade. Analisaremos a origem de Satã tendo como parâmtetro principal nosso quadrante das 22 galáxias que pertencem ao chamado Universo do Livre-arbítrio situado dentro de Nebadon.

É necessário que se entenda que Deus está acima de qualquer conceito evolucionário, tanto em magnitude espiritual, quanto em manifestação supra-pessoal. O Pai de todas as Luzes transcende qualquer uma forma racional de explanação sobre a sua misericórdia e de seu amor incondicional pela natureza e por nós, suas criaturas volitivas; isso é algo que podo muito mais ser sentido por nós pelo Coração e pelos Preceptores de Mistérios impessoais do que pelo lógica humana, mas toda a manifestação da natureza ou divina pode ser alcançada pela racionalidade aliada ao processo da intuição cardíaca. Tudo no Universo de Universos é matéria potência organizada aliada a um processo de supra-personalidade espiritual, assim toda a racionalidade pode e deve ser alicerce para o crescimento da consciência desde que se busque o caminho da supra-personalidade espiritual. Quando compreendermos a verdadeira natureza de Deus compreenderemos também que, quando se fala de Deus tratamos de uma manifestação sem qualquer dualidade ou polarização, pois ela já incorpora o aspecto da polaridade transmutada na totalidade absoluta. No entanto, nos caminhos da criação dos universos locais existe a polaridade para essa realidade e para as muitas outras ainda que devem, despertar na rota da ascensão das almas que evoluem em um universo criado. Esse aspecto dual é parte da matriz genética da humanidade da Terra e de muitas outras do nosso Universo Local de Nebadon. Portanto trabalhar com o aspecto de dual dos criadores Pai-Mãe se faz necessário para despertar o processe de integração de ambas na Fonte Suprema como um todo unificando assim estas segregações como tem sido feito até o momento.

As várias etapas de consciência que possuímos dentro da dualidade são parte integrante de cada célula de nossos corpos, pois fomos criados a partir do espírito e do corpo da própria Fonte Primordial, portanto possuindo a memória disso em nossa estruturas intra moleculares e atômicas. Devemos reconectar com essa memória cósmica para podermos religar os 10 filamentos restantes da nossa estrutura GNA ou o DNA sagrado para assim conseguirmos retomar o verdadeiro propósito Divino de de evolução verdadeira, o que esbarra diretamente nos interesses de seres anti-Crísticos como Satã, Belzebu, Moloch e outros que buscaram interromper este processo retirando e profanando o conhecimento e a verdade de nossas vidas e de nossa memória, pois eles desejam desesperadamente que o processo animal continuem em nós preservando e reforçando cada vez mais o DNA duplo cada vez mais polarizado para que o processo de vampirização de energias os continuem alimentando e alimentando seus portais negros coligados com vários umbrais infradimensionais. O momento de reverter esse quadro e irradiar luz é agora, pois é um aspecto do conhecimento na qual a humanidade caminha em direção a outra máxima que é a lei do amor, pela qual irá desenvolver a ação criativa de uma extensão consciente de Deus, pois sem amor tudo o que secria é finito e tende a desaparecer, mas quando o amor é aplicado essa criação é eterna, pois faz parte da interação harmônica dos universos e deve se integralizar ao todo no decorrer de suas metas, diferente do que fizeram estes criadores inescrupulosos.

Dentro do conceito que a científico atual no que já foi expresso sobre osFérmions e os Bósons e todas as estruturas ligadas a eles, devemos ter claro que isso é parte direta da Fonte Primordial que os Filhos Paradisíacos Criadores utilizam para gerar as suas criações e experiências no decorrer da consciência deles, por esse motivo todos são filhos de Deus Pai, pois os Filhos Criadores apenas manufaturam essa Força Primordial para que assim pudessem efetuar a criação dentro do aspecto que eles. A constante Cosmológica que Albert Einstein elaborou em 1916, que resumidamente procura quantificar a grandeza energética que o chamado "vácuo" exerce sobre os corpos materiais, provocando o efeito de expansão do universo como tem sido constatado recentemente, é mais uma prova da existência de energias além da concepção humana e de que a própria constatação científica procura inconscientemente a Deus e a compreensão de seus desígnios. Em se falando de criação dual, o próprio Big Bang, por exemplo, é referentes a manifestação material destas forças de interação que já mencionamos, e que por sua vez tem relação com o estado de estabilidade material na qual nosso universo físico se estabeleceu para que a lei do livre arbítrio pudesse ser magnetizada nessa realidade material dentro do conceito humano de materialidade o que é algo muito tênue e falso, pois a materialidade existe em cada plano de referência dadensidade existencial, para que existam parâmetros sensoriais de expressão das formas de vida nelas presentes.

Para entendermos como é necessário que forças negativas tenham de serneutralizadas pelo balanço positivo, o que nós temos como força de gravidade, co-existe uma Anti gravidade que garante o equilíbrio orbital de todos os corpos estelares, entre as diferentes magnitudes de expressão que os mesmos possuem, pois assim cria-se a harmonia gravitacional e a perpetuação da vida sem colapsos o mesmo ocorrendo com as energias negativas e positivas correspondentes. No caso da Terra o Senhor Jesus Cristo, que atualmente é reconhecido pela energia Crística de Sananda que é a consciência do Filho Paradisíaco Micah, é o representante direto da Fonte primordial em nosso e em toda a Via-Láctea. Como alguns ocultistas já devem toda a Ordem de Micah tem trabalhado de forma incansável para restaurar o projeto original da Terra desviado pelos falsos deuses do passado, porém, o fator tempo, que é muito diferente da expressão temporal da humanidade tem levado muitas pessoas a questionar os trabalhos de restauração efetuados principalmente pela Fraternidade Branca. Sabemos que Jesus é o caminho de retorno ao Criador pela sua proposta de amor incondicional e de transmutação que ele mesmo colocou. Assim, todos os que adentraram ao caminho da iniciação sabem que toda a orbe de Mestres que se expressaram aqui na Terra de forma a demonstrar um caminho único para a salvação. Esse aspecto da salvação é referente a iluminação e ao resgate da memória quântica que cada um deve efetuar e a libertação dos grilhões conscienciais deixados pelas ações dos antigos falsos deuses ou demônios. Satã deseja, não só na Terra mas em dezenas de outros planetas em nosso quadrante estelar, que a restauração dos outros 10 filamentos do DNA original não venham ocorrer, o que pode ser assinalado pelas ações das lideranças secretas ligadas ao Sinistro Governo Secreto que têm usado de vários artifícios para penetrar em outras realidades existenciais em paralelo na Terra através do intercâmbio de informações e bens de consumo com as potências dessas outras realidades paralelas, garantindo assim o fortalecimento do SGS e da Ordem do Dragão Negro entre outros grupos ligados diretamente à energia vampirizadora da Ordem de Satã, que na verdade é um Lanonadek caído pelos nossos padrões, um ser que usurpou o verdadeiro legado do Lanonadek Lúcifer de forma a gerar uma das maiores rebeliões de consciência de Nebadon e de Orvonton.

A nossa história é distorcida por diferentes etapas cronológicas dos
acontecimentos na Terra e em outros lugares como o caso do que se chamou de Paraíso, que nunca esteve na Terra como lugar extra-físico, embora a Terra em si já fosse um dos maiores paraísos na estrutura planetária construída pelos maravilhosos arquétipos, mas que no entanto existiu nas paragens de onde ocorreu a subversão de consciência e uma desprogramação do plano original de luz para uma nova proposta de vida, algo que ocorreu com a raça humana há cerca de 9 bilhões de anos, quando a primeira matriz humana foi plasmada na constelação de Lira. O palco dos acontecimentos de polaridade negativa segundo o ponto de vista humano da Terra e de outros planetas ocorreu nos planetas da estrela de Vega que pertence a Lira e atualmente dista da Terra cerca de 26 anos-luz. É a partir desse contexto que tem inicio a saga dos falsos deuses criadores e do vampirismo na mente de trilhões de formas de vida da nossa galáxia e de outras ligadas também em pelo aspecto multidimensional. É nesse contexto que surgem as trevas no aspecto da falta conhecimento, na deturpação dos valores e da verdade e na obstrução de que a mesma seja transmitida a todas as formas de vida da Via Láctea. Assim surgem os cartéis de poder e controle em todas as civilizações da nossa galáxia que constantemente lutam para destruir as forças que representam a Luz e o conhecimento, que por sua vez levam a consciência do amor incondicional do Cristo como a verdade manifestada em consciência. Esse é um dos fatores que impedem o crescimento do conhecimento e da consciência para quem trilha o caminho inverso, pois as trevas são exatamente isso: ausência da verdade e valores profanados.

A Terra possui toda essa história gravada na matriz genética de cada raça e indivíduo encarnado e desencarnado, pois em nosso mundo estão presentes todos os participantes importantes que tiveram relevância no jogo de poder entre as trevas e a Luz, mesmo para aqueles que controlam as trevas do lado extraterrestre atualmente em suas naves e satélites usando a energia da nossa Lua como apoio cosmológico e astrológico, quando não como base espacial. Todos eles possuem uma parcela deles encarnada ou inserida no campo magnético do planeta e portanto presos à energia da Terra. Porém quando se trata de Satã o aspecto extrapola os limites planetários por assim dizer. É preciso dizer que tanto a palavra Satã, designando o inimigo de Cristo, como o próprio ser Satã, representante máximo dessa energia, estão vinculados por conseguinte a uma força tida e nomeada por nós como satânica com aspectos diretamente vinculados ao vampirismo.

Tudo ocorreu em um pseudo-universo criado à partir do Quinto Superuniverso da Grande Matriz Cósmica. Existem aqueles aventureiros que optaram por aprender e experiênciar realidades onde existisse o predativismo e a presa, onde um aspecto tivesse que dominar e subjugar, para assim compreender a relação de poder criativo e do controle sobre outros aspectos da Força Primordial, algo que estava inserido dentro da estrutura mental destes seres criadores. No entanto, muitos destes filhos acabaram por desequilibrar a estrutura harmônica do Cosmos, o que fez com que as Ordens dos Filhos Paradisíacos Criadores entrassem em ação para garantir a harmonia do sistema universal, criando-se assim o que na nossa realidade resulta como polaridade ou forças da Luz e das trevas; é onde entra por assim dizer também, de vários grupos de Luz contra diversas hordas malignas, como ocorre com os Belmonts e o vampirismo terrestre. A Ordem de Satã esta inserida nessa classificação de seres que optaram por uma outra realidade de aprendizado e desenvolveram uma realidade de vampirização como fonte de alimento e sustentação das consciências nos planos multidimensionais de ação. No entanto e obviamente, essas consciências vampirizantes só atuam dentro do aspecto inferior da criação, que esta abaixo do universo Teta, ou seja, são realidades que se localizam abaixo da 10ª dimensão de consciência, onde ficam justamente os planos monádicos de desses seres ligados à realidade das trevas, sendo que a maior parte delas está acoplada à realidade entre 2ª e 5ª dimensões de consciência como um todo, não havendo quase nenhuma atuação deste seres acima dessas dimensões.

Observe abaixo como pode ocorrer este processo de criação
negativa para seres como da Ordem Satânica:

FILHO CRIADOR

Aspecto Masculino e Feminino

(Provável desvirtuamento frente as fileiras de criadores do Paraíso em busca de aventuras de consciência)

Polaridade amplificada pela Consciência de grupos imaterias coletivos, que necessitam de vampirização energética como fonte de sustentação.

Realidade primordial para a existência dessa forma de realidade existencial.

Surge a Ordem de Satã, como Lanonadeck Secundário, infiltrado nas fileiras de Lúcifer, gerando assim o movimento das Trevas na Via Láctea.

Surge a antítese do Cristo na energia de Yahweh, que é confundida com Jeová.

Esse grupo inicialmente pertence a outro universo existencial além da orbe de Nabadon e da constante dimensional conhecida.

Trata-se de um outro universo, em paralelo, que se comunica por PortaisDimensionais no núcleo da Via-Láctea e no núcleo da Constelação de Órion, nas proximidades profundas de Rigel e das Três Marias.

O fluxo acima demonstra que a Ordem Satânica foi infiltrada na realidademultidimensional de Nebadon e de outros Universos Locais, através da ação de outros filhos criadores que necessitavam dessa atuação para dar prosseguimento a sua forma de atuação e amadurecimento. Isso por que no pseudo-universo original, devido a falta de harmonia de seu plano existencial, ocorreu um holocausto de consciência e muitas dessas formas de vida se projetaram em direção a outros universos, cristalizando assim a polaridade no aspecto molecular dos elementais de muitos planetas e grupos monádicos que ansiavam por novas aventuras de consciência. A capacidade de aventurar-se a criar e a participar de inovações foi um dos aspectos principais para que as forças satânicas pudessem penetrar nos universos além das fronteiras originais e que culminou com rebeliões de consciência em milhares de galáxias como a Via Láctea.

Este Filho que escolheu a polaridade das trevas e em especial da vampirização pelo poder, está inserido dentro de uma realidade de livre arbítrio que não corresponde a totalidade das realidades do Criador Primordial, pois existem universos onde a sincronicidade energética não optou pela lei do livre arbítrio o que neste último caso resultou em verdadeiras aventuras irresponsáveis pela vontade mal usada gerando inúmeras descalibrações energéticas nas criações. Existem muitas realidades a serem vividas pelos Filhos que por sua vez representam o embaixador da consciência maior do Criador, tornando-se necessário que diversas expressões de vida possam compartilhar daquilo que representa ser um criador nos mais amplos significados e potencialidades, no entanto, a lei da harmonia e da sincronicidade deve ser respeitada tendo em vista a Régia Ordem Universal, o que nem sempre foi efetuado por muitos dos filhos destes filhos mencionados.

Ocorreu assim o caos em universos onde suas criações vampirizantes semanifestaram, pois elas tinham por objetivo vampirizar as formas de vidainferiores na expressão dimensional e de percepção, mediante a ação direta nos centros coletivos de consciência monádica através da inserção da polaridade como princípio de vantagem ou para subversão das energias antes pré-estabelecidas. Isso gerou um efeito comparativo ao de um grande enxame de gafanhotos em busca da fonte alimentar e subalimentando uma única força, até esgotar aqueles recursos naturais. Assim, com o passar de Eons, esses grupos avançados das forças trévicas foram minando a consciência de muitas Mônadas e das civilizações ligadas às mesmas, de forma a manifestar um grupo de poder ligado e comprometido com o conceito de poder que Satã e suas equipes tinham trazido de outros setores já infectados ou mesmo destruídos. Aliás, literalmente dentro desse contexto, as raças que mais se familiarizaram com a proposta de conquista das hordas sAatânicas, foram justamente as ligadas ao aspecto coletivo dos insetos e dos Répteis, por estarem embasados a uma proposta mais rudimentar de consciência e de manifestação no aspecto comportamental e instinto da sua forma existencial dentro da fisicalidade. Pelo predativismo natural, em especial os insetos eram os que mais se adaptavam aos interesses satânicos, por serem predadores naturais, assim esses foram os primeiros focos das hordas negras na contaminação das consciências planetárias além do aspecto Monádico de cada grupo contaminado.

Este pseudo-universo estava como que acoplado a cada um dos 7 Superuniversos como se fosse um negativo oposto, algo que talvez fosse uma ação do Pai Maior de salvaguardar a Régia Ordem Universal dos 7 Superuniversos das experiências destes filhos que escolheram o livre-arbítrio mal usado para criarem. Porém como polaridade dessa forma era grande, essa ação acabou eclodindo um terríveis conseqüências dentro do 5º Superuniverso, e os criadores acabaram perdendo controle sobre suas criações gerando o caos desenfreado pelo poder e pelas experiências mais densas e pela vampirização como forma de obtenção da força. Isso gerou uma ação urgente através dos Filhos Criadores, mandando uma representação junto ao Universo Central de Havona a fim de estabelecer novas metas e parâmetros para que não houvesse um caos maior na expressão multidimensional do conjunto dessas criações. Quando no 5ª Superuniverso houve a expressão maior das forças Satânicas por assim dizer e simplificar, irrompeu uma das maiores batalhas espaciais que teve repercussão inclusive em Havona, pois levou a destruição de galáxias inteiras e a perturbação gravitacional de outras em decorrência da descompensação das forças de equilíbrio embrionárias que sustentavam as realidades multidimensionais desse Superuniverso. Um Universo Local inteiro foi desmantelado pela cegueira e pela ânsia de poder dos grupos que tinham como matriz comportamental a dogmatização e dominação das formas de vida presentes em seu caminho. Esse grupo de seres era semi-material equivalente a um plano astral da nossa realidade, podendo portanto se manifestar secretamente no aspecto material da fisicalidade que também existia no 5ª Superuniverso e em outros. Através desse contexto é que talvez tenha surgido a expressão o Quinto dos Infernos enraizado na nossa cultura e teremos também aí as primeiras expressões da chamada ordem do Dragão Negro e do Lanonadeck de segunda linha Satã que todos conhecemos Dessa forma esse grupo consegui infiltrar-se nos grupos cientificamente mais avançados e alicerçar a alta tecnologia que é um dos fator preponderantes dessas forças invasoras. Assim através do poder bélico e filosófico que desenvolveram dentro das diversas culturas e das diversas religiões que se originaram nos mais diversos grupos estelares desse Universo, foi preparada a abordagem dos outros universos e culturas que não vibravam na mesma tônica, mas serviam de alimento para a invasão que eles efetuaram nos mais remotos planetas e culturas dessa realidade existencial.

Um dos maiores aspectos de contaminação dessa ordem de consciência foi no magnetismo dos Elementais da natureza que passaram a manifestar energias de sodomização e criaram com isso Elementais Coletivos de alto índice de brutalidade e vampirização, que por sua vez desenvolveram o que poderia ser classificado como o baixo astral desse universo e da mente inferior dessas criaturas, que como almas, tinham que aprender a evoluir e amadurecer nessa proposta de vida que seus Espíritos tinham escolhido vivênciar junto aos criadores dessa percepção de polaridade ou seja, praticamente nasceram condenados e condenavam aos demais com sua passagem. Com isso esses seres passaram por inúmeras aventuras de consciência no ciclo da conquista e dos conquistados, de forma a alavancar ainda mais as diferenças sociais e energéticas dos personagens ligados direta e indiretamente aos grupos de liderança. Assim, foi crescendo o movimento das trevas até atingir um nível onde existiam milhares de comandantes e lideres políticos que colonizavam outros planetas e outras culturas, para garantir o império que estava em franca expansão. Surgiram assim muitas falsas religiões para poder manter o poder, as novas raças que iam sendo colonizadas ou plasmadas dos planos superiores eram gradualmente condicionadas a sustentar uma estrutura marginalizada, com valores profanados e condicionada a gerar impulsos de energia que alimentavam seus criadores, através das baixas paixões e sentimentos que gerassem uma maior quantidade de ectoplasma, o alimento predileto dessas forças vampirizadoras.

Com o passar dos milênios outras culturas se opuseram as regras inseridas nas matrizes desses colonos e novamente outras guerras pela liberdade surgiram, através da ação de almas que eram lideres de outros movimentos políticos e possuíam a sua versão dos fatos. Esse ciclo levou ao quase extermínio desse Universo Local dentro do Quinto Superuniverso trazendo a intervenção dos Anciões dos Dias e dos Portões dos Dias onde se manifestaram tais desequilíbrios. Por outro lado os outros Filhos Paradisíacos que habitavam, outras realidades dentro e fora do 5ª Superuniverso desenvolviam as suas ações e passaram a estudar os acontecimentos desse universo local e a convidar seus colegas a desenvolver outras matrizes de conquista dentro de um plano mais estruturado como o proposto pela sincronicidade universal. Novamente um erro fatal: nesse contexto ocorreu a invasão de muitos outros universos pelas forças expedicionárias que tinham perdido o poder em sua realidade consciente, buscando novas presas. Uma dessas delegações era então comandada por Satã e chegou a Nebadon através do Portal de Órion e do Portal central da Via Láctea.

Os primeiros grupos da horda satânica a atuarem na realidade de Nebadon pertenciam a uma 5ª dimensão e eram extremamente sutis na sua forma de atuarem, pois já possuíam experiência na invasão e na destruição de outras galáxias e universos, assim eles focalizaram dentro da Via Láctea, em especial o centro da constelação de Órion um grande Portal de acesso as primeiras manifestações polarizadas dessa categoria. O chamado 'Olho que tudo vê', acima visualizado, quando visado numa invocação maligna, tem direta relação com essa ruptura que leva ao universo negativo originário de Satã. A abertura desta fenda dimensional ocorreu justamente no setor estelar que possuiria tempos depois o nome de Satânia que era então liderada pelo Lanonadek Lúcifer, o 37º ser de Luz depois de Micah na escala de sucessão criativa. Como seu nome diz, Lúcifer é representante e portador da Luz, do conhecimento e da evolução que isso representa no aspecto mais denso. As primeiras fileiras das trevas da Ordem Satânica que se acoplaram a realidade de Satânia chegaram por volta de 12 bilhões de anos de nosso tempo, e participaram de forma inconsciente e ativamente dos processos de modelagem de muitos planetas e de muitas raças que estavam por serem criadas, assim a polaridade natural do nosso universo local no aspecto atômico acabou sendo contaminado sutilmente pela horda negra sem que isso fosse perceptível aos dirigentes do conselho criativo dos Lanonadecks e dos Vorondadeks , que são os agentes representativos responsáveis pelo trabalho de sustentação, desde o Universo Teta até as realidades inferiores de expressão, ajudando a tutelar as formas de vida junto aos grupos monádicos e as Divinas Presenças Eu Sou que atuam nessas realidades. Assim, aos poucos foram encarnando dentro das realidades físicas, etéricas e astrais seres que vinham da ordem satânica com o objetivo de infiltrar seus interesses dentro do grande Jogo cósmico.

É necessário que se entenda porém e nós Belmonts sabemos bem disso hoje, que as forças de consciência maiores além do Universo Teta na 10 Dimensão sabiam desse processo e já tinham um plano de atuação de Mestria por de traz dos acontecimentos que iriam se revelar neste processo. Muitos Arcanjos estavam a par das intenções originais dos Arquétipos maiores entre as fileiras dos Anciões de Dias e do próprio Anjo Micah e sua diretiva criadora, por todos estarem em níveis de expressão dimensional e de consciência além do aspecto temporal e muito acima das manifestações limitadas de uma única galáxia como é o caso da Via-láctea. Assim foi permitido, embora é claro como um fator de conseqüência e não de compartilhamento, que a expressão da ordem de Satã pudesse se infiltrar com seu predativismo para que as altas esferas dessem início ao processo decisivo de transmutação das forças das trevas, que já tinham destruído milhares de galáxias em outras realidades temporais, o que revela o estabelecimento da Ordem no caos. Assim, quando Satã se achava dono da situação, presumindo uma furtividade avassaladora com sua invasão, um novo lance dentro do jogo cósmico estava sendo dado de forma a restaurar o equilíbrio dos outros filhos já citados, que tinham perdido o controle sobre suas criações e não mais conseguiam restaurar a lei da harmonia dentro da expressão divina como era o processo que pretendiam originar.

Assim surgiu a que é conhecida pelos meios espiritualistas como Ordem da Luz Divina, que por sua vez se unificou ao Conselho Criativo do Amor Incondicional, dando origem a expressão equilibrada do que os humanos conhecem como Energia MAHATMA, que é outra expressão da Trindade Divina da consciência Crística Universal. A função do aspecto da energia Mahatma é justamente revelar a expressão Divina do Criador Primordial entre as duas realidades primordiais dos Filhos paradisíacos que tinham se delineado no inicio. Posteriormente, com a surgimento de outras linhas de consciência, a energia Mahatma se mesclou de forma a perpetuar a Trindade do Cristo de forma a garantir a lei harmônica em todas as suas funções nas mais variadas realidades existenciais. Isso foi uma forma de assegurar o equilíbrio dos 7 Superuniversos sem que entrassem em colapso pelas criações inferiores dos filhos 'mal-aventurados', e por sua vez é a garantia que o aprendizado e o amadurecimento seja uma constante nas diversas realidades de expressão de um espírito e das almas que vagam pelo universo aprendendo a se reintegrar com a sua fonte primordial.

A delegação que abordou a nossa galáxia recebeu o nome de Satânica devido a sua origem direta com esse foco inicial neste pseudo-universo que pode ser vista como a força que Satã representa. Por essa razão, essa consciência passou a fazer parte da história evolutiva da Via-láctea e possuir infiltrações dentro do governo setorial de Lúcifer, que era na época regente da constelação de Órion, denominada de Sistema de Satânia por ter sido estruturada muito tempo depois da infiltração dessas forças opositoras e vampiras. Na época da chegada de Satã, o centro nebuloso de Órion já existia porém sem a organização astronômica que a nossa tecnologia pode presenciar no momento; tratava-se de grandes aglomerados de poeira e gases estelares que ainda estavam dando formação aos atuais sois/estrelas que conhecemos das fotografias dos telescópios como o do monte Palomar, Cerro Tololo, La Sija e outros de grande capacidade, além do Hubble em órbita. Satã é uma entidade espiritual com alma incorporada para desenvolver inúmeras experiências. Ele então desenvolveu um trabalho primoroso de infiltração e de aprendizado sobre as realidades expressas dentro da proposta de Lúcifer e dos mesmo de outros criadores, procurando vislumbrar a questão das consciências monádicas inseridas na questão existencial das formas de vida a serem manifestadas em cada planeta e em cada estrela. Assim, procedeu-se um longo período de observação furtiva e traiçoeira, onde as forças de Satã ostentaram uma máscara de comportamento exemplar, não interferindo em nada, pois apenas queriam aprender seguindo as novas delimitações que seus superiores tinham lhes dirigido antes de invadirem a Via Láctea.

Nesta realidade porém Satã não queria aniquilar, mas sim dominar e dar uma longa sustentação ao seu plano, a diferença das ocorrências anteriores. Uma nova realidade estava na mente de Satã e ele tinha uma equipe que também estava afinada com a nova proposta de conquista e de sustentação de um longo plano que levaria a um poderoso vórtice central de irradiação de energias telúricas e de ectoplasma através de um poderosos transmissor para o outro universo, passando assim a vampirizar toda a galáxia e com isso sustentar um império multidimensional em diversos planos em paralelo, pois deveria ser feita a ancoragem de um grande Filho Criador paradisíaco para essa realidade do plano de Satã. A forma de controle que os grupos de Satã encontraram para dominar e se infiltrar definitivamente na estrutura consciente e inconsciente das formas de vida, foi a través do mecanismo do medo induzido pela manipulação genética, dentro da matriz genética do DNA das diversas formas de vida que tinham potencial para colonizar o espaço, tiveram o implante de um código de a supervisão das forças satânicas. Assim sutilmente esse grupo que se infiltrou nas altas fileiras evolutivas dos Lanonadecks que faziam a parte estrutural dos projetos a serem aprovados para criar vida e civilizações estelares, tiveram sem que percebessem a inserção em muitos casos e grupos potencialmente vulneráveis a essa ação do código do medo e da manipulação pelo mesmo. Somente as raças que tinham maior prioridade por parte dos criadores paradisíacos ou pelos grupos de Lanonadecks e dos Vorondadek e que ficaram isentos dessa codificação de controle, por serem raças e grupos que tinham uma maior atenção devido a continuidade divina que representavam para a criação como um todo, o que nem todas as raças e experiências de vida tinham sido programadas com essa finalidade, devido ao seu ciclo de vida existencial ter outra razão de ser dentro do ciclo harmônico da evolução que esses deuses tinham planejado.

Assim, com esse dispositivo surge a manipulação e a dogmatização onde são inseridos gradualmente ideologias e os falsos deuses, tem inicio dentro da cultura de milhares de raças ainda em despertar, deuses, para cada elemental da natureza, deuses para a vida, para a morte, para os rituais e assim por diante, como vocês mesmos podem perceber num breve estudo da mitologia e das antigas religiões e raças mantidas em suas escrituras sagradas. O mesmo ocorreu em outras culturas siderais que seriam o seleiro de um novo movimento de polaridade e de controle por parte das forças de Satã e nesse sentido o politeísmo colaborou muito na segregação e deturpação desses valores. O Lanonadek Lúcifer por sua vez foi omisso em muitas situações por não considerar a importância dos fatos e dos acontecimentos potenciais que estavam se delineando em seu setor estelar e nos arredores com outras civilizações que estavam a cargo de outros Lanonadeks. Surgiu assim a quebra inicial nas relações entre diferentes líderes criadores, com os Arcanjos criadores entrando na linha de frente para investigar o que estava sendo desenvolvido pela linha administrativa de Lúcifer, em especial por Satã que ocupava nessa ocasião um elevado cargo administrativo e era o lugar-tenente direto de Lúcifer. Nisso se baseou a rebeldia de Lúcifer, que na realidade era a proposta de uma nova dinâmica administrativa junto ao conselho Cármico e ao conselho administrativo de Nebadon, para permitir maior liberdade de criação aos níveis inferiores, uma liberdade que acabou custando muito caro como se verá adiante.

Esse pedido era referente a uma ação de livre-arbítrio na forma criativa de como gerenciar um sistema estelar e de como desenvolver as formas de criação dentro dos próprios parâmetros de consciência, o que de inicio não tinha sido aprovado pelas altas esferas criadoras, por ir contra algumas regras básicas do conceito de sincronicidade já estabelecidos, mas que eram adaptáveis caso todo o sistema administrativo pudesse se modelar a uma nova realidade mais dinâmica da que até então vinha ocorrendo. O grande erro de Lúcifer foi justamente deixar que seu representante Satã manipulasse os acontecimentos em Satânia, incorporando de fato assim a chamada rebelião de Lúcifer. O próprio Lúcifer tinha encontrado poucas vezes diretamente ao Criador Micah, tendo seu maior contato nas negociações com o Arcanjo Gabriel e Miguel além dos Anciões dos Dias e alguns representantes de Edência* e de Uversea** que tinham estudado com maior profundidade as questões colocadas por Lúcifer. Foi assim que por parte dessa proposta que passou a surgir uma necessidade impressionante de questionamento da verdade dentro da percepção desses aventureiros que iniciava um despertar rumo a outros arquétipos que estavam ligados a um plano muito maior no jogo cósmico.

____________________________

* Capital da Constelação de Norlatiadek a qual a Terra pertence, diretamente relacionada com Alfa & Omega ou Sírius. **Capital do Superuniverso de Orvonton, ao qual pertencemos como 7º Superuniverso.

Satã aproveitou a oportunidade para inserir em todos os grandes líderesestelares das civilizações de Satânia a idéia da rebelião e da independência da administração cultural e ideológica de um Deus Universal e colocou já a partir da matriz geneticamente implantada nas raças que eram da 4ª e 3ª dimensão a proposta de uma nova postura perante a auto afirmação de que cada um era um Deus pleno (algo que confere diretamente com ideologia das correntes mágicas negativas de magia do caos e de thelema que presenciamos atualmente), e como tal deveria dominar e garantir a sua soberania sobre os povos que se encontravam em menor grau evolutivo, pois isso era um sinal da superioridade que cada um tinha como expressão de Deus. Assim originou-se a rebelião por conceitos corretosmanipulados de forma subversiva por Satã, levando grandes civilizações a romperem relações com outras culturas. Por outro lado o Conselho de Nebadon advertiu a Lúcifer que os acontecimentos poderiam ultrapassar o controle e gerar situações de polaridade semelhantes aos de outros lugares no universo, como havia ocorrido no "Quinto dos Infernos".

Assim, gradualmente, novas seitas anti-cristãs foram sendo semeadas nessas culturas; foram inseridas ideologias variadas por parte de cada colonizador planetário ou astronauta que num mundo-colônia pousasse, como ocorreu com a Terra no decorrer de milhares de séculos. Cada vez mais energia era gerada para alimentar as forças ocultas das trevas e o contingente de Satã que gradualmente era arremessado pelo para a Via Láctea através do Portal de Órion. Assim a Rebelião tomou corpo e passou a construir grandes impérios como o Império de Órion e a grande miríade do Dragão Negro que são os representantes diretos de Satã como raça e alma incorporada. Nesse contexto tem origem a manipulação genética para gerar misturas raciais que cristalizassem raças mais poderosas e conquistadoras e que por sua vez fossem a manifestação direta dos representantes não físicos da Ordem do Dragão Negro e das outras forças satânicas em ação em diversos planos em paralelo; é aí que é semeada a raça DRACO.




Compartilhamos essas informações em toda transparência. Agradecemos se fazer o mesmo, se a divulgarem, reproduzindo integralmente o texto e citando a fonte: http://mensagensgalacticas.blogspot.com Gratidão Cósmica.

Postagens mais visitadas deste blog

APRENDA COMO FAZER CONTATO COM SEU ANJO E GUIAS ESPIRITUAIS - TEXTOS DE VÁRIOS AUTORES

PARA ONDE VAMOS QUANDO MORREMOS,SEGUNDO A DOUTRINA ESPÍRITA ?

O GATO NA MITOLOGIA SAGRADA EGÍPCIA