FESTIVAL CELTA DAS ESTRELAS : 20 DE DEZEMBRO

Celebração do Dia
20 DE DEZEMBRO

Festival celta das estrelas. Celebração de Austrine Valkirine ou Saules Meita, a deusa báltica das estrelas, filha de Saule, a deusa solar reverenciada como a Mãe Criadora nos países bálticos. Chamada de Senhora da Estrela Matutina, Asutrine acende, a cada manhã, o fogo para que o Sol possa iniciar sua jornada diária. Sua irmã, Zleja, governa o meio-dia, enquanto que sua outra irmã, Breksta, rege a escuridão.
Os sonhos durante esta noite eram muito significativos, até mesmo proféticos. Reviva a antiga tradição “programando-se” antes de dormir para ter um sonho significativo. Ore e peça a seu Metre Espiritual ou Anjo da Guarda, para remover os resíduos diários do seu subconsciente para que você possa penetrar no mundo mágico dos símbolos e imagens.
Festa de Tsao Chun, na China, celebrando Tsao Wang e sua consorte Tseu Niang Niang, deuses protetores do lar. Segundo a lenda, esse deus de rosto redondo e sorridente vigia o comportamento da família ao longo do ano. Nesta noite, ela volta ao céu para relatar aos deuses tudo o que observou. Por isso, as pessoas tentam suborná-lo, untando a boca de suas imagens com melado – para adoçar suas palavras – e oferecendo-lhe doces e guloseimas. As crianças jogam feijões no telhado, simulando o galope dos cavalos de Tsao Wang.

Anuária da Grande Mãe
 
Celebração do Dia
20 DE DEZEMBRO


Festival celta das estrelas. Celebração de Austrine Valkirine ou Saules Meita, a deusa báltica das estrelas, filha de Saule, a deusa solar reverenciada como a Mãe Criadora nos países bálticos. Chamada de Senhora da Estrela Matutina, Asutrine acende, a cada manhã, o fogo para que o Sol possa iniciar sua jornada diária. Sua irmã, Zleja, governa o meio-dia, enquanto que sua outra irmã, Breksta, rege a escuridão.
Os sonhos durante esta noite eram muito significativos, até mesmo proféticos. Reviva a antiga tradição “programando-se” antes de dormir para ter um sonho significativo. Ore e peça a seu Metre Espiritual ou Anjo da Guarda, para remover os resíduos diários do seu subconsciente para que você possa penetrar no mundo mágico dos símbolos e imagens.
Festa de Tsao Chun, na China, celebrando Tsao Wang e sua consorte Tseu Niang Niang, deuses protetores do lar. Segundo a lenda, esse deus de rosto redondo e sorridente vigia o comportamento da família ao longo do ano. Nesta noite, ela volta ao céu para relatar aos deuses tudo o que observou. Por isso, as pessoas tentam suborná-lo, untando a boca de suas imagens com melado – para adoçar suas palavras – e oferecendo-lhe doces e guloseimas. As crianças jogam feijões no telhado, simulando o galope dos cavalos de Tsao Wang.

Anuária da Grande Mãe