ANJOS GAGOS - TEREZINHA OLIVEIRA

 

ANJOS GAGOS
 
Não sinto dor
Por nada que na vida plantei e colhi.
Escondo atrás do pensamento.
Solto num balão em tropel de ideias mortas.
Guardo entre as páginas de um livro
Ou a saboreio numa mousse de chocolate.

Engordo, fico culta e maluca.
Sento na insônia onde converso com anjos gagos
E meus santos preferidos não respondem.
Vou para a cama quando mais nada  resta.
Inércia, maciez, lençol.
Companheira do meu corpo, oculta de mim.

Tela de Alan Kingsbury
Pintor Inglês

Teresinha Oliveira