UM JARDIM ONDE EU APRENDI A MÍSTICA DAS ESPERAS


    Eu continuo por aqui, clarificado pelas riquezas que já foram suas e agora são minhas.
    Quando tudo parecia irremediavelmente perdido em minha vida, eu fui encontrado por você. De forma surpreendente, você resolveu me querer bem. Chorou e sorriu comigo. Semeou de sonhos e esperanças de um futuro bom. Direcionou os meus olhos para um lugar mais alto, mais bonito e me convenceu a construir um jardim que também ramificou e floresceu nos territórios de minha alma.
    Um jardim onde eu aprendi a mística das esperas. Lugar onde a vida me recriou, como se um movimento materno me reconduzisse ao ventre, tecendo-me de novo, lapidando-me, livrando-me dos excessos. Um lugar onde vivi o itinerário do meu florescimento humano. Um jardim onde eu pude recomeçar.
    Florido de alegrias, por aqui permaneço.
    -Pe. Fábio de Melo-