BANGKOK OU BANCOC - A CAPITAL DA TAILÂNDIA E SEUS TEMPLOS BUDISTAS

Bancoc, capital da Tailândia
e seus templos e palácio


A capital da Tailândia é Bancoc, uma das únicas regiões urbanas do país. Lá existe o grande Palácio e os templos budistas Wat Phra Kaew e Wat Pho, que são opções bem interessantes para uma visita. No Grande Palácio pode-se visitar os jardins e um museu com objeto da monarquia tailandesa. Um fato interesante é que é comum encontrar estudantes locais fazendo pesquisas para saber como os visitantes ocidentais encaram determinado assunto. Não é permitido entrar usando bermudas, como na maoir parte das casas tailandesas, e por isso existem camelôs vendendo calças nas proximidades.


Ao lado do Palácio há o Wat Phra Kaew (a pronúncia é “vat-pra-kéu”). A grande maravilha do templo é uma pequena estátua de jade, de um Buda, que quase some no altar riquíssimo em detalhes. Mas a história que esse pequeno Buda tem para contar é um tanto interessante. Ela era coberta por gesso e data do século 15. Foi roubada, quando já dava para perceber a camada de gesso descascando e passou 200 anos no país vizinho até que fosse recuperada.

 


 

 

 

 

 

 

 

 

No templo Wat Pho (fala-se “vat-pô”), que significa “o Buda reclinado” veêm-se grandezas budistas. Como define o guia Lonely Planet, o templo “concentra superlativos: o maior Buda reclinado, a mais vasta coleção de imagens de Buda da Tailândia e o primeiro centro do país para educação pública”. O Buda reclinado tem 46 m de comprimento e 15 m de altura, é folheado a ouro e representa a morte de Buda (passagem para o Nirvana).
Mas falando não dá para saber. É um país com peculiaridades que e belezas que devem ser observadas pessoalmente. Um bom destino para as férias.

Fonte:http://www.viajandoblog.com/

Bancoc é centro de negócios e de turismo cultural e religioso, além de passagem obrigatória para as belas ilhas da Tailândia
Arte UOL
Bancoc é centro econômico, político, cultural e religioso da Tailândia. A cidade, que mistura tradição e modernidade, oferece vida noturna intensa, templos budistas e palácios majestosos, mercados flutuantes, artesanato rico, prédios "high-tech", shows eróticos, massagens e spas de beleza de primeira linha. Localizada na região central do país, a capital da Tailândia é passagem para Phuket e Ko Phi Phi - belas ilhas de areia branca e água cristalina do sul asiático.

Quem visita Bancoc se surpreende com a hospitalidade do povo e com a vibração da cidade. Sua atmosfera é comparável a de metrópoles como
São Paulo e Nova York - centros de gastronomia e entretenimento que nunca param.

Em todas as esquinas, vêem-se monges budistas, tuk-tuks (triciclos com carroceria que servem como táxis), mercados populares, barracas de comida e de bugigangas, máscaras de Buda, thai puppets (fantoches), fotografias da família real e turistas de todas as partes do mundo. A cidade, que está na segunda posição do ranking das que mais recebem visitantes no globo, tem cerca de 11 milhões de turistas ao ano, logo depois da campeã
Londres (16 milhões), segundo pesquisa da empresa de análise econômica Euromonitor International.

Com nove milhões de habitantes, a cidade tem um trânsito tão caótico quanto o de São Paulo. O tráfego preferencial e a direção dos carros são do lado direito, como na Grã-Bretanha. Para dirigir em Bancoc, turistas estrangeiros precisam apresentar carteira de motorista internacional e ter muita paciência. Os engarrafamentos são comuns em toda a cidade, e, especialmente nos horários de chegada e de saída do trabalho, motoristas podem ficar parados em enormes filas de carros por mais de uma hora.

Bancoc oferece linhas de metrô subterrâneo e superficial, ônibus comuns e com ar-condicionado, cerca de 30 mil táxis e
tuk-tuks, milhares de motocicletas e centenas de barcos e ferryboats que percorrem o Chao Phraya River - maior rio da Tailândia, com 370 quilômetros de extensão, 150 metros de largura e 15 metros de profundidade. O rio corta toda a cidade. Tailandeses e turistas usam os serviços do Chao Phraya Express Boat para ir de um bairro a outro, a preços semelhantes ao de uma passagem de ônibus.

Entretenimento é o que não falta na capital tailandesa, e há programas para todos os gostos - shows eróticos, go-go girls, apresentações de fantoches tradicionais, lutas de boxe tailandês, pubs, casas de karaokê gay, danceterias, mercados noturnos, passeios de barco e cruzeiros para belas praias.



AS MUITAS FACES DE BANCOC
Christianne González/UOL
Tailandês cuida dos jardins do Grand Palace
Christianne González/UOL
Mercado flutuante vende de tudo
Christianne González/UOL
Luta de boxe tailandês pode ser vista nas ruas e no Lumpini Stadium
Christianne González/UOL
Cerimônia de casamento tailandês
Preços baixos

De sedas a jóias, quase tudo na cidade pode parecer pechincha aos olhos ocidentais. Grandes mercados populares, como o Chatuchak e o Float Market, não deixam passar imune nem mesmo o mais parco dos turistas.

Boas refeições com bebida podem ser adquiridas por menos de
350 Bahts - moeda local. Uma sessão de massagem de uma hora custa ainda menos do que as refeições. Museus, teatros, táxis e artesanato ficam no mesmo patamar. Para gastar muito dinheiro em Bancoc só mesmo recorrendo aos serviços de alto luxo - refeições e spas nos hotéis, pedras preciosas, pubs da moda, casas de show erótico, restaurantes de hotel e cruzeiros pelas ilhas Phuket e Ko Phi Phi, ao sul do país.

Além de aproveitar a vida noturna e a gastronomia, quem vai a Bancoc tem de visitar o Grand Palace e pelo menos três dos seus cerca de 400 templos budistas -
Wat Phra Kaeo (Templo do Buda de Esmeralda), o Wat Pho (Templo do Buda Deitado) e o Wat Arun (Templo de Dawn). Além de ter um sentido religioso, as visitas mostram exemplares da mais bela arquitetura real tailandesa.

Também não se pode deixar a cidade sem experimentar uma tradicional thai massage, uma noodle soup (sopa tradicional, feita com massa de arroz, legumes, frango ou camarão), uma travessia pelo Chao Phraya River e um passeio de canoa pelo mercado flutuante. Quem tem curiosidade e estômago deve provar formigas e grilos fritos, à venda nas feiras livres e barracas de rua. Turistas que não se importam de acordar cedo devem visitar o mercado de flores, que lota a partir das 7h.

Desde o final dos anos 1990, a cidade tem sido procurada por estrangeiros em busca de cirurgia transexual, o que faz de Bancoc um dos maiores centros asiáticos desse tipo de intervenção médica.

Limpeza e segurança

Assim como nas grandes cidades brasileiras, Bancoc apresenta dois tipos de cenário - um sujo e pobre, e outro de espigões e torres de luxo. Pobreza e riqueza se dividem pelos cerca de 50 distritos da metrópole. Apesar de suja, a cidade impõe multas pesadas para quem joga lixo nas ruas. Turistas devem levar sacos plásticos nas bolsas, já que não é fácil encontrar latas de lixo em locais públicos.

É seguro perambular pela cidade a qualquer hora. Apesar de a Tailândia ter uma renda per capita menor do que a do Brasil e a do México, Bancoc não tem índices de violência urbana significativos. Também não abriga mendigos ou moradores de rua.

Os Skytrains e a única linha de metrô subterrâneo da cidade oferecem bons serviços, mas não funcionam 24 horas. A frota que roda o dia inteiro é velha e desconfortável. Por causa dos preços baixos, muitos turistas preferem trafegar de táxis ou de tuk-tuks, que são ótimos em horários de engarrafamento. Nesse caso, vale negociar com o motorista, porque os tuk-tuks não se submetem a tabelas de preços.

Clima e etiqueta

A cidade tem clima quente e úmido, com temperaturas que variam de 23 (mínima/janeiro) a 35 graus centígrados (máxima/abril). Apesar do calor e da umidade relativa do ar batendo em 77%, não se pode deixar de lado as calças compridas, saias e vestidos longos.

Nos locais em que os tailandeses consideram sagrados, especialmente no Palácio Real e no Templo do Buda de Esmeralda, saias e calças acima do tornozelo não são permitidas. Decotes exagerados também devem ser evitados. Para as mulheres, uma boa opção é levar uma canga na bolsa. Pode ser usada como saia ou xale.

A melhor época para visitar Bancoc é de novembro a fevereiro, quando as temperaturas são mais amenas e não há mais risco de chuva. Quem escolhe os meses de agosto e setembro para fazer a viagem deve levar guarda-chuva e agasalho impermeável.

Fotografias da família real estão expostas por toda a Tailândia. Apesar de o poder político se concentrar oficialmente no primeiro-ministro, o rei Bhumibol Adulyadej é adorado pelo povo e só é menos reverenciado do que Buda. Convém evitar piadas e brincadeiras com os monarcas. As imagens de Buda em qualquer forma e tamanho também são sagradas no país.

Turistas irritados com os serviços devem pedir com calma o que desejam. Além de sinais de falta de autocontrole, as demonstrações de irritação ou explosões de raiva em público não intimidam os tailandeses.

História

Bancoc ganhou o status de capital em 1868, mas só passou a sediar a administração do governo em 1782, quando a família real mudou sua residência de Thonburi, do lado oeste do Chao Phraya River, para a margem oposta.

Nos últimos duzentos anos, Bancoc tem sido centro político, social, econômico e cultural da Tailândia e do Sudeste Asiático. Pródiga em canais, já foi conhecida como a Veneza do Oriente, mas hoje se autodenomina nação global e terra do sorriso.

Com 6% de seu PIB (Produto Interno Bruto) originado pelo turismo, a Tailândia sofreu com a passagem de um tsunami em 2006. Ilhas como Phuket e Ko Phi Phi já estão recuperadas e novamente cheias de turistas. Bancoc é passagem obrigatória para brasileiros que desejam visitar esses paraísos tropicais, que ganharam notoriedade internacional com a ajuda do cinema e de Hollywood.

GRUPO DE DISCUSSÃO


BancocQuais são os melhores pontos turísticos de Bancoc?

No UOL


UOL ViagemNYT: 36 Horas em Bancoc

Grupo ViagemTailândia: entre o exótico e o paradisíaco

INFORMAÇÕES E SERVIÇO


Site do país - www.thaigov.go.th

Site da cidade - www.bangkok.do.th

Site de turismo do país - www.tourismthailand.org

Site de turismo da cidade - www.bangkoktourist.com

Embaixada Brasileira em Bancoc
Lumpini Tower, 34° andar, 1168/101 Rama IV Road - Thungmahamek, Sathorn -
Bangkok 10120 - Thailand
Tel: 66 (2) 679-8567
begin_of_the_skype_highlighting GRÁTIS 66 (2) 679-8567 end_of_the_skype_highlighting / 8568
E-mail:
consular@brazilembassy.or.th
Site: www.brazilembassy.or.th
O setor consular da embaixada brasileira em Bancoc está aberto ao público de segunda a sexta-feira, das 9h às 15h. Em casos de emergência, a embaixada atende nos fins de semana, feriados e dias úteis, pelo celular 66 (81) 906-4238. Quem liga de Bancoc deve discar 0 + 81 + 906-4238.

Idioma - Tailandês é o idioma oficial, e inglês faz parte do currículo escolar. Nos pontos turísticos, lojas e restaurantes mais sofisticados de Bancoc, funcionários falam inglês. A língua é usada para fins comerciais, mas não se pode esperar que taxistas, motoristas de tuk-tuk, gondoleiros e outros profissionais do setor de serviços falem o idioma. Hotéis de luxo e de categoria média costumam dar aos hóspedes um cartão que traz uma lista com os pontos turísticos mais visitados em Bancoc. Turistas só têm de marcar um "X" no local de destino e entregar ao motorista. Os tailandeses ficam felizes de ouvir turistas falarem seu idioma. Vale aprender pelo menos duas palavras na língua nativa: "Kob Khun" (Obrigado) e "Sawad Dee" (Olá).

Fuso horário - 10 horas na frente do horário de Brasília. Quando o Brasil entra no horário de verão, a diferença cai para 9 horas.

DDI - 66

Códigos de acesso da cidade - 2

Telefone local de emergência - Não existe um número geral para emergências na Tailândia. Visitantes com problemas de segurança ou de saúde devem ligar para a polícia turística, no número 1155, que oferece atendimento durante 24 horas, em inglês.

Informações turísticas - Em Bancoc, a central de atendimento ao turista funciona das 8h às 20h, pelo telefone 1672 (ligação paga). Além do escritório central, há pelo menos outros 22 pontos de informação na cidade, que operam de segunda a sexta, das 8h30 às 16h30. Os escritórios e estandes fecham aos fins de semana e
feriados. Eles informam sobre atrações, tours, hotéis, reservas de carros e transporte público. Também distribuem guias, mapas da cidade e das linhas de ônibus e de metrô. Outras informações podem ser obtidas pelos e-mails: center@tat.or.th e info@bangkoktourist.com.

Centros de informação ao turista em Bancoc:

1)1600 New Phetburi Road, Makkasan, Rajatevee. Tel: 66 (2) 250-5500
begin_of_the_skype_highlighting GRÁTIS 66 (2) 250-5500 end_of_the_skype_highlighting2) Em frente ao Grand Palace e ao Templo do Buda de Esmeralda. Tel: 66 (2) 224-4081 begin_of_the_skype_highlighting GRÁTIS 66 (2) 224-4081 end_of_the_skype_highlighting3) Chang Pier, no Royal Navy Club. Tel: 66 (2) 224-4140 begin_of_the_skype_highlighting GRÁTIS 66 (2) 224-4140 end_of_the_skype_highlighting4) Thai Wang Road. Em frente ao Wat Pho. Tel: 66 (2) 224-4097 begin_of_the_skype_highlighting GRÁTIS 66 (2) 224-4097 end_of_the_skype_highlighting5) Chakrapong Road, em frente ao Wat Chanasongkham, Phranakorn District. Tel: 66 (2) 281-5538 begin_of_the_skype_highlighting GRÁTIS 66 (2) 281-5538 end_of_the_skype_highlighting6) Yaowarat Road. Tel: 66 (2) 233-3581 begin_of_the_skype_highlighting GRÁTIS 66 (2) 233-3581 end_of_the_skype_highlighting7) Sipraya Rd, Samphanthawong District, em frente ao River City Department Store. Tel: 66 (2) 233-5701 begin_of_the_skype_highlighting GRÁTIS 66 (2) 233-5701 end_of_the_skype_highlighting8) Silom Road, em frente ao Robinson Department Store, Bangrak District. Tel: 66 (2) 234-2480 begin_of_the_skype_highlighting GRÁTIS 66 (2) 234-2480 end_of_the_skype_highlighting9) Silom Road, em frente ao Boonmitr Building, Bangrak District. Tel: 66 (2) 233-5646 begin_of_the_skype_highlighting GRÁTIS 66 (2) 233-5646 end_of_the_skype_highlighting10) Silom Road, em frente ao Thai Airways Building, Bangrak District. Tel: 66 (2) 233-5653 begin_of_the_skype_highlighting GRÁTIS 66 (2) 233-5653 end_of_the_skype_highlighting11) Silom Road, em frente ao Holliday Inn Hotel Silom, Bangrak District. Tel: 66 (2) 236-2381 begin_of_the_skype_highlighting GRÁTIS 66 (2) 236-2381 end_of_the_skype_highlighting12) Rama VI Road, em frente ao Pan Pacific Hotel. Tel: 66 (2) 236-2387 begin_of_the_skype_highlighting GRÁTIS 66 (2) 236-2387 end_of_the_skype_highlighting13) Pathumwan District, atrás do hospital Ratchadamri. Tel: 66 (2) 252-8259 begin_of_the_skype_highlighting GRÁTIS 66 (2) 252-8259 end_of_the_skype_highlighting14) Em frente ao Siam Paragon Shopping Complex. Tel: 66 (2) 251-0924 begin_of_the_skype_highlighting GRÁTIS 66 (2) 251-0924 end_of_the_skype_highlighting15) Rama Rd, do lado oposto ao Siam center, Pathumwan District. Tel: 66 (2) 251-7073 begin_of_the_skype_highlighting GRÁTIS 66 (2) 251-7073 end_of_the_skype_highlighting16) Rachadamri Rd, em frente ao World Trade Center, Pathumwan District. Tel: 66 (2) 252-8281 begin_of_the_skype_highlighting GRÁTIS 66 (2) 252-8281 end_of_the_skype_highlighting17) New Petchaburi Road, em frente ao Nai-Lert Shopping Center, Pathumwan District. Tel: 66 (2) 253-0351 begin_of_the_skype_highlighting GRÁTIS 66 (2) 253-0351 end_of_the_skype_highlighting18) Em frente ao hospital da polícia. Tel: 66 (2) 250-1074 begin_of_the_skype_highlighting GRÁTIS 66 (2) 250-1074 end_of_the_skype_highlighting19) Em frente ao Ponglee Restaurant, Victory Monument, Phathumwan District. Tel: 66 (2) 248-0390 begin_of_the_skype_highlighting GRÁTIS 66 (2) 248-0390 end_of_the_skype_highlighting20) Sukhumvit Rd, SOI 11, em frente ao Ambassador Hotel, Vadhana District. Tel: 66 (2) 253-0354 begin_of_the_skype_highlighting GRÁTIS 66 (2) 253-0354 end_of_the_skype_highlighting21) SOI 10, Sukhumvit Rd. Tel: 66 (2) 254-4648 begin_of_the_skype_highlighting GRÁTIS 66 (2) 254-4648 end_of_the_skype_highlighting22) Asoke Junction, Sukhumvit Rd. Tel: 66 (2) 261-0645 begin_of_the_skype_highlighting GRÁTIS 66 (2) 261-0645 end_of_the_skype_highlighting23) Ao lado do Benjariri Park Sukhumvit Rd, Khlongtoei District. Tel: 66 (2) 258-0031 begin_of_the_skype_highlighting GRÁTIS 66 (2) 258-0031 end_of_the_skype_highlightingMoeda - Baht é a moeda oficial da Tailândia. O site do Banco Central do país exibe as notas em circulação. A cotação pode ser obtida no site economia.uol.com.br/cotacoes. Visa e Mastercard são largamente aceitos em Bancoc. Quem tem American Express e Diners pode encontrar mais dificuldade de pagamento com cartão de crédito.

Câmbio - O aeroporto internacional da cidade tem agência de câmbio que funciona durante 24 horas. Lá, compra-se Baht a preços oficiais. Para trocar "travelers cheques", a melhor opção é buscar uma
agência American Express, que não cobra para trocar cheques da própria marca. As agências centrais de grandes bancos também fazem o câmbio, mas cobram comissão de até 3% sobre o valor trocado. Bancos abrem de segunda a sexta, das 8h30 às 15h30. Quem tem cartão internacional pode usar os caixas ATM (bancos 24 horas) conveniados às redes Cirrus e Plus para retirar moeda local, mas há bancos que limitam em US$ 200 ou US$ 300, por dia, o valor máximo de dinheiro liberado nessas transações. Nas zonas turísticas, casas de câmbio costumam operar das 7h às 21h, todos os dias, inclusive aos feriados.

Gorjetas - O hábito de dar gorjetas não faz parte do dia-a-dia dos tailandeses. A gratificação não é obrigatória ou esperada. Turistas costumam dar entre 5 e 10 Bahts para taxistas e 10% sobre o valor da conta de restaurantes e bares aos garçons.

Telefone - Na capital da Tailândia, somente as cabines telefônicas amarelas permitem ligações internacionais. Neste caso, moedas não são aceitas. É preciso usar cartões internacionais, à venda em qualquer loja de conveniência ou supermercado por preços que começam em 300 Bahts. O serviço funciona de forma semelhante ao do Brasil. Para fazer a ligação, é preciso escolher uma das operadoras locais e discar 001, 007 ou 008 antes do DDI do país (55, no caso do Brasil). A melhor operadora é a TAT (001). É também a que cobra tarifas mais caras. O código 009 acessa VOIP (Voice Over Internet Protocol) e o número 100 presta auxílio com telefonia. Ligações locais podem ser feitas com moedas e cartões, a partir dos telefones públicos de outras cores. De uma cidade da Tailândia para outra, é preciso discar 0 antes do código de área do município e do número do local. Aparelhos de celular do Brasil só funcionam na Tailândia se forem "tri-band". Quem quiser, pode alugar um aparelho com facilidade ou comprar um cartão SIM no andar de desembarque do aeroporto ou nas lojas de celulares da cidade.

Ex.1: ligando de Bancoc, para São Paulo, no Brasil
001 + 55 + 11 + número do telefone
Ex.2: ligando de Bancoc para Phuket, na Tailândia
0 + 76 + número de telefone

Correios - No geral, as agências de Correios funcionam de segunda a sexta, das 8h30 às 16h30, e aos sábados, das 9h ao meio-dia. As agências maiores atendem das 8h às 20h, de segunda a sexta, e das 8h às 13h, aos sábados. A agência central dos Correios em Bancoc fica em Charoen Krung Road.

Companhias que fazem remessas internacionais em Bancoc
Airborne Express
Tel: 66 (2) 392-1960
begin_of_the_skype_highlighting GRÁTIS 66 (2) 392-1960 end_of_the_skype_highlightingDHL Worldwide
Tel: 66 (2) 207-0600
begin_of_the_skype_highlighting GRÁTIS 66 (2) 207-0600 end_of_the_skype_highlightingFederal Express
Tel: 66 (2) 367-3222
begin_of_the_skype_highlighting GRÁTIS 66 (2) 367-3222 end_of_the_skype_highlightingTNT Express Worldwide Thailand
Tel: 66 (2) 249-0242
begin_of_the_skype_highlighting GRÁTIS 66 (2) 249-0242 end_of_the_skype_highlightingInternet - É fácil encontrar conexão rápida (broadband) e sem fio (wi-fi) em Bancoc. Internet cafés estão espalhados por todas as zonas turísticas e são facilmente localizados em áreas como Silom Road e Siam Square. Nos cafés, as tarifas são mais baratas do que as cobradas pelos hotéis, que giram em torno de US$ 15 por 24 horas de conexão.

Segurança - É seguro andar a qualquer hora em Bancoc, mas turistas devem ser cuidadosos com a carteira de dinheiro em locais tradicionalmente caóticos e lotados, como o Phat Pong 1 e Phat Pong 2 - ruas que abrigam mercado de bugigangas noturno, bares, restaurantes e pontos de prostituição - e o Chatuchak Weekend Market - maior mercado da cidade que vende praticamente de tudo, desde frutas e flores a roupas e suvenires. Funciona aos sábados e domingos, das 8h às 18h.

Voltagem e tomadas - 220 volts. Alguns locais usam o sistema europeu, com tomadas de dois pinos redondos. Outros têm o sistema japonês, com dois pontos achatados.



Fonte:http://viagem.uol.com.br/guia/cidade/bancoc.jhtm

BANGUECOGUE ?

Banguecoque (português europeu) ou Bangkok (português brasileiro), também conhecida pelas formas Bancoc ou Bangcoc (em tailandês: Loudspeaker.svg? กรุงเทพมหานคร, Krung Thep Maha Nakhon), é a capital, bem como a maior e mais importante cidade da Tailândia. Situada na margem esquerda do rio Chao Phraya nas proximidades do Golfo da Tailândia, a cidade possui cerca de 8 249 117 habitantes (2011[3]), enquanto sua região metropolitana reúne um total mais de 14 565 520 habitantes, figurando como a maior aglomeração urbana da Tailândia e a 19ª maior do mundo.
Serve ainda como o maior e mais desenvolvido centro urbano, administrativo, financeiro, cultural e comercial da Tailândia.

Nome
Bangcoc é apenas uma abreviação do nome da cidade, que consta no livro dos recordes o Guinness como o maior nome de cidade do mundo: Krung Thep Mahanakhon Amon Rattanakosin Mahinthara Yuthaya Mahadilok Phop Noppharat Ratchathani Burirom Udomratchaniwet Mahasathan Amon Piman Awatan Sathit Sakkathattiya Witsanukam Prasit (กรุงเทพมหานคร อมรรัตนโกสินทร์ มหินทรายุธยามหาดิลกภพ นพรัตน์ราชธานี บุรีรมย์อุดมราชนิเวศน์มหาสถาน อมรพิมานอวตารสถิต สักกะทัตติยะวิษณุกรรมประสิทธิ์ - pronúncia ajuda · ficheiro · ouvir), possui 152 letras. De acordo com a romanização deste alfabeto, também pode escrever-se da seguinte maneira: Krung-dēvamahānagara amararatanakosindra mahindrayudhyā mahātilakabhava navaratanarājadhānī purīramya utamarājanivēsana mahāsthāna amaravimāna avatārasthitya shakrasdattiya vishnukarmaprasiddhi, que, em português, significa: "A cidade dos anjos, a grande cidade, a cidade que é jóia eterna, a cidade inabalável do deus Indra, a grande capital do mundo ornada com nove preciosas gemas, a cidade feliz, Palácio Real enorme em abundância que se assemelha à morada celestial onde reina o deus reencarnado, uma cidade dada por Indra e construída por Vishnukam".

História

Bancoc começou como um pequeno centro comercial e comunidade portuária, chamada Bang Makok, servindo a cidade da Ayutthaya, que era a capital de Siam até que caiu nas mãos de Birmânia em 1767. Em 1782, a capital foi estabelecida em Thon Buri (agora parte de Bancoc) no lado oeste do rio. O rei Rama I construiu um palácio sobre a orelha do rio e fez de Bancoc a sua capital, renomeando-a Krung Thep, que significa "cidade dos anjos".

 Clima

Banguecoque tem um clima tropical seco na classificação climática de Köppen. A temperatura mais alta registrada na cidade foi de 40 °C em maio de 1983, enquanto que a mais baixa registrada ocorreu em janeiro de 1955, quando registrou-se 9,9 °C. As temperaturas mais baixas foram arquivadas nos meses de janeiro de 1924, 1955 e 1974, assim como em dezembro de 1999. O ano mais quente em Banguecoque foi 1997 (com uma média de 30 °C registrados no aeroporto Don Mueang) e o mais frio foi 1975 (com 26,3 °C). A temperatura diurna mais fria foi de 19,9 °C em dezembro de 1992. As chuvas de granizo são praticamente desconhecidas na cidade, com somente um registro nos últimos cinquenta anos.[4]

Administração


Mapa de Bangcoc com seus 50 distritos
Banguecoque é uma área administrativa especial (tailandês: กรุงเทพมหานคร, Krung Thep Maha Nakhon) administrada por um governador eleito pela população. Apesar de não ser uma província, é considerada a 76ª província da Tailândia uma vez que é administrada no mesmo nível das outras 75 províncias.

Distritos

Banguecoque está dividida em 50 distritos (tailandês: khet, เขต, também algums vezes denominados amphoe como em outras províncias), que por sua vez estão subdivididos em 154 subdistritos (tailandês: khwaeng, แขวง, equivalente aos tambon das outras províncias.

Transportes

O Rio Chao Phraya em Bancóc.
Uma complexa rede de canais deu à cidade o epíteto de Veneza do leste. Ainda hoje os canais são ricos de trânsito e embarcações, habitadas como no passado, onde se têm também numerosos mercados.
Numerosas auto-estradas elevadas e um anel auto-estradal, que circunda a cidade inteira, estão sendo construídos. Essas intra-estruturas deverão atenuar o problema de trânsito da cidade. Outros projectos auto-estradais foram abandonados por falta de verba, em seguida à crise financeira asiática dos últimos anos.
Em 1999 foi aberta uma dupla linha ferroviária elevada (Skytrain), chamada oficialmente BTS. A primeira linha de metrô subterrânea de Banguecoque foi aberta ao público em julho de 2004.
Em julho de 2004, um novo sistema metropolitano, o MRT, foi inaugurado, e uniu a estação de Bang Sue com a de Hua Lamphong, passando a atravessar toda a cidade.
O Aeroporto Internacional de Bangkok, também chamado de Don Muang, é o segundo mais transitado do sudeste asiático e se encontra na zona norte da cidade. A construção do novo aeroporto Suvarnabhumi no distrito de Bang Phli, (província de Samut Prakan), no sudeste da cidade iniciou-se em 2002 e terminou em 2006. Este aeroporto passou a receber todos os voos internacionais, enquanto o aeroporto mais velho ficará com os voos domésticos, sendo este o mais movimentado do sudeste asiático.

Referências

  1. a b Area, population, density and houses in Bangkok Metropolis by districts: 2009 em http://office.bangkok.go.th (pdf) (em inglês)
  2. the Kingdom of Thailand - Administrative units - GeoHive (em inglês)
  3. http://www.citypopulation.de/Thailand.html
  4. Bangkok climate and weather, Thailand, Rainfall Temperature Climate and Weather. Wordtravels.com (09-07-2009). Página visitada em 13-07-2009.
  5. stjordal.adressa.no. Página visitada em 2009.
  6. Asian Games. Consejo Olímpico de Asia (2010). Página visitada em 16 de novembro de 2010.
  7. Asian Games. Consejo Olímpico de Asia. Página visitada em 16 de novembro de 2010.
  8. Asian Games. Consejo Olímpico de Asia (2010). Página visitada em 16 de novembro de 2010.
  9. Asian Games. Consejo Olímpico de Asia (2010). Página visitada em 16 de novembro.
Fonte:http://pt.wikipedia.org/wiki/Banguecoque

HOSPEDAGEM

A capital tailandesa tem hotéis de todos os padrões e preços. Mesmo os caros são mais acessíveis do que os da Europa e dos Estados Unidos, por exemplo. Por US$ 50 por dia é possível se hospedar em um bom "bed and breakfast" de Bancoc, com direito a ar-condicionado. Hotéis de categoria luxo ficam acima de US$ 150.

GASTRONOMIA

A cozinha tailandesa é rica em ervas e temperos, sem ser necessariamente apimentada. A população consome chilli (pimenta) verdes e vermelhos, mas essa não é a base da culinária thai. Leite de coco e coentro estão presentes na maioria dos pratos típicos, o que dá um sabor especial às receitas, especialmente as que envolvem frutos do mar e frango. Além disso, manjericão, menta, limão, alho, páprica, soja, caldo de peixe e pimentas secas fazem parte do cardápio diário da população.

Da simples e saborosa noodle soup (sopa que leva massa de arroz, legumes e temperos verdes) até os insetos fritos vendidos nas barracas de rua (grilos, formigas, ovos de formiga), a culinária tailandesa agrada a todos os paladares. As refeições oferecem ricas combinações de doce, azedo, salgado, apimentado e amargo. Pela manhã, nativos costumam comer arroz frito com frango, legumes e até porco. Sucos de guava (goiaba), dragon fruit (fruta doce com casca rosa, polpa branca e sementes pretas no interior, conhecida no Brasil como pitaya) e mangosteen (mangostão) também estão presentes na mesa de café-da-manhã da população local.

Alguns pratos de influência indiana levam curry e massala. Como quase tudo no país, as refeições custam pouco e mesmo nos restaurantes mais sofisticados, os preços ficam na média de mercado das boas casas de São Paulo. Como sobremesa, vale experimentar maçã rosa e pudim de pão com leite queimado.

Além de comer nos hotéis, que costumam ter pratos típicos, quem visita Bancoc deve experimentar o sabor tailandês nas ruas Siam Square, Yaowarat (Chinatown), Sukhumvit Road, Phahurat, Soi Lang Suan, Bang Lam Phu, Silom Road e Soi Thaniya. Quem não se importa de pagar caro deve visitar o restaurante Sirocco, que fica no 63º andar do State Tower Bangkok, 1055, Silom Road. Além de boa cozinha e ótimos drinques, a casa tem uma das melhores vistas de Bancoc. Tel: 66 (2) 624-9555
begin_of_the_skype_highlighting GRÁTIS 66 (2) 624-9555 end_of_the_skype_highlighting.

A cidade é cheia de bons restaurantes, que costumam servir os clientes até as 23h, nos dias de semana, e até a meia-noite, às sextas e sábados. Após esse horário, pode-se recorrer às cozinhas da Soy Thaniya, que tem vários restaurantes 24 horas, e às redes de "fast food", como a McDonald's, com lojas em todas as regiões turísticas da capital.
Restaurantes recomendados pelo departamento oficial de turismo do país

Regiões gastronômicas


Siam Square - Restaurantes despretensiosos que vendem comida tailandesa e internacional a preços medianos.

Yaowarat (Chinatown) - Rua que abriga os restaurantes chineses mais caros de Bancoc.

Sukhumvit Road - Rua lotada de restaurantes, com cozinhas de todos os continentes.

Phahurat - Comida Indiana. Fica próximo a Chinatown.

Soi Lang Suan Comidas asiática e européia servidas em restaurantes modernos. Preço vai de mediano a alto.

Bang Lam Phu Cafés com mesas na rua e pequenos hotéis servem comida tailandesa e chinesa a preços populares. Khao san Road é a rua mais procurada pelos glutões.

Silom Road Estrada é cortada por várias ruas que têm bons restaurantes a preços medianos. Também tem fast food e restaurantes finos. Comida asiática, americana e européia.

Soi Thaniya Cozinhas italianas e francesas se concentram nesse endereço.

Chatuchak Cozinha popular tailandesa. Tem de noodle soup a grilos e formigas fritas.

Alguns pratos tailandeses


Thai noodle soup - Prato popular entre tailandeses e turistas. Costuma acompanhar pratos quentes, mas também pode ser consumido como refeição principal. É uma sopa de caldo leve, com broto de feijão, massa e temperos verdes - coentro e cebolinha. Tem variações com frango e com camarão. A massa é de arroz e leva bastante tempero verde, como coentro e cebolinha.

Pad Thai - Massa frita de arroz, feita em formato de macarrão, com feijões, amendoim e temperos verdes.

Khao Pad Kung - Massa frita de arroz, feita em formato de macarrão, com camarão, tomate e pimenta fresca.

Tom Yum Kung - Sopa de camarão apimentada e de sabor sour.

Guay Tiaw Gai or Môo - Sopa de macarrão com frango ou porco.

Yen ta Fo - Talharim feito com massa de arroz em sopa vermelha de tofu, acompanhada de bolinhos de carne e salsicha de peixe.

Gai yang and Khao Neeow - Frango assado com arroz.

Spaghetti Keemow - Macarrão com frutos do mar.

Som Tum - Salada à base de mamão.


Fonte:http://viagem.uol.com.br/guia/cidade/bancoc_gastronomia.jhtm


VÍDEOS YOUTUBE