ESPECIARIAS INDIANAS : ERVAS E CONDIMENTOS


O emprego correto de especiarias é de muita importância na culinária indiana. Elas dão à comida o sabor, o aroma, propriedades terapêuticas e mais importante, fazem com que a comida fique de fácil digestão. Por ex: um prato preparado a base de aveia ou grãos seria pesado, mas adicionando uma pequena quantidade de cardamomo ou gengibre ficaria de fácil digestão, absorção e assimilação. Os pratos preparados a base de vegetais e cereais causam problemas gástricos, adicionando na receita um pouco de assafoetida ou sementes de orégano (ajwain), reduziria os efeitos sem afetar os benefícios destes.
A seguir descrevemos as principais especiarias e as propriedades delas.
Açafrão (Keshar):- originário da região do mediterrâneo, é o estigma da flor de açafrão. É a especiaria mais cara do mundo, pois são necessárias 150 mil flores para se obter 1 kg do produto. De cor amarelo-alaranjado tem sabor quente e picante e aroma muito agradável. Ajuda purificar o sangue controlar resfriado e alivia hemorroídas. Usado na preparação de pullaos e doces.
Alho (Lahsun):- usado no tratamento dos sistemas digestivo, respiratório, nervoso, circulatório (purifica o sangue e reduz colesterol) e reprodutivo. É um poderoso afrodisíaco, estimulante e desintoxicante. Por ser bom para aumentar a produção de sêmen, é estimulante e tem um efeito sobre o sistema reprodutivo, por isso, não é recomendado para praticantes de ioga.
Anise ou Dill (Suwa):- sementes de cor marrom-dourado e com aroma delicioso. Estimulam o apetite e ajudam a digestão. Torradas junto com sementes de papoula são usados como refrescantes após as alimentações. O uso da hortaliça com batata e outras verduras propícia um sabor todo especial. É recomendado para as mães que amamentam por ter propriedades de aumentar a produção do leite.
Anis ou Erva doce (Sounf):- sementes de cor verde clara e com aroma doce, estimulam a digestão e são usadas como refrescantes após as refeições. Regula a menstruação e alivia dores abdominais.
Assa-fétida (Hing):- esta resina de cor amarela-marrom tem uma aroma muito forte. É um poderoso agente digestivo de qualidades tamasic que limpa a flora intestinal destruindo vermes. É um tempero indispensável na culinária indiana mas deve ser usado em pequenas quantidades. Para preservar muito mais tempo os temperos moídos como pimenta, cominho, curcumã, etc., coloque um pedaço deste nos potes.
Cardamomo (Ilaichi):- estimula mente e coração dando claridade de visão e uma disposição alegre. Regula a quantidade de ácido no estômago e ajuda parar o vômito e tosse. De qualidade satvic desintoxica a cafeína no café e chá. Tem três tipos de cardamomos um de cor marrom forte, de tamanho maior e aroma forte, e é usado inteiro nos pullaos. Outros dois de tamanho menor, de cor creme, e verde de aroma menos forte, usados nos doces e pratos de vegetais.
Canela em pau (Dalchini):- regula a circulação de sangue, atividades do aparelho digestivo, respiratório e dos rins. Usado em tratamento de dor de dentes, tensão muscular, dores de garganta, sinusite, laringite, etc. É um bom expectorante, analgésico e desintoxicante.
Cebola-sementes (Kalounji):- pequenas sementes de cor preta e têm aroma bem peculiar. São usados em picles e alguns salgadinhos.
Coentro (Dhaniya):- usado para anormalidades do Pitta. O suco é um remédio formidável para febre, alergias, gases, indigestão, nauseas, vômitos, desordem da pele, etc. As folhas verdes são usadas na cozinha e também para guarnição. As sementes na forma integral ou em pó são usadas para fazer curry, masalas e para temperar diversos pratos.
Cominho (Jira):- é bom para o tratamento da diarréia, disenteria, dores do abdômem, etc. Quando tostado ou frito, levemente no óleo, solta mais aroma. As sementes na forma integral ou em pó são usadas frequentemente na cozinha indiana. Uma pitada de cominho em pó e sal a gosto, polvilhado em cima de uma xícara de chá de iogurte, já é uma receita deliciosa.
Cravo da Índia (Loung):- produto da flor de cravoária moderadamente afrodisíaco, estimula as atividades do estômago, promove a digestão, eficaz nos resfriados asmáticos, rejuvenecedor e purifica o sangue. O óleo de cravo é usado como poderoso analgésico e alivia a dor de dente. Integral ou em pó é usado nos diversos pratos e como tempero.
Curcumã ou açafrão da terra (Haldi):- também chamado de açafrão da Índia ou gengibre dourado, é uma raiz de cor amarelo brilhante. A raiz fresca em pedaços ou em pequenas tiras junto com sal e suco de limão é usada para fazer picles gostoso. O pó é de uso muito comum em todos os pratos refogados e de vegetais. Antibiótico natural. Melhora a digestão e desenvolve flora intestinal. Purifica o sangue e estimula a formação de novas células. Segundo os Hatha iogues, purifica os canais de Chakras promovendo correção do metabolismo seja excessivo ou deficiente. É usado no tratamento de embelezamento da pele.
Currypatta (Meetha neem):- folhas de forte aroma da árvoreNeem, proporcionam um aroma e sabor muito peculiar. São muito usadas na culinária indiana especialmente no sul da Índia. As folhas, como o louro, são separadas na hora de comer e não são ingeridas.
Feno-Grego (Methi):- ajuda a sanar as debilidades de sistema respiratório e seminal, indigestão, hipo-função do fígado, problemas gástricos, controle da pressão sanguinea e é antiflamatório. As sementes são usadas inteiras ou em forma de pó nas masalas e temperos. As folhas são usadas com farinhas para fazer pães e saladas.
Gengibre (Adrak):- é um bom expectorante, analgésico estimulante e causa suor. Usado no tratamento de gripe, indigestão, vômito, dores abdominais, hemorróidas, doenças de coração, dor de cabeça, etc. É fartamente usado na cozinha indiana como tempero. Quando seco é chamado de sounth, usado para fazer temperos para chá.
Gergelim (Til):- bom para rejuvenescer, é um tônico para pessoas de constituição Vata. Fortalece as articulações e é usado para solidificar as fezes nos casos de diarréia. As sementes pretas são boas para os dentes e ossos porque contém maior quantidade de energia solar. Óleo de gergelim também tem o mesmo efeito e é usado para edemas, massagens no corpo e para frituras na cozinha. As sementes brancas são boas para iogues por ter propriedades satvicas.
Hortelã (Pudina):- uma erva muito aromática e de propriedades medicinais especialmente para dores abdominais e gastrite. Muito usada para fazer chutneys, saladas e guarnição.
Lótus-sementes (Makhana):- sementes de lótus pipocadas chamam-se makhana e são usadas nos muitos doces.
Louro-folha (Tej pan):- folhas longas de cor verde clara e muito usadas para aromatizar os pullaos, refogados e currys.
Manga verde seca (Amchoor):- na época, a manga verde é cortada em fatias e seca ao sol> Depois de feito pó ou finas tirinhas são guardadas para o resto do ano para aromatizar curry e refogados.
Manjericão (Tulsi - um tipo de manjericão):- alguns tipos de manjericão tem muitas propriedades medicinais especialmente para febre e doenças originadas pelo frio. O Tulsi é uma planta sagrada dos Hindus. As folhas tenras são usadas para guarnição e para fazer o chá.
Noz-moscada (Jaifal):- utilizado no tratamento de impotência, ejaculação precoce, absorção intestinal, insônia, etc. É um ótimo calmante, alivia a contração muscular especialmente do abdômen.
Macis (Javitri):- a fina membrana externa da noz-moscada (o arilo da noz-moscada) de aroma menos forte e de cor laranja chama se Javitri e é usada no preparo do garam masala e como tempero.
Mostarda (Rai e Sarsõ):- muito usada para temperar os refogados e nos picles. Tem propriedades analgésticas, alivia a congestão e neutraliza as toxinas. A hortaliça é usada para fazer refogado. O chapati e sarsõ sabji é um prato favorito na região norte da Índia, onde o óleo também é usado na cozinha. O óleo da mostarda é muito usado para massagens e bom para a pele. Alivia problemas musculares.
Orégano-sementes (Ajwain):- bom para parar a tosse e usado para reduzir o efeito nos alimentos que provocam problemas gástricos por isso, é usado com muita freqüência nos pratos de grão de bico.
Papoula (khas khas):- pequeninas sementes de cor creme, usados em currys e doces.
Pimenta (Mirch):- ajuda a suar e no país quente como a Índia é ótimo para limpeza interna do corpo por isso, os indianos usam muita pimenta na comida. Os ocidentais geralmente sofrem na Índia por não ter comida sem pimenta. Existem vários tipos de pimentas desde a mais fraca até a mais forte e quase todos são usados, verde ou vermelha madura. No verão, as pimentas são postas no sol para secar e moída para se usar fora da época.
Pimenta do reino (Kali mirch):- muito poderoso estimulante digestivo. Antídoto para excesso de saladas. Destrói toxinas e ajuda a digestão. Usado no tratamento da sinusite, resfriado, dores de cabeça, constipação, gases, perda de apetite, etc. As sementes verdes são usadas nos picles.
Romã-sementes (Anardana):- são usadas em forma de pó como condimento para alguns pratos que além de dar um sabor especial dá uma coloração forte.
Rosa-água de rosa (Gulab jal):- a água destilada das pétalas de rosa ou na forma mais concentrada, a essência de rosa é usada para aromatizar certos doces e no preparo de refrescos. As pétalas são usadas para guarnição e decoração e também para fazer deliciosa marmelada (Gulkand).
Sal Preto (Sendha namak):- de origem rochosa tem cheiro e sabor peculiar e é usado em pequenas quantidades nos picles, salgados e papad (um aperitivo que também acompanha os pratos principais de forma redonda de 15 cm. de diâmetro e espessura de cartolina).
Tamarindo (Imli):- bom para sistema urinário e coração. A polpa de tamarindo é muito usada para fazer chutneys e molhos. A fruta de sabor azedo, depois de retiradas as sementes, é colocada nas receitas de lentilhas (dal) e vários vegetais. É usada para fazer refrescos muito gostosos principalmente na época de calor. 

Fonte:http://suelisol.multiply.com/

 

 DICAS DE ALGUMAS ESPECIARIAS INDIANAS QUE NÃO PODEM FALTAR NUMA RECEITA


Na Índia, sabe-se muito sobre o uso de especiarias e seus benefícios para a saúde. E essa sabedoria não fica só na teoria: aprende-se cozinhando, experimentando e testando quantidades e misturas. De acordo com Mukesh Chandra – que é indiano, vive no Brasil e é dono de dois restaurantes em São Paulo – o conhecimento sobre as especiarias é passado de geração em geração na Índia.
Além de dar sabor especial aos pratos, as especiarias têm propriedades fantásticas como ajudar a baixar o colesterol e a temperatura corporal. A pimenta-do-reino, por exemplo, combate infecções na garganta. Já o cravo-da-índia é útil contra infecções nos dentes e na gengiva. Para infecções respiratórias, a especiaria certa é o gengibre.

Gente, quero muitooo mas muito falar de temperos e especiarias porque desde que passei a degustar os pratos apimentados típicos do Paquistão eu peguei um gosto enooorme pela pimenta dedo de moça, por cravo, canela, gengibre e todas as especiarias dos cantos de lá.... 

Aqui em casa eu tenho várias caixinhas de Massalah de todos os sabores para todos os tipos de pratos e não dispenso a pimenta vermelha, o ingrediente mais poderoso de minha cozinha... amoooo demais tudo que arde o paladar, até minhas filhas adoram pimenta e olha que crianças reclamam do ardido... bom isso foi no começo, mas agora ja acostumaram kkkkk também, aí delas se não acostumassem... eu e o pai adoramos! 

Tudo que preparo, seja o chay, chá de laranja, carne vermelha, carne branca qualquer coisa mesmo eu adiciono sempre o gengibre, os cravos e a pimenta... Muitos desconhecem os benefícios do gengibre e da pimenta, mas posso citar que gengibre é um potente emagrecedor e a pimenta vermelha purifica o sangue... abaixo vou postar os benefícios que esses condimentos trazem a saúde:

Benefícios do Gengibre

Ele é bastante indicado para programas de desintoxicação do organismo, além de ser considerado um poderoso anti-inflamatório, anticoagulante, antioxidante e bactericida.
O gengibre é utilizado para tratamento de náuseas, vômito, dor de cabeça, congestão do peito, cólera, gripe, diarreia, dor de estômago, reumatismo e doenças nervosas. Essa planta é um excelente remédio para inflamação da garganta, asma, bronquite, além de ser excelente no combate ao câncer.
O gengibre pode ser utilizado como antibiótico, além de possuir componentes que tratam a depressão. Os extratos de gengibre estimulam os centros vasomotor e respiratório.

Gengibre em pó

Tudo sobre o Gengibre!
O gengibre em pó tem o sabor mais suave e diferente do fresco. Por isso, o gengibre em pó não pode substituir o gengibre cru, como em receitas por exemplo. É muito usado em confeitarias e padarias para fazer bolos diversos, pães, biscoitos e tortas. Também combina com frutas e legumes e faz parte de várias misturas de temperos.
O gengibre em pó pode ser feito em casa Ou você pode comprar pronto em pacotes ou em forma de cápsulas.

Como ingerir a raiz


Chá de gengibre 

O chá de gengibre poderá ajudar na sua dieta, pois estimula a digestão, alivia a constipação e é um tônico cardíaco. Ele trata a obesidade, pois ajuda acelerar o metabolismo e queima calorias.

Leve ½ litro de água ao fogo e aqueça até 37 ºC (nessa temperatura, você ainda coloca o dedo na água sem incômodo). Despeje o líquido sobre 2 colheres (sopa) do gengibre cru ralado, tampe e deixe em repouso por cerca de dez minutos. Cuidado: o gengibre perde as propriedades em água muito quente. Você pode acrescentar 1 limão ou duas laranjas a esta mistura juntamente com  adoçante  O recomendado é tomar ½ litro da bebida por dia, dividido em cinco doses iguais. Tome o chá sempre depois das refeições.

Gengibre em pó - Modo de preparo:

Corte o gengibre em fatias bem finas e deixe-as secando na sombra por uma semana. Depois, bata a planta no liquidificador até virar pó. Ela dura até seis meses em qualquer recipiente fechado. Consuma 1 colher (café) por dia. Acrescente o pó a sucos ou alimentos.

Como preparar um chay delicioso com gengibre

Coloque 2 copos de água pra aquecer com 30 gramas de gengibre 2 pedaços picadinhos da raiz. 
Deixe chegar ao ponto de fervura e acrescente 2 copos de leite
Em seguida acrescente 6 saches de chá preto ou mais dependendo da coloração ( quanto mais moreninha a água estiver mais sobaroso será seu chay ) coe tudo antes de colocar em jarra ou garrafa térmica.
Acrescente açucar ou adoçante a gosto 
Sirva com canela discretamente salpicada no leite ou sementes de cardamomo. 

Os benefícios da pimenta vermelha


Os benefícios da pimenta vermelha
Muito se tem pesquisado sobre os efeitos e os benefícios da pimenta vermelha no nosso organismo, se ela faz bem ou mal. Assim como os benefícios do chocolate, do vinho a pimenta vermelha também possui os seus, mesmo sendo um alimento culturalmente considerado um veneno, principalmente para quem tem hemorróidas, gastrite ou hipertensão. O caso é que todo e qualquer produto deve ser consumido moderadamente. Uma das substancias contidas na pimenta vermelha á capsaicina que causa a sensação de ardor e é justamente ela a responsável por seus três efeitos benéficos, como a dissolução de coágulos sanguíneos, efeito antiinflamatório, antioxidante e capacidade de liberar endorfina.
A pimenta vermelha nos transmite a sensação de que a boca está pegando fogo, onde o cérebro recebe estímulo de apagá-lo, liberando endorfina, que causa uma sensação de bem-estar e faz da pimenta um alimento aconselhável para quem tem enxaqueca ou dores de cabeças crônicas, ela também é aconselhável para o combate a depressão. A salivação, a transpiração e o rosto vermelho provocados pela vasodilatação causada pela pimenta são, na verdade, uma defesa de organismo e nenhum dano físico pode ser causado por esses sintomas. A pimenta vermelha por ser antioxidante, rica em flavonóides e vitaminas C, pode reduzir o risco de doenças crônicas como câncer de próstata, catarata, diabetes e mal de Alzheimer. Ela limpa o sangue, removendo substancias tóxicas, que vem da alimentação e poluição.
A pimenta vermelha também tem seis vezes mais vitaminas C do que a laranja, um dos principais representantes desse grupo de alimentos, mas isso não significa que você vai passar a comer somente pimenta, o ideal é uma porção de 28 gramas do alimento que é quantidade diária para suprir o que precisamos. A capsaicina também é ideal para cicatrização do organismo. O segredo para comer a pimenta é a moderação, pois como o alimento impede a coagulação do sangue, ele pode ser também uma forma importante de evitar doenças como trombose. E para quem gosta muito de pimenta e não tem controle sobre o consumo, vale lembrar que ela ativa os receptores na língua que fazem com a pessoa perca sensibilidade e coma mais sem perceber. Por mais que ela faça bem, é importante não consumir em excesso, porque qualquer alimento se consumido em excesso faz mal.

CRAVOS DA ÍNDIA 




Uma especiaria antiquí­ssima, largamente utilizada pelos romanos, que se presta tanto a receitas doces quanto salgadas. Assim é o cravo-da-í­ndia, ou somente cravo, como também é conhecido.
A abreviação, aliás, evita uma confusão causada involuntariamente pelos portugueses: eles o batizaram em referência às antigas Índias Orientais, região da Ásia que englobava um território muito maior que o da Índia atual. Era lá que buscavam a especiaria, nativa das Ilhas Molucas, na Indonésia.
De acordo com Robert Falck, professor do curso de gastronomia da Universidade Anhembi Morumbi, o comércio desses botões secos de flores que não desabrocharam permaneceu sob monopólio de portugueses e holandeses durante séculos, até que um diplomata francês chamado Poivre furtou sementes da planta em 1769 e ampliou sua oferta no mercado. “Na Idade Média, o cravo custava quatro vezes mais que a noz-moscada, que já tinha preços estratosféricos”, afirma.
Era utilizado então para mascarar o sabor de alimentos estragados e condimentar uma infinidade de receitas, numa época em que as especiarias eram muito valorizadas. Com sabor pungente, entre acre e picante, o cravo deve ser usado sempre com parcimônia, para não se sobrepor aos outros ingredientes do prato.
Atualmente, ele é utilizado no mundo inteiro. “Algumas preparações são indissociáveis, como a peça de presunto espetada com cravos e um aromático clássico da culinária, chamado cebola “piqué”, que perfuma o molho bechamel (cebola espetada com cravos e louro)”, diz Falck. “Também forma receitas clássicas com repolho-roxo, laranja, maçã e carne de porco. Inteiro, entra em marinadas, geléias e compotas. É muito usado ainda no “garam masala”, um tipo de curry simplificado.” Outra receita, típica desta época, não o dispensa: o quentão das festas juninas.
Com propriedades bactericidas, atribuídas a um elemento do seu óleo essencial chamado eugenol, é usado em chás caseiros para combater resfriados e dores de garganta. Segundo Rosa Nepomuceno, autora de “Viagem ao Fabuloso Mundo das Especiarias” (ed. José Olympio), a odontologia o emprega em bochechos e no alívio da dor de dente, e é usado também contra cólicas digestivas, gases e diarréia.


Canela em pó

canela em pó é uma especiaria facilmente encontrada em vários estabelecimentos por todo o mundo. Não só pode fazer com que a comida fique mais saborosa, mas ela também exala um grande aroma. Com um gosto doce e saboroso, se utiliza em todos os tipos de comidas.


Utilizações da canela em pó
1. A canela em pó pode ajudar com o açúcar de sangue, problemas de coagulação, diminui mal-estar estomacal e reduz dor das artrites. Também a canela é uma boa fonte de manganês, de ferro e de cálcio.
Vantagens sobre o stress
2. O cheiro da canela em pó se utilizou para aroma terapia, porque se diz que pode ajudar a fazer dar sensação de relaxamento e diminui o stress.
Aplicações
3. A canela em pó é mais de uso geral para cozinhar. No entanto, pode também ser utilizada para fazer bolos e temperar. Também utilizá-la para fazer um arranjo ou como ambientador do lugar deixando com o cheirinho de canela.
História
4. A canela se menciona na bíblia como especiaria antiga. Se datou na China ao redor de 2800 A.C.
Tipos
5. A verdadeira canela se chama canela cingalesas tem mais um gosto leve e mais doce. Outro tipo de canela é canela da casia. Este tipo de canela tem mais um sabor distintivo.
EU COLOCO CRAVOS DA iNDIA EM TUDO QUE É PRATO ESPECIALMENTE NO ARROZ DOCE COM CANELA.. ALIÁS, CANELA AQUI EM CASA É ESSENCIAL PARA OS PRATOS DOCES... ACHO QUE COM ESSES CONDIMENTOS PODEMOS SENTIR O AROMA DA INDIA EM CASA... EU OS UTILIZO TANTO QUE QUANDO CHEGA VISITA EM CASA LOGO REPARA NO CHEIRINHO DE CRAVO E CANELA QUE PAIRAM NO AR.. KKKKKK AHHHH MEU BEM, COISA DE PAKISTANI WIFE! HEHEHE...

Em 2006 eu vi um filme que amei... Este filme se chama " O Sabor da magia "  com Ayshwarya Rai. 

No filme "O Sabor da Magia", a descoberta do amor


No filme "O Sabor da Magia", a descoberta do amor
Foto: Da Redação
Se Tilo se render ao amor, toda sua magia pode se perder para sempre
Temperado com muita sensualidade e romance, o filme "O Sabor da Magia" não é novo. É de 2005. Mas não perde o encanto. Gostoso para ver em casa, com tranquilidade e uma boa vasilha de pipoca do lado.

Conta a história de Tilo (Aishwarya Raí), uma bela e misteriosa mulher, cheia de segredos. Ela é dona de uma loja de especiarias e possui um dom mágico de transformar seus ingredientes em poções para curar as pessoas. 

Mas ela nunca poderá provar sua própria receita e nem mesmo se apaixonar. Se Tilo quebrar essas regras e abrir a porta para o amor, tudo se perderá para sempre. E é claro que o amor vai surgir para temperar a história.


Eu adorei esse filme e indico, é muito romântico e ao mesmo tempo fascinante porque é uma história de amor entre uma indiana e um ocidental que se apaixonam e ela teme pelo que pode acontecer, já que ela não deveria apaixonar-se e ao mesmo tempo seguir utilizando a maia de seus temperos... Parece meio bobo, mas ao assistir começa a ficar muito interessante a estória ainda mais pra mim que sou fã desses temperos maravilhosos rsss Vale a pena assistir!




Quem estiver interessada em adquirir uma caixinha de Massalah pode encomendar aqui fazendo o seu pedido através de cometários, tenho uma amiga que vende o Chay em pó também... eu comprei com ela e amei, basta por no leite fervente misturado com água e degustar, principalmente pra quem é casada com paquistanes, eles adoram tudo que tem um gostinho picante e eu indico principalmente pra esses casos... 
Mas não se esqueçam, ao se casar com um paquistanes ou indiano vcs não podem deixar de apimentar os pratos ... Isso é uma dica absolutamente importante pra vcs futuras esposas de primeira viagem kkkk, Mais pra frente pretendo postar algumas receitinhas e também meus segredinhos de culinária... Hoje em dia até no meu leite com café eu adiciono um toque de gengibre, to simplesmente viciada nesse gostinho picante ardido que amo sentir!! Aguardem que em breve retorno com as receitinhas pra auxiliá-las na hora de preparar algo para o maridão ou para impressionar o boyfriend rsrsrsrs

Minha Massala mix preferida é a Nihari curry, ideal pra preparos de frango mas eu coloco em tudoooo kkkkkkkk Adoro preparar acem de panela com nihari Curry e cheiro verde pra comer com pão sírio, já que não sou muito boa no preparo do paratha e naam. Uma vez eu trouxe uma farinha especial do Paquistão pra fazer meus routis, mas acabou muito rápido e desde então eu prefiro comprar aqueles pãos sírios gigantes na mesquita e as vezes utilizo o pão sovado mesmo pra comer com esses pratos... fica bom do mesmo jeito!
É sempre bom arriscar pratos novos, conhecer variados tipos de comida sem medo e sem receio, porém, no início é bom pegar leve na pimenta porque nosso organismo não esta habituado com esses condimentos picantes e isso pode acabar gerando infecções intestinais e indigestão. Portanto, melhor começar com uma pitada de massala nos seus pratos e com o tempo ir aumentando para chegar ao gosto original. 
Se você for viajar pra Paquistao e India, tome cuidado com a alimentação. Eles estão acostumados a consumir muita pimenta e temperos muito fortes, procure levar coisas pra vc mesmo preparar e consumir propriamente como macarrão instantâneo sabe o famoso Miojo e muitos sachês de chá de boldo para o caso de você não conseguir se habituar com os pratos. ( DICA BÁSICA ) ;-).

http://esposadepaquistanes.blogspot.com.br/

Postagens mais visitadas deste blog

APRENDA COMO FAZER CONTATO COM SEU ANJO E GUIAS ESPIRITUAIS - TEXTOS DE VÁRIOS AUTORES

PARA ONDE VAMOS QUANDO MORREMOS,SEGUNDO A DOUTRINA ESPÍRITA ?

O GATO NA MITOLOGIA SAGRADA EGÍPCIA