Pular para o conteúdo principal

LUGARES : CONSPIRAÇÕES E MITOS

 




Nosso mundo é cheio de lugares extraordinários cercados de mistério e intriga.
Muitos são antigos, outros desapareceram e alguns fazem coisas desaparecerem.
Alguns são tão secretos que tem máxima segurança enquanto outros recebem visitantes de braços abertos.
Confira os mais conhecidos:
Área 51
Área 51 é um remoto pedaço de terra em Nevada, EUA. De propriedade do governo Americano, ela é aparentemente utilizada para teste de tecnologia secreta de novas espaçonaves militares.
Alguns acreditam que o aeroporto da superfície é apenas a ponta do iceberg e que sob o deserto há um enorme esconderijo de uma sede de testes secretos. Supostamente, é para lá que são levados os Óvnis e seus ocupantes que caíram na Terra para serem examinados, como os famosos alienígenas de Roswell.
O governo americano não admite ou nega a existência da Área 51. Mas esta é seguramente bem guardada e visitantes não desejados são recebidos por guardas armados e helicópteros.
Apesar de não aparecer em nenhum mapa do governo americano, alguns acreditam na sua existência e ela já foi tema das séries X-Files, Simpsons e do filme Independence Day.

A Área 51 é protegida por estações de radar, sensores de movimento e guardas armados e não aparece nos mapas do governo americano.

Triângulo das Bermudas
Alguns acreditam que as leis da física não se aplicam ao Triângulo das Bermudas e este é um dos únicos dois lugares do mundo onde uma bússola não aponta para o norte magnético.
Através dos anos centenas de barcos e aviões desapareceram na área do Oceano Atlântico entre Bermuda, Porto Rico e Fort Lauderdale. Um dos desaparecimentos mais famosos aconteceu em dezembro de 1945, quando o Vôo 19 – cinco aviões de bombardeiro da marinha – sumiram durante um exercício de treinamento.
Uma explicação para o misterioso desaparecimento de navios inteiros poderia ser as grandes bolsas de gás que são comuns no leito do mar nesta área. Quando o gás sobe para a superfície, ele dissolve na água, diminuindo a flutuação e causando o naufrágio de navios.
Cavernas de Altamira
O que faz das Cavernas de Altamira, em Cantabria, nordeste da Espanha, serem tão especiais são os incríveis desenhos que cobrem as paredes e os tetos.
Acredita-se que os desenhos, principalmente de búfalos, cavalos e veados, foram feitos há cerca de 16.500 e 14.000 anos. Eles são incríveis devido ao uso habilidoso da cor e em alguns lugares o artista usou contornos naturais de pedra para dar uma qualidade de imagens 3-D.
Os desenhos foram descobertos por um nobre local e sua filha em 1879 e vêm atraindo visitantes desde então. Hoje em dia, você tem que fazer reservas com dois ou três anos de antecedência, porque o acesso é restrito para preservar a qualidade dos desenhos.
As cavernas são incluídas no Patrimônio da Humanidade pela UNESCO e agora há um museu próximo ao local onde uma reprodução exata encontra-se em exposição.

O acesso às Cavernas de Altamira é restrito porque o dióxido de carbono exalado pelos visitantes danifica os desenhos paleolíticos.
As Pirâmides
As Pirâmides Egípcias sempre foram cercadas de mistério. A primeira foi construída cerca de 4.500 anos atrás e até o fim do século XIX nenhum outro prédio em todo o Planeta chegou ao seu tamanho.
Os egípcios antigos tinham um conhecimento preciso de geometria e astronomia o que levou a especulação de que as pirâmides não foram construídas pelo homem, mas por uma raça alienígena que visitou o nosso planeta há milhares de anos.
Os rumores se multiplicaram quando egiptólogos começaram a abrir as tumbas dos faraós, dizendo que qualquer um que invadisse estas tumbas seria amaldiçoado. Muitos acreditam que a morte do Lorde Carnavan que fundou a expedição Howard Carter para abrir a tumba de Tutankamon em 1923 foi uma maldição. Ele morreu de pneumonia depois de ter sido mordido por um mosquito algumas semanas após a tumba ter sido aberta.
Atlântida
Diz a lenda que Atlântida era uma ilha provavelmente em algum lugar do Mediterrâneo, que foi destruída por um terremoto ou por um tsunami. Ela foi mencionada pela primeira vez por um filósofo grego há cerca de 2.400 anos, que disse que ela desapareceu 9.000 anos antes de sua época.
Dizem que Atlântida é uma terra de grande beleza, lar de uma civilização avançada com enormes riquezas. A imagem romântica de uma ilha fabulosa engolida pelo mar significa que sua localização foi vista antes da época de Platão apesar de ninguém ter certeza de que ela realmente existiu.
Vários locais são apontados como a sede de Atlântida, incluindo a Suécia e Nova Zelândia! Alguns especialistas acreditam que seja a Ilha de Creta.
Círculos nas Colheitas
Círculos nas colheitas(Crop Circles) têm aparecido em campos do mundo todo nos últimos 30 anos. Eles variam de formas simples e geométricas a composições complexas feitas cuidadosamente.
Há teorias de que eles são feitos por discos voadores que aterrissam e achatam as colheitas, ou que sejam mensagens deixadas por alienígenas visitantes. Outros acham que eles são criados por raios de microondas de satélites em órbita na Terra.
Outras explicações mais racionais afirmam que os círculos são feitos por homens, na tentativa de convencer o público que há vida extraterrestre na Terra. Alguns questionam por que os alienígenas viajariam até o nosso planeta só para achatar alguns campos de trigo? Por que não fazer um contato de uma forma mais fácil e compreensiva?

Mais de 10.000 círculos nas colheitas foram registrados em 30 países diferentes.
O Monstro do Lago Ness
Durante séculos houve mitos sobre o monstro que vive nas profundezas do Lago Ness na Escócia. Aparições de Nessie, como é carinhosamente chamado, datam de 1500 anos atrás. Recentemente, algumas pessoas provaram a sua existência com fotografias, mas muitas delas eram falsas.
Uma das explicações é que Nessie é um dinossauro que escapou da extinção. Se isso for verdade, o monstro também pode escapar a detecção até mesmo de equipamentos de sondas modernas, já que o Lago Ness tem uma superfície de 56.4 km2 e uma profundidade de 226 metros em algumas partes.
Se Nessie existe ou não, ele certamente não prejudicou o turismo na Escócia!
Kursk – O Sacrifício debaixo da água
O Kursk afundou em 12 de agosto de 2000, durante um exercício de treinamento no Mar de Barents. Todas as 118 vidas foram perdidas. Duas explosões massivas partiram o corpo do navio e apesar de muitos tripulantes terem morrido, pelos menos 23 sobreviveram durante algum tempo.
Devido a cortes na Frota Russa, seus veículos de busca e resgate não estavam equipados para ajudar os sobreviventes presos. Quando os mergulhadores ingleses e noruegueses chegaram, todos haviam morrido.
Inicialmente o governo russo disse que um submarino americano havia colidido com o Kursk, e que ele teria sido atingido por torpedos.
Estas reivindicações mais tarde foram consideradas infundadas, quando cientistas examinaram os restos do submarino determinando que as explosões foram causadas por torpedos defeituosos.