CONSPIRAÇÕES E MITOS UFOLÓGICOS

. Em Julho de 1947, as Forças Armadas americanas descobrem a prova da existência de pelo menos, uma raça de extraterrestres, devido ao incidente de Roswell. O presidente Truman forma imediatamente uma comissão ultra-secreta, designada MJ-12, que se encarregará de estudar o assunto discretamente, ao mesmo tempo que a Força Aérea realiza uma manobra de diversão com as pretensas de inquérito; SIGN, GRUDGE e BLUE BOOCK. Os principais governos estrangeiros incluindo a URSS, são informados simultâneamente da descoberta. Ao longo dos anos, há mais quedas de aeronaves alienígenas, a maior parte das vezes no continente americano, mas também em outros lugares. Em 1954, é estabelecido contacto entre o presidente Eisenhower e a raça alienígena os «Gris». Estes explicam que vêm de um planeta que está a morrer. Propõem uma alta tecnologia em troca de bases subterrâneas, bem como a possibilidade de raptarem seres humanos, cuja lista será entregue ao MJ-12, a fim de realizarem experiências, no final das quais serão levados com eles, sem ferimentos nem traumatismos.
. Comissão MJ-12.
. Rapidamente os americanos vão aperceber-se de que os alienígenas não cumprem com o seu acordo e que, por várias partes do planeta, mutilam dezenas de milhares de animais incluindo um ser humano em vista de manipulações genéticas destinadas a pôr fim á deterioração dos seus tecidos celulares. Também vão ficar a saber que os extraterrestres, tendo deixado de poder reproduzir-se, deram início a um programa de hibridação com a espécie humana, programa esse que foi descoberto através dos milhares de casos de raptos. Cuidadosamente, os governos escondem á população estes acontecimentos dramáticos. Quanto á guerra-fria, não foi mais do que uma encenação organizada pelos americanos e soviéticos aliados secretamente desde os anos 50, para enfrentarem a ameaça extraterrestre , a fim de financiarem o complexo militar-industrial. Pois bem, assim as armas convencionais há meio século fabricadas e vendidas no quadro dessa guerra-fria, nada tinham a ver com os engenhos construídos graças á tecnologia dos extraterrestres e de suas naves acidentadas e que foram testados em bases secretas como a ÁREA 51. Engenhos ultra-secretos que funcionam com a anti gravidade e que fazem parte do arsenal do governo secreto do mundo.



. Um testemunho...

. Para ilustrar a teoria conspirativa, eis alguns extractos de uma conferência realizada em Maio de 1995, por Phil Schneider, que foi encontrado morto cerca de 7 meses depois estrangulado com um cabo. Imediatamente as suspeitas se viraram para algum serviço secreto desejoso de calar essa testemunha incómoda.
Na sua conferência, Phil Schneider afirmou que só tem alguns meses de vida por causa de um cancro, o que torna inútil o seu assassinato.
O texto da conferência foi publicado nos E.U.A no boletim americano Exposure (vol.3, n-º4, 1996) e traduzido em francês no Sentinel News do quarto trimestre de 1997.


. Alguns extractos da conferência :

. ...Participei na construção das bases principais dos E.U.A, que se revestem de uma certa importância no seio daquilo a que chamamos a nova ordem mundial. A primeira base era a de Dulce, no Novo México.
. ... O saco preto é um orçamento secreto que monta a 25 por cento do produto nacional bruto americano. Em geral, utiliza cerca de 1250 biliões de dólares por ano. A maior parte deste montante é atribuído a programas secretos, como os que estão relacionados com as bases militares escavadas em profundidade no solo.
. ...Em 1954, sob a administração Eisenhower, o governo federal decidiu contornar a constituição para assinar um tratado com seres alienígenas. Foi o tratado de Greada (1954),cujos acordos previam que os alienígenas podiam utilizar vacas e outros animais domésticos e testar técnicas de implantes em seres humanos, sob a condição de fornecerem a identidade das pessoas em questão. Mas a raça alienígena não segui os termos do contrato e este deixou de ser respeitado. Estávamos em tão em 1954 quando rebentou a batalha de Dulce. Eu participava na construção de uma extensão da base subterrânea de Dulce, possivelmente a mais profunda de todas: estende-se por 7 níveis, a uma profundidade superior a 4 km. Nessa época, havíamos escavado 4 cavidades no deserto, que nos encontrávamos a ligar entre si a fim e fazermos explodir grandes secções ao mesmo tempo. O meu trabalho consistia em descer ás cavidades e testar as rochas de modo a escolher o explosivo mais eficaz para a situação. Foi ao descermos que nos encontrámos numa grande caverna cheia de seres extraterrestres, conhecidos pelo nome de «Grande Gris». Abati 2. Estavam umas 30 pessoas na caverna, e a seguir desceram uns 40 homens. Todos foram ao encontro da morte. Havíamos descoberto uma base de extraterrestres vivos. Mais tarde, descobriu-se que viviam á muito tempo no nosso planeta, talvez há um milhão de anos. O que poderia explicar os fundamentos da teoria dos «antigos astronautas». Seja como for, dispararam contra mim com uma de suas armas, uma espécie de caixa que transportavam junto ao corpo e fui ferido no peito. Vi-me com um buraco no corpo e uma boa dose de radiações. Foi assim que contraí o meu cancro. Até trabalhar na ÁREA 51 a norte de Las Vegas, após 2 anos de convalescença devida ao incidente de 1979, nuca me tinha interessado pela tecnologia Ovni...na ÁREA 51, testávamos toda a espécie de engenhos espaciais...
. E assim por diante, ao longo de páginas e páginas...é algo que nos levanta interrogações sobre a sua sanidade mental e sobre a imagem que o fenómeno Ovni tem no público.

Fonte:http://www-ufologia.blogspot.com/