PIERCING CORPORAL - O RETORNO DO PAGANISMO ?

 
Somos hoje confrontados com um certo reavivar de costumes tribais de pagãos antigos, onde se sacrifica, se retalha e mutila o corpo. Anéis no nariz, nas sobrancelhas, na barriga, nos mamilos, múltiplos brincos nas orelhas, “piercings” na língua, tatuagens e múltiplas desfigurações, são mais que uma forma clara de sub-cultura inconcebível – antes empreende uma identificável agressividade corporal.
A obsessão deste tempo presente com estas modificações corporais é um reavivamento do tribalismo. Estes rituais em sua forma original envolvem-se em transfigurações dolorosas, as quais depois produzem um tipo de identificação pessoal pertença dum elo a uma tribo, clã e ou sub-cultura real. Entre as tribos Nuba do Sudão, brincos múltiplos, mutilações corporais e pinturas tatuadas são coisas que distinguem seu paganismo. Os Dinkas e Nuer no Sudão também são identificáveis pelos padrões de cicatrizes em suas têmporas e testas.
Entre os Hindus achamos brincos nasais, piecings na barriga, língua e sobrancelhas, como algo normal. Tatuagens, entre tribos amazónicas identificam os vários membros duma certa tribo. Na Papua Nova Guiné todo tipo de mutilação corporal, tatuagens e sacrifícios de corpo identificam membros de certas tribos. Do mesmo modo, brincos nos sobrolhos, nas narinas, brincos múltiplos nas orelhas, barriga e piercings de língua distinguem certas sub-culturas de Nova York, Londres, Paris, entre outras capitais da dita civilização.

Postagens mais visitadas deste blog

APRENDA COMO FAZER CONTATO COM SEU ANJO E GUIAS ESPIRITUAIS - TEXTOS DE VÁRIOS AUTORES

PARA ONDE VAMOS QUANDO MORREMOS,SEGUNDO A DOUTRINA ESPÍRITA ?

O GATO NA MITOLOGIA SAGRADA EGÍPCIA