LOREENA McKennitt - MÚSICA NEW AGE E CÉLTICA ECLÉTICA






Loreena Isabel Irene McKennitt (Morden, 17 de fevereiro de 1957) é uma cantora canadense. Compositora, pianista e harpista, além de muitos outros dotes artísticos, Loorena é conhecida pelo seu estilo de música em estilo new age, celta eclético, com tendências do Médio Oriente. Loreena é bem conhecida por seus vocais de sopranos.
Filha de Jack e Irene Mckennitt, ela é de ascendência irlandesa e escocesa. Loreena, assim como muitas crianças, demonstrou na infância um grande interesse por música. Foi então que Loreena iniciou-se na formação musical e estudou piano clássico por 10 anos e canto durante 5.
Nos anos 70, Loreena já se apresentava em clubes de música e em espetáculos musicais.
Em 1981, Loreena mudou-se para Stratford, Ontario, onde trabalhou como compositora, atriz e cantora no Festival Shakespeareano do Canadá e é onde ela reside atualmente. Seu primeiro álbum Elemental, foi lançado em 1985, e atraiu a atenção mundial por ser um auto-trabalho. Seguiram-se To Drive the Cold Winter Away em 1987, Parallel Dreams em 1989, The Visit em 1991, The Mask and Mirror em 1994, The Winter Garden em 1995 e The Book of Secrets em 1997.
Loreena juntou à cultura celta elementos da música oriental, introduzindo um toque erudito e utilizando instrumentos folclóricos, aliados aos sons eletrônicos obtidos através de sintetizadores. Somado a isto, vocais diáfanos que remetem a eras indefinidas. O resultado desta mistura é o sucesso da canadense.
Sua música "The Mummers' Dance", foi um sucesso generalizado, que recebeu consideráveis prêmios e se destacou nas rádios estado-unidenses.
Seu primeiro álbum completo An Ancient Muse, trabalhado em estúdio por nove anos, foi lançado em novembro de 2006.
Todos os seus trabalhos sempre foram idealizados por custeio próprio e sob a marca da produtora Quinlan Road, produtora administrada pela própria Loreena.
A Quinland Road não é tão famosa como produtora musical, já que tem apenas como instrumentista e artista a própria Loreena.
Mesmo tendo criado este selo para distribuir seus cds e expandir suas fronteiras, Loreena se associou a Warner que divulgou seu quarto álbum, The Visit, em 31 países. O sucesso foi tanto que Loreena recebeu disco de platina dupla no Canadá, vendeu mais de 800 mil cópias em outros países, sendo que 2 milhões foram só nos Estados Unidos. Em países como Austrália, Nova Zelândia, Itália e Espanha, Loreena ganhou disco de ouro. Mostrando assim que a gravadora de uma única artista é um sucesso que já vendeu mais de 4 milhões de álbuns em mais de 40 países.
Em 1993, sua música tornou-se mais conhecida, época esta em que Loreena excursionou pela Europa, acompanhando Mike Oldfield. Em 1995 sua versão da música Bonny Portmore foi tema de destaque do filme Highlander 3, provocando assim um grande aumento nas vendas ocasionado pelos fãs do filme.
Sua música também foi destaque nos filmes Soldier e Jadie, mas foi no filme The Mists of Avalon, que Loreena alcançou maior notoriedade quando algumas de suas músicas foram selecionadas como parte da trilha sonora da obra, na qual o tema principal era The Mystic's Dream, música da própria Loreena. Vale ressaltar que o filme recebeu uma indicação ao Oscar de melhor trilha sonora. A série televisiva Roar também teve como trilha as músicas de Loreena.
Em 1998, três pessoas próximas a Loreena, entre elas seu noivo, morrem em um acidente de barco na "Georgian Bay", afetando profundamente Loreena, o que a fez fundar a "The Cook-Rees Memorial Fund For Water Search And Safety", e no mesmo ano lançou um álbum ao vivo de duas de sua apresentações , uma Ao Vivo em Paris e a outra Ao Vivo em Toronto, intitulado Live in Paris and Toronto. E reverteu todos os lucros para a fundação.Após esse álbum, Loreena não quis publicar nenhum outro álbum até recentemente em 2006, quando lançou An Ancient Muse
Em julho de 2004 o Governador Geral Adrienne Clarkson condecorou Loreena com a Ordem do Canadá, a mais prestigiada ordem para civis.
Discografia

Álbuns de estúdio

 Álbuns ao vivo

Pequenas gravações

  • A Winter Garden: Five Songs for the Season (1995)
  • Live in San Francisco (1995)
  • Words and Music (1997)

Vídeos

  • The Mummers' Dance (1997)
  • The Bonny Swans
  • Nights from the Alhambra (2007, concerto ao vivo)
  • A Moveable Musical Feast (2008, documentário sobre sua turnê na América do Norte)