O QUE SÃO MESTRES ASCENCIONADOS E FRATERNIDADE BRANCA ?


Essa organização, fundada por ancestrais de Amenóphis IV, faraó do Egito, tivera desde sua origem a missão de congregar as pessoas mais sábias do país para discutir, analisar e preservar o Grande Conhecimento. Poderia-se dizer que formaram a primeira classe de médicos conhecida. O nome vem do fato de que eles usavam túnicas bem alvas, um branco difícil de se obter naquela época. Nos dez séculos anteriores a Cristo, ramos da Grande Fraternidade Branca estabeleceram-se com denominações diversas em várias partes do mundo - e um deles eram os Essênios.
O nome "Essênio" provém do termo sírio asaya, que significa médico (terapeuta, em grego, e essaya, em aramaico). Sua missão era curar doenças do corpo e da alma.
Conforme espiritualistas de diversas correntes, Jesus, se não foi essênio, pelo menos manteve contato com eles. O teósofo francês Édouard Schuré afirma que Maria, mãe de Jesus, era essênia e destinara seu filho, antes do nascimento, a uma missão profética.
Harvey Spencer Lewis, dirigente máximo da Ordem Rosacruz das Américas, também afirma a origem essênia de Jesus. Segundo ele, Maria e José eram gentios (habitantes da Galiléia considerados "estrangeiros" pelos palestinos e, portanto, "não-judeus"), pertencentes á Fraternidade Essênia, embora formalmente ligados á fé mosaica, de acordo com as leis locais.
O "ramo" da Fraternidade Branca mais conhecido atualmente é o dos Sete Raios. Esses raios são energias compostas de um certo padrão e que que funcionam como molas propulsoras para a nossa evolução (Algo como a influência dos signos). Corresponde aos 7 Caminhos Ocultos, que cada alma e personalidade precisa percorrer, aprender e neles se aperfeiçoar, em cada uma de suas características. Deste modo, cada experiência em cada um dos 7 raios é um meio para alcançar uma expansão espiritual cada vez maior, atingir a perfeição humana e a unificação com a Luz, a iluminação das leis do Karma e da reencarnação obrigatória na Terra.
Por exemplo: as pessoas que nascem sob a influência do primeiro raio (representado pelo Mestre Ascensionado El Morya e cujas características são vontade, força, ação, fé coragem, ordem, autoconfiança e poder) são aquelas que exercem posições de chefia, poder e liderança, com grande capacidade para a execução de tarefas.
O pop-star do esoterismo new-age, San Germain :


Com essa onda de "esoterismo fast-food" que surgiu na última década, ouve-se muito falar em Saint-Germain. Ele é o Mestre do sétimo raio, o violeta. É também o regente da Era de Aquário e ficou muito conhecido pela Chama Violeta, uma poderosa invocação energética para a purificação de nós mesmos e de tudo à nossa volta.
Aqui alguns trechos selecionados do livro Os sete Mestres:
Ascensão pessoal significa transcender as nossas próprias dificuldades, e não fugir dos problemas, como erroneamente poderíamos pensar.
Devo esclarecer também que existem muitos seres extraterrestres e muitas Hierarquias, mas somente alguns deles têm autorização para comunicar-se com a Terra. Alguns intrusos tentam burlar essa lei, mas há um governo oculto, que cuida do bem-estar do nosso planeta e da nossa humanidade.
Aprendi com os Mestres que sempre houve um governo oculto que esteve junto a nós, cuidando e não permitindo que extrapolássemos em nossas lutas e desacertos. Muitas pessoas sempre acreditaram nessa força que costumamos chamar de Deus, e sempre tiveram fé na interferência Divina. A Fraternidade Branca é o "Conselho" que representa esse "Deus", e exerce na Terra a função de governar o nosso aparente caos.
Mestra Nada, a sex-symbol do raio Rubi/Dourado :

Queremos aqui, meus filhos, falar a vocês da libertação. Se encarnados estão aqui na Terra, é porque, de alguma forma, a energia do ódio aprisionou os seres espirituais que vocês são em sua essência. A energia desdobrada em medo ou em raiva os atrelou ao processo cármico reencarnatório.
Quando alguém quer se libertar, não é se libertar para viver no vazio. Sabemos que nas mentes de vocês passam muitas dúvidas. O homem deve querer se libertar para viver a sua plenitude e não o vazio. Quando vocês desencarnam, quando não têm mais um corpo, vocês ainda estão preenchidos pela energia da matéria, porque ficam ainda orbitando este planeta. Ficam ainda vivendo as suas histórias cármicas, os seus compromissos cármicos, os seus grandes e seus pequenos encontros cármicos. E quando alguém vem e lhes fala de libertação, lhes fala da ascensão espiritual, vocês num primeiro momento desejam e num segundo momento se sentem assustados pensando:
Quando eu ascender, quando eu me libertar, eu serei o quê?
O quê eu serei quando eu for livre e não tiver mais a minha família pra me preocupar? Ou desafios profissionais pra me preocupar? Ou quando não tiver mais um desafeto, um desamor, pra ocupar os meus pensamentos?
Queremos dizer a vocês que, quanto mais livre o homem for, quanto mais livre esse ser se tornar, mais amoroso ele será. E mais preenchido das vibrações superiores ele estará. E mais feliz ele se encontrará. E os irmãos, os amigos da sua alma - da sua essência - estarão por perto, formando, junto a vocês, uma grande família.
Quando falamos, então, da libertação, falamos da libertação do ódio, do medo e da raiva.
Compreendam que estes sentimentos são profundamente destrutivos. Abalam não apenas a estrutura mental e emocional - o corpo vibracional - mas o corpo físico. E quando estiverem doentes, observem em suas vidas o que do seu coração adoeceu. E se observar que você tem manifestações de raiva, medo, insegurança, mágoa, ódio, então compreenda que é aí a raiz da sua doença. E comece um trabalho libertador, emanando amor para você mesmo.
Os Sete Raios
Os Raios são expressões de energia com características especiais e distintas. São chamados na Bíblia de “Espíritos diante do Trono de Deus” e são assuntos um tanto misterioso e pouco claros para o mundo atual.
Existem atualmente cerca de 10 bilhões de habitantes na Terra e/ou utilizando este planeta como ambiente de aprendizagem. Cada um desses seres pertence a um dos Sete Raios ou divisões da vida.
Cada uma dessas almas tem, portanto, no seu âmago, determinadas tendências, peculiaridades, aptidões ou inclinações latentes de um desses grandes Raios. Todas as pessoas acumularam conhecimentos de um ramo específico num determinado Raio.
Essas pessoas sentem-se satisfeitas e felizes quando estão juntas em vibração e de alguma forma familiarizadas.
No Plano Divino - no Reino Celestial como sobre a Terra - tudo está dividido em seções de SETE ou em Sete Raios. A esfera de atividade destes raios e seus Diretores são:

O 1o raio é azul e representa a Vontade de Deus, fé, proteção, força e poder. O Mestre Ascensionado El Morya - que editou a "Ponte para a Liberdade - é o Diretor. As pessoas que pertencem a este raio estão, geralmente, na chefia e possuem ilimitadas forças de poder e capacidade de "executar alguma coisa".
O 2o raio é cor de ouro e representa Sabedoria, equilíbrio e iluminação. Exercia esta função o Mestre Ascensionado Kuthumi(São Francisco de Assis) até a Sua ascensão como Instrutor do Mundo, juntamente com o Mestre Jesus. O Mestre Ascensionado Lanto(Lord Maitreya, ou Buda do Futuro,que também exerce o cargo de Cristo Cósmico) sucedeu o Mestre Kuthumi tendo sido também elevado ao cargo de Instrutor do Mundo.Depois veio como Senhor do mundo,regente maior da Hierarquia,Lord Gautama,O Buda.O Mestre Ascensionado Confúcio é o atual Diretor deste raio que é relacionado com professores, ensinamentos - e pessoas de coração compreensivo.
O 3o raio é rosa e representa o Amor Divino, adoração, beleza e fraternidade. A Mestra Ascensionada Rowena é a Diretora deste raio. As pessoas que a ele pertencem amam a beleza em todas as formas de expressão e são amáveis e compassivas.

O 4o raio é branco e representa a Pureza, a ressurreição e a ascensão. É seu Diretor o Mestre Ascensionado Serapis Bey. As pessoas que pertencem a este raio são artistas, músicos, arquitetos e são dotados de grande perseverança.
O 5o raio é o raio verde da Verdade, da precisão da Lei. É dirigido pelo Mestre Ascensionado Hilarion; foi Ele o conhecido Paulo, da Bíblia. Em geral pertencem a este raio os cientistas, médicos, irmãs de caridade e curadores.
O 6o raio é de cores vermelho-rubi e ouro, e representa a Paz, colaboração e dedicação à vida. O Mestre Jesus era seu Diretor até há pouco tempo, quando foi Ascensionado a Instrutor do Mundo. Atualmente é a Mestra Nada(Maria Madalena) que ocupa o cargo de Diretor do 6o Raio. Sua capacidade especial é o Amor. Freqüentemente, os que pertencem a este raio são sacerdotes, assim como pessoas com desejos ardentes, no culto divino, em servir a humanidade, e muitas vezes sem colher reconhecimento pelos serviços prestados.
O 7o é o raio violeta da misericórdia, transformação e Liberdade. Quem rege este raio é o Mestre Ascensionado Saint Germain(São José), que o fará durante os próximos dois mil anos, sobre a Terra. A Chama Violeta é o instrumento que TRANSFORMA todo erro e forças imperfeitas em Perfeição. Quando a humanidade usar este instrumento com acerto e ritmicamente, a Terra será salva. As pessoas que pertencem a este raio possuem muitas aptidões e em todos os aspectos grande amor pela Liberdade.
O RAIO DE CADA UM
Quando viemos à luz neste mundo, na primeira inspiração, os átomos do ar ambiente em perfeita sintonia com as "vibrações" cósmicas (ou os raios de luz dos astros celestes), penetrando com ímpeto em nossos pulmões, produzem marcas indeléveis em nossos registros etéricos que vão dar a tônica da experiência encarnatória que se inicia neste momento. Estas marcas são as chaves do nosso caráter e "caráter é destino".
Tudo se processa em perfeita harmonia com os nossos merecimentos, decorrentes das ações, pensamentos e sentimentos sustentados ao longo de nossa peregrinação pelo universo manifestado. Tudo de acordo com a nossa necessidade de evolução espiritual. Fugir desta grande lei, chamada Lei do Carma, é impossível. Conhecê-la e vivenciá-la, usando nossa divina capacidade de transmutação, é a própria libertação.
Temos então no estudo da "carta natal", que é o desenho do mapa celeste das posições dos astros em relação ao momento e local em que a pessoa nasce, uma maneira segura e precisa de conhecer profundamente nossos talentos, habilidades, tendências, enfim virtudes e vícios que já trazemos para a presente experiência. Os acontecimentos, relacionamentos, encontros e despedidas da vida terrena são pois decorrentes deste conjunto de energias acumuladas pela alma. Nada nos acontece sem o devido mérito ou a necessidade de alcançar a Luz Maior.
Todavia, neste mundo tudo é passageiro, transitório, efêmero, ilusório: é "maya". Nesta vida presente, nascemos num determinado signo solar, de acordo com a faixa vibratória que a Terra atravessava no momento de nosso nascimento. Na encarnação anterior, provavelmente, o signo era outro. Assim, alternadamente, vamos conhecendo cada um dos doze atributos do nosso Sistema Solar e desenvolvendo as qualidades características deste Universo.
Houve, porém, um nascimento bem mais significativo, muito antes de havermos iniciado a peregrinação pelo Universo manifestado, ou ronda encarnatória. Trata-se do momento em que fomos exalados do coração de Deus-Pai-Mãe como emanações de vida ou Chispas Divinas, Raios de Luz. Quando criadas, as Chispas Divinas se desdobram em duas chamas, conhecidas como Chamas Gêmeas. Então percorrem as Sete Esferas Interiores e escolhem em qual delas irão servir.
Portanto, antes mesmo da primeira encarnação, neste ou noutro mundo, a emanação de vida já traz em si, como característica inerente, um dos Sete Raios. É muito importante, para quem deseja avançar velozmente pela senda espiritual, que se conheça a que Raio pertence, pois as características deste raio são permanentes em nossa aura e irão determinar nossas esferas de atividade vida após vida e até mesmo, e principalmente, após a nossa Ascensão na Luz. Cabe ressaltar que, embora pertencendo a determinado raio, podemos servir em outras esferas e com isso iremos desenvolvendo outras cores em nossa aura.
Ocorre às vezes que, devido aos serviços prestados em outros campos de atividade, o Corpo Causal do indivíduo traz uma acentuada faixa de um ou mais raios, podendo confundir um observador externo, ou vidente. A maneira mais segura de se conhecer o raio de origem é através do estudo e da experiência individual, isto é, através da revelação interna. Isto pode ser alcançado pela prática da meditação e demora mais ou menos tempo, dependendo da experiência e empenho de cada um.  
A DESCOBERTA DO RAIO INDIVIDUAL
Todos os seres que estão vivenciando a escola terrena estão ligados a um determinado Raio, sendo assim ajudados, diretamente, pela Luz no seu caminho evolucionário.
Além de termos características e tendências ligadas ao nosso Raio de trabalho, essas energias divinas estão ligadas aos nossos signos, preferências, qualidades, e até mesmo o que necessitamos melhorar no nosso aprendizado, pode ser aí identificado.
Existe um fato muito importante que não devemos esquecer: muitas vezes, nossos signos estão ligados a um Raio ao qual não nos sentimos muito ligados. Isto se deve ao fato de que muitos possuem um Raio principal e outro secundário ligando ao trabalho de crescimento. De tempos em tempos, as tendências também podem ser modificadas se o aprendizado num determinado Raio já estivar concluído. Então, outro Raio entrará em ação.
Por isso, é aconselhável, além de todas as indicações das tendências, procurar uma sintonia interna. Esta sim é verdadeira. O que nossa intuição disser, aí está a verdade. 
Podemos identificar em que Raio estamos interagindo, seguido alguns princípios e condições estabelecidos como indicadores.
Com a finalidade de harmonizarmos estes fatores, vamos acrescentar aos sete Raios (chamados de “Raios da Precipitação”) denominados anteriormente, mais cinco Raios (chamados de “Raios de Unificação”). Na verdade, para esclarecimentos, já existem outros Raios sendo trabalhados no mundo, além desses.
Existem maneiras de se acelerar este processo e um deles é a Novena dos Sete Raios. O estudante deve escolher um determinado horário do dia, aquele que mais lhe convier, e repetir diariamente cada uma das invocações aos Diretores dos Raios durante nove meses seguidos. Assim, atrairá a si a vibração de cada Raio e terminará percebendo com qual deles se sintoniza melhor.
INVOCAÇÕES AOS DIRETORES DOS RAIOS
EL MORYA
EU SOU EU SOU EU SOU a Ressurreição e a Vida da Fé iluminada do Bem-Amado Mestre Ascensionado El Morya, hoje em atividade no meu ser e em meu mundo. (três vezes)
CONFÚCIO
EU SOU EU SOU EU SOU a Ressurreição e a Vida da Sabedoria do Bem-Amado Mestre Ascensionado Confúcio, hoje em atividade no meu ser e em meu mundo. (três vezes)
ROWENA
EU SOU EU SOU EU SOU a Ressurreição e a Vida do Amor e Adoração da Bem-Amada Mestra Ascensionada Rowena, hoje em atividade no meu ser e em meu mundo. (três vezes)
SERAPIS BEY
EU SOU EU SOU EU SOU a Ressurreição e a Vida da Pureza e Esperança do Bem-Amado Mestre Ascensionado Serapis Bey, hoje em atividade no meu ser e em meu mundo. (três vezes)
HILARION
EU SOU EU SOU EU SOU a Ressurreição e a Vida da Consagração e Concentração do Bem-Amado Mestre Ascensionado Hilarion, hoje em atividade no meu ser e em meu mundo. (três vezes)
NADA
EU SOU EU SOU EU SOU a Ressurreição e a Vida da Cura e Ministério da Bem-Amada Mestra Ascensionada Nada, hoje em atividade no meu ser e em meu mundo. (três vezes)
SAINT GERMAIN
EU SOU EU SOU EU SOU a Ressurreição e a Vida da Misericórdia e Purificação do Bem-Amado Mestre Ascensionado Saint Germain, hoje em atividade no meu ser e em eu mundo. (três vezes).


OS MESTRES DOS 7 RAIOS

EL MORYA-primeiro raio


CONFÚCIO-segundo raio

ROWENA-terceiro raio



SERAPIS BEY-quarto raio



HILARION-quinto raio



NADA-sexto raio



SAINT GERMAIN-sétimo raio
Fonte : Saindo de Matrix

Postagens mais visitadas deste blog

APRENDA COMO FAZER CONTATO COM SEU ANJO E GUIAS ESPIRITUAIS - TEXTOS DE VÁRIOS AUTORES

PARA ONDE VAMOS QUANDO MORREMOS,SEGUNDO A DOUTRINA ESPÍRITA ?

O GATO NA MITOLOGIA SAGRADA EGÍPCIA