Pular para o conteúdo principal

AS PALAVRAS CURAM - LAURA CONRADO


AS PALAVRAS CURAM

Rubens Alves, autor de diversos livros, afirmou que se o músico Beethoven fosse completo, ele nunca teria composta a Nona Sinfonia. Ele a fez porque tinha um buraco dentro dele que doía muito. E o jeito que ele encontrou de curar a dor dentro do corpo foi escrevendo a sinfonia.
Estou muito certa de que negligenciar sentimentos e sonegar dores é meio caminho para a formação daquela dor de cabeça que martela, daquela tosse que irrita ou daquele mau humor que vem mesmo quando acordamos tarde.
Se Beethoven se curava pelas notas musicais, eu procuro por algum escritor sempre que minhas emoções me assaltam e querem me fazer perder o rumo. Shakespeare, por exemplo, cuja obra data mais de quatro séculos, narrou com maestria o limbo dos sentimentos humanos: ciúme, vingança, desejo, inveja, posse, ambição, insegurança… Nas minhas piores horas, procuro ajuda em Dostoiésvki, Clarice Lispector, Fernando Pessoa, Lygia Fagundes Telles, Machado de Assis, Virgínia Woolf, Hannah Arendt e tantos outros autores me ajudam a nomear o que ainda não tem nome.
As palavras curam.
Deixo um poema da escritora e psicanalista Viviane Mosé, cuja palavras vão me auxiliar, mais uma vez, a colocar para o fora que sinto.
 Receitas para arrancar poemas presos
“A maioria das doenças que as pessoas têm são poemas presos.
Abscessos, tumores, nódulos, pedras são palavras
calcificadas,
Poemas sem vazão.
Mesmo cravos pretos, espinhas, cabelo encravado.
Prisão de ventre poderia um dia ter sido poema.
Mas não.
Pessoas às vezes adoecem da razão
De gostar de palavra presa.
Palavra boa é palavra líquida
Escorrendo em estado de lágrima
Lágrima é dor derretida.
Dor endurecida é tumor.
Lágrima é alegria derretida.
Alegria endurecida é tumor.
Lágrima é raiva derretida.
Raiva endurecida é tumor.
Lágrima é pessoa derretida.
Pessoa endurecida é tumor.
Tempo endurecido é tumor.
Tempo derretido é poema
Você pode arrancar poemas com pinças,
Buchas vegetais, óleos medicinais.
Com as pontas dos dedos, com as unhas.
Você pode arrancar poemas com banhos
De imersão, com o pente, com uma agulha.
Com pomada basilicão.
Alicate de cutículas.
Com massagens e hidratação.
Mas não use bisturi quase nunca.
Em caso de poemas difíceis use a dança.
A dança é uma forma de amolecer os poemas,
Endurecidos do corpo.
Uma forma de soltá-los,
Das dobras dos dedos dos pés, das vértebras.
Dos punhos, das axilas, do quadril.
São os poema cóccix, os poemas virilha.
Os poema olho, os poema peito.
Os poema sexo, os poema cílio.
Atualmente ando gostando de pensamento chão.
Pensamento chão é poema que nasce do pé.
É poema de pé no chão.
Poema de pé no chão é poema de gente normal,
Gente simples,
Gente de espírito santo.
Eu venho do espírito santo
Eu sou do espírito santo
Trago a Vitória do espírito santo
Santo é um espírito capaz de operar milagres
Sobre si mesmo.”
Fonte:http://lauraconrado.com.br/as-palavras-curam/

Postagens mais visitadas deste blog

APRENDA COMO FAZER CONTATO COM SEU ANJO E GUIAS ESPIRITUAIS - TEXTOS DE VÁRIOS AUTORES

PARA ONDE VAMOS QUANDO MORREMOS,SEGUNDO A DOUTRINA ESPÍRITA ?

O GATO NA MITOLOGIA SAGRADA EGÍPCIA