domingo, 6 de novembro de 2016

CLASSIFICAÇÃO DOS SERES EXTRATERRESTRES



(((Leia todo o texto antes de comentar)))

CLASSIFICAÇÃO DOS SERES EXTRATERRESTRES


A Terra recebe interação constante de seres de dimensões paralelas, principalmente superiores, que interagem com dimensões inferiores justamente para acompanhar e ajudá-los em sua evolução.
Nos estudos da Ufologia Paracientífica, de muitas civilizações antigas e de alguns ramos da ciência moderna, a denominação extraterrestre é utilizada de forma geral para classificar todos os seres de dimensões paralelas ou externas à Terra.
A interação com estas realidades mais amplas se faz através da percepção e identificação das freqüências. Todos os seres desde o mineral até o mais sutil têm sua freqüência, que é recebida por todos durante todo o tempo, porém não é percebida pelos seres humanos, pois sua atenção não está voltada para sinais tão sutis.
Planetas e constelações de outras dimensões geralmente não são visíveis porque depende do grau de compatibilidade vibracional dos seres observadores com o planeta.

Classificação Quanto à Densidade de Matéria:

Cada tipo de Ser – extraterrestre ou não – apresenta uma diferente densidade material, que fica de acordo com a dimensão onde atua, e representando por conseqüência o seu grau evolutivo. Vale ressaltar que cada tipo de ser é de uma determinada dimensão, mas pode interagir em dimensões diferentes, tanto acima ou abaixo da sua (geralmente de 1 a 3 níveis abaixo e apenas 1 nível acima).

PLANETÁRIO

Dimensão: 3ª.
Densidade: 90% matéria e 10% energia
Descrição: Fazem parte da 3ª dimensão, de planetas tridimensionais. Possuem formas semelhantes à humana ou não. Esta condição aplica-se aos seres humanos dimensionais (com descendência extraterrestre, e missão cósmica na Terra, mas vivendo sob a condição física de planetários na 3ª dimensão) e aos seres extraterrestres que vivem na Terra. Foram seres planetários, que caíram em Varginha e em Roswell.

DIMENSIONAIS

Dimensão: 4ª
Densidade: 20% matéria e 80% energia
Descrição: Seres extraterrestres de diversas raças com missão cósmica. Dentre eles estão os 4 grupos que vieram à Terra com missão cósmica. Entre os dimensionais estão os Comandantes da Confederação Intergaláctica como Ashtar Sheran e Atarian. Estão da 4ª dimensão para cima. Na escala evolutiva, os seres dimensionais encontram-se entre a 1ª e 8ª subdimensões da 4ª dimensão, sendo que seres dos grupos extra e especial estão na 6a e 7a subdimensões da 4ª dimensão, mais próximos de Ashtar Sheran e, por isso, têm mais contato com ele.

ULTRADIMENSIONAIS

Dimensão: 5ª (mas atuam em todas as dimensões)
Densidade: 100% energia
Descrição: Energias pensantes e inteligentes que sentem, agem e interagem com os seres humanos. Apresentam-se como pequenas bolas de luz transparentes do tamanho de uma laranja, que podem ser fotografadas e filmadas, principalmente através da energia ultravioleta dessas máquinas. Em seu centro possuem um núcleo, de onde emitem luzes de diferentes cores, conforme a vibração ou a mensagem que querem passar. Atuam no campo eletromagnético dos seres humanos e levam informações para os outros seres extraterrestres.
Sua propagação luminosa pode chegar a um metro, mais ou menos, mas é tão sutil que a pessoa tem que estar num lugar 100% escuro e se piscar muito os olhos, não conseguirá enxergar. Deve-se fixar o olhar em determinado ponto e, sem piscar, pode-se ver alguns flashes muito rápidos. Os sintomas, quando eles entram nas pessoas, são: mãos esfriam ou ficam super aquecidas além do normal, corpo trêmulo, coração acelerado, arrepios ou muito calor no corpo inteiro; as articulações ficam um pouco doloridas, durante um dia ou dois. Raramente as pessoas sentem sensação de desmaio, mas isto pode acontecer se a pessoa estiver com excesso de energia ou muito baixa imunidade.

ENERGÉTICO

Dimensão: 6ª
Densidade: 100% energia
Descrição: Com aparência e função semelhante aos ultradimensionais, mas com energia e vibração bem mais intensa. São 100% energia e aparecem na forma de bolas de energia, ou de luzes que podem se transformar numa imagem holográfica. Quando essas luzes circulam ao redor do corpo das pessoas e as tocam, há autocura instantânea.

ANGELICAIS
Dimensão: 7ª
Densidade: 97% energia e 3% ectoplasma
Descrição: Seres angelicais, de corpo extremamente sutil, com formação em parte de ectoplasma e altíssima freqüência vibracional.
Enquanto a classificação acima se refere à linha evolutivo animal, há também a classificação para as linhas evolutivas de vegetais e animais:

ELEMENTAIS

Dimensão: entre a 3ª e 4ª
Densidade: 95% energia e 5% de ectoplasma
Descrição: Seres de formas e tamanhos variados, em algumas vezes como bolas de energia densas. Representam as plantas, a terra, o ar, o fogo e a água. Tomam formas para proteger a natureza ou entrar em contato (gnomos, fadas-madrinhas, por exemplo).

ENTIAIS

Dimensão: entre a 3ª e 4ª
Densidade: 92% energia e 8% de ectoplasma
Descrição: Seres em forma de grandes bolas de luz, de tamanho maior que os elementais. Já passaram pelo processo humano e, por isso, estão num padrão energético superior ao do homem. Integram o mundo dos elementais, mas não se confundem com eles.

Classificação Quanto ao Local de Atuação

Também é possível classificar os seres pelo local em que realizam a sua missão:

EXTRATERRESTRE

Aqueles que vivem em outros planetas, outras dimensões, que não são nascidos aqui. Eles trabalham a parte espacial. Preparam mundos paralelos ao nosso, outros planetas, levando matéria-prima daqui (terra, plantas, animais, etc.) para que as pessoas mais tarde, quando forem habitar esses planetas (dependendo das mudanças daqui), possam ter uma melhor adaptação. Em resumo, eles trabalham a parte da superfície e a parte espacial nossa.

INTRATERRENOS
São seres extraterrestres vindos da parte intraterrena de Marte, têm a missão de trabalhar a parte interior da Terra, adaptando galerias para que futuramente a própria humanidade, despreparada, se proteja de alguns acontecimentos como terremotos e maremotos. Têm a tarefa de trabalhar para construir 7 cidades sagradas, no subsolo, para mais tarde serem habitadas. As raças de intraterrenos existentes na Terra são: Betamix (medem de 4 a 6 metros de altura. Têm pêlos na face e não tem orelhas), Tot (medem em média 2,20 metros, seus braços e pés são grandes, desproporcionais em relação ao seu tamanho) e Laquim (medem de 20 cm a 1,50 m de altura.
Possuem o corpo coberto com um pelo ralo, tendo só os olhos e a boca descobertos). A partir do momento que começou o trabalho dos intraterrenos na superfície, tudo lá embaixo está pronto. Eles vão somente trabalhar as pessoas para esse conhecimento. Se fosse possível reunir todo o conhecimento de todos os intelectuais do Planeta, este não seria superior a 10% do que sabem as crianças de algumas raças intraterrenas.
Estes seres não têm condições de suportar a luz do sol e por isso são geralmente contatados à noite. Não conseguem enxergar durante o dia e, se tentarem, podem queimar a retina e ficar cegos. Por isso foram selecionados para trabalhar o interior da Terra. Possuem vibração diferente dos seres extraterrestres em geral.

INTRATERRENOS
São os que trabalham a parte aquática, tanto nos oceanos como em rios e lagos. Constroem cidades subaquáticas para serem habitadas pelos seres humanos que não estiverem preparados para as mudanças da Terra. Conseguem ficar sem respirar oxigênio por 8 horas embaixo d‘água. Com altura média de 2m, os seres reptilianos possuem estrutura física semelhante à nossa, exceto cabeça e orelhas, que são diferentes.
Pela tecnologia que possuem, receberam a missão de construir 7 bases nas águas, para mais tarde serem habitadas por aproximadamente 1 milhão de pessoas em cada base. Em 1998 encerraram o trabalho na penúltima base, em Angra dos Reis, num portal pouco menor que o do Triângulo das Bermudas e em 1999-2000 encerraram a construção da última base em Santos. Essas bases são conhecidas pela Marinha do Brasil, que já identificou corpos metálicos na profundeza das águas através do sonar. São seres que raramente visitam a superfície terrestre, mas já foram vistos por algumas pessoas. Às vezes manifestam-se holograficamente.

Classificação Quanto à Raça

Existem milhares de raças extraterrestres no universo. Porém, apenas 49 raças pertencem a Confederação Intergaláctica, que rege as Leis de Interação para os seres de planetas densos, como é o caso da Terra.
Os seres extraterrestres das 49 raças vêm dos pontos mais distintos do Universo, atuando para reforçar o crescimento e evolução dos seres das dimensões. Todos os dimensionais na Terra, em fato, são descendentes das 49 raças.
Alguns estão em planetas do nosso Sistema Solar, outros em planetas de sistemas externos. Alguns estão em outras constelações. Muitos destes não são visíveis, não só pela distância, mas porque estão em dimensões diferentes.
Em sua forma original, os seres dessas 49 raças têm a mesma aparência humanóide dos seres humanos, com algumas características diferentes. Os dimensionais na Terra são descendentes dessas raças, e há ainda entre eles os representantes de raças.


Ufologia Paracientífica

Fonte:http://libertesuamente13.blogspot.com.br/2014/02/classificacao-dos-seres-extraterrestre.html