quinta-feira, 1 de setembro de 2016

ESCRAVOS DO TEMPO - MENSAGEM DE MÃE MARIA



ESCRAVOS DO TEMPO
Mensagem de Mãe Maria
Recebida por Jane M. Ribeiro
22/03/2016

Que as bênçãos do amor tragam paz aos vossos corpos, mentes e corações.

A Paz é atributo indispensável a ser ancorado em vossas vidas, para que possais restabelecer o contato com o mundo espiritual através de vossas almas.

Sem paz não há discernimento, sem paz não emerge a sabedoria, sem paz sois incapazes de reconhecer a voz que vos guia, orienta e abençoa.

Cultivai a paz procurando exercitar esse atributo diuturnamente; não existe forma ou modelo ideal; existe sim vossa fé e determinação na busca do reconhecimento desse estado de ser que trás a tona essa voz em vossos corações.

Hoje a humanidade vive em permanente estado de aflição, mais e mais mergulhada nas atribulações do mundo ilusório, onde o tempo se torna cada vez mais limitado.

Percebeis, amados, como sois escravos do tempo, e como também sois escravos de tudo que reconheceis no mundo ilusório da matéria!

O tempo é o limite que mais vos escraviza no dia a dia. 

Nunca achais que o tempo é suficiente para vossos afazeres apesar de contardes, cada vez mais, com a tecnologia que vos possibilita imprimirdes maior velocidade na consecução de vossos desejos e vossas vontades.

Percebeis que vossos meios de comunicação vos permitem entrar em contato com o mundo em poucos instantes, bem como vos locomover muito rapidamente para qualquer parte de vosso planeta, mas, paradoxalmente, o tempo se torna mais e mais insuficiente para concretizardes todos os vossos desejos e afazeres, o que vos torna mais tensos e angustiados.

Refleti, amados, refleti sobre as barras do tempo que vos aprisionam no mundo da matéria tornando vosso dia a dia cada vez mais limitado.

Lembrai-vos que no mundo espiritual não existe essa dimensão de tempo que vossos egos/personalidade criaram como forma de vos controlar.

Existe, sim, o “aqui e agora”, e é esse “aqui e agora” que precisais reconhecer, que precisais vivenciar, trabalhando o presente, só o instante sagrado do presente para que possais começar a vos desvencilhardes das barreiras do tempo que vos aprisionam, vos angustiam, vos desgastam, vos desajustam e vos fazem envelhecer.

É preciso perceberdes que continuareis escravos do tempo, na terceira dimensão, se não liberardes o passado, e se continuardes buscando respostas para um futuro que ainda está por vir.

A vida É, bem amados, é o agora, é o momento, é o segundo que reflete sempre todas as vossas experiências passadas, presentes e futuras, e essas experiências precisam ser vividas no aqui e agora, para que possam ser reincorporadas ao vosso Eu Superior, a vossa alma, para que a compreensão transforme, rapidamente, o conhecimento em sabedoria.

Sois fontes cristalinas de amor-sabedoria, e o amor-sabedoria gera a compreensão da misericórdia que permite o fluir do perdão.

O perdão vos liberta do apego a pessoas, fatos e situações do passado que não vos permitem seguir em frente, pois agem como cordões invisíveis que cerceiam vossos passos para a concretização de vosso propósito maior, o propósito de ser feliz.

Entregai-vos, pois ao profundo silêncio que desvela vossas almas, para que as pendências venham à tona, e possam ser encaradas como desafios a serem ultrapassados neste instante sagrado, devolvendo-vos, pela força do perdão, a liberdade tão almejada, aquela que permite a vós seguir em frente sob a orientação de vossas almas, não importando o quão difícil seja seguir o coração em detrimento da razão.

Bem amados, mergulhai no silêncio, exercitai vossa vontade, liberai as amarras do passado e entregai-vos ao momento presente, para que a vida seja vivenciada no compasso do tempo cósmico, permitindo-vos romper as barreiras do tempo físico, para que possais galgar mais um passo em vossas evoluções.

Que vossas orações continuem nutrindo de fé, amor e esperança todos os vossos irmãos, para que todos possam crescer em verdade e espírito e, assim, reencontrar o caminho que leva a redenção.

Bem amados, Eu vos deixo agora derramando sobre todos vós as minhas bênçãos e envolvendo a todos no meu manto de proteção, porque Eu Sou Maria, Vossa Mãe.